Guitarrista da banda JAVALI se apresenta em “Jam” com um dos maiores guitarristas do mundo.

JAÉDER MENOSSI, guitarrista da banda JAVALI (antiga Pop Javali), foi um dos escolhidos para subir ao palco ao lado do lendário PAUL GILBERT, em uma apresentação única no Brasil. Em evento organizado pela TC7 PRODUÇÕES, Paul Gilbert (Mr. Big e Racer X) vem ao Manifesto Bar em São Paulo apresentar seu WorkShow, que conta com músicas de sua carreira e alguns covers. Ele também responderá a perguntas dos fãs durante o evento que acontece dia 28 de Outubro (domingo) a partir das 19 horas. O show faz parte das comemorações de 24 anos do Manifesto Bar. Mediante uma pré-seleção feita pelos organizadores, e corroborada por votação popular na internet, Jaéder foi um dos escolhidos pra tocar junto com Gilbert no evento. O outro músico brasileiro também escolhido pelo mesmo sistema – e que também participará da “jam”- é AFFONSO JUNIOR.

Jaéder Menossi vem se destacando como um dos mais respeitados guitarristas brasileiros da atualidade. Além de ser um dos fundadores da banda JAVALI, já tocou com vários artistas de renome, com destaque para a banda BUSIC, tendo atuado em diversos shows ao vivo, bem como programas de TV como THE NOITE – DANILO GENTILI e “SHOW LIVRE”. Admirado por sua habilidade técnica e virtuose, é também compositor e faz ‘backing vocals’ na banda “JAVALI” . Prestes a lançar o 5º álbum da carreira, previsto para o final do ano, Jaéder e a JAVALI mostram que estão com todo o gás após 26 longos anos de estrada.

SERVIÇO:

Data: Domingo, 28 de outubro de 2018
Abertura da casa: 19h
Local: Manifesto Bar
Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi – São Paulo/SP
Fone: (11) 3168-9595 | WhatsApp (11) 94747-5883
Censura: 16 anos
Acesso a deficientes / ar condicionado
Manifesto Bar 
Ingressos online e nas bilheterias do Manifesto, sem taxa de conveniência.

Youtube
Site oficial
Facebook
Soundcloud
Instagram


Scars: banda retorna as atividades e anuncia parceria com a Black Legion Productions

A veterana banda de Thrash Metal Scars, retorna a ativa após um hiato que durou mais de uma década. Após o disco Devilgod Alliance, os Thrashers paulistanos encerraram suas atividades. Passado muitos anos após a ruptura e ainda a legião de fãs continua enorme. Após fazerem uma campanha para a volta do conjunto, em um grupo para sua homenagem nas redes sociais, a banda resolveu que era hora de anunciar volta de forma definitiva.

“Nós do SCARS, neste momento muito especial para cada um de nós, queremos agradecer a todos que estiveram envolvidos, de uma maneira ou outra, grande ou pequena, na preparação do retorno do SCARS à cena Metal, mostrando seu contínuo suporte e carinho para que o retorno fosse inevitável e memorável. Temos a resguarda da Black Legion Productions como nossa assessoria para que a volta seja feita da maneira mais profissional possível. Temos certeza que essa parceria trará muitos frutos. Obrigado a todos e nos vemos na estrada! SCARS!!”

Além de anunciar o retorno, a banda também prepara o lançamento novo material, dois singles que irão preceder o novo disco, previsto para o ano de 2019. As faixas “Armageddon” e “Silent Force” tem previsão de lançamento ainda este ano e mostrará a força do novo line-up do Scars, agora composto por três de seus membros originais Régis F. (vocal), Alex Zeraib (guitarra) e João Gobo (bateria), juntos com Edson “Teacher” Navarrette (guitarra) e Marcelo Mitché (baixo).

A faixa “Armageddon” encerrará a trilogia iniciada nos dois discos anteriores, que começou com o inferno em “The Nether Hell” e teve sequência com a ruptura de Deus e Lúcifer em “DevilGod Alliance”. Desta vez a banda retratará a criação do inferno, a batalha celestial e a queda de Lúcifer. Para marcar esse lançamento será lançado uma tiragem especial de camisetas para o novo material, além de camisetas em homenagem aos 15 anos do disco Nether Hell, pela True Metal Records & Distro.

