Threesome grava AC/DC e faz show em Campinas neste domingo

Formada em 2012 em Campinas/SP, a Threesome é um quarteto de música autoral formado por Juh Leidl (vocal), Fred Leidl (guitarra/vocal), Bob Rocha (baixo) e Henrique Matos (bateria). O álbum de estreia, intitulado Get Naked, foi lançado em 2014 e reuniu 11 faixas de uma sonoridade esteticamente influenciada pelo rock dos anos 60 e 70 e com referências de outros segmentos como o blues, jazz e o indie. Inerentemente maliciosas, as letras das músicas do Threesome discorrem geralmente sobre as relações humanas pela perspectiva de experiências sexuais, monogâmicas ou não.

Três anos após o lançamento do debute, o grupo decidiu colocar o álbum sob nova perspectiva. O resultado foi o EP Keep On Naked que traz regravações de duas músicas do disco de estreia, “Every Real Woman” – agora “ERW” – e “Why Are You So Angry?” – rebatizada como “Sweet Anger” -, além de uma faixa inédita chamada “My Eyes”. Keep On Naked foi produzido por ninguém menos que Maurício Cajueiro, renomado produtor brasileiro que já trabalhou com alguns dos nomes mais relevantes do mundo como Linkin Park, Steve Vai, Glenn Hughes, Gene Simmons, Stephen Stills, entre outros.

E foi aproveitando as sessões de gravação de “Keep On Naked” que o Threesome registrou uma versão bem peculiar para “Badlands”, clássico do AC/DC de 1983, lançado no álbum Flick Of The Switch. A versão do Threesome fez parte do tracklist de For Those About To Brazil… The Brazilian Tribute To AC/DC lançado pela gravadora Secret Service da Inglaterra e que reuniu outros grandes nomes do rock brasileiro como Torture Squad, Motorocker, King Bird, Uganga, Seu Juvenal, entre outros.

For Those About To Brazil… The Brazilian Tribute To AC/DC foi lançado em CD Duplo com embalagem digipack luxo. A versão do Threesome para “Badlands” também pode ser conferida no Youtube.

Entre outras novidades, o Threesome será uma das atrações do “Festival de Música Autoral” que acontece neste domingo dia 07 de Abril no Clube Nashville em Campinas/SP. Com realização do Studio 1003 e apoio da Kiss FM, o festival também contará com apresentações de The Gard, Tridestilados, Matirah, Dead Parrot e Rocket Five. Os shows no domingo terão início a partir das 16h. O Clube Nashville fica na Rua dos Contabilistas, 139 – Novo Cambuí. Os ingressos estarão sendo vendidos no local, mas quem preferir pode adquiri-los diretamente através do site do Threesome pelo preço de R$ 15,00 que inclui uma cópia em CD do EP Keep On Naked. Compre o ingresso e CD.

Mais Informações:
Site Oficial
Facebook
Youtube
Twitter
Instagram
Soundcloud

Keep On Naked nas Plataformas Digitais:
Spotify 
Deezer 
Amazon 
iTunes 
Google Play 


Attomica: assista ao novo clipe “Give Me The Gun”

Oficialmente lançado no dia 01 de abril de 2018, o disco The Trick do renomado grupo de Thrash Metal brasileiro, Attomica, vem colhendo importantes indicações de melhor álbum lançado no ano passado por vários veículos de calibre importante da cena especializada de metal no Brasil. Ressoando pelos quatro cantos do mundo, o Attomica encontra-se em um dos momentos mais importantes de sua carreira e com muita lenha para queimar. The Trick se encontra disponível para audição completa em todas as plataformas de streaming do mundo e cópias físicas que podem ser adquiridas com a banda em suas redes sociais, continua proporcionando feitos incríveis ao poderoso trio de músicos do Attomica.

Para celebrar esse feitio de 01 ano de lançamento do álbum e brindar aos fãs por todo sucesso que The Trick vem alcançando, o Attomica acaba de lançar seu novo vídeo clipe oficial na carreira para a música “Give Me The Gun” que é uma das músicas mais pesadas do mais recente lançamento. Confira o novo clipe do Attomica, captado em formato ao vivo na apresentação do dia 26 de junho de 2018 em sua cidade natal, São José dos Campos/SP. Toda produção ficou a cargo da “Oversonic Music Audio & Video” com direção de Vagner Alba.

