Por Thiago Reis

Allen Khamou não é um fã comum de Black Sabbath. Possui grandes histórias com a banda, uma bela coleção da banda e aprecia a todas as fases do conjunto que fez história, sendo os inventores do Heavy Metal. Em nosso bate-papo, o iraquiano que mora nos Estados Unidos, nos conta sobre a sua coleção, seus itens favoritos, raros, entre outros. Uma conversa bem leve que mostra um grande colecionador do quarteto de Birmingham. Conheçam a coleção de Allen Khamou.


Versão em português

Caixa de relançamentos do Sabbath

Obrigado por compartilhar sua história conosco. Conte-nos sobre você, o que você  faz da vida, onde mora, etc.

Muito obrigado por ter me convidado. Estou muito contente de estar aqui. Eu nasci em Bagdá, no Iraque, e vivo em Michigan, EUA, faz 22 anos. Trabalho para a Coca Cola, onde estoco refrigerantes na prateleira do mercado para os clientes comprarem. Não é um trabalho físico muito divertido, mas gosto do que faço e pago minhas contas. Meus passatempos são música e futebol. Sou um grande fã da seleção nacional brasileira. Também gosto de assistir filmes  do Bruce Lee, especialmente, e Arnold. Gosto de milhões de coisas no mundo, também adoro viajar, desde que eu possa me dar o luxo de fazê-lo.

Quais suas primeiras lembranças de ouvir música, e o que o levou a ser um colecionador?

Eu lembro das minhas irmãs voltar para casa, quando eu ainda era criança, e elas ouviam Bee Gees, Demis Roussos e clássicos da disco music dos anos 80. Então, quando eu comecei a crescer, nos anos 80, meus dois primos me apresentaram a música pop dos 80’s, e perto do Natal de 1990, um deles já tinha começado a ouvir Iron Maiden, e aquilo foi minha introdução ao Heavy Metal. Eu não sei se posso chamar-me de colecionador, por que não me agrada essa palavra. Só que, uma vez que eu gosto de algo, tento entrar de cabeça, sabendo o quanto puder sobre isso, e uma vez que eu comece a gostar disso, é quando eu começo a comprar tantas coisas relacionadas. Desculpe, se eu não consegui fazer-me entender nessa parte bem.

Caixas de Mini LPs japoneses

Como você organiza seu tempo para viver a vida de um colecionador (ouvir música, garimpar novos itens, etc)?

Não há realmente muito do que faço aqui além do que quando eu chego em casa do trabalho, tento aproveitar ao máximo antes de ir para a cama. Coloco um CD ou um LP e tento aproveitar o resto do dia. Também faço isso quando eu estou limpando e fazendo algum trabalho de casa. Sendo solteiro, tenho mais tempo para fazer isso, como para pesquisa. Agora verifico notícias no Facebook antes de usar o Google para ver quando ou onde posso obter um determinado material.

Quais os principais formatos que você tem em sua coleção? Quantos itens de cada?

429 CDs e 150 LPs

Quantos discos você tem no total?

Total de tudo, 579.

Belíssimo box com material do Dio

Como sua família e amigos veem seu hobbie como colecionador?

Meus amigos que estão nesse hobbie gostam disto, mas a maioria dos meus familiares pensa que é um desperdício de dinheiro, e alguns deles debocham disto e de mim também, mas eu não me importo.

Qual sua opinião sobre o retorno do vinil, com tanta força, nos últimos anos?

É algo muito legal. Eu sempre quis ter isso no passado, mas eu costumava viver em apartamentos e me mudar um monte, então não queria carregar aquilo comigo. Agora, me arrependo qeu muito dos discos que eu queria ter estão esgotados, e eu desejo que eles fiquem disponíveis voamente. Também espero que a Technics traga novamente o legendário toca-discos 1200 SL, o qual é muito melhor do que este que lançaram agora, super caro.

O jovem Allen com Geezer Butler (acima); Discos do GZR + autógrafo de Butler (abaixo)

Quantos anos você tinha quando comprou seu primeiro álbum, e qual era? Você ainda o tem?

Cara … essa é difícil. Vamos dizer que eu tinha uns 16 anos. Eu não lembro, mas com certeza foi um cassete de música pop. Infelizmente não o tenho mais. Mas eu posso te dizer qual foi o primeiro CD que comprei: GZR – Plastic Planet. Ainda tenho isto, e foi autografado por nada mais nada menos que o grande Lord Geezer Butler durante aquela turnê.

Quando você percebeu que estava vitando um colecionador?

Novamente, não me agrada ser chamado de colecionador, mas se você quiser me chamar assim … Eu diria quando eu realmente consegui vir para os EUA, porque no Iraque era quase impossível encontrar cópias originais.

Quais artistas / estilos predominam em sua coleção?

Black Sabbath com certeza, e qualquer coisa relacionada a eles (Dio- Rainbow-GZR, exceto o trabalho solo do Ozzy, que não sou um fã e somente tenho a versão Mini LP japonesa do Bark at the Moon e algumas coletâneas que incluem material não lançado do Black Sabbath dos dias iniciai), Iron Maiden, Phil Collins/Genesis, Julio Iglesias e Jean Michel Jarre.

