Já disponível Walking The Hemispheres, novo álbum de estúdio do Sunroad

Não restam dúvidas ao ser afirmar que a banda goiana Sunroad é um dos nomes mais relevantes da cena Hard Rock/AOR de toda a América do Sul. Afinal, são mais de 20 anos de carreira, oito discos lançados, shows por várias regiões do Brasil e outros países da América do Sul, alguns, inclusive, ao lado de grandes nomes do rock mundial de todos os tempos como Joe Lynn Turner, Doogie White, Petra, Stryper, L.A. Guns, Whitecross, Narnia, etc. Banda estradeira, o Sunroad estava dando sequência a turnê de divulgação de seu sétimo disco, Heatstrokes, indicado ao Prêmio Dynamite de Música Independente como um dos “Melhores Álbuns de Rock de 2019”, quando precisou cancelar várias datas por conta da pandemia do novo coronavírus, inclusive uma turnê que faria por várias regiões do Brasil ao lado do ex-vocalista do Yngwie Malmsteen, Mark Boals.

De forma a manter-se ativa durante o período da pandemia, a banda decidiu voltar aos estúdios e iniciar o processo criativo daquele que é agora o seu novo e oitavo disco de estúdio: Walking The Hemispheres. Reunindo 10 faixas inéditas e o cover para “Try Me” do UFO, Walking The Hemispheres é o primeiro álbum do Sunroad com seu novo vocalista, o francês Steph Honde. O multi-instrumentista é conhecido pelo seu projeto de hard rock Hollywood Monsters que reúne músicos lendários como Don Airey e Vinny Appice. Além de cantar no novo disco do Sunroad, Honde também assina as faixas como coautor. “O processo criativo de Walking The Hemispheres foi todo feito a distância. Eu gravava algumas demos, basicamente com guitarras, teclado e bateria, algumas vezes incluindo alguns vocais, e mandava para o Fred no Brasil. Ele me retornava bem rápido com as letras e melodias”, comentou o músico francês.

Já de acordo com o baterista Fred Mika, Walking The Hemispheres é um álbum ainda mais musicalmente sofisticado que seu antecessor, com uma sonoridade esteticamente voltada ao AOR. “No Sunroad sempre exploramos e aprimoramos novos horizontes dentro do melodic hard rock com um pé no AOR e até no heavy metal mais tradicional e trabalhado. Esse disco traz mais camadas de vozes, mais links melódicos de guitarras, mais grooves e até inclusão inédita de órgão Hammond B3 e várias camadas de strings em algumas faixas, o que deve fazer alguns ouvintes lembrarem de bandas como Deep Purple.” As gravações de Walking The Hemispheres foram realizadas simultaneamente no SH Studio em Manosque, França, e no Brasil nos estúdios Musik em Goiânia, sob produção de Fred Mika e Netto Mello. A versão física em CD foi lançada no Brasil pela Musik Records e já está disponível nas principais lojas do país ou diretamente pela gravadora no telefone (62) 3278-3624 ou email.

Ouça Walking The Hemispheres nas plataformas digitais:
Spotify

Deezer

iTunes

Youtube

Mais Informações:
Facebook

Instagram

Soundcloud


Aline Happ lança versão de canção do filme Um Amor para Recordar

Uma das canções-tema do filme Um Amor para Recordar (2002), “Only Hope”, ganha novos ares em uma releitura rock sinfônica da cantora Aline Happ. A música é um dos lançamentos que antecipam o disco de estreia em carreira solo da artista, conhecida por seu trabalho à frente do Lyria, banda de metal sinfônico conhecida mundialmente. A versão está disponível no canal de Aline Happ. Originalmente lançada pelo grupo Switchfoot, em 1999, a música alcançou sucesso ao figurar na trilha sonora do filme Um Amor Para Recordar, baseado no livro homônimo de Nicholas Sparks. Na versão audiovisual, a cantora e atriz Mandy Moore faz uma versão cover da canção, em uma das cenas mais marcantes do filme, quando os personagens principais se apaixonam.

Conhecida mundialmente por seu trabalho como líder, vocalista e compositora do Lyria, Aline Happ é hoje uma das vozes mais famosas do metal brasileiro. Em seu projeto solo, a artista promove releituras Gothic/Folk/Celtic de canções do rock e do metal mundial que estão disponíveis em seu canal no YouTube. Graças ao apoio dos fãs, a cantora arrecadou mais de 200% da meta do financiamento coletivo para o seu disco solo de estreia, que será lançado ainda neste ano. Os vídeos postados no canal de Aline Happ contam com o apoio de fãs no Patreon e no Padrim. Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, Catharsis (2014) e Immersion (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras, além de transmitir shows online com venda de ingressos para o mundo todo.

