Por Micael Machado

Sabe aqueles discos que você gosta pra caral… , mas todos os que você conhece dizem que é uma grande bomba? Todos temos alguns discos assim, e essa coluna pretende tratar deles. Para começar, um dos meus discos favoritos do rock nacional dos anos 90, o Titanomaquia, dos Titãs.

É quase consenso que o melhor disco dos Titãs é Cabeça Dinossauro, de 1986. Assim como muitos acreditam que o último sopro de criatividade do grupo foi Õ Blesq Blom, de 1989. Mas existe um disco posterior que, apesar de massacrado pela crítica, desprezado pelos fãs e esquecido pela própria banda, merece uma nova audição e avaliação: Titanomaquia, de 1993.

Quando do lançamento do anterior Tudo Ao Mesmo Tempo Agora, em 1991, os Titãs foram crucificados pela crítica musical. Na época, um novo rock estava surgindo no Brasil, com o manguebeat, os Raimundos e o Pato Fu. Lembro até hoje de uma resenha conjunta de Tudo ao Mesmo Tempo Agora e Os Grãos, dos Paralamas, na revista Bizz (ou Showbizz, sei lá), taxando os conjuntos de “dinossauros”, “ultrapassados” e coisas piores. A nova geração estava chegando, e os antigos ídolos deveriam ser esquecidos.

Não bastasse o repúdio da crítica, após a turnê do disco a banda viu a partida do vocalista e letrista Arnaldo Antunes, mais interessado em projetos pessoais do que no som que a banda fazia. Assim, reduzidos a um septeto, os integrantes se uniram para gravar aquele que é o disco mais agressivo de sua carreira, e, também por isso, um dos melhores.

Quando do seu lançamento, a crítica novamente caiu de pau, embora algumas resenhas tenham sido elogiosas. A banda parecia facilitar as coisas: o próprio título do álbum fazia referência à mitológica batalha onde Zeus venceu os Titãs. Foi fácil dizer que, como os antigos seres, também a banda se via derrotada.

As primeiras 60 mil cópias vinham embaladas em um saco preto como estes que se usa para embalar lixo (o que, por si só, já basta para torná-lo um “item de colecionador” – eu tenho o meu, original da época…), apenas com o título do álbum em um papel adesivo colado nele. As comparações entre o conteúdo do disco e o conteúdo usual do saco plástico não demoraram a surgir…

Ao perceberem que muitas das bandas que andavam ouvindo tinham o mesmo produtor, os músicos resolveram chamar o cara para a produção do seu disco. Este sujeito era ninguém mais, ninguém menos, que Jack Endino, então já famoso após ter produzido Bleach, o primeiro disco do Nirvana, que pode ser considerado o “pontapé inicial” do grunge, que então assolava o planeta. Foi o que bastou para a imprensa acusar a banda de estar embarcando na onda do momento, embora eu, fã do estilo, não consiga ver em nenhuma parte referências a Pearl Jam,Soundgarden ou Alice In Chains (e, ao Nirvana, só nos timbres de guitarra, mesmo assim em algumas partes…).

Praticamente natimorto, o disco teve apenas um sucesso radiofônico: a faixa de abertura “Será que é Isso o que Eu Necessito?”, pesada, suja, rockeira, com um belo trabalho vocal de Sérgio Britto, que, em certos trechos, chega a lembrar Phil Anselmo, do Pantera. A faixa seguinte, “Nem Sempre se Pode ser Deus”, também tocou um pouco nas rádios, e é outra bem “rocker”, embora ainda com o toque pop que a banda sempre teve.

“Disneylândia” tem uma das mais inteligentes letras do rock nacional dos anos 90, tratando dos efeitos da globalização com uma aguçada percepção. “Hereditário”, a única cantada pelo baixista Nando Reis, é um pouco mais leve que as demais do disco, tanto que foi a única do álbum a ser incluída no Acústico MTV, anos depois. “Estados Alterados da Mente” trás mais peso e vocais agressivos, desta vez por Branco Mello. “Agonizando” é ainda mais pesada, e “De Olhos Fechados”, que fecha o lado A, tem um pezinho no pop, principalmente no refrão, mas ainda assim é o peso quem domina.

“Fazer o Quê?” abre o lado B, com uma bela introdução “macabra” de teclados, e o peso característico do álbum. “A Verdadeira Mary Poppins” e “Felizes são os Peixes” não lembram em nada a banda de Õ Blesq Blom, de tão pesadas e sujas que são. As três últimas, “Tempo pra Gastar”, “Dissertação do Papa Sobre o Crime Seguida de Orgia” (com letra extraída do livro homônimo do Marquês de Sade) e “Taxidermia”, são um pouco inferiores às demais, mas não chegam a comprometer.

O peso e a sujeira do disco não foram bem aceitos por um público acostumado a um pop mais “inofensivo”. A banda, apesar do relativo fracasso comercial e da repulsa por parte da crítica, seguiu em frente, gravando o apenas mediano Domingo, em 1995, após uma curta separação para que seus membros dessem vazões a trabalhos solo. Então viria o convite para gravar o já citado “Acústico MTV”, que mostrou ao grupo que era no pop que estava a grana, não no rock visceral.

A partir daí, o grupo gravou o razoável Volume Dois e o terrível As Dez Mais (só com covers), perdeu o guitarrista Marcelo Fromer num estúpido acidente automobilístico, e o baixista e vocalista Nando Reis, que seguiu uma bem sucedida carreira solo. Gravou o fraco A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana e os risíveis Como Estão Vocês? e Sacos Plásticos, além de um ao vivo “elétrico” para a MTV e outro em conjunto com os parceiros dos Paralamas do Sucesso, o que não impediu o conjunto de seguir ladeira abaixo, queda agravada com a partida do baterista Charles Gavin no começo de 2010.

Se o futuro da banda é incerto, e as esperanças de um retorno aos “momentos de glória” parecem remotas, resta-nos voltarmos os ouvidos ao último sopro de criatividade da banda, não o experimental Õ Blesq Blom, mas o pesado e visceral (e incompreendido) Titanomaquia.

E você? Gosta do disco? Detesta? Não está nem aí para os Titãs? Deixe sua manifestação nos comentários, mas, se possível, depois de dar mais uma chance para o “disco pesado” da banda.

Track list:
1. Será que é Isso o que Eu Necessito?
2. Nem Sempre se Pode ser Deus
3. Disneylândia
4. Hereditário
5. Estados Alterados da Mente
6. Agonizando
7. De Olhos Fechados
8. Fazer o Quê?
9. A Verdadeira Mary Poppins
10. Felizes são os Peixes
11. Tempo pra Gastar
12. Dissertação do Papa Sobre o Crime Seguida de Orgia
13. Taxidermia

130 comentários

  1. leonardocastro

    Eu tenho esse disco, comprei na epoca que saiu e curto desde entao, apesar de ja nao ouvi-lo mais com tanta frequencia.

    Dos Titas, os meus favoritos sao o Cabeca Dinossauro e o Jesus Nao Tem Dentes No Pais Dos Banguelas. O primeiro é bem rock n roll, enquanto o segundo parece ate ser um 2 em 1, com um lado rock n roll (Desordem, Lugar Nenhum, Armas Para Lutar) e outro mais pop e experimental (Jesus Nao tem dentes, Diversao, Comida).

    Voltando ao Titanomaquia, lembro de ter visto alguns shows da turne do disco, alguns até com o então desconhecido Raimundos. O set era animal, só com as musicas mais pesadas da banda, muito baseado no disco novo e no Cabeca Dinossauro, e o show parecia até de metal, inclusive com a banda toda de preto.

    Acho que devido ao sucesso do Nirvana e até do Sepultura na epoca eles investiram numa roupagem mais pesada pra banda, que funcionou muito bem, exceto para no Nando Reis, que parecia totalmente perdido no palco, e era ate previsivel que ele sairia em breve da banda.

    Pena que pouco tempo depois a banda decidiu virar uma banda semi-acustica e depois investir em musicas de auto-ajuda. A aura rock 'n' roll da banda morreu faz tempo.

    Responder
  2. diogobizotto

    Desse disco acho que só conheço o "sucesso" "Será Que É Isso que Eu Necessito", que é uma boa música, e "Hereditário". Fiquei curioso para ouvir o resto do álbum. Vou correr atrás.

