Warleggion: banda revela conceitos escritos para música, Sky Light

Uma das faixas mais técnicas do novo álbum da banda Warleggion, Sky Light, é também uma excelente forma de novos fãs conferirem os trabalhos de power-trio paulistano, que vem calcando excelentes comentários a respeito do disco, Knock Me Down. A banda recentemente disponibilizou o clipe oficial de Sky Light em seu canal de YouTube. Confira o link do vídeo completo. A obra foi composta pelo vocalista, Flavio Sozigam, que revelou o conceito de Sky Light: “A Sky Light retrata uma ótica altruísta sobre vida. Devemos ser mais fortes que a Vida e que as nossas Paixões, não devemos jamais esmorecer. Levantar do chão é um desafio que serve para endurecer a “casca”.

O guitarrista, Maurício Filho, também abordou a construção harmônica desta que é uma das mais técnicas composições da banda: “Sky Light é uma das músicas mais trabalhadas da banda, com influências do power metal ao thrash, tem elementos modernos e progressivos em sua estrutura. A música começa com uma Intro voltada para o power metal com frases clássicas de tapping e arpejos dobrados com a guitarra e o baixo. O riff que marca a transição da Intro para o verso vem com uma veia megadeth que segue para uma sequência de riffs e melodias voltadas para o heavy tradicional. No meio da música temos uma quebra com passagens voltadas para o Thrash, seguimos para o solo de guitarra onde a dinâmica da música é mais cadenciada, preparando o break destruidor que vem a seguir. Após o break a música retorna ao riff de transição e finaliza com o último verso e refrão”. O álbum Knock Me Down se encontra disponível para audição completa em todas as plataformas digitais.

 

WARLEGGION É FORMADO POR: Maurício Filho – guitarras; Flávio Sozigam – contrabaixo/Vocal; Igor Sueiro – bateria

MAIS INFORMAÇÕES:
Youtube
Facebook
Roadie Metal Press


PANDEMMY: Banda é destaque no blog Violent Noise

Com seu mais novo trabalho de estúdio lançado, Subversive Need, banda de Death/Thrash Metal PANDEMMY concedeu uma entrevista ao blog Violent Noise. Neste bate-papo, Pedro Valença falou sobre o início do grupo, suas influências, discografia, mini documentário Just Reflections… After Rebellions (disponível no YouTube) dificuldades no cenário atual, álbum supracitado e muito mais. Leia a entrevista completa aqui.

Ouça agora Subversive Need pelos links abaixo:

YouTube
Spotify
Deezer
iTunes
Napster
Amazon Music

Confira também a recente entrevista concedida ao site Recife Metal Law.

Sites relacionados:
Facebook
Blogspot
Sangue Frio Produções


HÉIA: Confira mais informações sobre o vindouro álbum Magnum Opus

Os goianos da HÉIA acabam de anunciar seu mais novo álbum, intitulado Magnum Opus e primeiro registro cantado 100% em inglês. Com 10 faixas e uma proposta conceitual baseada na Antiga tradição ‘Tifoniana’ de Keneth Grant e nos ensinamentos ‘Thelêmicos’ de Crowley, o vindouro álbum promete trazer uma sonoridade única, veja o depoimento do guitarrista e vocalista Místico: “Está em um patamar acima dos discos anteriores soando pesado, solido e coeso, mas bem claro em cada aspecto, dando refinamento ao trabalho da banda, o resultado é uma música agressiva e violenta, e claro, extremamente cativante.” E continua: “A produção não ficará para trás, buscamos deixar as músicas ainda mais fortes, com timbres excelentes e ‘cheios’, e pesados.” – completa o músico.

Em outras notícias, a HÉIA ganhou destaque recentemente na edição de número #43 do Programa Sangue Frio Produções, onde o vocalista e guitarrista Místico falou sobre a história do grupo, discografia, atual momento, além do atual álbum, Maldición de la Serpiente – Live in Cochabamba, que foi executado na íntegra durante a programação, ouça agora.