Heaven and Hell – Radio City live Music Hall (acima); Materiais autografados por Bill Ward (abaixo)

Quais os álbuns mais raros que você tem?

Outra questão complicada. Bem, além do material que tenho autografado por Bill Ward e Glenn Hughes, posso pensar em três LPs que dificilmente vejo. Eles não são tão raros, mas dois são difíceis de encontrar em um preço normal, e outro é muito raro de achar nas lojas:
1. Julio Iglesisas – Tango: LP que foi lançado somente na Colômbia. Contudo, existe uma versão limitada de 600 cópias numeradas, a qual eu não tenho. Somente a versão regular.
2. Black Sabbath – Live at Hammersmith 
3. Heaven and Hell – Radio City live Music Hall

Por que você escolheu o Black Sabbath como banda do coração?

História longa, que vou tentar encurtar: TONY IOMMI. Quando eu vi pela primeira vez uma foto do homem, meu queixo caiu. Ele parecia alguém do Oriente Médio, em vez de britânico, pelo menos para mim, porque eu sou originalmente um assírio e senti que ele parecia um antigo Assírio, e quanto mais eu ouvi seu trabalho, mais eu amava o homem.

Materiais relacionados com Tony Iommi

Como você consegue tantos produtos importados, especialmente as edições japonesas?

eBay, é óbvio.

Você costuma frequentar shows? Quantos do Black Sabbath você já foi?

Ah, sim, sempre que estou com vontade de ir, e sempre que tenho a oportunidade. Estive em 7 shows do Black Sabbath: 1999 Reunion tour – 2 noites back to back; 2001 Ozzfest, 2008 Metal Masters (Motörhead / Testament / Judas Priest / Heaven & Hell) com o nosso querido Ronnie James Dio – este é o meu show favorito do Black Sabbath porque foi infelizmente a única vez quando consegui vê-los com RJD ao vivo, mesmo que eles tenham apresentado-se sob o nome Heaven & Hell; a turnê de 13; The End Tour no dia 19 de fevereiro, Aniversário de Iommi em 2016 e 31 de agosto do mesmo ano.

Ingressos de shows do Black Sabbath, com destaque para o show do Heaven and Hell (abaixo)

E com os artistas, você já teve a oportunidade de falar com algum conhecido? Se sim, qual o que mais lhe surpreendeu positiva e negativamente?

Geezer Butler, Bill Ward, Tony Iommi, Ozzy Osborne e Glenn Hughes.

OK. Com os artistas que encontrei não tive nada de negativo. Tudo foi positivo. Sempre soube que Bill Ward e Glenn Hughes eram gente fina no tratamento, pelas pessoas que mencionaram isso através dos anos, especialmente quando você ouve Ronnie James Dio sempre falar sobre Bill Ward e quanto amava ele. Notei que, quando conheci Bill em 98, como era um homem gentil e elegante. Falei sobre como fui expulso de casa porque a minha família achava que Black Sabbath e o Metal eram coisas satânica, e ele me disse isso: “desculpe por ouvir isso, você não deve se irritar com sua família sobre este assunto e, esperançamos, as coisas vão melhorar para você com esse problema“.

Com Geezer Butler, que foi o primeiro membro do Black Sabbath que conheci em 96 durante seu álbum solo Plastic Planet, ele estava muito quieto, mas engraçado e humilde também. Eu disse para ele de onde eu era e ele ficou muito surpreso e feliz por saber que algumas pessoas de onde eu venho sabem sobre Black Sabbath. Agora, em 1998/99, houve uma espécie de Meet & Greet do Reunion em uma famosa loja de discos na época, que não existe mais, chamada “Harmony House”. Fiquei na fila com o meu sobrinho por cerca de 5 horas para conhecer o 4 membros originais do Black Sabbath, até ficar tarde, e aí nos disseram que a banda teve que sair e não pôde ficar mais tempo. No entanto, nos entregaram uma foto promocional assinada por eles.

Foto promocional autografada, da turnê do Reunion

Em 19 de fevereiro de 2016, como todos nós sabemos, aniversário de Tony Iommi, eu comprei um ingresso para um Meet & Greet durante a The End Tour, o qual foi outro show muito especial por que a plateia, incluindo-me, cantou “Parabéns à Você” para Lord Iommi 🙂 , e antes, durante o Meet & Greet, eu estava usando uma jaqueta de couro com todos os emblemas dos discos de estúdio do Black Sabbath e também o do Live Evil. Quando me aproximei da banda, eu me ajoelhei três vezes, dizendo “Perdoem minha estupidez; OBRIGADO, OBRIGADO, OBRIGADO”. Todo mundo na sala, desde Tony, Geezer e Ozzy até os membros do staff da banda, estavam dando risadas, e lembro de Tony dizendo isto quando viu minha jaqueta: “Oh meu Deus, você conseguiu todos!”.

