Pretenders lança vídeo com clima de quadrinhos para “Didn’t Want To Be This Lonely”, seu novo single

Com estética inspirada na pop arte, clima de quadrinhos e sonoridade sessentista, a lendária banda The Pretenders continua a apresentar novidades do que será seu primeiro trabalho em quatro anos e o 11º de toda a sua discografia. “Didn’t Want To Be This Lonely” é uma divertida faixa sobe um fim de um relacionamento e está disponível em todas as plataformas de streaming de música via BMG Brasil, além de ganhar um clipe. Ouça “Didn’t Want To Be This Lonely”. Veja o clipe.

Inspirada no rockabilly e com uma performance de destaque da vocalista Chrissie Hynde, a música tem como uma de suas forças o guitarrista James Walbourne. Falando sobre colaborar com Walbourne pela primeira vez, Chrissie conta: “Eu queria escrever com ele desde o primeiro dia. James é especialmente procurado e já gravou com Jerry Lee Lewis, Dave Gahan e The Rails, para citar apenas alguns. Nós sempre planejamos compor enquanto estávamos na estrada, mas como qualquer pessoa em uma banda lhe dirá, estar em turnê é o sonho realizado de um procrastinador”, revela. Já o clipe foi feito inteiramente durante a quarentena. O vídeo foi produzido e dirigido pela própria banda em parceria com o colaborador de longa data John Minton, que também já fez vídeos para Noel Gallagher, Portishead e Savages anteriormente, além de ter feito o clipe da faixa-título, “Turf Accountant Daddy” e “The Buzz”, também presentes no próximo disco do Pretenders.

Assista ao clipe “Hate for Sale”.

Assista ao clipe “The Buzz”.

Veja o clipe “Turf Accountant Daddy”.

Membros do Hall da Fama do Rock n’ Roll e com mais de quatro décadas de estrada, The Pretenders está pronta para revelar Hate For Sale aos fãs em julho. Produzido pelo premiado Stephen Street (The Smiths, Blur, The Cranberries e responsável por clássicos do Pretenders), este será também o primeiro álbum com a formação ao vivo do grupo. Previsto pro dia 17 de julho, Hate For Sale já está disponível em pré-venda. O single “Didn’t Want To Be This Lonely”, além das já reveladas “The Buzz”, “You Can’t Hurt a Fool”, “Turf Accountant Daddy”, e a faixa-título, estão em todos os serviços de música digital.


Oitão mostra grito de indignação e revolta em ‘Proteste’

Indignação é um sentimento que, há décadas, une os brasileiros quando o assunto é desacertos e mazelas na política nacional, ou melhor, politicagem, enquanto a ação transgressora do real sentido de governar e conduzir a nação. Como um grito de revolta, o Oitão, que hoje é Henrique Fogaça (vocalista), Marcus D’Angelo (bateria), Caio D’Angelo (baixo) e Ciero (guitarra) lança o single ‘Proteste’. Assim como em ‘Instinto Sujo’, carrega a potência e fúria da banda numa música urgente e pontual. Ouça aqui. ‘Proteste’, que ressalta ainda mais a amálgama do metal com o punk, ganha dinâmica na versão lyric-video, já disponível no canal do Youtube da Canil Records. Confira aqui.

Como destaca Fogaça, ‘Proteste’ é um retrato de uma realidade que se arrasta pelo Brasil no que diz respeito à incompetência e avareza na política. “A música traz à tona uma indignação de anos, cada vez mais voraz”. É, também, um chamamento para que a situação mude e por meio de todos os brasileiros juntos. “Vamos questionar juntos, juntos somos mais fortes, independente se você é do rock ou de qualquer outra tribo. ‘Proteste’ é para todas as pessoas indignadas que se identificam com essa revolta”, completa o vocalista. Junto ao single, o Oitão lança o projeto “Proteste por um Mundo Melhor”. A ação vai ajudar pessoas em situação de rua e em vulnerabilidade social por meio de arrecadações de alimentos, cobertores, roupas e produtos de higiene pessoal no restaurante Jamile, na capital de São Paulo. Tudo que for arrecado será entregue a eles no mesmo dia da ação Marmita do Bem.