Para marcar este retorno, Alex Zeraib e Régis F concederam uma entrevista exclusiva ao portal Metal na lata onde relatam os motivos do seu retorno, seus planos para o futuro e a nova formação da banda.  Assista ao vídeo que a banda anuncia a nova formação

Maiores Informações:

Youtube
Instagram
Facebook


Corram Para as Colinas: disponibiliza a faixa “Dilúvio” para audição no YouTube

Enquanto o vindouro novo álbum não chega ao mercado, o Corram Para as Colinas, libera em seu canal oficial do YouTube as músicas do primeiro EP Desalmado (Do Boquera ao Largo) em um faixa-a-faixa explicativo que apresenta o conceito lírico e ideias criadas para cada uma das 07 faixas presentes no registro. A música de abertura, “Dilúvio” tem todo um significado por estar como faixa de abertura do disco. A faixa é um preparatório do que estará por vir, concedendo o início de uma alusão criada pelo grupo, que irá apresentar temas ligados a adversidades e desgraças presentes na vida cotidiana moderna.

O vocalista e baixista da banda, Gustavo Slomp, explica o conceito completo criado para a música “Dilúvio”, confira: “A faixa que abre o Ep tem um conceito baseado no enfrentamento de uma situação adversa, fazendo uma analogia há quem caminha de encontro a uma tempestade iminente, mas que mesmo assim não se abala. Como a própria letra diz: “imensa nuvem negra em sua direção…olho, encaro e vou, sempre em frente!”.

O nome, Dilúvio, em menção direta à narrativa bíblica da inundação da terra, devido ao “profundo estado pecaminoso da humanidade”, justamente reforça que a tempestade em questão é das grandes, talvez a maior de todas. Da mesma forma, o enfrentamento proposto em alusão à imensa nuvem negra é igualmente poderoso, puxando para um grande enfrentamento”. Casando letra com harmonia, a construção musical apresenta uma levada sólida e constante, que culmina em uma elevação pulsante, em alusão a tempestade que uma hora chega. O EP Desalmado (Do Boquera ao Largo) encontra-se disponível para audição completa em todas as plataformas de Streaming.

CORRAM PARA AS COLINAS É FORMADO POR: Gustavo Slomp – vocal, baixo; Marcio D’avila – vocal, guitarra; André Wlodarczyk – bateria

MAIS INFORMAÇÕES:

Facebook 

Roadie Metal Press


THE CROSS – baterista retorna a line up

Conforme fora amplamente divulgado o baterista Louis “Bear”, que gravara o debut álbum The Cross, fora afastado da banda por conta de um infarto que sofrera. Após um período de convalescença Louis voltou atuar junto à banda como produtor no processo de gravação das guitarras e baixo no estúdio de sua propriedade, o Den Estúdio. Com seu restabelecimento o vocalista Eduardo Slayer o convidou para retomar seu posto, além de tutelar a responsabilidade da gravação da bateria assim como da mixagem e masterização de Still Falling. Já o processo de gravação das vozes foi totalmente feito e finalizado no SD Estúdio. Seja bem vindo ao seu posto Louis, muito em breve a banda divulgará maiores detalhes sobre este grande lançamento comemorativo dos vinte e cinco anos do lançamento da lendária demo “The Fall” e também seus planos para shows em 2019.


INNER CALL – confira entrevista exclusiva concedida ao site da Roadiecrew

A banda baiana de Heavy Metal Tradicional INNER CALL após ter seu EP Elementals elogiado efusivamente pelo redator Eden Lozano foi convidada pelo mesmo para responder uma longa entrevista, a boa impressão causada fora o fio condutor daquela. Confira parte da impressão redigida pelo Eden a respeito da banda: “…o INNER CALL se destaca pela sua personalidade e amor ao que fazem. Definitivamente não é uma banda fabricada para tentar o sucesso a todo custo, essa é uma banda a ser seguida em nossa cena, afinal eles conseguiram uma identidade própria…” A entrevista concedida pelo baterista Luiz Omar pode ser vista neste link.


SILVER MAMMOTH: confirmada última música do projeto Unified Trilogy

A terceira e última música do projeto Unified Trilogy, criado pelo SILVER MAMMOTH, para ajudar a compor três tributos capitaneados pelo selo Inglês Secret Service Records, foi finalmente confirmada. Neste Projeto, a banda reverencia três ícones do Rock mundial, compondo releituras com suas características e identidade musical. A trinca iniciou com “White Line Fever” do Motörhead, seguida por “Symptom of the Universe” do Black Sabbath, uma das maiores influências do grupo, que teve seu lançamento acompanhada de uma super produção em videoclipe.