Então, eu tive certeza de dizer estas palavras alto e claro naquela sala, com a maior parte dos funcionários da banda, menos aqueles que eram da Sharon Osbourne, “por que não posso expressar o quanto desprezo aquela mulher”. Me certifiquei que todo mundo ia ouvir estas palavras, por que para mim, Tony Iommi = Black Sabbath, e infelizmente muitas pessoas têm essa coisa estúpida, com todo meu respeito, dizendo: “NÃO OZZY, NÃO SABBATH”!!!!!!!! Então, após ajoelhar-me para os deuses, eu disse isto a Tony: “QUERO APENAS AGRADECER MUITO A VOCÊ POR MANTER A BANDEIRA DO BLACK SABBATH BALANÇANDO POR TODOS ESSES MAIS DE 46 ANOS, INDEPENDENTEMENTE DE QUEM ESTÁ NA BANDA. MUITO OBRIGADO SENHOR, E DEUS O ABENÇOE.”

Ajelhando-se para os deuses

O homem respondeu sorrindo, com um olhar alegre, dizendo: “Obrigado cara, obrigado”. Ozzy agarrou-me durante a sessão de fotos e me disse: “O que foi que você fez. Eu pensei que você estivesse se dobrando, ou algo assim, hahahahaha”. Eu disse: “Desculpe Ozz, não poderia ajudá-lo”. Ele agarrou e bateu no meu ombro, e depois que ele olhou na parte de trás da minha jaqueta, disse com um grande sorriso no rosto: “Chega aí”. Como você pode ver, o cara é sempre alegre e louco, como parece ser 🙂

No dia 21 de agosto de 2016, encontrei com Glenn Hughes, durante a turnê americana que ele deveria ter começado em março, mas acabou sendo transferido por conta da cirurgia de substituição do joelho dele. Glenn é um cara muito doce, super simpático e muito humilde. Passei cerca de uns 10 minutos falando com ele, dizendo-lhe de onde era e ele ficou super excitado ouvindo minhas histórias. O cara autografou tudo o que eu tinha, incluindo Bootlegs. Quando eu mostrei a minha versão pirata do 8th Star Silver, que mais tarde, como sabemos, foi lançado como Iommi com Glenn Hughes – The DEP Sessions, disse a ele: “Desculpe por ter isso, e você não precisa assinar”. Ele parou-me dizendo: “Por que você está desculpando-se?”
Eu disse: “Bem, eu sei que Tony não ficaria feliz em ver isso comigo”.
Ele disse: “Olhe; não tenho nada a ver com isso, foi uma bobagem no estúdio que ele decidiu ganhar dinheiro com isso”. Ele o assinou, junto com outros bootlegs ao vivo do Sabbath. Realmente adoraria encontrá-lo novamente.

Com Glenn Hughes (acima) e a jaqueta que encantou os Sabbaths (abaixo)

 

Agora, de volta a outro show especial do Black Sabbath, em 31 de agosto de 2016, que é suposto ser o último show do Black Sabbath em Detroit. Pegueiu outro ingresso de Meet & Greet, e desta vez levei um presente para a banda, que eram “Garrafas de Coca-Cola em Vidro, cada uma com os nomes dos músicos”. Um membro da equipe da turnê, chamado Lawrence Montoya AKA Larry Lava, me ajudou a obter essas garrafas, juntamente com uma carta de 5 folhas para TONY IOMMI que eu sempre serei grato ao sujeito por sua bondade. Ele me disse: “vou pegar isso de você e passá-las quando você for tirar a foto com eles. Então eu direi: ‘Este é o cara da Coca que trouxe estas garrafas como presente’.

Quando esse momento aconteceu, fiquei na frente deles, eu fiz o mesmo que tinha feito dia 19 de fevereiro, me curvando para eles, e eles se lembraram de mim. Então eu perguntei à senhora que tirava a foto: “Posso ficar ao lado de Tony?” “Venha … venha aqui!”, Tony me respondeu.

Enquanto eu estava ao lado de um dos meus maiores ídolos todos os tempos, ele continuava me dizendo: “Obrigado, obrigado, muito obrigado”. Realmente curti isso, fiquei apenas agitando minha cabeça incapaz de falar, incapaz de encará-lo enquanto a senhora continuou a tirar as fotos. Então, no final, o cara ofereceu sua mão para cumprimentá-lo, dizendo-me: “Obrigado”. Peguei-o suavemente com as minhas duas mãos dizendo-lhe: “Estou honrado, senhor, obrigado, Deus o abençoe, senhor”.

As garrafinhas da Coca em homenagem ao Sabbath

No dia seguinte, em 1º de setembro, o que aconteceu foi demais para eu acreditar. Estava eu arrumando meu carro, e continuava recebendo mensagens no meu Facebook de amigos me dizendo que o Mestre Iommi me agradeceu publicamente pelo presente que eu dei a ele. Até hoje, sinto-me tão feliz e grato, pois não esperava aquilo. Não fiz isso por reconhecimento ou fama, ou algo assim. Simplesmente fiz isso pelo coração e pelo meu amor a minha banda favorita de todos os tempos. Outra coisa especial sobre esse show foi que encontrei outro fã do Facebook, David Gadomski, que toca violão na banda de tributo Black Sabbath, Planet Caraven.