Para Fogaça, o idealizador do projeto, a ideia surgiu após a criação da letra da música ‘Proteste’. “A banda tem como objetivo expressar a liberdade de expressão, nosso cotidiano, sermos livres de qualquer tipo de preconceito, discriminação, miséria, desigualdade, preconceito, exclusão social, saúde precária etc”. Saiba mais sobre as campanhas: Marmita do Bem;  Cobertor do Bem.


Vocalista do Lyria, Aline Happ, lança canal no YouTube

A quarentena obrigou os artistas de todo o mundo a se reinventar e buscar novas formas de divulgar o seu trabalho. Para Aline Happ, vocalista da banda de metal sinfônico Lyria, foi o incentivo para iniciar um projeto que adiava há bastante tempo: ter o seu próprio canal no YouTube. A iniciativa visa aproximar-se com os fãs, e mostrar um lado desconhecido da cantora de metal, que pretende falar sobre música, receitas, exercícios e tutoriais de maquiagem. Os vídeos serão lançados semanalmente. “Minha missão sempre foi tentar ajudar as pessoas. E a gente faz isso por meio do Lyria, com as músicas. Mas também queria trazer outros tipos de ajuda e achei que seria melhor criar um canal para isso. Nesse canal vou falar sobre bem-estar, sobre comida, sobre exercícios, maquiagens, fazer versões de músicas dentro e fora do metal. A ideia é aproximar a relação entre mim e os fãs, e a gente ter uma troca. Nessa época sem show, achei que foi o momento certo para iniciar este projeto”, conta Aline Happ.

Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, Catharsis (2014) e Immersion (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras. Na estreia do canal de Aline Happ, a cantora apresenta uma versão acústica da canção “Stricken”, do Disturbed, em companhia do guitarrista do Lyria, Rod Wolf. “É uma das minhas bandas favoritas e é uma música que realmente mexe comigo. Quis fazer uma versão dela, que já estava nos meus planos há muito tempo, e consegui trazer um conceito mais introspectivo, porque a música original é mais agressiva. Transformei ela do meu jeito.”, explica Aline Happ. Assista a versão de “Stricken”.


QUILOMBO: Banda é destaque em live do canal Cultura em Peso, assista!

Os paulistas do QUILOMBO ganharam um positivo destaque no canal Cultura em Peso no último dia 29/05, onde – em live – o baterista e vocalista Panda Reis conversou com Rafaela Rayanne. Neste bate papo, o músico falou, dentre outros assuntos, sobre o atual momento da banda com o EP Itankale, seu conceito lírico-musical, sua vida dentro da política, projetos paralelos e muito mais, assista. Ouça Itankale na íntegra pelo YouTube. Adquira-o por apenas R$ 10,00 (+ frete) entrando em contato diretamente com o QUILOMBO pelo e-mail ou no Facebook.

Sites relacionados:
Facebook
Twitter
Sangue Frio Produções


HÉIA: Novo single, “The Dark Infinity” será lançado nessa sexta-feira (05), saiba mais!

Visando promover o vindouro álbum, intitulado Magnum Opus, os goianos da HÉIA se preparam para lançar o primeiro single extraído do mesmo. Trata-se de “The Dark Infinity”, que ingressará as principais plataformas de streaming e download do mundo nesta sexta feira (05/06/2020), e apresentará um pouco mais do que estará por vir. Para receber esta faixa em primeira mão, acesse seu serviço mais utilizado e siga a HÉIA:

Spotify
Deezer
iTunes
Claro música
Héia
Tidal
Napster
YouTube Music
Yandex Music

Em outras notícias, a HÉIA ganhou um destaque internacional na quinta edição do programa argentino “Morbid Tales”, onde “The Dark Infinity” foi divulgado com exclusividade, assista.

Sites relacionados:
Facebook
Youtube
Sangue Frio Produções


PANDEMMY: ‘Stay Home Festival’ acontecerá nesta sexta-feira

Os pernambucanos do PANDEMMY divulgaram ontem seu atual álbum, Subversive Need, em evento online. O ‘Stay Home Festival’, organizado pelo programa Metal com Batata, foi ao ar pelo YouTube e contou também com bandas como Beltane, Drowned, Hellish War, Deathgeist e muito mais. Link do evento no Facebook para mais informações. O ‘Stay Home Festival’ teve transmissão simultânea na Rádio Baixada Santista.

