Mötley Crüe se prepara para relançar cinco de seus álbuns icônicos pela BMG

Uma das mais emblemáticas bandas de rock de sua geração, o Mötley Crüe tem passado por uma revitalização de sua popularidade nos últimos anos com um novo público descobrindo o grupo através do filme original da Netflix The Dirt – Confissões do Mötley Crüe (2019). Para apresentar o material histórico dos artistas para os novos fãs, cinco de seus álbuns icônicos ganharão novas edições físicas para o mercado brasileiro via BMG a partir de setembro. Ouça Mötley CrüeToo Fast For Love (1981), Shout At The Devil (1983), Theatre of Pain (1985), Girls, Girls, Girls (1987) e Dr. Feelgood (1989), os primeiros discos do Mötley Crüe, ganham reedição física e todo o catálogo digital está sobre o controle da BMG.. “É incrível estarmos colaborando com nossos novos parceiros da BMG. Eles tem um extenso histórico de sucesso com o rock e sentimos que é a casa perfeita para para preservar e para ajudar a crescer nosso legado, com o foco de permanecermos no topo!”, conta a banda.

Ícone do glam metal direto da California, o quarteto é formado por Vince Neil (voz), Mick Mars (guitarras), Nikki Sixx (baixo) e Tommy Lee (bateria) e se tornou um dos maiores nomes da música com suas performances explosivas. O Mötley Crüe tem mais de 100 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, três indicações ao Grammy, um livro nos mais vendidos do New York Times e sua própria estrela na calçada da fama de Hollywood. Este livro, lançado em 2001, se tornou a cinebiografia sensação da Netflix trazendo Machine Gun Kelly como Tommy, Douglas Booth (Orgulho e Preconceito e Zumbis) como Nikki Sixx, Iwan Rheon (Game of Thrones) como Mick e Daniel Webber (Justiceiro) como Vince Neil.

Com funcionamento em São Paulo desde 2016, a BMG evoluiu de um escritório de gerenciamento de um repertório existente para uma busca estratégica de nomes de destaque. Seu catálogo é um dos mais imponentes para a história do rock com nomes de diversos estilos, como At The Drive-In, Black Sabbath, Duran Duran, The Get Up Kids, The Kinks, Mötley Crue, Motörhead, Placebo, Santana, Spiritbox, Slash, Uriah Heep, Smith/Kotzen, Thunder, Mick Fleetwood, Garbage, DIO e Helloween.

Siga Mötley Crüe


ZZ Top lança explosivo álbum ao vivo RAW

A lendária ZZ Top lança seu novo álbum ao vivo. RAW é o registro que reúne a trilha sonora do documentário That Little Ol’ Band From Texas (2019) e é o primeiro lançamento da banda desde o falecimento de Dusty Hill. Com 12 faixas que passam por diversas fases das mais de 5 décadas de história do trio, este é um lançamento da Shelter Records/BMG. Com clima de jam session que marca o blues rock dos artistas, RAW foi gravado ao vivo no Gruene Hall, uma das casas mais icônicas e tradicionais do Texas, sua terra natal. A performance intimista e intensa da formação clássica de Billy Gibbons, Frank Beard e o saudoso Hill mostra a química de muitos anos fazendo música juntos.

“Foi, de certo modo, um retorno às raízes. Éramos nós e a música, sem multidão de fãs, sem arquibancadas, sem engarrafamentos ou equipamentos de turnê. Só a gente. Sabíamos desde aquele momento que seria algo especial e com certeza foi”, dizem Gibbons e Beard. “RAW” está disponível em todas as plataformas de streaming. Ouça RAW


Supergrupo americano Sons of Apollo inicia turnê no Brasil com show em Curitiba e confirma convidado especial

O termo supergrupo funciona perfeitamente para descrever o Sons of Apollo. A banda americana conta com músicos gabaritados do universo do Rock e Metal, e retorna em agosto ao Brasil com a turnê de divulgação do aclamado álbum MMXX. A primeira data que farão no país acontece em Curitiba no dia 09 de agosto, no palco da Ópera de Arame. Os ingressos estão à venda online pela plataforma Bilheto (com possibilidade de parcelamento em até 12x) e nos pontos físicos de venda, por valores a partir de R$ 130. Durante o mês de julho, é possível também adquirir um par de ingressos por valores promocionais.