Nos anos 90, muitas pessoas descartaram o vinil e foram em busca do CD. Você seguiu a onda ou conseguiu coletar peças hoje consideradas raridades?

Eu não tinha um toca-discos naquela época. Fiquei sem um até o final do 2013. Então, até o final de 2013, a maioria do meu material era CDs.

Você já teve a oportunidade de comprar um álbum que estava procurando há muito tempo, mas não levou por causa do preço, e depois se arrependeu?

Apenas o material que estava disponível no vinil quando eu não tinha um toca-discos. Por exemplo, o álbum Bloodflowers, do The Cure, de 2000, que hoje em dia encontra-se em vinil, ao tentar procurá-lo é ridiculamente caro.

Mais raridades ligadas ao Sabbath

Na sua coleção, você possui apenas uma versão particular de um álbum ou procura ter diversas versões?

Com o Black Sabbath eu tenho poucas versões diferentes em CDs, LPs, MINI LPs. Como você pode ver nas imagens da minha coleção do Black Sabbath, há 3 ou 4 formatos diferentes. Genesis e Iron Maiden tenho LPs e CDs.

Qual o seu sentimento de ter tido a oportunidade de falar com os seus ídolos, e quantas vezes isso aconteceu?

Foi um sonho tornando-se realidade. Quando eu fiquei de frente com Tony Iommi, a primeira vez, meu coração estava batendo como um pedal duplo. A segunda vez que encontrei ele aconteceu a mesma coisa, e ele me reconhecer e agradeceu-me um monte pelas garrafas de Coca personalizadas que levei para ele. Senti apreço de conhecê-lo. Simplesmente não podia olhar para ele, pois era como estar diante de um Deus, e ele é para aqueles que realmente também quem e o que é Tony Iommi.

Postcards do Sabbath, fase Heaven and Hell

Qual material do Sabbath você ainda busca comprar, mas ainda não encontrou isto por um preço justo?

No momento, não creio que exista algo que eu esteja procurando, a menos que tenha perdido o lançamento disto.

Como um fã do Sabbath, qual é a melhor e a pior fase da banda?

Bell … para mim, não chamaria isto de má fase. A formação original é a que menos prefiro. É uma grande formação, contudo, é a que menos aprecio. Três daqueles discos, talvez quatro, são sem sal. Agora, qualquer coisa de Heaven and Hell a Forbidden e The Devil You Know é a perfeição para mim. Minha fase favorita é a com Ronnie James Dio, mas também amo a fase Tony Martin no mesmo nível. Inferno, ainda temos Born Again e Seventh Star, que são álbuns épicos. No fim, tudo é bom.

O que você acha de boxes, relançamentos e edições especiais?

Boxes são legais, e realmente bons, especialmente quando eles são no estilo daqueles feitos no Japão. Gostaria de ver mais boxes relacionados com outras eras do Black Sabbath.

Material limitado Sabbhático

Quais os dez melhores discos dos anos 60?

Infelizmente, meu conhecimento musical dos anos 60 é muito pouco. Contudo, eu gosto de The Doors, The Shadows, algo dos Rolling Stones, e estou lentamente trabalhando para educar-me nisto.

Quais os dez melhores discos dos anos 70?

Black Sabbath – Black Sabbath
Black Sabbath – Master of Reality
Genesis – A Trick of the tail
Ritchie Blackmore’s Rainbow – Ritchie Blackmore’s Rainbow
Jean Michel Jarre – Oxygene
Rainbow – Rising
Demis Roussos – Magic
Elton John – Elton John
Deep Purple – In Rock
Judas Priest – Live in Japan

Quais os dez melhores discos dos anos 80?

Esta é difícil, e dura de escolher. Para mim, todos os discos do Black Sabbath nos anos 80 são meus favoritos, e o mesmo vale para os trabalhos dos anos 90, assim como para o Iron Maiden
Black Sabbath – Heaven and Hell
Genesis – Genesis
Tears for Fears – Songs From the big chair
Black Sabbath – Headless Cross
Overkill – The years of decay
Julio Iglesias – Raises
Marillion – Misplaced childhood
Candlmass – Epicus Doomicus Metallicaus
Frankie Goes to Hollywood – Welcome to the pleasure dome
Scanner – Terminal Earth

Raridades da fase Martin e Dio

Quais os dez melhores discos dos anos 90?

Novamente, é difícil por que todos os discos do Black Sabbath nos anos 90 são ótimos, e eu amo todos eles, assim como na verdade qualquer coisa que o Black Sabbath fez desde a saída do Ozzy foi para mim muito melhor do que o original, que eu também adoro.
Depeche Mode – Violator
Manowar – The Triumph of Steel
Julio Iglesias – Tango
Biosphere – Substrata
Iron Maiden – No Prayer for the Dying
Phil Collins – Both Sides
Genesis – We Can’t Dance
Black Sabbath – TYR
Black Sabbath – Dehumanizer
Bruce Dickinson – Balls to Picasso

Quais os dez melhores discos dos anos 90?