    Responder
  3. micaelmachado

    Leonardo, o primeiro show "grande" que vi quando vim do interior para morar em Porto Alegre foi dos Titãs na tour desse disco! Que show animal! Depois vi outros shows da banda, mas nunca foram tão bons quanto aquele! A música mais leve era "Família", o resto era só paulada… quase metal mesmo, você está certo!
    Uma pena mesmo que a banda se rendeu ao $uce$$o e deixou de fazer sons como estes…
    Ah, e meus favoritos (e acho que os favoritos de 90% dos que gostam da banda) também são o "Cabeça" e o "Jesus"…

    Responder
  4. leonardocastro

    Por que será que todo roqueiro brasileiro quando chega aos 40, 45 anos, vira cantor romantico?

    Paulo Ricardo, Frejat, Titas…

    Das bandas antigas, acho que só a Plebe Rude manteve a pegada…

    Responder
  5. diogobizotto

    Hehehe… eu curto algumas das coisas baladescas que o Paulo Ricardo fez em carreira solo… Admito que já ouvi incontáveis vezes "Tudo Por Nada", hehehehehe.

    Responder
  6. Ricardo Seelig

    O Titãs não estava vendendo mais nada e quis virar grunge para conquistar uma nova geração de ouvintes com esse disco e com o anterior, Tudo ao Mesmo Tempo Agora, de 1991.

    Se a onda fosse sertanejo e isso garantisse venda, eles teriam gravado um disco sertanejo. Para comprovar isso é só ver o que os caras fizeram depois, com o Acústico, o sofrível Acústico II e o horrível e constrangedor As 10 Mais.

    Pra mim, o melhor álbum dos Titãs – e um dos melhores discos da história do rock brasileiro – é o Õ Blésq Blom, de 1989.

    Responder
  7. fernandobueno

    A minha impressão é que o Titãs sempre seguiu a onda do momento. Gosto muito da banda até o Titanomaquia. Depois disso nem passo perto.

    Responder
  8. leonardocastro

    O Rock nacional, salvo rarissimas exceções, sempre se deixou levar pela onda do momento… Ou alguem se esquece do Barao Vernelho "dance" do Puro Extase? O Capital Inicial que virou uma banda praticamente acustica depois do sucesso do disco nesse formato? O Ira! eletronico? Poucas bandas "grandes" do rock brasileiro conseguiram manter a identidade ao longo de toda a carreira. As unicas que me vem a cabeca sao o Ultraje A Rigor e a Plebe Rude…

    Responder
  9. Mairon Machado

    Bom, os Mutantes são uma prova do que o Leonardo falou. Enquanto a beatlemania bombava, os Mutantes eram beats. Depois viraram prog a la Yes, e foram seguidos por varios outros. Quem sempre se manteve em alta da geração antiga foram Sepultura, Ultraje, Dr. Sin e a Patrulha do Espaço. O Lobão até tentou, mas não conseguiu se manter nesse nível.

    Sobre os Titãs, eu não gosto da banda, mas sempre admirei o trabalho do Branco Mello. Estou tentando catar a foto com a capa preta para colocar no tópico, acho q fica mais interessante

    Responder
  10. Mairon Machado

    Puxa, eu não concordo que a Legião se manteve fiel a sonoridade. Os discos punk do início (se é que posso classificar como punk) não tem nada a ver com o que surgiu após As Qautro Estações. Até o lado A do V é meio progressivão, e não tem nada a ver com o que viria depois no Descobrimento e principalmente, no Livro das Flores. Não gosto de Smiths e tão pouco Joy Division, mas não dá pra negar a forçada do Gaynato Pusso em ser o Morrissey ou o Ian CUrtis, nisso vcs tem razão!

    Responder
  11. micaelmachado

    Parafraseando o Garota XUxa do Youtube: "Messeu com Legião, messeu cumigu"… hehehe…

    Eu não concordo que a Legião se manteve fiel à sua sonoridade… os últimos 3 discos são bem diferentes dos 3 primeiros (bem, talvez não tão diferentes do Dois…). Para mim, houve sim uma mudança na sonoridade da banda ao longo dos anos… mas, como os músicos não eram virtuosos, essas mudanças não são tão óbvias assim…

    Além da Plebe e do Ultraje, outra banda que manteve uma identidade ao longo da carreira foram os Paralamas, mesmo tendo se "popizado" nos últimos discos…

    Responder
  12. Mairon Machado

    Bah, Paralamas tb não né Micael. O que que existe de Alagados no álbum Severino ou Os Grãos? A metaleira que existia nos primeiros álbuns se não sumiu, virou uma espécie de segundo plano nos álbuns pós Severino. Sou chato, eu sei, mas o Paralamas não se manteve.

    Responder
  13. leonardocastro

    Só relembrando que eu nao estava falando de mudar o som, mas sim nao se levar pelo que estava "em alta" na epoca.

    Nao gosto de Legiao Urbana, mas acho que eles conseguiram manter a identidade mesmo o som tendo mudado. O mesmo com os Titas, que mudaram muito ate o Titanomaquia, mas eu ainda sentia a mesma alma.

    Eu estava falando de seguir a maré, como o Barao fez na epoca do Puro Extase, ou essas musicas de auto-ajuda que os Titas tem feito ultimamente. Pegaram uma formula que deu certo e nao tinha nada a ver com a proposta da banda, e estao repetindo a exaustao, vide Epitafio, Enquanto Houver Sol e outras musicas ridiculas que eles tem lancado…

    Responder
  14. Rafael

    Pra mim é até redundancia esse assunto , pois tudo que eu gosto , o pessoal daqui odeia , e até mesmo o pessoal do hard mais conhecido desconhece as minhas bandas favoritas hahuauaua.

    Portanto , se eu citar toda a minha discografia , grande maioria dela é , não odiada , mais sim desconhecida pela maioria.

    Responder
  15. Fabio

    Este é o album que mais gosto dos Titãs, justamente por ser o mais rocker. Idependente se acompanham estilos ou não, este album é muito injustiçado, merecia mais destaque na própria discografia do grupo e quem sabe um relançamento, visto ser muito dificil encontrar o album.

    Responder
  16. Fábio RT

    Ahhh…não vejo problemas em mudar o som…
    desde que a mudança seja autêntica…. isto é não tenha como objetivo apenas o $$$$$ e não descaracterize o "espirito da banda"

    Responder
  17. Groucho KCarão

    Titãs é uma banda que só conheço músicas soltas, mas conheço muitas delas. Desse disco, conheço as 2 primeiras e "A Verdadeira Mary Poppins". "Nem Sempre Se Pode Ser Deus" é bacana, com a mudança de compasso no refrão. Mas não gosto dessa sonoridade.
    Preferia o som satânico não-metaleiro dos dois álbuns clássicos. Por sinal, o Micael tá postando agora sobre Metal e satanismo. Eu sou mais interessado em satanismo quando não tem ligação com heavy metal. Metal é muito fake, me perdoem! xD
    Mas, voltando aos Titãs, ao que me parece, na época do Cabeça Dinossauro, eles não tavam exatamente seguindo a corrente, pois muitos espaços se fecharam com as novas letras deles. Se eu tiver errado – e nesse assunto é bem provável – por favor me corrijam.
    É isso. Parabéns pelo texto!

    Responder
  18. Guimara

    Eu adoro esse disco e ele é Top 5 dos Titãs e dos anos 90 pra mim.
    Tenho as versões em vinil e CD com o saco de lixo.
    Discaço! Representa bem uma época e é uma pena que os caras deixem ele de lado.

    Responder
  19. Tetsuo

    Adoro! Tenho em vinil.
    Pra mim é o disco mais empolgante deles.
    Certas músicas me deixam eufórico (Mary Popins, Tempo pra gastar, Estados alterados), meu coração chega disparar …

    XD

    Pô, a mudança de compasso de "Nem sempre" é showzão. Acho que muda de 4/4 pra 6/4. Em "Felizes são os peixes" também muda o compasso de 4/4 pra 2/4.

    Responder
  20. Anônimo

    ESSE DISCO É ESTUPENDO,MAGNÍFICO.QUEM ESCULACHOU ESSE DISCO,FOI AQUELA BICHA,RECALCADA QUE FALA PELO CÚ,O VIADINHO,HOMOSSEXUAL PASSIVO DO ANDRÉ BARCINSKI.PARA ELE A ÚNICA BANDA DO MUNDO É O LIXO DO RAMONES.EU ODEIO RAMONES!!AGONIZANDO,É UMA OBRA PRIMA DOS TITÃS,UM TRASH METAL FUDIDO,DE DAR INVEJA AO SEPULTURA DA FASE DECADENTE DO CHAOS A.D.VIDA LONGA AO TITANOMAQUIA,O MELHOR ÁLBUM DA FACE DA TERRA!!