O show em Curitiba, assim como as demais datas do Sons of Apollo no Brasil, contarão com um convidado mais que especial. Devido ao fato do baixista Billy Sheehan não poder viajar para esta turnê, o grupo terá no palco um dos mais renomados baixistas de metal no mundo, o brasileiro Felipe Andreoli, que toca no Angra, uma das mais importantes bandas do metal brasileiro de todos os tempos. O experiente músico declarou sua empolgação com o convite: “Para mim é uma honra gigantesca substituir o Billy nesses shows. Ele é um dos meus grandes heróis do contrabaixo e da história, aprendi muito vendo ele tocar”, afirma.

Supergrupo

O Sons of Apollo foi criado por dois ex-integrantes da seminal banda de metal progressivo Dream Theater: o baterista Mike Portnoy e o tecladista Derek Sherinian, que se uniram a talentosos artistas como o baixista Billy Sheehan (Mr. Big, The Winery Dogs, David Lee Roth), o guitarrista Ron “Bumblefoot” Thal (ex-Guns N ‘Roses) e o vocalista Jeff Scott Soto (ex-Journey, ex-Yngwie Malmsteen). Desde o começo das atividades, a banda apresentou pelo mundo shows repletos de energia e brilhantismo técnico, que agora o Brasil terá a oportunidade de rever. Apesar de ter tocado no Brasil há alguns anos, esta será a primeira visita do Sons of Apollo a Curitiba.

A história do Sons of Apollo começou nos primeiros meses de 2017. Rumores começaram a circular sobre um novo projeto secreto de Mike Portnoy e Derek Sherinian, que se concretizaram em agosto. O álbum de estreia, Psychotic Symphony, produzido pela dupla, ganhou grande destaque entre fãs e imprensa. Seguindo o sucesso do debut, o quinteto lança em 2019 o registro ao vivo Live with the Plovdiv Psychotic Symphony em CD triplo, repleto de clássicos do Rock, músicas do álbum de estreia e algumas músicas do Dream Theater. O segundo disco de estúdio, MMXX, chegou no começo de 2020, e agora finalmente o conjunto colocará o pé na estrada pra divulgá-lo. Os fãs podem esperar alta qualidade técnica e músicas marcantes nos shows que farão pelo Brasil.

Outras atrações

A abertura fica por conta da Lufeh, formada por músicos experientes, que transita pelo rock progressivo com inclinações para o jazz rock e metal melódico. Sediada na Califórnia (Estados Unidos), é formada predominantemente por músicos brasileiros, e o primeiro álbum saiu em 2020, chamado Luggage Falling Down. O outro número de abertura é a promissora banda de metal progressivo Opus V, que lançou recentemente o aclamado single “Universe of Thuths”, e entra na programação da noite no lugar do grupo Noturnall.

SERVIÇO
Sons of Apollo em Curitiba
Abertura: Lufeh, Opus V

Data: 9 de agosto 2022 (Terça-feira)
Local: Ópera de Arame (Rua João Gava, 920 – Abranches)
Classificação etária: 16 anos – acompanhado de responsável legal
Horários: 18h30 (portões), 21h10 (Sons of Apollo)

Ingressos

PLATÉIA

3º lote

Inteira R$ 260

Solidário R$ 135*

Meia R$ 130**

CAMAROTE

2º lote

Inteira R$ 380

Solidário R$ 195*

Meia R$ 190**

PREMIUM – primeiras duas filas em frente ao palco

Lote único

Inteira R$ 640

Solidário R$ 325*

Meia R$ 320**

* Solidário — limitados e válidos somente com a entrega de 1kg de alimento não perecível na entrada do show.

** Meia-entrada — para estudantes são válidas somente as seguintes carteiras de identificação estudantil: ANPG, UNE, UBE’s, DCE’s e demais especificadas na LEI FEDERAL Nº 12.933. Não será aceita NENHUMA outra forma de identificação que não as oficializadas na lei.