Dio – Magica
Iommi – Fused
Sandra – The wheel of time
Enigma – 5
Judas Priest – Nostradamus
The Cure – Bloodflowers
Jean Michel Jarre – Oxygen 3
Candlemass – Candlemass
Iron Maiden – Dance of Death
Heaven and Hell – The Devil You Know

Paixão na música e em quadros

Indique dez discos que você levaria para uma ilha deserta, e o que mais haveria de necessário por lá para curtir o momento?

Jean Michel Jarre – Oxygene
Ritchie Blackmore’s Rainbow – Ritchie Blackmore’s Rainbow
Biosphere – Substrata
Black Sabbath –Headless Cross
Phil Collins – Both Sides
Enigma  – 5
Enigma – 3
Dio – Magica
Julio Iglesisas – Raises
Sandra – The Wheel of Time
E eu adoraria ficar lá sozinho

Conte-nos uma história engraçada / curiosa envolvendo a compra de um álbum, uma visita a uma loja, encontro particular com algum artista, enfim, algo envolvendo música.

Bem… Há uma história em uma loja de discos que eu nunca esquecerei. Foi quando o álbum Tango, de Julio Iglesias, foi lançado em 1996. Fui comprar isto em uma loja, na mesma época que eu perdi a minha cópia do TYR (Black Sabbath), e acabei pegando-o no mesmo dia, na mesma loja. Quanto fui pagar, o caixa ficou surpreso, olhou para mim e disse: “Uau!!! Julio Sabbath!! Que combinação. Como você pode fazer isto?

E por favor, diga algo para nossos leitores.

Obrigado por me convidar. Estou realmente honrado com a humildade desta entrevista. Espero que não fiquem aborrecidos com minhas respostas.


English version

Allen Khamou is not a common Black Sabbath’s fan. It has great stories with the band, a beautiful collectio and appreciates all the eras of the set that made history, being the inventors of Heavy Metal. In our interview, the Iraqi who lives in the United States, tells us about his collection, his favorite items, rare, among others. A very funny conversation that shows a great collector of the Birmingham quartet. Get to know Allen Khamou’s collection.

Thanks for sharing your story with us.  Start telling us about you, what you do for living, your hobbies, where do you live, etc.

You’re welcome, thanks for having me, I’m honoured to be here. I am originally from Baghdad Iraq and I have been living in Michigan USA for the past 22 years. I work for Coca Cola where I stock soda in market shelf for customers physical job not a lot of fun but I kind of like it and it pays the bills. My hobbies are music, Football as I am a huge Brazilian National team fan, I also like watching movies Bruce Lee especially and Arnold, I like millions in the world also love traveling as long as I can afford to do it.

What’s your first memories listening to music, and what turned you a collector?

I kind of remember my sisters back home when I was still a child hearing them listening to the Bee Gees and Demis Roussos and the 70s disco music, then when I started growing up in the 80s my 2 cousins introduced me to 80s pop music and around Christmas 1990 one of them had just started listening Iron Maiden and so that was my introduction to Heavy Metal, I don’t know about calling myself a collector as i don’t fancy myself as a collector it’s just that once I like something I try to get into it by knowing as much as I can about it, and once I start liking it that’s when I start buying as much related stuff to it, sorry if I didn’t get this part quite right.

How do you organize your time to do every stuff that a collector does (listening to your material, searching for new items, etc)?

There’s really not much that I do here other than when I get home from work, I try to make the most of it before going to bed, I put a CD or an LP and try to enjoy the rest of the day, I also do this when I’m cleaning, and doing some homework ad since I’m a single I have more time to do this, as for research I now check news on Facebook before I used to google the stuff to see when or where can I get the stuff from.

What are the main formats you have in your collection? How many items of each format?

429 CDs
150 LPs

How many records do you have in total?

Total of everything 579

How your friends and family see your hobbie as a collector?

My friends that are in this hobby likes it, but the majority of my family thinks it’s a waste of money and some of them even they make fun of it and me as well, but I don’t care.

What do you think about the return of the vinyl with force in recent years?

It’s really a great thing, I always wanted one n the past but I used to live in apartment and was moving a lot so didn’t want to drag that thing with me, now i regret it as many of the records I would like to have no are out of print and I wish if the stuff that is out of print will become available once again, I also wish if Technics brings back their legendary 1200 SL turntable back, rather than what they did by releasing a new super expensive turntable.

How old were you when you bought your first record, and what was it? Do you still have it?

Oh Man…that’s a tough one, let’s say I was 16 years old, I don’t remember but I know for sure it was some pop music cassette, unfortunately I don’t have it. But I can tell you what was my very 1st CD I ever bought, GZR – Plastic Planet, I still have it and it was signed by none other than the great Lord Geezer Butler during that tour.