    Responder
  21. Anônimo

    ESSE DISCO MUDOU A MINHA VIDA,NÃO CANSO DE ESCUTÁ LO ATÉ HOJE.É UM VIVIO.POUCOS DISCOS SOAM TÃO AGRESSIVOS COMO TITANOMAQUIA.OS TITÃS DERAM MUITO OUVIDOS PARA AQUELE LIXO DE REVISTA CHAMADA SHOWBIZZ.AQUELE VIADO DO BARCINSKI,NÃO ENTENDE PORRA NENHUMA DE ROCK.OS TITÃS DEVERIAM TER CONTINUADO A TOCAR ESSE TIPO DE SOM AGRESSIVÃO,E MANDADO A MERDA SUAS ESPOSAS CHATAS,MÍDIA E O MAINSTREAM.

    Responder
  22. Anônimo

    FELIZES SÃO OS PEIXES,QUE MÚSICA MAGNÍFICA.EXTREMAMENTE AGRESSIVA.MARCELO FROMMER E TONY BELLOTO,MOSTRAM QUE TINHAM A MNHA DE TOCAR METAL PORRADA.É LEGAL NA MUDANÇA DE ANDAMENTO,AQUELE RIFF MACABRO.DISSERTAÇÃO DO PAPA SOBRE O CRIME SEGUIDO DE ORGIA LEMBRA MUITO O CELTIC FROST DOS TEMPOS DE MORBID TALES.MÓRBIDA,MACABRA.ESTADOS ALTERADOS DA MENTE TAMBÉM TEM ESSA LEVADA.E TEM UM DOS MELHORES RIFFS CRIADOS POR BELLOTO.SÓ QUE DEPOIS DESSE DISCO,ELES VIRAM QUE SOM PORRADA,NÃO DAVA DINHEIRO,E VOLTARAM A SER POP,QUE NEM NA ÉPOCA DE BLESQ BLOM,EMBORA,DOMINGO SEJA BEM MELHOR.AÍ VEIO O ACÚSTICO,QUE ACABOU COM O SOM DOS TITÃS.ELES ERAM UNS BUNDÕES,DAVAM MUITO OUVIDO PROS CARAS DA GRAVADORA,DA IMPRENSA.BANDA DE ROCK TEM QUE TOCAR POR GOSTO.NÃO POR DINHEIRO!!SE O CARA JÁ MONTA UMA BANDA COM ESSE PROPÓSITO,ENTÃO VÁ SER BANQUERIO,OU O RAIO QUE O PARTA!!NUNCA MAIS OS TITÃS ,VÃO CONSEGUIR LANÇAR UMA OBRA PRIMA DESSAS.ATÉ PORQUE NA ÉPOCA,OS CARAS ESTAVAM MUITO LOUCOS,DE DROGAS.MAS ERAM LIVRES PARA CRIAR O QUE QUISESSEM.QUE TEMPO BOM,QUE NÃO VOLTA NUNCA MAIS!!!

    Responder
  23. Anônimo

    OS CRÍTICOS DE MÚSICA QUE FALARAM MAL DESSE ESTUPENDO ÁLBUM,ERAM EM SUA MAIORIA MÚSICOS FRUSTRADOS E INVEJOSOS,TIOZÕES CARETAS,QUE NÃO ENTENDEM PORRA NENHUMA DE ROCK PESADO.AQUELE OTÁRIO DO OKKY DE SOUZA,EX CUNHADO DAQUELE INFELIZ,IDIOTA DO JÚLIO BARROSO DA GUANGUE NOVENTA,ESCULHAMBOU ESSE ÁLBUM.O TIOZÃO MÓ OTÁRIO,SÓ CURTE AQUELE LIXO DE NEW WAVE DOS ANOS 80.PALHAÇO.NEGUINHO TINHA QUE FALAR MAL DA LEGIÃO URBANA.BANDINHA DE VIADINHO,CRIADO A LEITE COM ÊRA E OVOMALTINO..

    Responder
  24. Anônimo

    ESSE DISCO É O MELHOR ÁLBUM QUE EU ESCUTEI ATÉ HOJE.ESSE DISCO É MUITO INJUSTIÇADO,MUITOS ACHAM QUE OS TITÃS FORAM BONS ATÉ AQUELE LIXO DO BLESQ BLOM,QUE NEM DISSE O IDIOTA DO SELIG,NO COMENTÁRIO DELE.MAIS UM CRÍTICO MUSICAL QUE NÃO ENTENDE NADA DE ROCK,MAIS UM ZÉ MANÉ.ESSE DISCO,POSSUI UMA RAIVA,DE DAR INVEJA A MUITA BANDA DE HARDCORE.

    Responder
  25. Anônimo

    NINGUÉM PERCEBEU,QUE A MÚSICA,"DISSERTAÇÃO DO PAAPA SOBRE O CRIME SEGUIDO DE ORGIA"LEMBRA MUUUIIITO O CELTIC FROST????

    Responder
  26. diogobizotto

    Opa! Os riffs principais lembram sim, algo bem na linha "Procreation of the Wicked", clássico do CF. Será que alguém do grupo tinha o costume de ouvir a banda suíça ou trata-se apenas de mera coincidência?

    Responder
  27. Anônimo

    BIZOTTO,VOCÊ É UM GÊNIO.O CELTIC FROST,É UMA DAS MINHAS BANDAS FAVORITAS.ANTES DE CONHECER O CELTIC FROST,EU ACHAVA QUE O RIFF DE DISSERTAÇÃO DO PAPA…FOSSE INSPIRADO EM BLACK SABBATH,DEPOIS QUE EU CONHECI,CELTIC FROST,QUANDO EU OUVIA ESSA DOS TITÃS,EU PENSAVA.ÔPA,PARECE CELTIC FROST.ALÉM DESSA,TEM TAMBÉM ESTADOS ALTERADOS DA MENTE,QUE VAI POR ESSA LINHA AÍ.ESSAS DUAS MÚSICAS,CITADAS,SÃO COMPOSIÇÕES DE BRANCO MELLO,E SÉRGIO BRITTO,OS TITÃS QUE MAIS GOSTAVAM REALMENTE DE BANDAS MAIS AGRESSIVAS.SERIA INTERESSANTE,ALGUM DIA,UM JORNALISTA,COM CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA,QUESTIONASSE O GRUPO SOBRE ISSO.MAS ACHO QUE NÃO,TODA VEZ QUE ENTREVISTAM OS TITÃS,É SÓ PAPO FURADO.ELES NEM FALAM DE TITANOMAQUIA,FALAM SÓ DO CABEÇA DINOSSAURO ATÉ O BLESQ BLOM.VALEU BIZOTTO,ATÉ QUE ENFIM,ALGUÉM,QUE ME ENTENDE.

    Responder
  28. Anônimo

    CARO BIZOTTO,É INTERESSANTE,NOTAR,QUE OS TITÃS SEMPRE FORAM MUITO DISCRETOS,E RESERVADOS,QUANTO A SUAS INFLUÊNCIAS MUSICAIS.HOJE EM DIA,NAS ENTREVISTAS,ELES SEMPRE VEM COM AQUELE PAPINHO:"NÓS SEMPRE TIVEMOS INFLUÊNCIA DE RAUL SEIXAS,RITA LEE,CAETANO VELOSO.FALA SÉRIO!!TUDO BEM QUE HOJE,COM ESSE SONZINHO BREGA QUE ELES FAÇAM,É ATÉ COMPREENSÍVEL ELES TEREM ESSAS INFLUÊNCIAS.MAS TEM UMA COISA INTERESSANTE.NO SHOW DE ESTRÉIA DO "TITANOMAQUIA",QUE ESTÁ COMPLETO NO YOUTUBE,ANTES DE ELES COMEÇAREM A TOCAR"AGONIZANDO",DO MESMO ÁLBUM,SÉRGIO BRITTO,CANTA UM TRECHO DA MÚSICA "DEAD SKIN MASK"DO SLAYER,DO ÁLBUM SEASON IN THE ABYSS".FAZ SENTIDO,AGONIZANDO É UM TRASH METAL DE PRIMEIRA,E COM UM VOCAL GUTURAL DE DAR INVEJA A MAX CAVALERA.OUTRA INFLUÊNCIA OMITIDA DOS CARAS,NESSA ÉPOCA ERA O PANTERA.SÉRGIO BRITTO,CANTAVA COM UM VOCAL GUTURAL,SEMELHANTE A PHIL ANSELMO.E A MÚSICA "FAZER O QUÊ?"TAMBÉM DE SÉRGIO BRITTO,SE PARECE MUITO COM SUICIDAL TENDECIES!!!!!!O QUE VOCÊ ACHA?VALEU…

