THE CROSS: Banda é confirmada no ‘My Dying Bride – A Brazilian Tribute’, confira!

Em meio aos trabalhos de gravação e produção do novo álbum, o THE CROSS confirmou presença em mais um importante projeto para 2020. Trata-se do tributo brasileiro à lenda inglesa My Dying Bride, que contará com outras 16 bandas, onde os baianos figurarão com a faixa “The Fever Sea” do álbum The Light at the End of the World ao lado de nomes como Imago Mortis, A Sorrowful Dream, Soturnus, Seeds of Destiny e muito mais. Confira a capa desenvolvida por Dewindson Wolfheart da 2ND SKIN Design. Em breve mais informações.

Em paralelo, o atual álbum do THE CROSS, Still Falling, está concorrendo ao prêmio “Melhores de 2019” pelo site da Roadie Crew. Para votar é muito fácil, basta acessar o link e escolher a categoria desejada, mas lembre-se, para chegar a sessão dos ‘nacionais’, primeiro é preciso escolher os melhores ‘internacionais’, e não se esqueça de terminar sua votação com nome e e-mail para validá-la.

Ouça Still Falling na íntegra pelas principais plataformas de streaming:

Spotify
Deezer
iTunes
YouTube Music

Sites relacionados:
Facebook
Youtube
Bandcamp
Soundcloud
Sangue Frio Produções


Araucária Metal Fest acontece neste fim de semana

A próxima cidade a receber a “Surrounded By Decay Tour 2020”, do AXECUTER, será Araucária/PR neste fim de semana. A banda estará presente no ‘Araucária Metal Fest’, que acontece nos dias 08 e 09 de fevereiro de 2020 e contará com outros 16 nomes de peso, dentre eles estão: Anthares, Great Vast Forest, Hell Light, Battalion e muito mais.

Link do evento no Facebook para mais informações

Ingressos online

Em paralelo, segue aberta a votação onde o AXECUTER concorre em 4 categorias ao prêmio de “Melhores de 2019” pelo site Roadie Crew, são elas:

– Melhor álbum nacional: Surrounded By Decay
– Melhor vocalista nacional: Danmented
– Melhor baixista nacional: Rascal
– Melhor baterista nacional: Verdani

Acesse o link e vote em todas as categorias, não se esqueça de terminar sua votação com nome e e-mail para validá-la.

Sites relacionados:
Facebook
Bandcamp
Sangue Frio Produções


VULCANO: Ouça agora “Evil Empire”, novo single da banda!

Contagem regressiva para o lançamento do vindouro álbum Eye In Hell do VULCANO! E cada dia que passa a banda vem alimentando ainda mais o hype dos fãs que aguardam este material. “Evil Empire” intitula o segundo single divulgado nas principais plataformas de streaming do mundo pela gravadora dinamarquesa Mighty Music no dia 31/01/2020 e já pode ser encontrado pelos links abaixo, confira:

Spotify
Deezer
iTunes
Amazon Music
Tidal

Em outras notícias, o VULCANO concedeu uma entrevista recentemente para a Rádio Oz onde falou um pouco mais sobre a recente turnê “Europe Stormed”, discografia, métodos de composição, gravação e muito mais, ouça.

Sites relacionados:
Facebook
Site oficial
Sangue Frio Produções


Lyria divulga making of do clipe The Rain

O Lyria divulgou em seu canal no YouTube o making of do clipe “The Rain”, gravado na Casa Santa Ignez, no Rio de Janeiro. Gravado em dois dias, o vídeo foi inspirado na história de um fã australiano, diagnosticado no espectro do autismo. A letra fala sobre superação e sobre amor, e durante o clipe podem ser observados diversos easter eggs relativos ao transtorno. A faixa faz parte do disco Immersion, lançado em 2018, e o clipe lançado em setembro/2019, supera as 200 mil visualizações. Formado por Aline Happ (voz), Thiago Zig (baixo), Rod Wolf (guitarra) e Thiago Mateu (bateria), o Lyria também contou com a dedicação dos integrantes por trás das câmeras. A vocalista maquiou a si mesma, e também à atriz mirim, Laura Naylor, que interpreta a versão infantil da protagonista. Já o guitarrista e o marido de Aline foram os responsáveis por trazer a chuva ao clipe, utilizando uma lavadora de alta pressão para simular o feito. Ainda no espírito do Do It Yourself, a mãe de Aline também cooperou na pré-produção, criando a capa utilizada pela vocalista e recortando o quebra-cabeça que aparece no clipe.