Assista “Only Hope

Adquira o álbum em pré-venda

Acompanhe Aline Happ

Facebook

Instagram

YouTube

Spotify


Abbout surpreende trazendo à tona a união do rock n’ roll com o skate no seu segundo videoclipe

Eles realmente vieram para agitar! Exatamente um mês após lançar o seu primeiro videoclipe, a banda Abbout vem com tudo para mais um lançamento. Skate e rock n’ roll sempre caminharam lado a lado e o trio chamou a responsa de trazer à tona essa poderosa união! A música da vez é “Underskin” (John Strapasson). A faixa é uma bomba de energia que traz um mix intenso do rock com o funk & soul. O single aborda um tema inspirador ao defender a liberdade de expressão, uma luta constante das comunidades do rock e do skateboard. “Underskin” gira em torno do clássico “Express Yourself”. Acreditamos que a singularidade de cada pessoa seja responsável pela beleza da sociedade. O Pedro Barros, que é uma lenda do skate, falou há um tempo atrás que a intenção dele indo para as olimpíadas era trazer para a sociedade um pouco da cura que ele sente no skate. A gente compartilha dessa missão e a nossa cura vem através da música. Por isso fizemos esse vídeo.” – conta Beppe Fumagalli, guitarrista do Abbout.

Assim como em Roller Coaster, John Strapasson (vocal), Beppe Fumagalli (guitarra) e Marc Dallo (bateria) gravaram a faixa sob a direção musical de Kiko Martins e dessa vez contou com a participação de Nelson Mozart no baixo. Para a gravação do videoclipe, o Abbout realizou um show em meio a uma das principais pistas públicas de skate da cidade de Curitiba/PR, na Praça Afonso Botelho, onde os músicos fizeram uma performance enérgica em meio a galera.” A gravação desse vídeo foi insana e combina demais com o que queremos passar com “Underskin”. Ela fala sobre aquela necessidade de colocar pra fora o que você carrega dentro de si! É irado demais estar lançando ela. Essa é a nossa Underskin!” – conta o vocalista e compositor John Strapasson Confira o videoclipe recém lançado e acompanhe o Abbout em todas as redes sociais!

Instagram
Spotify


Conte! lança “Outros Pés”, terceira faixa do álbum A Venda

A banda cearense Conte! segue os lançamentos do álbum A Venda com uma versão revisitada para a faixa “Outros Pés”. Originalmente lançada em 2019, a música foi totalmente regravada para o novo álbum. Ouça “Outros Pés“. A Venda é o álbum de estreia da Conte!, banda que ganhou destaque em Fortaleza. O reconhecimento veio através de participação no festival Ponto.CE e entrevista na Rede Globo local. A banda transita entre o rock alternativo, post-grunge e até metal alternativo, a fim de sempre experimentar novos limites. No entanto, a grande missão está além de fazer apenas o bom e velho rock n’ roll, pois eles usam as suas letras como inspiração na luta contra a depressão. Em seus próximos lançamentos, a Conte! reforça esse posicionamento.” Estamos dispostos a alcançar o ouvinte com a nossa mensagem. O principal objetivo é fazer as pessoas refletirem sobre o mundo e seu papel como pessoa”, explica Paulo Aguiar, baterista.

A Conte! foi formada em 2019 por Chris Almeida (vocal), Matheus Campos (backing vocal e guitarra), Artenio Trajano (guitarra), Anselmo “Fishman” (contrabaixo), Paulo Aguiar (bateria) e conta com a produtora Jeisa Falcão nos bastidores, considerada pelos rapazes como uma integrante da banda. Cada vez mais, a relação entre o artista e seu público se estreita e, assim, fica evidente a influência da música em questões como autoestima e saúde mental. Por isso, a Conte! decidiu abraçar essa missão e criar um movimento de apoio para pessoas com depressão através de suas composições. Através do movimento #contesuahistória, eles almejam também inspirar pessoas a abraçarem esta causa. Seu primeiro álbum, A Venda, será disponibilizado nas plataformas digitais ao longo de 2021 e 2022. Todas as faixas ganharão versões acústicas em voz e violão, que serão lançadas em paralelo às faixas do álbum.