    Responder
  29. Anônimo

    É INTERESSANTE NOTAR COMO SÉRGIO BRITTO E BRANCO MELLO,QUE SEMPRE FORAM OS TITÃS MAIS DOIDÕES,HOJE SÃO TOTALMENTE,TRANQUILOS E SOSSEGADOS.QUANDO OS TITÃS MUDARAM SUAA SONORIDADE,NO ACÚSTICO,TERIA SIDO BACANA,SE BRITTO E BRANCO,TIVESSEM CONTINUADO COM O KLEIDERMAN,PROJETO PARALELO DELES,NAS FÉRIAS DOS TITÃS EM 1994.ESSE ÁLBUM DO KLEIDERMAN"CON EL MUNDO A MIS PIES",É UMA CONTINUAÇÃO DO TITANOMAQUIA.MÚSICAS PODRONAS E AGRESSIVAS.SE OS OUTROS TITÃS QUISESSEM VIRAR POP,ELES DOIS PODERIAM CONTINUAR A FAZER ESSE TIPO DE SOM NO KLEIDERMAN.A MINHA IMPRESSÃO,É QUE OS TITÃS,SÓ GRAVAM DISCOS,PENSANDO NO DINHEIRO,SE VAI VENDER OU NÃO.Ô BANDA MAIS CAPITALISTA,HE HE HE

    Responder
  30. Anônimo

    uma coisa qque ninguém sse tocou,é sobre o significado da capa.essas sete cores representam a banda.A mídia sempre destacava Arnaldo A ntunes,como o grande compositor da banda.ele sempre levava créditos a mais do que deveria,o que era constrangedor para o resto da banda.Quando Arnaldo saiumuitos achavam que seria o fim dos titãs.Até hoje,os desinformados,acham que os Titãs só foram criativos quando Arnaldo estava na banda.Acho que a saída de Arnaldo,deu mais liberdade dos caras radicalizarem de vez o seu som.Arnaldo,compartilhava da idéia,que um disco,tem que ser variado,musicalmente.A minha impressão,é que Arnaldo,saiu da banda em 92,quando estavam ensaiando para titanomaquia,porque não se identificava co aquele tipo de som,embora tenha contribuído com três composições,que são,disneilândia,de olhos fechados e hereditário.essa última,a única canção interpretada por Nando Reis,outro que não tinha afinidade bnenhuma com aquele tipo de som.Eu nem consigo imaginar ,Arnaldo cantando alguma música desse álbum.Mas ao contrário de Nando Reis,sua saída da banda foi amigável.uma coisa que eu acho engraçado a respeito dessa fase dos titãs,é que aquela bicha recalcada do jornaalistaa da folha de são paulo,André Forastieri,esculachava direto os titãs por causa das letras escatológicas.mas,no entanto,quando os Raimundos,apareceram,ele,punha os Raimundos no céu.elogiava Rodolfo,dizia,que ele era o maior compositor do mundo.O que seria isso,caro bizotto,inveja,viadagem???

    Responder
  31. micaelmachado

    O Kleiderman fez um grande disco mesmo, pena que não continuaram com o grupo. O "Con El Mundo…" é melhor que muita coisa que os Titãs já haviam feito, e melhor que tudo o que eles fizeram depois!

    Coloca aí o link para esse show do Titanomaquia no youtube. Fiquei curioso para ver, mas não consegui encontrar!

    Responder
  32. diogobizotto

    Geralmente eu não valorizo tanto essa questão que alguns levantam quanto às bandas "se venderem", afinal, antes de músicos de rock, trata-se de pessoas e artistas, livres para exercer sua arte como bem lhes convir, sofrendo mudanças de opiniões e exercendo sua liberdade de expressão sem importar o formato.

    Maaaassss, o problema é que o caso do Titãs se transformou em algo maior que isso. Parece que uma bundamolice praticamente sem precedentes acometeu o grupo, que relaxou em excesso após o lançamento e consequente sucesso do Acústico MTV. O público mudou e parece que o Titãs gostou disso. Inclusive, gostaria de saber que tipo de plateia povoa os shows da banda hoje em dia.

    Caro anônimo, não posso opinar com propriedade a respeito das críticas de André Forastieri pois não as li, afinal, em 1993 eu ainda nem conhecia o Black Sabbath, que foi a primeira banda que me fisgou e me fez um fã de música, hehehe… Mas adianto que não tenho simpatia alguma ao cara. Aliás, a crítica musical é algo muuuiiito perigoso, poderia escrever uma enorme dissertação a respeito dela…

    Ah, Micael, fica aqui o link para o vídeo, interessantíssimo mesmo o fato de Sérgio amndar ver um trecho de "Dead Skin Mask", algo que os fãs da era pós-Acústico não devem fazer a mínima ideia do que se trata:

    http://www.youtube.com/watch?v=HDKQ1vIMMOI

    Responder
  33. Anônimo

    BIZOTTO,ACHO QUE SEI O QUE FEZ O TITÃS MUDAR DEFINITIVAMENTE SEU SOM.NA BIOGRAFIA DA BANDA DE 2002"A VIDA ATÉ PARECE UMA FESTA",ESTÁ ESCRITO LÁ,QUE POR CAUSA DAQUELE TIPO DE SOM PESADO QUE ESTAVAM FAZENDO EM TITANOMAQUIA,A VENDA DOS DISCOS ESTAVA INDO DE MAL A PIOR.SERÁ??????NA ÉPOCA,TITANOMAQUIA VENDEU 150 MIL CÓPIAS.ELES ACHAVAM POUCO…SE OS RATOS DE PORÃO VENDESSEM 150 MIL CÓPIAS,PARA CADA DISCO QUE LANÇASSEM,JÁ TAVA DE BOM TAMANHO.SOMA SE ISSO,AO FATO DOS CARAS SEREM "AMIGOS RIVAIS"DOS PARALAMAS DO SUCESSO,QUE VENDIAM MUITO MAIS DISCOS QUE OS TITÃS,E ESSE FATO INCOMODAVA OS TITÃS.ISSO TAMBÉM ESTÁ BEM EXPLÍCITO NA BIOGRAFIA.QUANDO OS TITÃS SE REUNIRAM NO COMEÇO DE 95,NA CASA DE PAULO MIKLOS,PARA COMEÇAR A FEITURA DO PRÓXIMO ÁLBUM(DOMINGO),ELES DECIDIRAM,QUE ERA MUITO MELHOR,VOLTAREM A FAZER UM SOM POP,E PORTANTO GANHAREM$$$$$$$$$MAIS DINHEIRO,DO QUE FAZER UM SOM "PODRÃO",E VENDER POUCO(NA CONCEPÇÃO DELES ,É CLARO).ELES TAMBÉM ASSINARAM CONTRATO COM SEU ANTIGO EMPRESÁRIO,O MALA MANOEL POLADIAN,UM SUJEITINHO ARROGANTE,PREPOTENTE,QUE NÃO ENTENDE ABSOLUTAMENTE NADA DE ROCK.PARA ELE SÓ IMPORTA UMA COISA NO ARTISTA EM QUE ESTÁ EMPRESARIANDO:LUCRO,LUCRO,$$$$$$$$.OU SEJA QUANTIDADE,E NÃO QUALIDADE.NOVAMENTE OS PARALAMAS.EXPLICANDO:A MTV,EM 1996,TINHA CONVIDADO OS TITÃS,A FAZEREM UM DISCO ACÚSTICO.NAQUELA,ÉPOCA,A MTV JÁ TINHA FEITO DESSE FORMATO,A SUA MINA DE OURO!!SÓ QUE…EM OUTUBRO DE 96,PAULO MIKLOS,CHARLES GAVIN E TONY BELLOTO FORAM A UM SHOW DOS PARALAMAS NA EXTINTA CASA DE SHOWS PAULISTANA OLYMPIA,O MESMO LUGAR ONDE GRAVARAM PARA A MTV,O SHOW DE LANÇAMENTO DO TITANOMAQUIA.HERBERT VIANNA ANUNCIA AO PÚBLICO,QUE DENTRO DE ALGUNS MESES OS PARALAMAS IRIAM GRAVAR UM ÁLBUM ACÚSTICO.OS TRÊS FICARAM MUITO PUTOS DA CARA COM ISSO,POIS LHE TINHAM PASSADO A PERNA.DEPOIS DISSO,MARCELO FROMMER,SE REUNIU COM OS OUTROS TITÃS,BRIGARAM FEIO NA GRAVADORA.O QUE FEZ COM QUE CONSEGUISSEM GRAVAR O ACÚSTICO,QUE JÁ ESTAVAM ENSAIANDO A VÁRIOS MESES.(ISSO AINDA EM 96).SEGUNDO A BIOGRAFIA,ELES NÃO GRAVARAM O ACÚSTICO ANTES,POIS NÃO TINHAM BOTADO MUITA FÉ NO PROJETO.PRECISOU O AMIGO RIVAL HERBERT VIANNA,TER FEITO TAL DECLARAÇÃO AO VIVO,PARA METEREM AS CARAS.ISSO PARA MIM SE CHAMA INVEJA.É INTERESSANTE NOTAR,NAS APRESENTAÇÕES AO VIVO DOS TITÃS EM 96(ALGUMAS DELAS NO YOUTUBE),NOS MESES EM QUE ESTAVAM ENSAIANDO PARA O ACÚSTICO.A BANDA JÁ NÃO ERA MAIS A MESMA COISA.TODA AQUELA FÚRIA DE OUTRORA TINHA IDO EMBORA.SÉRGIO BRITTO,NÃO CANTAVA MAIS COM AQUELE VOCAL"GUTURAL" DA TURNÊ DE TITANOMAQUIA.AS MÚSICAS,ERAM TOCADAS DE UM JEITO,BEM MAIS TRANQUILO.ENFIM,TINHAM SE VENDIDO DE VEZ.SORTE DELES,AZAR DE NÓS OS FÃS!!!VALEU,MAIS UMA VEZ!!