Neste mês de outubro de 2018, o SILVER MAMMOTH oficializou que a terceira e última canção deste projeto, será a audaciosa e dançante “Jailbreak” do AC/DC. O lançamento mundial está previsto para o dia 16 de dezembro em todas as plataformas digitais. O grupo já se encontra compondo novas músicas, visando o lançamento do seu vindouro quarto álbum, que tem previsão de lançamento para 2019, novamente através da MS Metal Records no Brasil. Em paralelo, o SILVER MAMMOTH confirmou que continua com a sua agenda aberta, em suporte ao lançamento do seu novo trabalho, Silver Mammoth Singles.


MAGÜERBES DEIXA RECADO PARA OS FILHOS EM NOVO SINGLE

“Passo a Passo”, lançada nesta sexta-feira (26) pela Hearts Bleed Blue (HBB) nas principais plataformas digitais, é a nova música da banda do interior paulista Magüerbes. A faixa, produzida por Fernando Uehara, Danilo Souza e Gabriel Zander, é uma amostra do que está por vir no álbum Rurais, previsto para 2019, e também a estreia do guitarrista Fábio Capelo, que substituiu o Tuti AC em 2017. “Essa música vem como um primeiro registro do Magüerbes com o Binho [Fábio], que foi a melhor coisa que nos aconteceu nos últimos anos e nós queríamos muito que ela estivesse à altura desse momento, dessa oportunidade, dessa linda ocasião”, diz o vocalista Haroldo Paranhos.

Além do single ser o ponto de partida de “Rurais” e carregar uma estética musical afetada pela chegada do novo guitarrista, “Passo a Passo” também revela a temática das letras que a banda pretende abordar no próximo disco. “Em Rurais, a gente quer explorar as diferenças que temos como indivíduos, quanto às nossas raízes, misturas de raças, cores e credos, que vêm desde a colonização da nossa terra a nos formatar culturalmente. O meio rural vem como o principal meio de sobrevivência e de conexão desses diferentes imigrantes, que são os nossos pais e avôs. ‘Passo a Passo’ é o resultado de todas essas primeiras ambições que temos para o ‘Rurais’. Nos últimos anos algumas mudanças em campos pessoais pra todos nós foram bem especiais, principalmente a chegada do Liam [filho do baixista Júlio Ramos] e da Nina [filha do guitarrista Fabrizio Martinelli], que abriram horizontes e perspectivas lindonas pra nossas vidas”, conta Haroldo.

Fabrizio diz ainda, que a ideia da música é deixar um recado, para os filhos e para a nova geração, de como os integrantes da banda encaram a vida e lutam pelos seus sonhos. “Deixar registrado nossos medos e as inseguranças que estávamos vivendo com a chegada dos nossos filhos, mas ao mesmo tempo com aquela ansiedade de ensinar o nosso ‘tutorial de vidão’ pra eles. ‘Só me promete leve a vida com tesão’ é o nosso recado mais sincero, e que não vejo a hora de poder mostrar pra minha filha daqui uns 10,15 anos”.

“Me baseei principalmente nas orientações que meus pais me deram desde pequeno, de acreditar nos meus sonhos, de ser capaz de conquistar cada um deles, de se preparar para pagar a conta, de saber que se cair vai levantar e principalmente acreditar em seu potencial, de ir atrás da felicidade de se conhecer e valorizar cada passo”, completa Haroldo.

A banda se apresenta neste sábado (27) em São Paulo e aproveita para comemorar o aniversário de 40 anos do vocalista. “Vamos tocar 40 músicas – É verdade esse bilhete”, brinca Júlio, que conta quais os planos para o repertório do show. “Tocaremos desde as fitas demo, passando por todos os discos, até chegar no novo single “Passo a Passo”. Não seguiremos a ordem cronológica, mas será um ‘Passo a Passo de Magüerbes’’, revela.

Ouça “Passo a Passo”:
Vá ao show do Magüerbes:
Sábado, 27 de Outubro, às 17h.
Local: Jai Club – Vergueiro, 2676, Vila Mariana. São Paulo – SP
Banda convidada: Vício (Americana/SP)
Discotecagem: DJs Buena Onda
Ingressos: De R$10 a R$ 30
Vendas online


InRaza lança single e videoclipe de “Sociexit”

A Electric Funeral Records, fruto da fusão das produtoras Abraxas, Collapse Agency e Obscur., estreia no mercado fonográfico junto à banda paulistana de metal InRaza. Com o single “Sociexit”, que ganhou videoclipe e está disponível nas plataformas de streaming, o quinteto que tem à frente a vocalista Stephany Nusch alia agressividade e técnica em meio a melodias vocais em contraponto aos guturais. Ouça aqui.