LONELINESS OBSERVATORY – CONHEÇA NOSSA MÚSICA

O LONELINESS OBSERVATORY está divulgado o seu primeiro single, “DARK HORIZON”, trazendo referencias do Doom Metal e do Gothic Metal, mais procurando desenvolver sua sonoridade com diversas referências dentro do Heavy Metal. O projeto formado pelo Guitarrista Vitor Carnelossi (TRAGEDY GARDEN) conta com a participação do já veterano Fábio Andrey (LOST IN THE STORM / EX- INSANITY /EX- THE MIST) e também da vocalista Portuguesa Flávia Americano (LOST IN THE STORM). O Vocais foram gravados na França no Estúdio do próprio vocalista e o instrumental produzido no Brasil, contando com o produtor Wesley Pereira ( Overdrive Music Studio).

CONFIRA NOSSO MATERIAL:

Drowning in Tears

Hopeless’’

SPOTIFY

Siga-nos no INSTAGRAM


Sad Theory solta lyric video do novo single “Ministrando a Pena”

O Sad Theory lançou em 27 de agosto o segundo single do novo álbum Léxico Reflexivo Umbral. “Ministrando a Pena” está nas principais plataformas digitais de streaming e ganhou um lyric video em animação, feito pelo renomado artista Angelo Arede, também vocalista da lendária banda Gangrena Gasosa. Assista ao novo lyric video. O álbum Léxico Reflexivo Umbral, com temática inspirada na famosa série do Netflix, Black Mirror, está disponível em formato digital e em edição limitada em CD, em luxuoso digipack e com pôster exclusivo. O CD pode ser adquirido pelas redes sociais da banda ou em contato direto: +55 41 9580-8181 (Jeff).

O novo álbum da banda de Curitiba tem 11 músicas inéditas, apostando em um som brutal que não abre mão da melodia e do lirismo profundo. O grupo é formado por Claudio “Guga” Rovel (vocal), Aly Fioren (guitarra), Daniel Franco (baixo) e Jeff Verdani (bateria). Além da capa minimalista, o Sad Theory apresenta, após duas décadas, um novo logotipo desenvolvido pelo artista belga Christophe Szpajdel, que trabalhou com bandas como Emperor, Old Man’s Child, Enthroned, Borknagar, Moonspell e Arcturus. O Sad Theory foi estreou no final dos anos 1990 e desde então, foram sete álbuns de estúdio e inúmeros shows pelo Brasil. Dividiram palco com nomes importantes como W.A.S.P., Vader, Krisiun, Nevermore e Blaze, entre outros.

Ouça o single “Ministrando a Pena”:
Spotify
Deezer
Amazon
Tidal

Informações:
Instagam
Youtube
Facebook


Child O’ Flames revela single de estreia da nova formação

A banda Child O’ Flames é um dos destaques da nova edição da revista impressa Fanzine Mosh, especializada em música pesada. Na publicação, o quinteto revelou o título do próximo single, o primeiro com a nova formação: “Raise the Flames”. Um videoclipe para a música será registrado nas próximas semanas.O q uinteto, que recentemente teve aparição com destaque na 17ª edição do Roadie Crew Online Festival, gravou o single “Raise the Flames” no MGC Estúdio, referência em produção musical para bandas de rock e metal, comandada pelo experiente Marcelo Gelbcke, que produziu o trabalho, e tem em seu currículo álbuns das bandas Landfall e Icon of Sin, ambas da gravadora italiana Frontiers. A mixagem e masterização foi realizada pelo mundialmente renomado produtor Adair Daufembach, que trabalhou com Tony MacAlpine, Project 46 e Hangar, além do mais recente álbum solo de Kiko Loureiro (Megadeth).

“Tínhamos que escolher alguém que fosse referência mundial, que é o Adair Daufembach, um cara extremamente humilde, uma excelente pessoa. Trabalhar com ele nos fez ter muito mais orgulho de nosso trabalho. Chegamos a um excelente resultado com o Adair”, explica o guitarrista Cesar Augusto. O novo single “Raise the Flames” marca a estreia da atual formação do grupo. “É uma música muito enérgica e para a frente. A letra transmite uma mensagem positiva de renascimento: se levantar e vencer, nunca desistir. Quero que as pessoas escutem e se identifiquem. Por mais difícil que as coisas sejam, sempre há um renascer, um novo amanhã”, disserta o vocalista Thiago Acantara. A Child O’ Flames segue em frente, com determinação inabalável: “No meio do caos que vivemos hoje, é essencial manter o foco no horizonte”, explica Cesar. “Estamos ansiosos para os próximos meses, temos muitas coisas boas pra mostrar pra galera que acompanha nosso trabalho”, complementa Thiago.

Histórico

O Child O’ Flames esteve nos grandes palcos do Brasil, tocando ao lado de monstros da música pesada mundial como Grave Digger, Exodus, Sepultura, Biohazard, Suicidal Tendencies, Tristania, Misfits, entre tantos outros. O último álbum da banda é A New Rising, de 2020, que figurou em listas de melhores lançamentos de 2020. De nova cara, a banda de Curitiba foca agora em suas novas canções. Siga as redes sociais para acompanhar as novidades e se inscreva no canal do YouTube.