When did you realize you were going to become a collector?

Again I don’t fancy myself a collector but If you’d like to call me that then I’d say when I actually made it to the USA because back home was almost impossible to find original copies.

Which artists / styles predominate in your collection?

Black Sabbath for sure and anything related to “Dio- Rainbow- GZR, except Ozzy solo work as I’m not a fan I only have Bark at the moon in Japanese Mini LP and some greatest hits which included tow unreleased Black Sabbath songs from the early days”, Iron Maiden, Phil Collins/Genesis, Julio Iglesias, and Jean Michel Jarre

What are the rarest albums you have?

Another tough question…well at the moment aside from the stuff I have signed by Bill Ward, and Glenn Hughes, I can think of 3 LPs that I have hardly seen coming by, they’re not that rare but 2 are hard to find at normal price and one is rarely hard to find:
1. Julio Iglesisas – Tango LP which was only released in Colombia however there’s a limited 600 copies numbered but I don’t have that one I have a regular version.
2. Black Sabbath – Live at Hammersmith LP
3. Heaven and Hell – Radio City live Music hall LP

Why you choose Black Sabbath to be your number one band?

Long story short TONY IOMMI, when I first saw a picture of the man my jaw dropped, he looked like someone from the middle east rather than British at least to me cause I’m originally an Assyrian and I felt that he looked like an ancient Assyrian man, and the more I heard his work the more I loved the man.

How did you get so many imported products, especially the Japanese?

eBay of course.

Do you go to shows often? How many Black Sabbath shows did you go to?

Oh yes, whenever I am in the mood to go for, and whenever I have the chance, I’ve been to 7 Black Sabbath shows”
1999 Reunion tour 2 nights back to back, 2001 Ozzfest, 2008 Metal Masters ((Motörhead/Testament/Judas Priest/Heaven & Hell)) with our beloved late and great Ronnie James Dio ” My Favorite Black Sabbath show ever cause it was unfortunately the only time I did get to see them with RJD live” even though they toured under the name Heaven & Hell. The 13 album tour, The End Tour Feb 19th “Iommi’s Birthday 2016” and August 31st 2016.

And with artists, have you had the opportunity to talk to someone you know? If so, which ones surprised you most positively and negatively?

Geezer Butler, Bill Ward, Tony Iommi, Ozzy Osborne, Glenn Hughes.
OK..with the Artists I’ve met, nothing was negative everything was positive. I’ve always known that Bill Ward & Glenn Hughes were class act through people who mentioned this over the years especially when you hear Ronnie James Dio RIP always talk about Bill Ward and how much he loved him, I noticed that when I met Bill back in 98 how gentle and classy the man was, I told him about how I was kicked out of the house because my family thought Black Sabbath & Metal music was Satanic, and he told me this: Sorry to hear that but you should have not angered your family over this matter and hopefully things will get better for you with this issue. With Geezer Butler who was the 1st Black Sabbath member I met back in 96 during his solo album Plastic Planet, he was very quiet, yet funny and humble as well, I told him where I’m from and he was sort of surprised and happy to know that some people from where I come from knows about Black Sabbath. Now in 1998/99 there was a sort of meet & greet signing Reunion album at a famous record store back then that does not exist now it was called “Harmony House” I stood in line along with my nephew for about 5 hours to meet the original 4 Black Sabbath members, till it got late where we were told the band had to leave and they cannot stay any longer, however we were handed a promo photo signed by them.
2016 on Feb 19th which as we all know is Tony Iommi’s birthday I had a meet & greet package ticket during The End Tour, which was another very special show because the crowd including me got to sing a Birthday Song for Lord Iommi 🙂 and before that during the meet & greet I was wearing a leather Jacket with all the patches of the Black Sabbath studio albums along with “Live Evil” patch, when I approached the band I bowed down three times saying “Pardon My Stupidity; THANK YOU, THANK YOU, THANK YOU” everyone in the room from Tony, Geezer & Ozzy and staff members were happily laughing and I remember Tony saying this when he caught my jacket: Oh My God You Got it All.


So I made sure to say these words loud and clear in that room as most of the staff if not all were Sharon Osborne staff “which I can’t express how much I despise that woman” So I made sure that everyone was going to hear these words because to me Tony Iommi = Black Sabbath where as many people unfortunately have this stupid thing with all my respect called “NO OZZY, NO SABBATH”!!!!!!!!!!!!!!! so as I after I got up from kneeling to the Gods I said this to Tony: I JUST WANT TO SAY THANK YOU SO MUCH TONY FOR KEEPING THE BLACK SABBATH FLAG FLYING ALL THESE 46 PLUS YEARS REGARDLESS OF WHO WAS IN THE BAND, THANK YOU SO MUCH SIR AND GOD BLESS YOU.
The man replied laughing with a joyful look on his face saying to me: Cheers mate, cheer. While Ozzy grabbed me during the picture session saying: What was that thing you did I thought you was bending over or something hahahahaha.
I said to him: Sorry Ozz I couldn’t Help it.
He grabbed and tapped my shoulder after he looked on the back of my jacket saying with a big smile on his face: Come here.
As you can see the man always finds away to be funny and crazy as he’s known for 🙂