“Sociexit” é o segundo single da InRaza, em que exploram elementos do groove metal, thrash e hardcore, além da notória influência do metal moderno. “A música fala sobre como todos nós estamos suscetíveis a julgamentos e que ninguém é melhor que ninguém. O clipe transmite essa mensagem mostrando uma pessoa que está tão alienada no próprio mundo que não note as coisas acontecendo ao redor”, conta Steph. Já o vídeo pode ser conferido aqui.

A InRaza é novata, tem menos de dois anos de atividade, no entanto, já desperta o interesse na música independente nacional. O primeiro EP, conta Steph, está previsto para sair em dezembro pela Electric Funeral Records. “No geral, a resposta tem sido muito positiva. Conseguimos deixar as pessoas ansiosas pelo EP e todo dia recebemos mensagens da galera querendo saber mais”.

PESO BR – A potência de “Sociexit” chamou a atenção da distribuidora de música digital Onerpm, que colou o single da InRaza como destaque na popular playlist PesoBr, junto a outras nove bandas da Abraxas Records: a recém lançada banda espanhola de stoner metal The Wizards, alpem da sludge Noala, e a garage punk War Industries Inc, entre outras. Confira.



UK’s post-sludge torchbearers OHHMS unleash an organic, resonant video for “Shambles” via Decibel Magazine today.

Vocalist Paul Waller enlightens us about the song: “When I was younger I found militant straight edge guys and gals just the worst people to converse with. All they would talk about is how straight edge they were and how they despise people smoking and drinking in front of them. 15 years on, and now its militant vegans that always give me terminal earache. I get it already. It’s only been in the last 5 years that I have stopped eating meat myself so who am I to judge anyone else? I’m happy with the way in which I live my life and if you are happy with the way in which you live yours then that’s ace right? ‘Shambles’ is my story and mine alone, it’s why I chose to no longer eat meat and why I refuse to judge others that do.”

The video was directed by Craig Murray, who also previously worked with the likes of Birds In Row, Mogwai and Converge. After rising a sonic tempest with their widely praised debut full-length The Fool last year, UK’s breakthrough progressive metal act OHHMS keep conquering uncharted territories with their new album ‘Exist’. Wielding the flag of Animal Rights and Conservation as a casus belli against global injustice and ignorance, the Canterbury five piece deliver their deepest, most immersive music piece to date. Over the span of four songs, they prove they are more than great post-metal and doom providers, by crafting a gripping record which backbone subtly calls to mind albums from the finest of 70s prog, such as Pink Floyd, Rush or Genesis.

Initially planned for a 2020 release, OHHMS’ sophomore album ‘Exist’ was born earlier as a strong will to bring to the table topics that are dear to the band. They once again sail through the heavy scope and manage to blend all their influences in one massive, down-tuned and melodic piece of Art. Definitely their darkest and catchiest outing ever. ‘Exist’ will be released on November 9th via Holy Roar Records.

OHHMS New album Exist Out November 9th on Holy Roar Records

TRACK LISTING:
1. Subjects 23.00
1. Shambles 7.07
2. Calves 6.50
3. Firearms 6.22

OHHMS are currently gearing up for their UK tour in support of the new album release. The band invited Manchester’s progressive heavy unit Boss Keloid to join them, catch them on one of the dates below:
23.10.18 – BRISTOL – Exchange
24.10.18 – NOTTINGHAM – The Maze
25.10.18 – BIRMINGHAM – The Victoria
26.10.18 – LEICESTER – Vault
27.10.18 – GLASGOW – Classic Grand Lounge
10.11.18 – MANCHESTER – Satan’s Hollow
11.11.18 – LONDON – The Boston Music Room

Armed with the thickest riffs and fieriest will, OHHMS formed in 2014 in Kent, UK. It didn’t take long for the five-piece to come up with two stellar EPs Bloom (2014) and Cold (2015), both released on London-based extreme music powerhouse Holy Roar Records. Clocking in at over thirty minutes, each EP unfolds with two monolithic, angst-ridden tracks, blending the down-tuned approach of doom metal with more progressive, eerier landscapes. On top of their distinctive approach in songwriting, vocalist Paul Waller maintains maximum adrenaline levels by alternating deep gravelly singing, warrior bellows and roar-is-war call to arms.