Os bastidores da gravação de “The Rain” mostram o Lyria em clima de alegria e parceria, como também é observado no palco pelos fãs. Desde 2012 na estrada, o Lyria nutre forte ligação com causas relativas a transtornos mentais. Nas canções do grupo carioca, superação de quadros de ansiedade e depressão também são abordados, buscando uma espécie de “auto-ajuda” por meio da música. “Escrevo sobre minhas experiências, sobre algo que tenha me marcado de alguma forma e a música funciona como terapia para mim. Quando compomos, queremos trazer essa função terapêutica para outras pessoas também. Acreditamos no poder da música de curar feridas, de confortar e de ajudar a superar obstáculos e seguir em frente.”, finaliza Aline.

Assista o making of de “The Rain

Assista “The Rain


Sick of it All se junta ao Converge no Carioca Club, em março

Duas das bandas importantes e com histórico de respeito na música pesada, Sick of it All e Converge protagonizarão no dia 21 de março um dos encontros mais potentes de 2020 em São Paulo. Juntos, o ícone do hardcore nova-iorquino e o representante máximo contemporâneo do hardcore/metal proporcionam um requisitado ‘duelo de titãs’ no Carioca Club, em evento – realizado pela Powerline Music & Books junto à CP Management – que ainda terá shows das bandas nacionais Test e Institution. O Sick of it All, recém adicionado ao evento do dia 21/3, está imponente e perseverante há quadro décadas no hardcore. Do subúrbio do Queens (distrito de Nova Iorque), a banda formada pelos irmãos Lou e Pete Koller se emparelha a nomes com Madball, Agnostic Front, Biohazard e Cro-Mags como responsáveis por pulverizar ao mundo uma forma de se fazer hardcore com mais agressividade, cheio de riffs inspirados pelo metal, betdowns e vocais em coro.

Como toda autêntica lenda, a trinca de estreia do Sick of it All é emblemática e impecável: Blood, Sweat and No Tears (1989), Just Look Around (1992) e Scratch the Surface (1994), com diversas músicas que ainda engrossam os repertórios da banda nos dias de hoje. Os demais álbuns da carreira, inclusive outros de décadas seguintes, também legitimam a representatividade mundial do SOIA. Impossível ficar indiferente diante do Call to Arms (1999), Death to Tyrants (2006) ou o mais recente, Wake the Sleeping Dragon! (2018). A sonoridade furiosa junto às letras com críticas sociais que parecem ter sido escritas para a realidade de muitos em pleno 2020, fazem do Sick of it All uma banda avassaladora e barulhenta (no melhor dos sentidos) tanto em estúdio quanto nos palcos, onde, aliás, os nova-iorquinos têm vasta experiência por todos os cantos do planeta.

Sick of it All é uma obrigação para quem gosta e quem quer entender o que de fato significa fazer e viver o hardcore, banda e estilo que pavimentou a música pesada para, anos mais tarde, nomes como Converge aparecer e dar continuidade – com personalidade e mais peso – ao que outrora a lenda de Nova Iorque começou.

CONVERGE – O Converge é mundialmente conhecido pelo autêntico – e pontual – rótulo ‘hardcore torto’, devido aos criativos, estridentes, pesados, carregados de groove e às vezes ora progressivos, ora complexos riffs. A ousadia também é uma constante na carreira da banda: facilmente se encontra elementos de outras vertentes entre as músicas, como punk, thrash metal e até noise, sem nunca perder o fio condutor agressivo e barulhento. O mais recente lançamento, o oitavo álbum da discografia, é The Dusk in Us (2017), que trilha os mesmos caminhos do anterior, o aclamado All We Love We Leave Behind (2012), ainda com rastros do devastador e emblemático Jane Doe (2001), um dos discos mais influentes da música pesada dos anos 2000.