Encontre o atual álbum da banda na íntegra nas principais plataformas de streaming:

Spotify
Deezer
iTunes
Amazon Music
Bandcamp

Sites relacionados:
Facebook
Blogspot
Sangue Frio Produções


HellgardeN lança novo “Lyric Video” para “Possessed by Noise”

A banda de Thrash/Groove Metal de Botucatu/SP, HellgardeN, uma das grandes promessas na emergente safra de revelações do metal nacional, recentemente lançou seu excelente e muitíssimo bem aceito álbum de estreia, Making Noise, Living Fast, via gravadora americana Brutal Records, e para coroar essa ótima e prolífica fase disponibilizou para os fãs seu mais novo lyric video para a emblemática faixa que fecha o trabalho com chave de ouro: “Possessed by Noise”. Nesse vídeo animado criado pelo designer gráfico Raoni Hoseph, foram usadas as artes de Marcelo “Draw Or Die”, amplamente divulgadas nas camisetas oficiais “Possessed by Noise” lançadas pela banda em sua loja virtual. Confira aqui o mais novo lyric video “Possessed by Noise”.

Arte: Marcelo “Draw or Die”
Criação: Raoni Joseph

Loja HellgardeN (CDs, camisetas e etc).

“Possessed by Noise” é a música que fecha nosso álbum e também é uma das que mais expressa a energia visceral do HellgardeN em cima do palco, então nada mais justo lançarmos esse lyric video usando como animação as artes da nossa camiseta oficial “Possessed by Noise”. Mosh Or Die! – Caick Gabriel (guitarra).

“Foi uma das últimas músicas que compomos para o álbum e para mim é aquela faixa “sem tempo ruim”, pois você pode escutá-la a qualquer hora que com certeza te dará um “up” no astral!” Matheus Barreiros (bateria).

“Essa música é uma conexão da banda com o ouvinte, pois na letra há frases que expressam esses sentimentos como, por exemplo, ouvidos apitando com “barulho”, sentir o “inferno”, ficar louco e etc. Poderia ser a “Rock N’ Roll All Night” do Metal, guardadas as devidas proporções. Apenas escute-a e pire insanamente!” Diego Pascuci (vocal).

“Esse som representa muito bem o que é o HellgardeN! Pura energia, potência e sangue fervendo por puro “barulho!” Guilherme Biondo (baixo).

Mesmo ainda em isolamento social devido a pandemia da #COVID19 a banda não para! Sábado, dia 30 de maio, as 15h, o HellgardeN dará início a uma série de lives com outras bandas em seu Instagram oficial (@OfficialHellgarden).

A primeira live será com os amigos da ótima banda de Thrash Metal “Profano” vinda de Piracicaba/SP, Stab, onde conversarão sobre ambas carreiras, atualidades, curiosidades, como estão se mantendo em isolamento e futuro. Saiba mais sobre a banda Stab:
Facebook
Spotify

Making Noise, Living Fast, álbum de estreia do HellgardeN, foi lançado no dia 10 de abril em formato CD, LP, K7 e digital pela gravadora norte-americana Brutal Records. Esse álbum vem recebendo excelentes críticas nos mais variados veículos de imprensa ligados ao Rock/Metal mundiais e sendo bem aclamado pelos fãs por contar com 8 poderosas e viscerais faixas que explodem melodia e energia semelhante a um vulcão em erupção! Altamente influenciados pelo peso, palhetadas pulsantes e grooves vibrantes de bandas como Pantera, Machine Head, Lamb Of God, Power Trip e etc, o HellgardeN trouxe para dentro de sua música outras influências de Stoner Metal/Sludge Metal de bandas como, por exemplo, Down, Crowbar e Texas Hippie Coalition.

A produção a cargo dos experientes Lisciel Franco (produtor), Roberto Carvalho (engenharia de gravação) e a masterização pelo americano Alan Douches (Motörhead, Sepultura e etc), unidas com a técnica, fúria e sangue nos olhos do quarteto, cravaram na história mais um marco no metal nacional! O mundo será pequeno de agora em diante!