    Responder
  34. Anônimo

    O PIOR DE TUDO,É QUE NAQUELE ANO,O BRASIL ESTAVA NUM BAIXO ASTRAL MUSICAL DE DAR DÓ.NÃO QUE HOJE ESTEJA UMA MARAVILHA.EM 1997,MAX CAVALERA TINHA DEIXADO SEPULTURA,PARA SEMPRE,E PRA PIORAR,TITÃS GRAVAM DISCO ACÚSTICO.E MAIS PIOR AINDA,A FEBRE DO AXÉ MUSIC E DA MÚSIC ADOR DE CORNO.ECA

    Responder
  35. diogobizotto

    Amigo, obrigado pelos comentários… em especial eu, que era muito jovem e ainda não vivia a música intensamente na época, agradeço pelas informações acrescentadas… essa da declaração dos Paralamas a respeito do plano de gravar um disco acústico é nova pra mim… abraço!

    Responder
  36. Anônimo

    UM TEMPO DEPOIS DO ACÚSTICO,OS TITÃS PARTICIPARAM DE UM SHOW DO GRUPO DE PAGODE(QUE NOJO!!!)KATINGUELÊ.ESTÁ NA CARA QUE ISSO ERA PICARETAGEM E DAS GRANDES!!LÓGICO!!NAQUELA ÉPOCA,O PAGODE "DOR DE CORNO"ESTAVA EM ALTA,E VENDIA MAIS QUE ÁGUA.(POIS É BRASILEIRO,NÃO QUERENDO GENERALIZAR,TEM MAL GOSTO MUSICAL MESMO,NÃO TEM JEITO)JUNTO COM O KATINGUELÊ,OS TITÃS TOCARAM "NEM CINCO MINUTOS GUARDADOS",COMPOSIÇÃO DO MESMO SÉRGIO BRITTO,QUE CANTAVA PODREIRAS COMO "AGONIZANDO" E FAZER O QUÊ?A IMPRENSA CLASSIFICOU ESSE EPISÓDIO,COMO OPORTUNISMO,E QUE OS TITÃS ESTAVAM QUERENDO TIRAR PROVEITO DO SUCESSO DOS GRUPOS DE PAGODE.TÃO RIDÍCULO QUANTO ESSE EPISÓDIO VEXAMOSO,FOI PAULO MIKLOS TER FEITO UMA PARTICIPAÇÃO NO SHOW DOS "BREGANOJOS"DO CHITÃOZINHO E XORORÓ,SÓ QUE O CONVITE PARTIU DELES DOIS.NESSA ÉPOCA,AS MÚSICAS DOS TITÃS TOCAVAM ATÉ EM RÁDIOS AM!PRA DIZER ADEUS,ERA A MAIS PEDIDA DAS RÁDIOS AM.DESCULPE ESSE MEU RADICALISMO BIZOTTO,MAS FOI MUITO TRISTE VER UMA BANDA QUE GRAVOU DISCOS MEMORÁVEIS,TER SE VENDIDO DO JEITO QUE SE VENDEU.FOI UMA MUDANÇA BRUTAL,DOS TITÃS,DESBOCADOS E AGRESSIVOS,DO TITANOMAQUIA,AOS TITÃS COMPORTADINHOS,E ASSEADINHOS DO ACÚSTICO.IA ME ESQUECENDO,UM POUCO DEPOIS DO ACÚSTICO,ELES PARTICIPARAM,DO ESPECIAL DE FIM DE ANO,DO INSUPORTÁVEL,ROBERTO CARLOS,CANTANDO PRA DIZER ADEUS,E É PRECISO SABER VIVER.SERÁ QUE O REI,RELIGIOSO FANÁTICO DO JEITO QUE É,TERIA CANTADO JUNTO COM UMA BANDA QUE POSSUIA UMA MÚSICA EM SEU REPERTÓRIO CHAMADA "IGREJA",QUE CRITICA A IGREJA CATÓLICA,SE ALGUÉM O TIVESSE AVISADO???

    Responder
  37. Anônimo

    HOJE EM DIA ELES ESTÃO MAIS VELHOS ,NUNCA MAIS VÃO CONSEGUIR RECUPERAR SEU SOM CLÁSSICO.SE TIVESSEM VOLTADO AS ORIGENS,LOGO DEPOIS DO ACÚSTICO,PODERIA ATÉ SER.MAS HOJE EM DIA,NÃO MAIS.UM TRISTE FIM PARA UMA EX GRANDE BANDA.

    Responder
  38. Anônimo

    BIZOTTO,TITANOMAQUIA,ERA PARA SE CHAMAR "A VOLTA DOS MORTOS VIVOS",PURA PROVOCAÇÃO AS CRITICAS NEGATIVAS DE "TUDO AO MESMO TEMPO AGORA",MAS COMO ESBARROU NOS DIREITOS AUTORAIS DO FILME HOMÔNIMO,MUDARAM DE IDÉIA.ENTÃO FERNANDO ZARIF,CRIADOR DA CAPA SUGERIU TITANOMAQUIA.UMA CURIOSIDADE BIZOTTO E MICAEL:BRANCO MELLO É IRMÃO POR PARTE DE MÃE DO RAPPER PRIMO PRETO DO GRUPO "RACIONAIS".POBRE BRANCO…

    Responder
  39. Anônimo

    VOLTANDO A FALAR SOBRE ANDRÉ FORASTIERI,NO ANO PASSADO,QUANDO O "MESTRE"RONNIE JAMES DIO NOS DEIXOU,ESSE IMBECIL DO FORASTIERI,ESCREVEU UMA FOLHA INTEIRA,ESCULACHANDO E DESFAZENDO DO MESTRE.POR QUE ELE NÃO FALA MAL DESSAS BANDINHAS "ALTERNATIVAS"DE SÃO PAULO QUE SÃO UM LIXO?EXEMPLO:CANSEI DE SER SEXY,E HATS?É COMO DIZEM,MUITOS CRÍTICOS MUSICAIS,NÃO PASSAM DE MÚSICOS FRUSTRADOS,FORASTIERI É UM BOM EXEMPLO DISSO.

    Responder
  40. Anônimo

    Esse Forastieri,merecia uma boa surra!!Para ele apremder a respeitar as grandes bandas.Ele e seus colegas da folha de são paulo,são todos imbecis.Como podem eles falarem mal de bandas como judas priest,ronnie james dio.O jornalismo musical,precisaria de mais jornalistas como vocês,aqui do Consultoria do Rock,que valorizam,as "verdadeiras "bandas de rock.VALEU!!!