SERVIÇO
Converge e Sick of it All em São Paulo
Evento
Data: 21 de março de 2020 (sábado)
Horário: 18 horas
Local: Carioca Club (rua Cardeal Arcoverde, 2899, São Paulo/SP)
Ingresso: Pista – R$ 140,00 (2º Lote, meia promocional e estudante); Camarote – R$ 180 (1º Lote, meia promocional e estudante)
Venda online
Venda física: Locomotiva Discos (rua Barão de Itapetininga, 37 – Centro, SP)
Classificação etária: 16 anos


Coletânea Raízes Ancestrais é lançada no Bandcamp com bandas de Black e Pagãn Metal brasileiro

Acaba de ser liberado no Bandcamp, uma coletânea digital que envolve várias bandas de Black/Pagan Metal do Brasil. O trabalho foi construído sob a alcunha de criar uma resistência que lute contra a visão cristianocêntrica e fascista que tenta dominar a arte da música pesada no país. Nomes de peso como, Miasthenia, Agnideva, Dark Paramount, Katari, Morcrof, Ocultan, Primordial Idol, Profane Souls, Sangue Antigo, Vuduzebu e Vultos Vociferos, apresentam nessa compilação, obras autorais, que criticam ferreamente, toda essa doutrinação alienatória e imposta pela sociedade ao povo.

O material em breve será oficialmente disponibilizado em todas as plataformas digitais. Você pode conferir o material com todas as 15 faixas, acessando o link.

Tracks:

01 – Agnideva – “Virgin Mother Crone”

02 – Dark Paramount – “Arokawa”

03 – Dark Paramont – “Noite de Sabá”

04 – Katari – “Raise the Unancha”

05 – Katari – “Black Metal Thorns”

06 – Miasthenia – “Antípodas”

07 – Morcrof – “Portae Ex Solis Sursum Aquilonem”

08 – Ocultan – “Exu Lord of Fire”

09 – Ocultan – “Father of the True Light”

10 – Primordial Idol – “Ancestrais”

11 – Profane Souls – “Almas Profanas”

12 – Sangue Antigo – “Portadores da Chama Eterna”

13 – Vuduzebu – “Esú Ota Orisa”

14 – Vultus Vocíferos – “Rex Infernus”

15 – Vultos Vociferos – “O Crocitar dos Corvos”

Em breve será anunciado a data oficial de lançamento do material nas plataformas digitais!

Links relacionados:
Site oficial
Facebook

Instagram


Matanza Inc: é hoje apresentação da banda na cidade do Rio de Janeiro

É neste sábado a aguardada apresentação do Matanza Inc na cidade do Rio de Janeiro. O evento Garagen’Roll Profano, se prepara para uma das noites mais insanas da cidade. Os nomes de Norte Cartel, SuperSonido e Involuntaruim, serão bandas convidadas a se apresentar como premier antes do Matanza Inc. O evento será realizado na zona norte da cidade, mais especificamente no Divino Bar. O Matanza Inc prepara uma apresentação com várias músicas de seu mais recente álbum lançado, Crônicas do Post Mortem: Um Guia para Demônios e Espíritos Obssessores, e claro, a inclusão de clássicos antigos da banda que os consagraram como um dos maiores nomes do rock brasileiro. Vários Merchandising da banda estarão sendo vendidos no dia do evento.

Os ingressos já estão à venda e pode ser adquiridos pelo valor de R$20,00 no site da Sympla.

Mais sobre o show no link.


Stone Sea lança vídeo para a música “Slice of Depth”

A banda Stone Sea, que se iniciou no Brasil e hoje se encontra na Irlanda, lançou um novo vídeo para a faixa “Slice of Depth”, presente no seu disco intitulado Origins, lançado originalmente em 2015. O clipe foi idealizado pela presença do vocalista e guitarrista brasileiro Elvis Suhadolnik em território nacional, com a intenção de divulgar o trabalho da banda por aqui. O som do Stone Sea é uma mistura única de Stoner Rock com influências alternativas, de World Music, Jazz, dentre outros ritmos que transforma a música da banda em algo lisérgico, viajante, denso, mas sem deixar o peso de lado, criando uma sonoridade única e agradável.

Ficha técnica de “Slice Of Death”

Gravação: Rômulo Marin

Edição: Leandro Valverde (Lumea Editora)

Formação do Clipe

Elvis-guitarra e voz (Stone Sea, ex-Darkest Aember, ex-Overlockers)

Atila Viggiani-guitarra (Okill, SHIT Inc)

Enzo Marchetti Thomasi-Bateria (Darkest Aember)

Michel Medeiros-Baixo (Darkest Aember, Ex-Stone Sea)

Veja aqui o vídeo para “Slice of Depth”

A banda Stone Sea é formada atualmente por: Elvis Suhadolnik Bonesso – Vocais e Guitarra; Jonathan Parminter – Baixo; Connor Middleton – Bateria