Faixas de “Making Noise, Living Fast”:

1- Spit on Hipocrisy
2- Evolution or Destruction
3- Learned to Play Dirty
4- Fuck the Consequences
5- Brainwash
6- Making Noise, Living Fast
7- Believe in Yourself or Die
8- Possessed by Noise

Duração: 34:28
Arte de capa HellgardeN
Foto da capa: Ste de Carvalho
Estilo: Heavy Metal/Thrash Metal/Groove Metal

Confira “Learned To Play Dirty”, primeiro single e vídeo extraído de Making Noise, Living Fast.

Reveja a Live Show de lançamento de Making Noise, Living Fast.

Para adquirir Making Noise, Living Fast

Brasil
Europa
USA/Canada

HellgardeN foi formado em 2015, na cidade de Botucatu, em São Paulo, e é formado atualmente por: Diego Pascuci – Vocais; Caick Gabriel Cavallari – Guitarras; Matheus Barreiros – Bateria; Guilherme Biondo – Baixo

Mais Informações:

Facebook
Instagram
Spotify
Apple Music
Deezer
Itunes
Mais


SCARS lança oficialmente videoclipe de “Predatory”

Os gigantes thrashers do SCARS lançaram no YouTube e Facebook oficiais da banda o vídeo para a faixa que dá nome ao mais novo trabalho do grupo, “Predatory”. O vídeo, gravado dia 15 de março no Estúdio Scalla, em Osasco/SP, sob a direção de fotografia à cargo de Dani Matos e edição por Gabby Vessoni, mostra a banda executando a faixa de forma visceral e totalmente imersa no contexto lírico forte de “Predatory”, colocando o ser humano como um “super predador único” ou “predador alfa” sem pensar no quanto isso é devastador para o mundo em que vive. Já a sonoridade apresentará o poderio de fogo da obra onde a banda resgata suas principais influências baseadas no tradicional Thrash Metal da Bay Area (São Francisco/CA), com riffs marcantes e rasgados, vocais brutais, solos técnicos e intrínsecos somados a uma cozinha de muito peso.

Confira “Predatory”. “Estudos publicados revelam que o homem mata outros animais em taxas de até 14 vezes maior a outros carnívoros da natureza. Uma temática muito forte para dar essência ao espírito do nosso mais novo registro” comenta Régis F., vocalista fundador e principal letrista. Predatory, novo álbum dos paulistanos, foi gravado, produzido e mixado no estúdio Loud Factory pelas mãos do renomado produtor Wagner Meirinho e contará com 11 faixas no total, sendo os singles digitais lançados ano passado também produzido por ele, “Armageddon” e “Silent Force”, como faixas extras. Esse tão aguardado novo trabalho será lançado mundialmente via Brutal Records/Sony Music (USA/Canadá), Proper Music (Europa) e Voice Music Gravadora (Brasil) no dia 7 de agosto desse ano e nele teremos, além do peso e qualidade característicos da banda, letras com forte temática relacionada a desenfreada matança de animais e destruição de nosso mundo em todos os sentidos, mas mesmo com toda essa ligação caótica entre as faixas não se tratará de um álbum conceitual.

O tracklist de Predatory é:

Predatory
These Bloody Days
Ancient Power
Sad Darkness Of The Soul
The Unsung Requiem (Instrumental)
Ghostly Shadows
The 72 Faces Of God
Beyond The Valley Of Despair
Violent Show
Armageddon (Bônus)
Silent Force (Bônus)

Pre-order (Proper Music/Europa) de Predatory em CD Digipack.

Em breve mais links de pre-order: EUA/Canadá e Brasil

Todo o processo de criação da capa de Predatory foi baseado nas letras das músicas pelo ilustrador e designer gráfico também paulistano Luis Dourado que, de forma magistral em seu primeiro trabalho como ilustrador musical, soube sintetizar todas as ideias por trás das letras de Régis criando uma pintura complexa e um ambiente aterrorizante de um completo caos apocalíptico e catastrófico do que poderia ser um mundo devastado pelo homem sem piedade. “Não conhecíamos o Luis, mas foi através de nossa assessoria JZ Press que tivemos contato com seus portfólios e vendo todos seus trabalhos notamos um enorme potencial no seu traçado. Hoje, após todo processo finalizado, estamos super contentes e satisfeitíssimos com o resultado, pois ele simplesmente matou a pau!” comenta Alex Zeraib.