*** Todos os setores são por ordem de chegada

Pontos de venda

Online (com taxa de conveniência em até 12x no cartão)

PONTOS DE VENDA SEM TAXA:

LETS ROCK

(Dinheiro, Débito e Crédito à vista)

(Galeria Pinheiro) Praça Tiradentes, 106 Ljs 03 E 04 – Centro – Curitiba/PR

De Seg. A Sex. das 09h às 19h / Sáb. das 09h às 15h

PONTOS DE VENDA COM TAXA:

ESPAÇO CARMELA

(Dinheiro, Débito e Crédito à vista)

Rua Dr. Claudino dos Santos, 72 – São Francisco – Curitiba/PR

Domingo à quinta das 07h às 23h / Sextas e sábados das 17h às 02h

HAND MADE

(Dinheiro, Débito e Crédito à vista)

Rua Desembargador Westphalen, 1186 Rebouças – Curitiba/PR

Seg. A Sex. das 10h às 19h / Sáb. das 09h às 13h

Resumo

O que: Sons of Apollo

Quando: Terça, 9 de agosto – 21h

Onde: Ópera de Arame – João Gava, 920

Quanto: de R$130 à R$640

Informações


A história das guerras através das letras do Sabaton em novo livro

Formada em 1999, na cidade de Falun, a banda sueca Sabaton tem se destacado no cenário internacional por meio de músicas com temática histórica e militar. Com letras que abordam diversas guerras e conflitos militares ao longo dos séculos, o grupo vem arrastando milhares de fãs ao redor do mundo às suas enérgicas apresentações ao vivo. O Sabaton possui uma relação especial com o Brasil. O álbum Heroes (2014) conta com “Smoking Snakes”, música em homenagem a três soldados da Força Expedicionária Brasileira (FEB) que lutaram bravamente durante a Segunda Guerra Mundial, com direito a refrão cantado em português. Ciente do potencial educativo dessas músicas, a editora Estética Torta apresenta ao público SABATON: HISTÓRIAS DE GUERRA – uma análise minuciosa de cada uma das músicas do Sabaton, dividindo e catalogando cada uma dessas obras musicais em relação às guerras e acontecimentos históricos que narram.

A obra desbrava acontecimentos e personagens históricos do universo bélico em partes específicas: Cada capítulo tem um tema específico, unidos as canções que abordam estes assuntos: Primeira Guerra Mundial, Segunda Guerra Mundial, A Ascensão e Queda do Império Sueco, Guerras Modernas, Guerras do Passado e Personalidades de Guerra. A organização permite que o leitor assimile o livro de uma maneira diferenciada e assertiva. Escrito pelo jornalista musical Gustavo Maiato, o livro é uma verdadeira enciclopédia de popularização histórica, que não apenas elucidará dezenas de detalhes nas músicas do Sabaton, que podem passar despercebidos aos ouvintes brasileiros, mas também servirá de instrução histórica para milhares de fãs de heavy metal.

Com aproximadamente 300 páginas, escritas com rigor histórico e paixão de um fã, SABATON: HISTÓRIAS DE GUERRA chega em outubro em dois formatos: uma versão de luxo, limitada a 199 unidades, com capa dura e pintura trilateral em cores camufladas, e uma versão econômica de capa simples. Ambas as opções podem ser adquiridas em pré-venda no site da editora, com desconto de 20% através do cupom SABATON20, disponível em quantidade limitada. Portanto, garanta agora mesmo sua cópia aqui.


Grinding Reaction: banda anuncia data de lançamento do single “Falemos O Que Não Quer Ser Ouvido”

Iniciando uma nova fase, agora como um trio, a Grinding Reaction anunciou recentemente estar preparando um novo single, intitulado “Falemos O Que Não Quer Ser Ouvido”, gerando uma grande expectativa em seus fãs. Pois, agora, essa expectativa tem uma data para ter fim: 19 de agosto. Nesse dia, “Falemos O Que Não Quer Ser Ouvido” vai estar sendo disponibilizada digitalmente nas principais plataformas de streaming. Segundo a banda, os fãs podem esperar uma música pesada, veloz, com forte foco nos riffs e uma letra forte, que pode ser conferida abaixo.