Atual Formação: André Rod – Vocal/Baixo; Marcelo Souza – Guitarra; Argos Danckas – Bateria

Mais informações:

Facebook 

YouTube 

Instagram 

Twitter 

Roadie Metal Press 


Banda catarinense Hamen lança lyric video

Não importa o que pensam de você, a sua liberdade é o que importa. A partir desta mensagem, é que se desenvolve a canção “My True Freedom (Invasive Feelings Part III), da Hamen. A música presente no disco de estreia Unreflected Mirror (2018), acaba de ganhar lyric video, com produção da Signia Digital. Com um trabalho de arte pensado para encaixar com o conceito de ficção científica do álbum, o encontro de duas realidades (no início do clipe), transmite a dualidade do indivíduo. “O trabalho foi desenvolvido pensando no conceito do álbum. Toda a parte visual foi desenvolvida para que tivesse a maior relação possível com a arte gráfica do cd e consequentemente com a história por trás do álbum.”, explica Matheus Maia, baixista da Hamen.

Criada em 2013, a Hamen é formada por Cadu Puccini (guitarra), Gabriel Pedroso (bateria) e Monica Possel (voz), além de Matheus. O som da Hamen recebe influências de ícones da cena mundial, como After Forever, Epica, Nightwish e Within Temptation, equilibrando o peso das guitarras e o vocal lírico. O disco Unreflected Mirror foi produzido por Matheus Maia e Caio Duarte (produção fonográfica). O álbum traz como temática noções abordadas na ficção científica, como mundos alternativos e também influência das obras literárias de Arthur C. Clarke, autor de “2001 – Uma Odisseia no Espaço”, entre outros clássicos do gênero.

Assista “My True Freedom


Alfredo Dias Gomes lança SOLAR, seu 11º disco solo, totalmente autoral e inédito

Tendo acompanhado, até 1993, shows e gravações de artistas como Ivan Lins, Hermeto Pascoal, Lulu Santos e Heróis da Resistência, dentre outros, baterista carioca lança novo CD, marcadamente jazzístico e brasileiro, na contramão do JAM, lançado no ano passado com pegada jazz rock

Nascido no Rio de Janeiro, em 1960, Alfredo Dias Gomes estreou profissionalmente na Música instrumental aos 18 anos, tocando na banda de Hermeto Pascoal. Gravou o disco Cérebro Magnético e tocou em inúmeros shows, com destaque para o II Festival de Jazz de São Paulo e o Rio Monterrey Festival. Alfredo tocou e gravou com grandes nomes da música instrumental como Márcio Montarroyos, Ricardo Silveira, Torcuato Mariano, Arthur Maia, Nico Assumpção, Guilherme Dias Gomes, Luizão Maia, entre outros. Na MPB e no Rock, tocou com Ivan Lins, participou do grupo Heróis da Resistência, tocou e gravou com Lulu Santos, Ritchie, Kid Abelha e Sergio Dias, entre outros.

Completam sua discografia os CDs ECOS (2018), JAM (2018), Tributo a Don Alias (2017), Pulse (2016), Looking Back (2015), Corona Borealis (2010), Groove (2005), Atmosfera (1996, com participações de Frank Gambale e Dominic Miller); Alfredo Dias Gomes (1991, com a participação especial de Ivan Lins) e o single Serviço Secreto, de 1985.

Pode-se afirmar, com absoluta certeza, que Alfredo Dias Gomes é, no mínimo, um músico realizado e (bastante!) inquieto. O filho baterista de Janete Clair e Dias Gomes alcança a marca de onze discos solos, lançando agora o CD Solar, gravado em seu próprio estúdio, na Lagoa, nas plataformas digitais – download e streaming no iTunes, Spotify, Napster e CD Baby – e em CD físico. Desta vez, o baterista carioca surpreende reunindo oito faixas autorais e inéditas, revelando-se um exímio compositor também nas harmonias mais brasileiras, regionais. Aliás, Solar é justamente o oposto do que Alfredo Dias Gomes apresentou em Jam – lançado no ano passado e muito bem recebido pelo público – um disco agressivo, com o característico volume do jazz rock. Importante ressaltar que, ainda em 2018, o baterista lançou, também nas plataformas digitais, o CD Ecos, um resgate de gravações realizadas em 2000.