Sites relacionados:
Facebook
Youtube
Sangue Frio Produções


Brutallian: tributo feito a grande clássico do Sepultura, estreia oficialmente em todas as plataformas digitais

Eleitos por vários veículos especializados como um dos responsáveis por lançarem um dos melhores discos de Heavy/Thrash do ano de 2018, os músicos do Brutallian, prometem um ano de 2020 cheio de novidades e lançamentos inéditos, sucedendo o disco Reason For Violence. A primeira música apresentada após o disco, é um tributo ao icônico e considerado um dos maiores nomes do Metal brasileiro, o Sepultura. O Brutallian que lançou em seu canal de YouTube, o clipe oficial para a música Arise, presente no disco de mesmo nome e lançado pelo Sepultura no ano de 1991, agora chega a todas as plataformas digitais para que os fãs e seguidores possa escutar a versão gravada pelos maranhenses. A música se encontra disponível em todos os aplicativos oficiais de música digital e abaixo segue o link para usuários de Spotify.  Assista também ao vídeo oficial que foi lançado no YouTube do Brutallian.

Formação: Pablo Barros – vocal; Lex Wave – guitarra; Fabio Matta – baixo; Raul Campos – bateria

Mais informações:

Facebook

Instagram

Roadie Metal Press


Gods & Punks lança EP para ajudar famílias impactadas pela pandemia da Covid-19

O quinteto de stoner/space rock Gods & Punks entra no combate à pandemia da Covid-19 (novo coronavírus) com o lançamento do EP Different Dimensions (The Quarantine Sessions). Exclusivo no Bandcamp, 100% do dinheiro recebido com o download deste disco será destinado para ajudar famílias com necessidade durante a crise econômica e social provocada pela doença que avança em todo o mundo. Baixe aqui. O EP está disponível por apenas 1 dólar. Enquanto algumas pessoas têm o privilégio de realmente poder ficar em casa, seguindo corretamente a quarentena, e devidamente se proteger da pandemia da Covid-19, outras estão, infelizmente, longe desta realidade. Aqui no Brasil, são centenas de milhares de famílias que vivem em extrema pobreza, em casas muito precárias sem sistema de esgoto, internet ou acesso à informação.

“Enquanto nós quatro estávamos em nossas casas cuidando de nós mesmos, sabíamos que deveríamos fazer algo por estas pessoas. Foi por isso que nos juntamos um dia para gravar este EP”, destaca a banda. Os ganhos serão encaminhados para o projeto Apadrinhe um Sorriso, que tem distribuído alimentos e água a pessoas em extrema pobreza. “Esperamos que gostem destas versões acústicas. Na verdade, estamos muito orgulhosos do resultado”, ponta o Gods & Punks. E tem um presentinho com o download para as pessoas que ajudarem!

The Quarantine Sessions
Cinco meses depois de lançar o aclamado And the Celestial Ascension, o terceiro álbum do grupo de stoner progressivo carioca, Gods & Punks, o quarteto surpreende seus fãs lançando o EP Different Dimensions (The Quarantine Sessions), composto de 4 versões acústicas dos seus maiores singles e uma faixa bônus exclusiva. O projeto se originou da necessidade de ajudar ao próximo, uma vez que 100% do dinheiro arrecadado com os downloads de Different Dimensions será destinado à fundação Apadrinhe Um Sorriso, que está distribuindo comida e água para pessoas em condição de extrema pobreza durante a pandemia da Covid-19. Em um dia de gravação, saiu Different Dimensions, que conta com arte do artista carioca Bruno Kros.


Inspirado no rock setentista, Gabriel Vendramini lança novo single

O rock setentista é marcado por guitarras que transpiram energia. Riffs que gritam, choram, demonstram emoções humanas em cada nota tocada. E é com esta premissa que Gabriel Vendramini (São Paulo/SP) lança o single “PLS”, que antecipa o clima do terceiro disco que será lançado em maio. A faixa conta com vozes da banda gaúcha Asilo Magdalena, parceiros de longa data do músico paulista. A canção encontra-se disponível nos streamings. “Quando eu era bem mais novo, sempre quis aprender a tocar guitarra pela vontade de executar os riffs que mais gostava de ouvir. Enquanto preparava o repertório para o disco novo, me desafiei a criar um riff que tivesse a agressividade e a simplicidade de como o rock – e suas vertentes – soavam nos anos 70.”, relembra Gabriel Vendramini, que define a música como “um rock de guitarra”.