Falemos O Que Não Quer Ser Ouvido

Povo pobre passa fome

Trabalho pouco resolve

No hospital o doente morre

Na rua o sangue escorre

Políticos roubam contentes

Com um comércio indecente

A quem a Lei atende?

Poder! Pra pouca gente

Silêncio covarde será combatido

Verdade jogada na cara do inimigo

Refrão

Falemos o que não quer ser ouvido!

Revolta oprimidos!

Racismo no Brasil existe

Mulher consciente resiste

A arte nunca vai corromper

Gênero não define carácter

Na Igreja, Cristo, virou um demente

Assassino, cruel e intransigente

Perdoando, quem não se arrepende

O pastor lucra e mente

Silêncio covarde será combatido

Verdade jogada na cara do inimigo

Refrão

Falemos o que não quer ser ouvido!

Revolta oprimidos!

Enquanto “Falemos O Que Não Quer Ser Ouvido não é lançada, você pode ouvir o último lançamento da banda, o álbum O Caos Será a Tua Herança, a partir do link. Para saber das novidades da Grinding Reaction, acompanhe a banda em suas redes sociais.

Grinding Reaction: Ricardo: vocal e guitarra; Renato: baixo; Weslley: bateria

Mais informações:

Facebook

YouTube

Roadie Metal Press


ANGUERE: Banda divulga Teaser Oficial de seu mais novo vídeo “A CASA CAIU”

O ANGUERE está realmente trabalhando com toda força e nesse segundo semestre de 2022 já vem com novidades! No último dia 29, eles disponibilizaram em seu canal do Youtube o Teaser Oficial do seu mais novo vido clip “ A CASA CAIU”! O Teaser mostra cortes da trama cheios de elementos que deixam seus fãs com grande expectativa sobre no vídeo oficial da banda! O vídeo completo tem previsão para lançamento no dia 22 de agosto de 2022! A produção conta com BRUNO NICOLETTI e as gravações foram feitas no ambiente do estúdio GRAMA RECORDS, grande parceria que a banda vem mantendo! O ANGUERE conta também com a colaboração da Assessoria LBN que vem trabalhando para assessorar profissionalmente a banda!

Agora vamos ao que interessa? Veja o ANGUERE Brazilian Metal Hardcore em ação! ANGUERE – “A Casa Caiu“(Teaser Official)

Mais Informações:

Site

FaceBook

BandCamp

Instagram

Twitter


Kool Metal Fest retorna em agosto com doses de thrash, crossever, black e hardcore

Tem mais um Kool Metal Fest ainda em 2022 e será mais uma edição na Arena CCJ. No dia 27 de agosto, o espaço na Vila Cachoeirinha, na capital paulista, traz seis bandas nacionais que representam diversos gêneros da música pesada: Mystifier, DFC, Eskröta, Cemitério, Escombro e Santa Muerte*. O evento acontecerá das 14h às 22h e a entrada é gratuita, mediante entrega – mas não obrigatória – de 1 quilo de alimento não perecível na portaria do CCJ, no dia. A censura é livre. A realização é do CCJ junto à Cospe Fogo Gravações, com suporte da 255 Recs e Agência Sobcontrole.

O novo KMF, além de shows, terá exposição do artista Giotefeli Ant Arte, além de outros expositores, discotecagem entre outras atividades no CCJ. Atualizações e novidades serão publicadas constantemente em instagram.com/koolmetalfest. Mystifier é um dos pioneiros do black metal brasileiro, vindo diretamente da Bahia. Com mais de 30 anos de dedicação ao metal negro, o Mystifier vem ao KMF mostrar o poder que arregimentou um verdadeiro culto em torno da banda ao redor do mundo inteiro.