A formação que gravou Predatory conta com Régis F. (vocais), Alex Zeraib (guitarras), Thiago Oliveira (guitarra solo, Warrel Dane/Confessori), Marcelo Mitché (baixo) e João Gobo (bateria).

“Killing Animals, Burning Forests, Flaming Rivers – The Tears of Gaia.”

Discografia:

Ultimate Encore (Split/1994)
The Nether Hell (EP/2005)
Devilgod Alliance (Álbum/2008)
Armageddon (Single Digital/2019)
Silent Force (Single Digital/2019)
Armageddon On Tour (Compilação Digital/2019)
The V8 Sessions: Vol.1 (Live) (Digital/2019)
Predatory (Álbum/2020)

Ouça Scars em:

Spotify

YouTube

Soundcloud

Bandcamp

Mídias sociais:

Instagram

Facebook


Crashkill: álbum Consumed by Biomechanics na Extreme Sound Records

O primeiro álbum completo da banda cearense Crashkill Consumed by Biomechanics, que é promovido pelos singles e lyric videos de ‘Chaos Was Created’ e ‘Artificial Intelligence’, é distribuído pela Extreme Sound Records, selo e distribuidora que, dentre outros nomes, tem em sua relação bandas como Unleashed (SUE), Krisiun (BRA), Bloodbath (SUE) e outras. A Crashkill lançou fisicamente este full length no início de maio de 2020 e conseguiu superar a expectativa do fã que acompanha o grupo desde o EP Hate Zone (2017). Consumed by Biomechanics não só representa a técnica, a energia e a afirmação da banda em um terreno mais versátil, como contribui para a qualidade e diversidade do cenário Thrash Metal do Brasil.

O álbum pode ser solicitado através do site da Extreme Sound Records. Por depósito bancário, dependendo do valor da compra, serão oferecidos descontos de 05% a 10%. Outra forma de pagamento é por cartão de crédito, consulte as bandeiras no site e entre em contato com o Caio Blues de segunda à sexta-feira, no horário comercial das 08h00 às 18h00.

Confira o lyric video de “Chaos Was Created“.
Confira o lyric video de “Artificial Intelligence“.

Confira a relação de músicas de Consumed by Biomechanics

1 – Disconnect: Humanity

2 – Chaos Was Created

3 – Artificial Intelligence

4 – Digital Conflict

5 – Consumed by Biomechanics

6 – This Is Crashkill

7 – Year of Darkness

8 – Modern Genocide

9 – Killing Peace (Remastered)

CRASHKILL É FORMADA POR: Renato Ferreira (vocal); Jean Pinheiro (guitarra); Valter “DoomRiff” (guitarra); Buson “Drummer” (bateria); Fernando Gonçalves (baixo)

LINKS RELACIONADOS EXTREME SOUND RECORDS

Facebook

Instagram

Twitter

E-mail


Jukebox From Hell: finaliza gravações de guias das vozes de novo disco de estúdio

Com o anuncio oficial da banda Jukebox From Hell, que confirmou o início das gravações do disco, A Saga do Terceiro Irmão, terceiro registro da carreira do grupo, é também confirmada a finalização das guias de vozes. O material está sendo captado no Volt Estúdios, sob os cuidados do parceiro, Ricardo Darin. O material ainda não possuí uma data oficial para seu lançamento e as baterias de Oscar Jaime, já estão com Data de gravaçao marcadas. Os vocais estão sendo gravados por Patrick Alves, que oficialmente fará sua estreia em estúdio como vocalista do Jukebox From Hell.

Formação atual: Pê Ribeiro – Baixo; Rodrigo Beckman – Guitarra; Oscar Jayme – Bateria; Hector Grecco – Guitarra; Patrik Alves – Vocal

Mais informações:

Facebook

Instagram

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.