As fearless explorers of the heavy music scope, OHHMS quickly build a strong reputation among the UK’s underground scene, which leads them to play major events such as Desertfest, ArcTanGent, Bloodstock, Damnation, Incubate and many others. Three years after their thunderous beginnings, the band returns in March 2017 with their debut full-length “The Fool” on Holy Roar Records. Widely acclaimed by the press and fans, it is praised as “the real deal” (Metal Hammer), “a ultra-heavy, emotionally-charged debut album” (Kerrang) and “a convincingly heavy magnum opus” (The Quietus), quickly elevating the UK five piece to a whole new level.

True to themselves, OHHMS continue their boundary-free ascension to transcending sonic peaks, while making a point at raising awareness about animal rights and social matters with their unique and cathartic brand of artistry. In 2018, the band announces the release of their second album ‘Exist’, due out November 9th on Holy Roar Records.

OHHMS IS Paul Waller – Vocals; Max Newton – Drums; Chainy Rabbit – Bass; Marc Prentice – Guitar; Stuart Day – Guitar


Occult doom merchants DEAD WITCHES to unleash new album “The Final Exorcism”

UK’s occult doom unit DEAD WITCHES (with Ramesses/former Electric Wizard Mark Greening) return with their sophomore full-length and a new vocalist to bury all living ears into their filthy, horror-laden anthems. The Final Exorcism will take place on February 22nd in the mighty house of Heavy Psych Sounds Records.

DEAD WITCHES roar back from the studio on two wheels, Chuckalumba, where the fabled sessions for Dopethrone and Let Us Prey by Electric Wizard as well as DW’s debut Ouija were recorded. Sessions began on the full moon of 25th August in the heart of the New Forest deep in Dorset, the hallowed home of 90’s doom legends Electric Wizard’s folklore, marking Mark’s fourth time at Chuckalumba. John Stephens, operating the living museum of antique analogue and valve driven studio gear and tape machines, captured a world of demons and possessions… A banshee wail of woeful siren song weaving a sinister world of horror doom, through waves of burgeoning fuzz and hell sent thunder on the drum kit.

Realizing the magnitude of what they had committed to tape, DEAD WITCHES began to seek Doug Shearer, wizard of mastering and the final member in the coven. His previous work includes Electric Wizard’s classics “Dopethrone” and “Let Us Prey”. Artwork was designed by Goatess Doomwych. New album The Final Exorcism will be released February 22nd in the following formats:
– 25 Test Press vinyl
– 250 LTD green fluo vinyl
– 500 LTD splatter w/ transparent background red-purple vinyl
– Black vinyl
– CD and digital

In today’s news, the foursome’s debut “Ouija” will see a reissue in the following formats:
– 400 purple background w/ silver, yellow, white splatter vinyl
– 400 orange transparent background w/ black, purple, green fluo splatter vinyl

DEAD WITCHES The Final Exorcism Out February 22nd on Heavy Psych Sounds. Vinyl & CD pre-order from October 31st. DEAD WITCHES are: Mark Greening – Assault and Battery; Oliver Irongiant – Guitar; Soozi Chameleone – Vocals; Carl Geary – Fuzz bass

TRACK LISTING:
1. There’s Someone There
2. The Final Exorcism
3. Goddess Of The Night
4. When Do The Dead See The Sun
5. The Church By The Sea
6. Lay, Demon
7. Fear The Priest

Haunting vocals, heavy riffs, Fuzzed bass, savage drumming, dead witches will take you to another world… a world of darkness. DEAD WITCHES is the brainchild of drummer Mark Greening (founding member of Electric Wizard, Ramesses and With The Dead). 2017 for Dead Witches began with the release of their first album, Ouija. Featuring original guitarist Greg Elk and vocalist Virginia Monti (Psychedelic Witchcraft), and Carl Geary on bass “Ouija” was phenomenally received by press and fans alike. 2018 will see the release of Dead Witches’ follow up record, featuring new members Oliver Irongiant on guitar and Soozi Chameleone on vocals. Dead Witches made their grand return to the stage with a Saturday night appearance at the iconic Desertfest London 2018, introducing new vocalist Soozi Chameleone (Satlan) and guitarist Oliver Irongiant (Grave Lines, Sea Bastard) to the world. The band will return in the winter of 2019 with their sophomore album “The Final Exorcism” on Heavy Psych Sounds.

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.