August 21st 2016 I met Glenn Hughes during his US Tour which was supposed to be in March but was pushed due to his knees replacement surgeries. Glenn is such a sweet guy, super friendly and way too humble, I spent about maybe 10 minutes talking to him telling him where I’m from and he was super exited to hear my stories and he signed everything I have of him including Bootlegs, when I showed him my 8th Star Silver pressing bootleg copy which later as we know was released as “Iommi featuring Glenn Hughes – The DEP Sessions” I said to him: Sorry for having this and you don’t have to sign it, he stopped me by saying: Why are you sorry?
I said: Well I know Tony would not be happy to see this with me.
He said: Look; I had nothing to do with this, it was some asshole in the studio who decided to make money out of it and he signed it along with other Sabbath live bootlegs I have, I really would love to meet him again.

Now back to another very special Black Sabbath show august 31st 2016 which is supposed to be ((The last Black Sabbath show in Detroit)) I had another meet and greet package, and this time I brought a gift for the band which was “Glass Coca-Cola Bottles with their names on it” with the help of one of the tour staff a guy named ((Lawrence Montoya AKA Larry Lava)) who helped me getting those bottles to them, along with a 5 sheets letter to TONY IOMMI which I will always be grateful to the guy for his kindness, who told me: I’ll take these from you and pass it on and when you get to take you picture with them I will tell them: This is the Coke guy who brought these bottles as a gift.

When that moment came and I stood in front of them I did the same thing I did back In Feb 19th bowing to them and they remembered me, so I asked the lady taking the picture saying: Can I stand next to Tony?

Come on.. come here, Tony replied to me.

As I stood next to one of my all time idols He kept saying to me: Thank you, thank you, thank you so much I really appreciate this, I was just shaking my head unable to speak, unable to stare at him while the lady kept taking the pictures, then at the end the man offered his hand for a hand shake saying to me: Thanks, I grabbed it super gently with my both hands saying to Him: I am honored sir, thank you, God Bless You sir.
What happened the next day on September 1st was way too much to for me to believe, I was getting my car fixed as I kept getting messages on my Facebook messenger from friends telling me that the Master has publicly thanked me for the gift I gave him. Until this day I feel so hounoured and humble for that which I wasn’t expecting nor did I do it for a recognition or fame if I may say, I simply did it from the heart and for my love to my all time favorite band. Another thing was special about that show and that was, I met another fan from Facebook “David Gadomski” who plays guitar on the Black Sabbath tribute band ((Planet Caraven)) .

In the 90’s, many people discarded vinyl and went in search of the CD. Did you follow the wave or did you snatch pieces that are now considered rarities?

Again I didn’t have a Turntable back then, I didn’t get one until late 2013, so up to late 2013 most of my stuff was CDs.

Have you had the opportunity to buy an album you’ve been looking for some time, and you gave up because of the price, but then you regretted it?

With Black Sabbath I have Few different CDs, LPs, MINI LPs, as you can see in the pictures of my Black Sabbath stuff so 3 to 4 different formats , Genesis & Iron Maiden I have now LPs and CDs

In your collection, do you only own a single version of a particular album or search for multiple versions?

Only the stuff that was available on vinyl when I didn’t have a turntable, for example The Cure’s 2000 album Bloodflowers out of print on vinyl now and when trying to look for it is ridiculously expensive

What was the feeling of being able to talk with the idols of the Sabbath, and at what times did this occur?

It was like a dream come true, when I stood in front of Tony Iommi, the 1st time, My heart was beating like a double base drum, the second time I met him it was the same and he recognized me and he thanked me so much for those coke bottles with his names that I brought to him, and I felt his appreciation in hownglad he was, I simply couldn’t look at him it was like standing in front of a God as he is to those who really know who and what Tony Iommi is.

What Sabbath material you still looking to buy, but did not find it for a fair price?

At the moment I don’t think there is anything that I’m looking for that I missed unless I’m unaware of.

As a Sabbath fan, what is the best and worst era of the band?

Well…To me, I wouldn’t call it a bad era, The original line up stuff is my least favorite, its great stuff still however it’s my least favorite 3 of those albums maybe 4 are kind of flawless , Now anything from Heaven and He’ll all the way to Forbidden and The Devil You Know is perfection to me, my favorite era is the Ronnie James Dio but I also love the Tony Martin era equally, hell even Born Again and 7th star are epic albums. In the end it’s all Good.

What is your thinking about boxes, re-releases and special editions?

Boxes are cool and really nice, especially when they are nicely done like the ones made in Japan, I only wish to see more Black Sabbath boxes related to the other eras to.

What are the top ten albums of the ’60s?

Unfortunately my musical background with the 60s is very low, however, I like The Doors, The Shadows, some of the Rolling Stones stuff, and I’m very slowly working on educating myself on it.