Informações:
Instagram
Youtube
Facebook
Linktree


UMBRAL: unindo Thrash Metal e Hardcore, banda lança novo single “O Espetáculo Invisível”

No último mês de julho, a Umbral, banda de Araraquara/SP, lançou o seu primeiro single de 2021 – “O Espetáculo Invisível”. O processo de composição foi elaborado de acordo com as condições dos últimos dois anos, de maneira totalmente remota por troca de mensagens entre os integrantes da nova formação da banda – Victor (voz e contrabaixo), Flávio (guitarra), Gabriel (guitarra) e Lorenzo (bateria). O trabalho traz participação especial de Henrique Moraes (Damage Corporation/ Tessalônica) executando as linhas de contrabaixo elétrico. “O Espetáculo Invisível” possui uma letra que foi escrita tendo como referência o filme “Coringa” (original “Joker”, do diretor Todd Phillips, 2019). Sem a pretensão exclusiva de ser um retrato falado do longa, a letra procura expressar as várias mensagens possíveis de serem identificadas pelos espectadores de “Coringa”, estes que, por sua vez, vivem – de acordo com suas particularidades – os mesmos conflitos do protagonista.

Portanto, a ideia desta música é transmitir toda a atmosfera ambígua, paradoxal e perturbadora promovida pelo encontro dramático da representação trágica da comédia. Com isso, os riffs agressivos ao lado de trechos melódicos-melancólicos, a agressividade dos vocais e mesmo a antítese no título do single harmonizam à mensagem total da canção e do filme referenciado. O single foi gravado no Smonkey Records e conta com arte da capa de Lívia Ranzoti. A Umbral, que foi formada em 2019, mescla o Thrash Metal com o Hardcore tentando manter o maior equilíbrio possível entre os estilos, além de incluir ritmo brasileiro em suas levadas. Já lançou um EP autointitulado em 2020. Você pode conferir “O Espetáculo Invisível” no Spotify. Para acompanhar a letra, acesse o link do lyric vídeo disponível no YouTube

Siga a banda nas redes sociais:

Facebook

Instagram


Cantor inglês Gideon Foster busca equilíbrio no universo em forma de indie psicodélico em “Utopian Dystopian”

Após buscar e não encontrar respostas na espiritualidade, o inglês Gideon Foster se voltou para a música e descobriu a paz. Dialogando com o lo-fi, o psicodélico e o rock alternativo, o artista busca poesia entre o amor e o caos no single “Utopian Dystopian”. Aos 52 anos, o músico lança suas primeiras composições em uma série de canções inéditas. A faixa se une a esse crescente catálogo e está disponível em todas as plataformas de música digital. Ouça “Utopian Dystopian”. Com formação musical erudita, Gideon sempre levou a arte como parte de sua expressão. Porém, este seu lado ficou em segundo plano por muito tempo. Após passar por traumas, ele buscou respostas em algo que o elevasse ao transcendental e foi a música que o direcionou neste caminho.

“Um dia peguei meu violão de novo e de repente todas essas melodias começaram a fluir. Eu acho que a música realmente foi minha cura. Acho que o meu lado espiritual se uniu com minha parte artística e disse que você pode fazer canções sobre isso”, conta ele. Composta quase duas décadas atrás, “Utopian Dystopian” foi redescoberta com novo olhar e novos significados na atual fase da vida de Gideon Foster. Realizada com o jovem produtor Si e arte de capa do brasileiro Bruno Taki, a faixa chega a todas as plataformas de streaming de música.

Crédito: Lucy Cartwright

Siga Gideon no Instagram


Com charme e deboche, Amanda Gabana lança o videoclipe de “Nós

Depois de “Presa na Rede” e “Espelho”, Amanda Gabana lança seu novo single: “Nós”. A música navega pelas sonoridades plurais que compõem o universo de influências da artista e teve produção de Dazluz. “Nós” explora possibilidades dentro do pop rock: a tensão no início da música se desenvolve e transforma a cada novo verso, numa crescente de elementos sonoros que acompanham as palavras arranhadas de Amanda. No videoclipe dirigido por Elizabeth Thiel, luz e sombra revelam as facetas plurais, íntimas e subjetivas da artista geminiana. O vídeo teve iluminação de Dazluz, e figurinos, cenografia e assistência de produção de Clarice Nilles (Casa Surdina).

ASSITA AO VIDEOCLIPE AQUI

STREAMING (SPOTIFY, DEEZER, ETC…)

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.