Tendo iniciado sua carreira com Hermeto Pascoal, com quem gravou o icônico Cérebro Magnético, e, posteriormente, acompanhando e gravando com Sérgio Dias, Lulu Santos, Kid Abelha, dentre muitos outros, foi a partir de 1993, ao se desligar da banda de Ivan Lins, que o baterista decidiu se dedicar aos próprios projetos e realizar-se também enquanto compositor e entusiasmado virtuose das baquetas. O CD Solar não apenas ressalta tais motivações embrionárias, assim como revela um lado mais “brasileiro”: “quando comecei a compor esse novo trabalho, pensei numa proposta diferente: decidi tocar, além da bateria, os teclados e os baixos do disco, dando ênfase à forma como crio minhas composições. Adicionei somente um solista, meu grande amigo e super instrumentista Widor Santiago, no sax tenor, sax soprano e flauta. “Solar” é um disco autoral e nele misturo ritmos e melodias brasileiras com jazz e jazz-fusion”, afirma o músico.

A jornada começa com “Viajante”, composta em 1980 a pedido da própria mãe, Janete Clair: “minha mãe me pediu uma música para um personagem de uma novela – Coração Alado (1980/81), sobre um nordestino que vinha ganhar a vida no Rio de Janeiro, interpretado por Tarcísio Meira. Nessa época, eu tocava na banda do Hermeto Pascoal e estava ‘respirando’ música brasileira, então compus para a trilha sonora da novela o baião “Viajante”, gravado pelo Dominguinhos. Agora, gravado em versão instrumental inédita”, revela o baterista. Música que dá nome ao disco, “Solar” foi composta em 7/4, com pegada pesada de bateria e melodia abrasileirada. Já “Trilhando” traz o andamento rápido do Jazz, o característico “walking bass”. Em “Corais”, o baterista apresenta seu lado mais doce e suave, com uma balada de melodia bem brasileira. Em “Smoky”, um jazz climático traz a bateria participando da melodia, dobrando juntamente com o sax. Outro grande momento do disco, a faixa “El Toreador” – composta por Alfredo Dias Gomes em 1993 para a trilha sonora da peça teatral de mesmo nome, escrita por sua mãe – traz tinturas hibéricas, fortemente espanholada. Já “Alta Tensão” é fusion inédito, com clima tenso e destaque, no final, para a bateria bem solta e improvisada. De nome sugestivo, a última faixa “Finale” continua na atmosfera fusion, terminando com duo de bateria e sax em ritmo de samba.

CD SOLAR – Alfredo Dias Gomes – Links para download ou streaming

https://alfredodiasgomes.hearnow.com/solar

FICHA TÉCNICA: Alfredo Dias Gomes – Bateria, Teclados e composições; Widor Santiago – Sax tenor, sax soprano e flauta


Torture Squad: Amilcar Christófaro revela detalhes e influências de toda sua carreira ao programa “Express Batera”

O canal de YouTube “Express Batera” tem como proposta apresentar grandes bateristas brasileiro em um formato mais intimista, onde o convidado é entrevistado e apresenta ao programa suas influências, metodologia de estudo, criação, obra e momento marcantes em sua carreira.

O programa que é apresentado por Roberto Redondano, recebeu em sua mais atual edição o renomado baterista do Torture Squad, Amilcar Christófaro, para um bate papo divertido e revelador. O músico além de contar fatos exclusivos ao canal, revela como foi o início de sua carreira, suas principais influências, as atividades do Torture Squad e detalhes secretos sobre o futuro da banda e novidades que estão a caminho.

O Torture Squad estará se apresentando dia 04 de outubro no palco Sunset, onde as bandas Slayer, Anthrax, Claustrofobia e Nervosa, também se apresentam para o público do maior festival de música no país. A banda promete um set matador e recheado de clássicos com toda força e peso característicos do grupo. No mesmo dia no palco mundo, as bandas Iron Maiden, Scorpions, Megadeth e Sepultura, são as atrações confirmadas do festival. Torture Squad e Claustrofobia se apresentam juntos tendo como convidado especial Chuck Billy, vocalista da lenda do Thrash Metal americano Testament!

O vídeo pode ser conferido aqui.

Formação: May “Undead” Puertas – vocal; Rene Simionato – guitarra; Castor – baixo; Amilcar Christófaro – bateria

Mais informações:

Site Oficial 

Facebook

YouTube

Roadie Metal Press


OUÇA “DONOS DAS RUAS”, NOVA MÚSICA DO INOCENTES

Veterana do movimento punk no Brasil, a banda Inocentes divulgou nesta sexta-feira (5) o single “Donos das Ruas”, que faz parte do EP Cidade Solidão, com lançamento previsto para 12 de abril pela gravadora Hearts Bleed Blue (HBB). “‘Donos das Ruas’ traz aquele espírito punk de 1977, quando os jovens tomaram as ruas, contestando tudo e todos com suas guitarras em punho, como diz a frase final ‘As ruas são nossas outra vez’”, conta o vocalista e guitarrista Clemente Nascimento.