What are the top ten albums of the ‘70s?

Black Sabbath – Black Sabbath
Black Sabbath – Master of Reality
Genesis – A Trick of the tail
Ritchie Blackmore’s Rainbow – Ritchie Blackmore’s Rainbow
Jean Michel Jarre – Oxygene
Rainbow – Rising
Demis Roussos – Magic
Elton John – Elton John
Deep Purple – In Rock
Judas Priest – Live in Japan

What are the top ten albums of the ‘80s?

This is a hard and not easy to pick, as for me all Black Sabbath 80s albums were my favorites, the same goes for their 90s work, the same goes for Iron Maiden
Black Sabbath – Heaven and Hell
Genesis – Genesis
Tears for Fears – Songs From the big chair
Black Sabbath – Headless Cross
Overkill – The years of decay
Julio Iglesias – Raises
Marillion – Misplaced childhood
Candlmass – Epicus Doomicus Metallicaus
Frankie Goes to Hollywood – Welcome to the pleasure dome
Scanner – Terminal Earth

What are the top ten albums of the ‘90s?

Again another, hard one as all the 90s Black Sabbath were great and I loved them all, as a matter of fact anything Black Sabbath has done since the departure of Ozzy was to me far much better than the original stuff which I love it as well.
Depeche Mode – Violator
Manowar – The Triumph of Steel
Julio Iglesias – Tango
Biosphere – Substrata
Iron Maiden – No Prayer for the Dying
Phil Collins – Both Sides
Genesis – We Can’t Dance
Black Sabbath – TYR
Black Sabbath – Dehumanizer
Bruce Dickinson – Balls to Picasso

What are the top ten albums of the ‘00s?

Dio – Magica
Iommi – Fused
Sandra – The wheel of time
Enigma – 5
Judas Priest – Nostradamus
The Cure – Bloodflowers
Jean Michel Jarre – Oxygen 3
Candlemass – Candlemass
Iron Maiden – Dance of Death
Heaven and Hell – The Devil You Know

Name ten discs that you would take to a desert island, and what would you need to have there to enjoy the moment?

Jean Michel Jarre – Oxygene
Ritchie Blackmore’s Rainbow – Ritchie Blackmore’s Rainbow
Biosphere – Substrata
Black Sabbath – Headless Cross
Phil Collins – Both Sides
Enigma – 5
Enigma – 3
Dio – Magica
Julio Iglesisas – Raises
Sandra – The Wheel of Time
And I would love to be left alone

Tell us some funny / curious story involving the purchase of an album, a visit to a store, a meeting with a particular artist, in short, something involving music.

Well…The one story at a record store that I will never forget is when Julio Iglesisas 96 album “Tango” was released I went to buy it at a record store, also that time I lost my Black Sabbath TYR copy and so I ended up picking it on the same day from the record store, so when I went to pay for them, the cashier was surprised and looked at me saying : wow…Julio Sabbath!!! what a combination, how can you do this?

Anything else you’d like to tell to our readers?

Thanks for having me here I’m truly honored and humbled with this interview, I hope you guys didn’t get bored with my answeres.

13 comentários

  1. Mairon

    Se catar!! Que baita coleção! E que baita história. Parabéns, Thiago!

    Responder
  2. Marcel

    Really good interview and Allen seems a very nice guy. It’s so cool to see some one from a differente culture to talk about something we really like. It seems that no matter where we are from, we are all the same (with just some little differences 😉

    Responder
  3. Thiago Reis

    Muito obrigado, pessoal! Obrigado ao Mairon pela ajuda também. And of course, Thnaks to Allen Khamou!

    Responder
  4. Paulo

    Muito boa a entrevista, Thiago! E assim como o cara da loja de discos, também me surpreendi com o Julio Iglesias hahaha. Muito bom!

    Responder
    • Thiago Reis

      Combinação um pouco diferente hehehe. Que bom que gostou, Paulo!!

      Responder
  5. Igor Maxwel

    Acho estranho um cara admirador do Black Sabbath não gostar do Genesis com Peter Gabriel… Tanto que os discos citados pelo Khamou não tem mais ele! Que pena…

    Responder
    • Allen Khamou

      I tried my friend to listen to the Peter Gabriel era just wouldn’t sink in, I only liked the song Watcher of the Sky. Cheers my friend.

      Responder
      • Igor Maxwel

        “Watcher of the Skies” is from Foxtrot (1972), second best Genesis album for me. The first is, obviously, Selling England by the Pound (1973). Thanks, friend!

        TRADUÇÃO: “Watcher of the Skies” é de Foxtrot (1972), segundo melhor álbum do Genesis pra mim. O primeiro é, obviamente, Selling England by the Pound (1973). Obrigado, amigo!

      • Mairon

        Great Allen, Thank you for your participation here in Consultoria do Rock.

  6. Anônimo de volta

    Eita ecletismo musical hein? Do Black Sabbath ao Julio Iglesias.

    Responder

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.