    Responder
  41. Anônimo

    Uma sugestão para discos injustiçados:MORBID VISIONS,do Sepultura,o melhor álbum dos caras junto com o EP Bestial Devastation,e nem a própria banda reconhece isso.Todo mundo só fala do Sepultura do beneath the remains até o lixo,do Roots(o pior disco já gravado por uma banda).Morbid Visions,pode ser considerado,um pioneiro do Death Old school.Foi lançado um ano antes de Scream Bloody Gore,do Death

    Responder
  42. Anônimo

    Sabe qual tipo de platéia povoa os shows da banda hoje em dia??Patricinhas,emos,boyzinhos e aqueles tipos,que costumam dizer que tem o gosto eclético,que gostam de tudo,ou seja só bunda mole

    Responder
  43. Anônimo

    Os Titãs,erraram,em mudar seu som,no "Domingo",eles deveriam ter continuado a fazer esse tipo de som.Mas o dinheiro,como sempre,falou mais alto, e se venderam,para sempre!!!

    Responder
  44. Jorge

    pra mim junto com o seu antecessor tudo ao mesmo tempo agora , são os melhores albuns dos titas , pelo menos na parte instrumental , com mais peso , destaco sera que é isso q necessito , estados alterados da mente , agonizando , fazer o que ? e a verdadeira mary poppins , tenho a versâo em vinil e cd e tb o show que eles deram no holiwood rock 94 , da tour deste album, com participaçâo do sepultura em policia . killer!!!!

    Responder
  45. Anônimo

    Caro Bizotto,você ouviu,a nova música dos titãs,chamada "Morto vivo"???É simplesmente ridícula,patética!!A impressão que eu tenho,é que os Titãs,só tocam o que estiver na onda do momento!!Essa música,é um forro universitário ridículo.Essa banda já deveria ter acabado faz tempo….

    Responder
  46. Anônimo

    Se eu fosse,o Branco Mello,e tivesse,um irmão como Primo preto,eu já tinha,me matado,faz tempo.De desgosto,da minha mãe.Mãezona não????(pobre Branco Mello)

    Responder
  47. Anônimo

    Primo Preto,é irmão,por parte de mãe do Branco Mello.Malditos niggers,malditos rappers

    Responder
  48. Anônimo

    Pois é Mairon,meu caro!!!É a maldita,miscigenação racial!!A mãe do Branco Mello,no mínimo,devia,ser umaa hippongaa,que tinha aquelas idéiaas,cretinas,daqueles comunas,desgraçados,que acham,que somos todos iguais…Todos iguaais nada!!!Posso até estar sendo,nazi,nos comentários,mas é o que eu acho!!Eu morreria,de desgossto,de ter um irmão negrinho

    Responder
  49. Anônimo

    O Sérgio Britto,é filho,do político Almino Affonso,outro político corrupto!!!Que família,esses caras tem!!!

    Responder
  50. Anônimo

    Esse álbum do Kleiderman,seria perfeito,para os "Discos,que parece que só eu gosto",não???
    Outra coisa,por onde será,que anda Roberta Parisi???????????

    Responder
  51. Anônimo

    O Nando Reis,é conhecido,por suas músicas,bregas,cafonas,e piegas.Mas existe,um outro lado,do Nando,que poucos conhecem.No álbum,Tudo ao mesmo tempo agora,de 1991,ele e Marcelo Frommer,compuseram,"Isso para mim é perfume" ,uma das músicas,mais escatológicas,já feita no rock nacional.Eles compuseram,essa música,enquanto,Nando,esperava,sua então namorada,Marisa Monte,no aeroporto.Essa música ,causou,polêmica,na época,mas os Titãs,diziam,que era uma declaração de amor.
    Aqui vai o link,da música:

    http://www.youtube.com/watch?v=wqe8dqJQi78

    Responder
  52. Anônimo

    Vou passar,um link,do making of,do álbum "Tudo ao mesmo tempo agora".É bacana,ver os Titãs,ensaiando,discutindo,e gravando,as músicas.Esse disco,foi gravado,em uma casa,no bairro Granja Viana,em Cotia(SP)

    Responder
  53. Anônimo

    Que bela declaração de amor,há há há….No fim do vídeo,Nando,fala:"Amor,eu quero,me casar com você….."Imagina,o cara,chegar,pra Marisa Monte(namorada de Nando Reis:"Bem,essa música,foi feita,em sua homenagem"….rs rs rs rs

    Responder
  54. Anônimo

    Além dessa,podemos citar,Flat-Cemitério-Apartamento(título de música genial),Saia de mim,e Clitóris,como as músicas,mais escatológicas,dos Titãs.

    Responder
  55. Anônimo

    Além de Dissertação do Papa sobre o crime seguido de orgia,Estados Alterados da mente,também lembra,muito,Celtic Frost,com a levada,da música,um pouco parecida,com Return To Eve.Será que estou equivocado,ou seria,uma influência,desconhecida,dos Titãs??

    Responder
  56. Anônimo

    O riff de introdução,de Estados Alterados da Mente,se parece,com o trecho,de return to eve,em que a namorada,de Tom Warrior,canta"Take my soul…."Me desculpem,se eu estiver errado,acho,que não tem nada a ver

    Responder
  57. diogobizotto

    Porra, fui dar um confere… e não é que o riff é extremamente parecido mesmo? Alguém (ou vários) na banda andava ouvindo Celtic Frost VALENDO na época na qual "Titanomaquia" foi gravado.

    Responder
  58. Anônimo

    Nem sempre se pode ser Deus,é um punk rock,no melhor estilo dos Ramones

    Responder
  59. Anônimo

    Esse disco dos Titãs,merecia uma reedição,de luxo,com fotos raras,de shows,curiosidades da gravação.Outra coisa,sobre este disco,é o fato,de Belloto,e Frommer,terem criados,tantoss riffs,de guitarra,inesquecíveis.O melhor,riff,do álbum,certamente,é de "Agonizando",de Sérgio Britto.Essa música,quem ouvee pela primeira vez,nem diz que é dos Titãs.A bateria,no melhor estilo Thrash,é surpreendente.Isso,que Charles Gavin,até,então,nunca tinha tocado,esse tipo de som

    Responder
  60. Anônimo

    O produtor,Jack Endino,era detalhista.Com uma chave,de fenda em punho,ele trocava,as válvulas,dos amplificadores,de Tony Belloto,e Marcelo Frommer,para obter o timbre de guitarra,que fosse de acordo para cada música.Assim como,a pele,do bumbo,de Gavin.Esse disco,até hoje é um avanço,em produção

    Responder
  61. Anônimo

    No álbum,"Televisão",de 85,a música "Massacre",possui um riff,muito,similar,a "I'm not your stepping stone,dos Sex Pistols.O riff da música,"Armas pra lutar",do álbum "Jesus não tem dentes no país dos banguelas",de 87,é um plágio da música,da banda punk,californiana, X,da música Your phone's off the hook,but you're not.Confiram…

    Responder
  62. Anônimo

    A música,"Violência",também,de 87,tem uma citação,do texto Dissertação do papa sobre o crime seguido de orgia,no final da música,narrado,por Branco Mello.Essa música,só entraria,na versão,em cd,dois anos depois.Durante a gravação,dessa música,o baterista,Charles Gavin,queria,preencher,a música,com várias viradas,de bateria.Ele,queria,ser tão bom,quanto seu amigo rival,João Barone,dos Paralamas do Sucesso.Charles,ficava,horas,e mais horas,tentando,encaixar,viradas,complexas,na música,o que acbou,aborrecendo,o produtor,Liminha(ex baixista dos Mutantes).Tem até,um trecho,do documntário meia boca,dos Titãs,que mostra esse episódio.Branco Mello,tinha uma câmera,que filmava,tudo,desde viagens,bastidores de shows,etc.O produtor,Liminha,andava,paranóico,por causa,do minimalismo,que a new wave,e o punk,troxeram,que ele falava pra Charles:"Isso tá parecendo,coisa do Yes,você,tem que tocar,de um jeito mais simples…"E qual o problema,se o Charles,era um baterista,habilidoso,e queria incremetar a música??Vou passar,o link do vídeo

    http://www.youtube.com/watch?v=DfWEr9gFC80

    Responder
  63. Anônimo

    O Liminha,era um hipócrita!!Pra quem já tocou,nos Mutantes,justamente,na época,mais progressiva da banda!!O Liminha,pode ter sido,bom,na época,do Cabeça Dinossauro,quando,a banda,ainda,não tinha,encontrado,seu som,na época,dos dois primeiros discos,e precisavam,de um bom produtor.Mas ele,na verdade,era um pasteurizador,de bandas.Ele,em vez,de fazer,os Titãs,terem um som,com guitarras,sujas,distorcidas,e graves,ele,deixava,o som,polidoe com as vozes,mais altas,que as guitarras.Só o Jack Endino,mesmo,para,ter feito,os Titãs,soarem realmete,pesado.