O novo trabalho será lançado em vinil 7 polegadas em comemoração ao Record Store Day e tem, além de “Donos das Ruas”, mais duas faixas inéditas e uma regravação do clássico “Escombros”, lançado originalmente no álbum Ruas. “Cidade Solidão” estará disponível também nas principais plataformas digitais, e neste formato o EP ganha ainda a faixa bônus “Terceira Guerra”, um cover da banda paulista Fogo Cruzado. O Inocentes deve aproveitar para divulgar o lançamento de “Cidade Solidão” também na Inglaterra, já que recentemente o grupo foi anunciado como uma das atrações do festival Rebellion, na cidade de Blackpool. O evento, que acontece entre 1 e 4 de agosto, é reconhecido como o maior festival punk do mundo.

Ouça “Donos das Ruas

Garanta a sua cópia do EP “Cidade Solidão”


REVOLUÇÃO CRITICA ELOGIOS A DITADURA MILITAR AO SOM DE COLDPLAY

Nos últimos dias as discussões em torno do ditadura militar no Brasil tem tomado papel de destaque nas redes sociais. Do presidente ao ambulante na esquina todos tem opinado. Diante da polêmica a Revolução não se manteve calada. E se manifestou pelas redes sociais criticando os assassinatos e a perseguição política exagerada que havia no período.

A banda através de seu vocalista, Johnny Kiff, lançou inclusive um cover de uma das maiores canções do Coldplay, “Viva La Vida”. “O momento é tenso no país, não há esperança de dias muito melhores, pelo contrário parece que estamos regredindo. Essa canção do Coldplay fala sobre o antigo regime absolutista na França. Achei apropriado cantá-la nesse momento em que essa nostalgia terrível por um período em que não havia democracia no Brasil ganha destaque e elogios.” Veja o vídeo.

O músico de Belo Horizonte acrescenta que as questões de maior importância acabam sendo deixadas de lado pela população. “É triste porque acaba que a fome, a educação e a própria segurança pública não recebem o destaque merecido e consequentemente são empurradas com a barriga pelos políticos no poder”, completa. A banda Revolução grava atualmente seu quarto disco, e tem lançado covers de clássicos do rock em seu canal no youtube.


Scars participa do “On Fire Attack Night”, dia 6 de abril, em São Paulo

Dando continuidade à “Armageddon on Tour 2019”, o Scars se apresenta neste sábado, dia 6, no “On Fire Attack Night”, juntamente com Venomous, Válvera e Andralls, em São Paulo, no Aurora Club. O show é a celebração do Thrash Metal nacional pela “On Fire Booking Agency”, empresa responsável por levar diversas bandas nacionais para a Europa. Como cortesia da casa de shows, será servido shot de cachaça na entrada, além de ter rodada dupla de caipirinhas a noite toda.

Serviços:

Dia: 06/04/2019

Horário: 18h

Local: Aurora Club

Endereço: Rua Treze de Maio, 112 – Bela Vista-SP

Ingressos: R$20,00

Link de vendas de ingressos

Mais informações na página do evento

Veja o set list da “Armageddon on Tour 2019” divulgado em vídeo pelo grupo.

Para contratar o SCARS e levar a “Armageddon on Tour 2019” para sua cidade, entre em contato pelo Whatsapp (11) 98978-3987, ou o email scarsnospalcos@gmail.com.

Maiores Informações:

Youtube

Instagram

Facebook



ASOMVEL World Shaker (UK metal / rock’n’roll) Out May 3rd on Heavy Psych Sounds

ASOMVEL released their well-respected debut LP, Kamikaze, in 2009. Barely a year later, the band was shaken to its core when front-man, Jay-Jay Winter, was killed in a road accident in 2010. Although a devastating tragedy, co-founding guitarist, Lenny, knew that the band had to continue in tribute to the determined spirit of their founder. Since releasing their 2013 album, Knuckle Duster, with Bad Omen Records to much critical acclaim, and recruiting Jay-Jay’s nephew, Ralph, the band has spent the last couple of years playing around the world; including a tour of Brazil, dates in Japan, Slovenia, Germany, Spain, France, Ireland – these dates included many respected festivals such as Hammerfest, Party San Open Air, Siege of Limerick, and MetalDays.