Acompanhe a banda Stone Sea em:

Facebook

Youtube

Instagram


ANGUERE: Confira o EP Castigo

Lançamos Oficialmente nosso EP Castigo! Esse novo trabalho já com a nova formação, com novas ideias e novas influencias adquiridas com essa mudança! Esse EP, conta com 4 faixas, sendo uma, um bônus track para que possa deixar um gostinho de quero mais! A temática de Castigo vem dizer que toda ação ruim, uma hora volta pra você em forma de CASTIGO, e chegou a hora do “Castigo”! Em uma das faixas contamos com a participação do vocal da banda ESCARAS (Eder Cardoso) para dar uma fortalecida nesse trabalho.

ANGUERE trás Hardcore pesado com as letras temáticas e uma frase que merece ser destacada: “Você Não Sabe de Onde Eu Vim”. Estamos disponibilizando em nosso canal do Youtube, Site Oficial da banda e no Bandcamp, em parceira com a WTF Records vamos disponibilizar nas plataformas de Streaming (Spotify, Deezer, Itunes e etc).

Confira o EP Castigo:

YouTube

Bandcamp

Venda na forma FISICA:
Site

Loja: SEBO IMAGINAÇÃO, Av 8, Ruas 2 e 3, nº191, Centro, Rio Claro, SP, Brazil

Site
Facebook
Twitter
BandCamp


Liss, 15 anos de histórias pra contar

A Liss, de Rio do Sul, viveu as delícias e os apuros de ser uma banda independente. Com poucos meses de formação foi escolhida para abrir o show do Placebo (ING), um dos maiores nomes do rock dos anos 90, em Florianópolis, teve alguns momentos de instabilidade, com troca de integrantes e pausa nas atividades, e, o mais importante, produziu muito – são quatro EPs e um disco, 33, lançado em 2017. O grupo prepara uma série de novidades para 2020, em conjunto com os shows de comemoração aos 15 anos da banda. O projeto de circulação, contemplado pelo Prêmio Nodgi Pellizzetti de Incentivo à Cultura, prevê shows em três cidades. O primeiro acontece no dia 9 de fevereiro, em Blumenau, na 59ª Feirinha da Servidão, na Praça Victor Konder. O quarteto ainda se apresenta em Florianópolis (27 de março, no Bro Cave Pub) e Rio do Sul (abril).

A apresentação “em casa”, na Fundação Cultural de Rio do Sul, no mês de aniversário da cidade, terá um bate-papo com o público sobre a trajetória da banda, com projeção de imagens e vídeos contando a história da Liss, as influências dos integrantes, processos de composição, produção independente, as turnês e muito mais. Na ocasião, também serão distribuídos 33 exemplares do álbum 33 para o público participante do evento em Rio do Sul. O grupo, que é composto por Guiulle Aquino (voz e guitarra), Rodrigo Fronza (guitarra e vocais), Henrique Marquez (baixo) e Juninho Alvisi (bateria), devem lançar neste ano dois videoclipes e entram em estúdio para gravar “pelo menos um single”.

O baixista Henrique Marquez é saudoso ao falar sobre a trajetória da banda, mas também aponta para frente. Além de produzir material novo, a Liss espera retomar a turnê “Tributo a nós mesmos”, ao lado das conterrâneas Apicultores Clandestinos, Costeletas e Homem Lixo, que gravaram um LP em conjunto em 2016. Marquez escolheu três momentos marcantes para resumir a história do grupo: a participação no Claro Q É Rock, os dois prêmios no Válvula Rock (melhor banda independente de Santa Catarina e melhor EP, em 2010 e 2011) e o lançamento do primeiro disco, em 2017.

“Ficamos em segundo lugar no Claro Q É Rock, tivemos o voto do Gastão Moreira, que era um dos jurados, o Fronza (guitarrista) foi bem elogiado e tivemos uma repercussão bem grande. Também colhemos os frutos do nosso trabalho com o Prêmio Válvula Rock, de Itajaí. E conseguimos lançar o nosso álbum, que também foi um momento marcante. Estamos vivendo uma fase mais sossegada, mas temos um clipe que nunca lançamos de forma oficial, feito há dez anos, que vai sair esse ano, com outro vídeo ao vivo, até março. E no fim do ano vamos começar a gravar novas músicas e lançar mais um clipe”, projeta o baixista.

Siga a Liss

Facebook

Instagram

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.