DFC: os pais da ‘mulecada 666’ estão de volta ao KMF. A banda é unanimidade quando se fala de crossover no Brasil, não por acaso, quem conhece o DFC sabe que detém verdadeiros hinos que embalam os circle pits há quase três décadas. Cemitério: o que começou como um projeto solo de estúdio criado por Hugo Golon (Side Effectz, Whipstriker, Flagelador, Comando Nuclear, Toxic Holocaust entre outros), se tornou uma banda sólida, sempre lembrada quando o assunto é death metal.

Eskröta: após o sucesso de público e crítica em nossas edições anteriores, o Eskröta está em mais um KMF com a potência do thrash metal unido à contestação do punk. Afinal, thrash metal não é só para o seu namorado. Escombro: pela primeira vez no KMF, o quarteto paulistano Escombro mistura de maneira fluída o peso do hardcore metalizado a estética urbana do rap. Com letras em português, o Escombro traz frescor e originalidade a uma sonoridade sedimentada e consagrada nos anos 90 e 2000. Santa Muerte: formado em 2012, o Santa Muerte faz um crossover no melhor estilo anos 80, adicionando aquele tempero existente apenas no Brasil. Exalando carisma e energia, a banda vem ao KMF para o deleite dos adictos pelo mosh.

Mais informações sobre o CCJ


Morre Sergio Murillo Vocalista da banda Old Lamp

Morreu na madrugada do dia 01/08 o guitarrista/vocalista da banda cearense Old Lamp. Sergio, além de músico também era ator, capoeirista, arte-educador e professor de inglês, faleceu aos 47 anos e deixa uma filha de 15 anos. Segundo a família, ele sofria de síndrome do pânico e na madrugada do de segunda teve uma crise, a família tentou socorrer e acalmar ele, mas ele caiu no chão sofrendo uma parada cardíaca. O velório e o enterro ocorreram no dia 02/08.

Sérgio que nasceu no dia Mundial do Rock, era um soldado da música autoral e deixa um legado de diversas canções compostas, gravadas, lançadas ou por lançar. Esta foi a última música de trabalho da Old Lamp.


Abrahones Crônicas de Simulacro

Crônicas do Simulacro é o quinto álbum de estúdio de Abrahones e uma coleção de canções compostas e gravadas em diversos momentos entre 2019 e 2021, que refletem diversos estados de espírito e humor que se sucedem nessa montanha russa de sentimentos. Rock, folk, grunge, punk e até reggae e rap entram na mistura. A presença maciça do ambiente digital/virtual, um simulacro da vida, e como nos relacionamos com ele e dentro dele, é o tema central.

“Do Lado Errado dos Sonhos” abre o disco com um riff nervoso, diversos climas, inspirada em uma história, contada a uma criança, de milicianos que jogam pessoas e animais aos jacarés. Real? Bizarro demais?! A influência da pandemia e de acontecimentos políticos se faz clara através de uma leva de canções pesadas lírica e musicalmente, como o primeiro single “Parabéns aos Envolvidos”, e “Me Odeia se Puder”, por exemplo. Sentimentos pessoais de opressão, relacionamentos em crise e incredulidade se manifestam nos rocks “Tão Fora Daqui”, “Será que Vai Chover?” e “Quando Minhas Crianças Crescerem”, todos misturando a estética sonora de rock clássico e folk com grunge dos anos 90. Do lado mais leve, temos a surf music de “Filho do Mar”, o reggae rock psicodélico em “Flores de Manhã” e o rap em “Legião da Rua”.

Gravado nos estúdios Ozimbrum, HiEight e na própria casa de Abrahones, o disco nos leva em uma viagem musical e resgata a experiência de ouvir um álbum em que um conceito se apresenta e nos guia por uma história contada pela conversa entre as canções. Confira nas principais plataformas digitais e em formato físico! Ouça na sua plataforma preferida.

Abrahones: Meu ar é a música

Vocalista, guitarrista e compositor niteroiense, Abrahones começou a tocar violão aos 13 anos de idade. Sua paixão pela música teve início ainda na infância, quando assistiu ao show do beatle Paul McCartney no Maracanã e encontrou na icônica banda inglesa uma de suas principais referências. Formado em medicina, profissão que exerce paralelamente aos talentos musicais, Abrahones é um cronista do cotidiano e faz de suas canções um processo terapêutico, um diário de experiências pessoais e de sua relação com o mundo.