    Responder
  64. Anônimo

    A versão,da música "Massacre",no álbum,ao vivo,de 88,Go Back,é bem diferente,da versão,oficial

    Responder
  65. Anônimo

    E foi,durante,a produção,desse disco,que Miranda,coneceu,os Titãs.Ele trabalhava,na revista bizz,de descobridor,de bandas novas,e recebeu,a missão,do André Forastieri,de cobrir,as gravações,do novo,álbum dos Titãs."Mas porquê eu,que sou o pior jornalista,dessa revista??",perguntou,Miranda.'Porquê,você foi o único,que não tem o filme,queimado com os Titãs,aqui na Bizz,todo mundo,já falou mal deles.Lá se foi Miranda,então,para o estúio Art Mix,na Vila Mariana,encontrar os Titãs.Não sem antes,encher,sua mochila,cheia,de fitas,demo de bandas novas,que conecia,através,de festivais,de música,independente.Miranda,como er de se esperar,não foi recebido,com tapinhas nas costas.Bastou,entrar,no estúdio,para ouvir"Aquele ali é ocara da Bizz"…Aos poucos,com sua simpatia,e carisma,ele conseguiu,entrevistar,os Titãs.Ele mostrou nesse dia,uma demo,de uma banda,que futuramente,faria muito sucesso:"Raimundos".Todos,dos Titãs,adoraram,as músicas dos Raimundos.Alguns mese depois,em setembro,de 93,os Raimundos,estariam,abrindo shows,dos Titãs,nessa época mágica,e inesquecível

    Responder
  66. Anônimo

    Outra música,que o riff,também,é um plágio,é o da música,"Uns iguais aos outros",do álbum"Domingo",de 95.Esse riff,se parece,com "Unsung",do Helmet.Do mesmo,disco,temos também,"Eu não aguento",cujo,riff,lembra,o de "The Wizard",do Black Sabbath

    Responder
  67. Anônimo

    Ainda sobre o "Domingo",Andreas Kisser,e Igor Cavalera,participam,da música,"Brasileiro",cantada por Branco Mello.Eu acho,essa música,muito,melhor,que qualquer música,do álbum "Roots",do Sepultura.

    Responder
  68. Anônimo

    O Nando reis,não possuia nenhuma afinidade,com esse tipo,de sonoridade,agressiva.Tanto,que durante,os ensaios,para,esse disco,Nando,trouxe,"Meu aniversário",uma múisca,composta,em homenagem,a sua mãe,que tinha morrido,de cancêr,em 1989.Nando,insistiu,para,que essa canção,entrasse no disco.Mas na hora,de definir,as múicas,que entrariam,no álbum,"Meu Aniversário",ficou de fora.O baixista,só encontrou,apoio,de Tony Belloto,e Charles Gavin.Os outros Titãs,acharam,que essa música,não tinha,nada a ver com o conceito do álbum.Mas mesmo,assim,eles,gravaram,a demo dessa música.Vou passar o link

    http://www.youtube.com/watch?v=3lOrGPp_7jQ

    Responder
  69. Anônimo

    O Nando Reis,só não saiu da banda,nessa época,pois ainda,não tinha se lançado,em carreira solo,e portanto os Titãs,pagavam,seu sustento

    Responder
  70. Anônimo

    O riff de A verdadeira Mary Poppins,parece,inspirado,em Skeletons of society,do Slayer.É um pouco diferente,mas eu acho que tem a ver.Talvez,por causa,das palhetadas

    Responder
  71. Anônimo

    Se esse disco,tivesse sido,lançado,agora,daria,aquela,chacoalhada,no cenário brasileiro.As novas bandas,que surgem,são tudo,armação de gravadora,bandas pop,fabricadas.Tomara,que surgisse,uma banda,inspirada,nos Titãs,dessa fase,e lançasse um álbum,tão podrão quanto

    Responder
  72. Anônimo

    Falando do Kleiderman,o riff,da música "Testosterona",se parece,com "Small hours",do Holocaust

    Responder
  73. Anônimo

    O Branco Mello,e o Sérgio Brito,deveriaam ter mandado,os Titãs,a m…,e decidissem,ficar,definitivamente,ssó no Kleiderman.Porquê,depois do Titanomaquia,os caras só lançaram lixo.Até que o "Domingo",tem algumas canções que se salvam,mas é muito fraco,se comparado,com Titanomaquia

    Responder
  74. Anônimo

    O Sérgio Britto,poderia cantar,em uma banda cover do Pantera,tamanha,a semelhança,da sua voz,com Phil Anselmo,nesse período.

    Responder
  75. Anônimo

    O curioso,é que nesse show,que eu postei o link,o Branco Mello,esta usando uma camiseta do Pantera!!!!

    Responder
  76. Anônimo

    No álbum,"Televisão",de 85,a música "Massacre",possui um riff,muito,similar,a "I'm not your stepping stone,dos Sex Pistols.O riff da música,"Armas pra lutar",do álbum "Jesus não tem dentes no país dos banguelas",de 87,é um plágio da música,da banda punk,californiana, X,da música Your phone's off the hook,but you're not.Confiram…

    Responder
  77. Anônimo

    A música "Desordem",do Jesus não tem dentes no país dos banguelas",possui um riff,muuiiiiito parecido,com She sells sanctuary,do The cult!!Não acham???

    Responder
  78. Anônimo

    Porra Bizotto,você acha,que Taxidermia,e Dissertação do Papa Sobre o crime Seguido de Orgia,são inferiores,as demais faixas??Essas músicas são ótimas,principalmente,o texto musicado,do Sade!!!Uma música realmente fraca desse álbum,é Hereditário,cantada por aquele hippie chato,do Nando Reis

    Responder
  79. Anônimo

    E outra,Hereditário,é uma música que poderia ter ficado de fora do álbum,que não faria falta nenhuma.O Nando Reis,não se identificava,com esse tipo de som agressivo,e só não saiu da banda na época,pois ainda não tinha se lançado,em carreira solo,e não tinha outro jeito de aanhaar dinheiro,e também porquê tinha certeza absoluta,que essa era só umaa fase sonora passageira.E tinha razão,no álbum seguinte,os Titãs vieram com um som,tão pop,como faziam,aantes de Cabeça Dinossauro,na época de Televisão(1985).A partir daí,se tornaram marionetes,nas mãos do empresário,e dos diretores inescrupulosos das gravadoras.Sorte deles,azar de nós,os fãs.Banda de Bunda Mole.Será que as esposas deles,são tão chaatas,ao ponto de interferir,no seu gosto musical???

    Responder
  80. Anônimo

    Eu acho que os Titãs,sempre se identificaram,mais com pop,e principalmente MPB.Afinaal,quando a banda foi formada,os Titãs,nem tocavam Rock.A influênciaa dos caras,era Noel Rosa,Caetano Veloso,Gil,esse tipo de som….Na época do primeiro disco,eles eram chaamados de bregas.E não gostavam disso.Depois de Televisão,e da prisão de Belloto,e Arnaldo Antunes,os Titãs,talvez,por essa amarga experiência,de verem seu amigo Arnaldo Antunes,ter ficado,um mês preso,resolveram,que deveriam mostrar seu inconformismo,em relaçãao,a esse episódio.Ou talvez,por quererem pegar onda,no movimento Punk brasileiro,que na época estava em evidência.Branco Mello,junto com o produtor,Peninha,produziram,Pânico em Sp,disco de estréia,dos Inocentes.Depoiss,no disco seguinte,Jesus não tem dentes no país dos banguleas,pegaram onda,na então chamada,World music.Batidas eletrônicas,músicas funkeadas.Será que os Titãs,só tocam aquilo,que está naa moda,ou eles estão sendo espontâneos??Talento???Picaretice??Tirem suas próprias conclusões

    Responder
  81. diogobizotto

    Epa!!! "Dissertação…" é do caralho, isso se não for a melhor música do disco. Inclusive, estou cada vez mais convencido de que o Celtic Frost foi sim uma influência direta na composição dessa música, ao menos por parte de Branco Mello. Impossível não pensar em algo como "Procreation of the Wicked". "Taxidermia" também é ótima.

    Responder
  82. Anônimo

    E Estados Alterados da Mente,também,tem uma levada,que lembra Celtic Frost também.O riff dessa música,é uma obra prima.Esse disco dos Titãs,é talvez,o disco mais injustiçado,já lançado aqui no Brasil.Tudo por culpa,dos jornalistas bundengos,que não entendem nada de rock pesado,que o esculhambaram!Valeu Bizotto!!