World Shaker is dedicated to founding ASOMVEL member, Jay-Jay Winter. Carrying with it Jay’s attitude, grit, and determination this album is the first to feature the new line-up; Finnish drummer, Jani Pasanen, and Jay-Jay’s nephew, Ralph Robinson. Produced by James ‘Atko’ Atkinson, the album was recorded in September 2018 at The Stationhouse, and comes with a blistering master by Jaime Gomez Arellano at Orgone Studios. Sticking to the rock ‘n’ roll tradition, ‘World Shaker’ is eleven heavy metal songs to live your life by, this is the album Moses would have brought down from Mount Sinai.

TRACK LISTING:
1. World Shaker
2. True Believer
3. Payback’s a Bitch
4. Runnin’ the Gauntlet
5. Reap the Whirlwind
6. The Law is the Law
7. Steamroller
8. Every Dog has its Day
9. Railroaded
10. Smokescreen
11. The Nightmare Ain’t Over

ASOMVEL IS Ralph Robinson – Bass/Vocals; Lenny Robinson – Guitar; Jani Pasanen – Drums


NEBULA share first track and details for new studio album Holy Shit

US stoner rock pioneers NEBULA return this June 14th with their first studio album in ten years! Keep your ears and eyes wide open, as Heavy Psych Sounds Records are unveiling a first track and all the juicy details for Holy Shit right now! 22 years after their first release and ten years after their last studio album, Nebula are back. And you’re thinking Holy Shit! right now, you pretty much nailed it. Holy Shit is NEBULA’s first LP since 2009’s Heavy Psych, and it quickly puts to rest the question that’s loomed since guitarist and vocalist Eddie Glass, bassist Tom Davies and drummer Michael Amster announced the band’s reformation in 2017. Nebula are still Nebula.

It’s there in the inimitable space-grunge of “It’s all Over,” or the take-a-drag-and-be-gone “Let’s Get Lost,” or the way “Tomorrow Never Comes” manages to be so, so heavy and laid back at the same time. It’s in the paradise-psych of “Gates of Eden” and even the snoring you hear before the devilish “Man’s Best Friend” kicks in to open the album (the studio couch became a crash spot).

Since the days of 1998’s Let it Burn EP and the now-classic To the Center debut album, NEBULA have always been just a little more dangerous. Just a little more unhinged. Holy Shit shows this front-to-back for the essential part of their character it is, and yet it’s not trying to be anything they’ve done before, whether it’s those early outings or Heavy Psych or Charged (2001), Apollo (2003) or Atomic Ritual (2005). It’s a sixth Nebula album — something for which even the most ardent of fans could hardly have hoped.

The basic tracks were done in two days, recorded at Mysterious Mammal Studios in L.A. with Matt Lynch (also of Snail) at the helm. Leads and loops and feedback effects were done live by Glass and Davies as they recorded the basic tracks, just the way they’d do it on stage, and overdubs followed after as needed. A glut of material was produced and whittled down to the core of what you hear here. A sixth NEBULA album. And when you hear it, you’ll find yourself saying that title all over again

“Witching Hour is about that magical time of the night when the dark is at its darkest and the moon is big, bold and bright and the general populous is tucked up in bed oblivious to the shenanigans of the marginalised going on all around them,” says bassist Tom Davies. Holy Shit was recorded by Matt Lynch at All Welcome Records in Los Angeles. Additional recording were made by Tom Davies at Heaven’s Gate, Los Angeles. It was produced by Nebula & Matt Lynch. Artwork was designed by Robin Gnista

NEBULA – New studio album Holy Shit Out June 14th on Heavy Psych Sounds

TRACK LISTING:
1. Man’s Best Friend
2. Messiah
3. It’s All Over
4. Witching Hour
5. Fistful of Pills
6. Tomorrow Never Comes
7. Gates of Eden
8. Let’s Get Lost
9. The Cry of A Tortured World

New album Holy Shit will be available as:
– 50 Test Tress vinyl
– 250 Ultra LTD Pink Fluo vinyl
– 250 Ultra LTD White Marbled/Pink Fluo vinyl
– 650 Transparent Splatter Black and Pink Fluo vinyl
– Black vinyl
– Digipak and digital
NEBULA IS Eddie Glass – Guitar & Vocals; Tom Davies – Bass; Mike Amster – Drums

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.