Através de suas incessantes composições em português e inglês, o artista mostra uma sonoridade visceral calcada no rock clássico dos anos 1960 e 1970, somada ao alternativo grunge dos anos 1990. Sua versatilidade mistura ainda outros estilos como reggae, folk e surf music. Com quatro álbuns lançados de forma independente (O Astronauta, de 2014, Abrahones, de 2016, Desquadrato, de 2017 e Running Wild, de 2019) e três EP’s (Outro Lugar e Death to Robots, de 2020 e The Night de 2021), todos produzidos em parceria com o amigo e músico Bronze, o médico-compositor faz de seu processo artístico uma fonte inesgotável de criatividade e prazer. “Musicalmente, o rock é a minha forma preferida, na qual expresso amor, raiva, ternura, inconformismo, gratidão e tudo que fervilha em mim. Mas, não consigo me restringir a um estilo, pois não acredito que ninguém é ou deva ser uma coisa só, como um produto em uma prateleira. Tem dias que dá vontade de gritar, em outros de sussurrar… daí vem o folk, reggae, blues, baião. Meu ar é a música”, descreve o artista.

Desde 2016, Abrahones carrega junto ao seu nome a banda Os Incuráveis, ao lado de Yuri Siqueira na bateria, Edvaldo Santos no baixo e Luis Felipe Sá na guitarra, companheiros de palco que traduzem ao vivo o seu som temperado por influências de Neil Young, Pearl Jam, Tom Petty, The Beatles, Wilco, Ben Harper, Rolling Stones, Raul Seixas, Barão Vermelho, Bob Dylan, Jack Johnson, Rita Lee… Sua discografia está disponível em formato físico e nas principais plataformas digitais. Algumas canções ganharam ainda videoclipes que podem ser assistidos no youtube.

Contatos e redes sociais
Facebook
Instagram
Youtube

Site oficial


Banda Conte! conclui lançamentos do álbum A Venda com single “(A)Sentimental”

A banda cearense Conte! planejou o álbum A Venda como uma descoberta para o público, com cada faixa sendo lançada separadamente ao longo de um ano e meio. Com “(A)Sentimental”, a Conte! completa o disco, que conta com oito faixas de um rock alternativo que alterna entre o pop e o pesado, tanto nas melodias quanto nas letras. Ouça “A Venda“.

A Venda é o álbum de estreia da Conte!, banda que vem ganhando cada vez mais destaque em Fortaleza. Nos últimos dois anos, a banda participou do festival reconhecido nacionalmente Ponto.CE e deu entrevista na Rede Globo local sobre a principal temática de suas letras, a saúde mental. A Conte! transita entre o rock alternativo, post-grunge e até metal alternativo, a fim de sempre experimentar novos limites. No entanto, a grande missão está além de fazer apenas o bom e velho rock n’ roll, pois eles usam as suas letras como inspiração na luta contra a depressão. Em seus próximos lançamentos, a Conte! reforça esse posicionamento.”Estamos dispostos a alcançar o ouvinte com a nossa mensagem. O principal objetivo é fazer as pessoas refletirem sobre o mundo e seu papel como pessoa”, explica Paulo Aguiar, baterista.

A Conte! foi formada em 2019 por Chris Almeida (vocal), Matheus Campos (backing vocal e guitarra), Artenio Trajano (guitarra), Anselmo “Fishman” (contrabaixo), Paulo Aguiar (bateria) e conta com a produtora Jeisa Falcão nos bastidores, considerada pelos rapazes como uma integrante da banda. Cada vez mais, a relação entre o artista e seu público se estreita e, assim, fica evidente a influência da música em questões como autoestima e saúde mental. Por isso, a Conte! decidiu abraçar essa missão e criar um movimento de apoio para pessoas com depressão através de suas composições. Através do movimento #contesuahistória, eles almejam também inspirar pessoas a abraçarem esta causa. Seu primeiro álbum, A Venda, está disponível nas plataformas digitais pelo selo Na Beira do Palco.

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.