    Responder
  83. Anônimo

    No Kleiderman(projeto solo de Sérgio Britto e Branco Mello),a música "Testosterona",tem um riff,parecido,com o de Small hours,do Holocaust

    Responder
  84. Anônimo

    Hoje em dia,uma banda,jamais conseguiria lançar,por uma Major,comoos Titãs fizeram,quando estavam na WEA,um álbum sujo,e agressivo como esse

    Responder
  85. Anônimo

    Bizotto,imagina você,que dois meses atrás,eu fui no site do Sérgio Britto,e na sessão,de e-mails,de fãs,lhe perguntei,se os Titãs,gostavam,da banda suíça Celtic Frost.O engraçado de tudo,é que ele respondeu,dizendo,qe nenhum dos Titãs,gostava do Celtic Frost!!Há há há,conta outra Britto!!Devia ser a banda de cabeceira,pelo menos do Branco,e do britto,que realmente gostavam de som pesado!!Os Titãs,não são mais os mesmos!!Porquê essa banda não acaba logo!!

    Responder
  86. Anônimo

    Se não foram inspiradas em Celtic Frost,então Estados Alterados Da Mente,e principalmente Dissertaçãao do Papa…,foram inspiradas,nos riffs soturnos do mestre Tony Iommi,que ironicamente,é o ídolo-mor,do Tom Warrior!!

    Responder
  87. Anônimo

    Sérgio Britto,negar que os Titãs,não gostavm de Celtic Frost,na época de Titanomaquia,é o mesmo,que os Raimundos,dizerem,que nunca gostaram de Ramones!!O que acha disso Bizotto??

    Responder
  88. diogobizotto

    Mesmo que Branco e Sérgio declarassem algo afirmando que sua real inspiração é Tony Iommi, é inbegável que essa influência passou por Tom Warrior. Chega a ser escancarado. Boa a comparação com Raimundos e Ramones.

    Responder
  89. Anônimo

    Eu acho,que o grande pproblema dos Titãs,é que eles nao gostam de falar sobre suas influências.Ou talvez,seja pelo fato,dos Titãs não curtirem mais esse tipo de som.Você pode ver,Sérgio Britto,não é mais o mesmo.Seus discos solos,depois do Kleiderman,em nada lembram o bom e velho Britto.Eles parecem que gostam de MPB.Tanto Britto,quanto Branco.Eu vejo,no You tube,apresentações recentes dos Titãs,e fico deprimido,de ver o quanto os caras estão enferrujados.Eles erraram e muito,em terem mudado o som da banda,no acústico.Massss o $$$$$$$$$$$$ falou mais alto

    Responder
  90. Anônimo

    Maicon,você acha que "Dissertação.." e "Taxidermia",são inferiores,as demais faixas??Essas duas últimas,são ótimas.Os riffs,de guitarra,delas,são ótimos exemplos,de riffs sombrios,e agressivos

    Responder
  91. Anônimo

    A "Hereditário",sim,é uma música fraca,e sinceramente,deveria ter sido,excluída,do disco.Eu fico imaginado,se nessa época,os Titãs,fossem bundões,como eles são hoje,e tivessem acitado,gravar,uma música,que o Nando Reis,compôs,em homenagem,a sua mãe,que tinha morrido,4 anos antes,chamada" Meu Aniversário",que é horrível.Eles gravaram,essa música na demo do Titanomaquia,mas na hora de definir,as músicas,que entrariam no álbum,graças,a Deus,essa música ficou de fora.Nando Reis,depois gravou esse lixo,em seu primeiro disco solo,o "12 de Janeiro".Nem pecisa dizer,que os Titãs,só aceitaram,gravar essa música,depois de muuuuuuuuuuuuuita,insistência,certo???UFA,ficou de fora

    Responder
  92. Anônimo

    Para mim,os grandes cmpositores dos Titãs,são Branco Mello,e Sérgio Britto.Eles doiss,eram os que mais tinham afinidade,com esse tipo de som.O Sérgio Britto,90%,das músicas,desse disco,tem seu dedo

    Responder
  93. Anônimo

    Eu já comentei isso aqui,mas outro dia,enviei,um e-mail,para o blog,do Sérgio Britto,e perguntei,a elequal o seu álbum favorito,do SLAYER.E ele disse,que é o Seasons in the Abyss.O interessante,é que "A Verdadeira Mary Poppins",lembra,vagamente(talvez,eu esteja enganado),o riff,de Skeletons Of Society!Tirem suas próprias conclusões

    Responder
  94. Anônimo

    A impressão que se tem, é que quando os Titãs usavam drogas, eles conseguiam ficar doidões e assim comporem músicas podronas e muito loucas. Existem artistas, que quando estão afundados nas drogas, a carreira afunda, as composições são medíocres e a performance ao vivo idem. No caso dos Titãs nessa época, era justamente ao contrário. Era combustível e testosterona a´pino. Somado é claro, também o ódio e o repúdio, pelos jornalistas, que esculhambavam seus discos. Eles já deveriam ter parado faz tempo. Os Titãs hoje em dia, não são nada mais , do que uma paródia deles mesmos.

    Responder
  95. Lennox

    Melhor álbum dos Titãs. Curiosamente o único álbum deles que não soa datado. Eu curtia muito o "Cabeça Dinossauro" e "Ô Blesq Blom", porém hoje eles soam muito datados.

    Responder
  96. Roberta

    Eu gosto de todos os álbuns dos Titãs, todos eles têm o seu valor (que pra mim) é imensurável, tem uns que eu ouço mais que outros, ok. Porém, isso não compromete em nada, porque todos eles são tão diferentes uns dos outros, só alguns compartilham semelhanças. Titanomaquia é parecido com Cabeça Dinossauro, Jesus Não Tem Dentes no País dos Banguelas e Tudo Ao Mesmo Tempo Agora e todos esses que eu citei são completamente diferentes de todos os outros que eles gravaram. E é isso que eu adoro nos Titãs.

    Responder
  97. Anônimo

    Acho que a maioria aqui tá se equivocando. O Titãs continua fazendo o que sempre fez, discos de pop rock de boa qualidade (Exceção do Sacos Plásticos que relmente é o pior)erram em umas faixas, acertam em outras, tudo dentro do que sempre fez. Por exemplo, o Como Estão Vocês? contém boas faixas como Ser Estranho, Vou Duvidar, KGB, Eu Não Sou Um Bom Lugar.agora se vc for formar opinião apenas com as músicas que tocam na rádio e são trilha de novela aí fica difícil. No primeiro disco há faixas românticas como Insensível, Pra Dizer Adeus,Toda Cor que poderiam compor sem dúvida alguma o repertório do Como Estão Vocês, A Melhor Banda…ou Domingo(esse último um disco que adoro!!)O Titanomaquia é o meu terceiro preferido deles e não é o som usual da banda. Foi uma experimentação(ótima) mas não é a regra do que a banda tocou em toda a sua tragetória.

    Responder
  98. WillermanX

    Acho que a maioria aqui tá se equivocando. O Titãs continua fazendo o que sempre fez, discos de pop rock de boa qualidade (Exceção do Sacos Plásticos que relmente é o pior)erram em umas faixas, acertam em outras, tudo dentro do que sempre fez. Por exemplo, o Como Estão Vocês? contém boas faixas como Ser Estranho, Vou Duvidar, KGB, Eu Não Sou Um Bom Lugar.agora se vc for formar opinião apenas com as músicas que tocam na rádio e são trilha de novela aí fica difícil. No primeiro disco e no Televisão há faixas românticas como Insensível, Pra Dizer Adeus,Toda Cor,Sonho Com Você que poderiam compor sem dúvida alguma o repertório do Como Estão Vocês, A Melhor Banda…ou Domingo(esse último um disco que adoro!!)O Titanomaquia é o meu terceiro preferido deles e não é o som usual da banda. Foi uma experimentação(ótima) mas não é a regra do que a banda tocou em toda a sua tragetória.

    Responder
  99. Anônimo

    Para mim este e o Jesus não tem dentes… são os melhores álbuns dos Titãs… Achei que poderia ter feito uma análise mais detalhada das letras, pois tem uma letra neste disco (A verdadeira Mary Poppins) que tenho certeza que retrata a vida de um travesti!!! Já analisou por este lado?? Um grande disco, inovador para nosso rock e muito bem produzido! Digno! Tenho a fita K7 original!!!

    Responder

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.