E a explicação não poderia estar mais certa. Assim como no single anterior, “Lie”, os sintetizadores e teclados estão lá, e eles se encontram com o rock setentista de bandas como Blue Oyster Cult e do Alan Parsons Project. Os vocais em coro são uma homenagem ao início da carreira solo do Danzig – com referência à faixa “Twist of Cain”. Enquanto na faixa do Danzig a banda surpresa é o Metallica, nesta canção, os convidados são a banda Asilo Magdalena (Passo Fundo/RS), que lançou recentemente o EP Cartório, mixado e masterizado por Gabriel Vendramini. A síndrome do membro fantasma, PLS na abreviação em inglês para Phantom Limb Syndrome, consiste em um fenômeno que afeta pacientes submetidos à amputação de qualquer membro, mas ainda o sentem presente e completamente funcional. A partir dessa ideia, surge o retrato da dor e fragilidade causada pelas falsas conexões que são estabelecidas com as pessoas ao longo da vida.

“O membro fantasma, no meu caso, são as pessoas”, revela Gabriel Vendramini, que continua: “Até o momento, esta é a música mais pesada de todo o meu repertório. Tanto na temática quanto na execução, esta faixa é muito importante para o ouvinte ter uma prévia do que virá no disco novo.”, avisa. Influenciado pela simplicidade do punk rock do Misfits, Ramones e dos Dead Kennedys, Gabriel Vendramini prega o Rock’n’Roll simples e direto. Suas composições contam histórias de personagens do cotidiano, causando fácil identificação em quem escuta. Além dos discos já mencionados, o músico também conta com os EPs There’s More (2017) e Ao Vivo no Estúdio Aurora (2018).

A ficha técnica de “PLS” conta com a participação dos integrantes da banda Asilo Magdalena que são eles: Henrique Langa, João Schons, Gabriel Cassol e Pedro Dalmas. E Gabriel Vendramini se encarrega das vozes, guitarras, baixo, teclados/sintetizadores e programação de bateria. A capa do single é novamente assinada pelo artista Roger Mattos.

Ouça “PLS” nas plataformas de streaming

Spotify

Deezer


Infector Cell: banda libera EP, Welcome To Brutal Reality para audição completa em seu canal de YouTube

Lançado oficialmente nas plataformas digitais no dia 28 de outubro de 2019, o EP Welcome To Brutal Reality do Infector Cell, é uma regravação feita do registro que originalmente foi liberado em 2009 e celebrava os 10 anos de seu lançamento. O disco que primeiro chegou ao mundo nas plataformas digitais, gradativamente teve suas músicas liberadas no canal de YouTube da banda e agora, oficialmente, em formato completo, é possível que os fãs do Infector Cell, escutem na íntegra pela plataforma de vídeo, Welcome To Brutal Reality. Escute.

Tracks:

01 – Intro

02 – Brutal Revenge

03 – Em Fúria

04 – Dominated by Hate

05 – Vision of Apocalypse

Formação: Allan Pereira – Vocal; Fagner Oliveira – Guitarra; Giovanni Tolosa– Baixo; Fernando Santos – Bateria

Mais informações:

Site Oficial

Facebook

Instagram

Youtube

Site Roadie Metal


Warshipper divulga capa e tracklist de novo álbum Barren…

O conceito de grotesco surgiu na história da arte ainda na Roma antiga durante a Renascença. Porém, talvez, nunca tenha existido outra linguagem capaz de expressar tão bem o conceito de arte grotesca do que o death metal. Não obstante, são em tempos sombrios, como o atual, em que o grotesco exerce protagonismo perante o belo. De forma que é chegado, então, o momento do Warshipper assumir-se protagonista nesse movimento de música extrema. Formado em 2011, o Warshipper nasceu já constituído de muita experiência, afinal, reúne em seu line-up um ex-Bywar, Renan Roveran (guitarra/vocal), e um ex-Zoltar, Rodolfo Nekathor (baixo/vocal), além de outros dois exímios músicos, Rafael Oliveira (guitarra) e Roger Costa (bateria). Até aqui lançaram dois álbuns, Worshipper of Doom de 2015, e Black Sun de 2018, e um single, “Atheist”, de 2019. Em termos de palcos, já fizeram dezenas de shows expressivos, alguns ao lado de atrações internacionais como Warrel Dane (Nevermore/Sanctuary – RIP), Enthroned, Besatt, entre outros. Ademais, no ano passado, realizaram uma de suas mais importantes empreitadas: uma bem-sucedida turnê europeia que contou com 10 shows em sete países: Alemanha, Bélgica, Holanda, França, Áustria, Eslováquia e República Tcheca.

De volta aos estúdios, o Warshipper prepara agora aquele que pretende ser o seu mais importante álbum até aqui: Barren…. Terceiro álbum cheio do quarteto, já está gravado e encontra-se em fase de mixagem no Casanegra Studio em São Paulo/SP sob produção de Rafael Augusto Lopes (Zumbis do Espaço, Living Metal), e vai reunir 11 faixas inéditas: “Barren Black”, “Axiom”, “Respect!”, “Rabbit Hole”, “Embryo”, “Numb – Pleasures of Possession”, “Beneath The Burden”, “Licking The Wounds”, “Anagrams Of Sorrow”, “Compulsive Trip” e “Knowing Just As I (Detachment)”. Um detalhe interessante sobre o tracklist do álbum, é que as iniciais das 11 faixas, em ordem, formam um anagrama da palavra “Barren Black”, primeira música do álbum.

Barren… será o primeiro disco conceitual do Warshipper e, de acordo com Renan Roveran, sugere a definição de esterilidade sob uma perspectiva social. “O disco retrata, através de leituras distintas, a perspectiva “estéril” dos sujeitos diante de predefinições de padrão de normalidade que são impostas pelas sociedades em suas mais diversas facetas, seja por questões de gênero, raça, orientação sexual, dependência química ou mesmo condição emocional/mental”, explica o músico que complementa: “Ao nos propormos à desconstrução de tais padrões, em diversos níveis, nos depararmos com essa dolorosa realidade: uma visão inóspita quanto à felicidade e sensação de valor. A vida é cruel, traumática, e quanto mais compreensão disso temos, mais negativa é a perspectiva. Estéril, de fato.”

A tatuadora e desenhista Brenda Cassimiro é a artista responsável pela capa de Barren… e, de acordo com ela, trabalhar com o Warshipper foi um passo muito significativo em sua carreira. “Fazer a capa do Barren… foi bem interessante. O pessoal da banda me deu uma liberdade artística incrível, mas isso não significa que foi fácil, pois gosto que a criação seja sólida, sensível e que converse muito bem com a proposta do álbum. O Renan Roveran me deu um ótimo ponto de partida estético, então meu primeiro passo foi analisar as letras das músicas do álbum listando pontos de destaques e palavras chaves de cada uma delas. Após tomar nota disso, comecei a encontrar conexões entre elas, e o que resultou disso foram os elementos que eu precisava expressar e traduzir em imagem para a capa. A partir daí iniciei os sketches até encontrarmos o design mais harmônico e dentro da proposta artística da banda. Coloquei muito de mim também nessa ilustração, incorporei diversas referências e técnicas que aprecio muito. Essa foi a primeira capa que fiz profissionalmente. Ser a artista responsável pela capa do “Barren…” foi um passo muito significativo para mim nesse começo de carreira.”

Previsto para ser lançado no Brasil no segundo semestre pela gravadora Songs For Satan, Barren… contará com a participação especial de Fernanda Lira na faixa “Respect!”. A vocalista da banda Nervosa esteve no Casanegra Studio com a banda no início do mês de Fevereiro gravando sua colaboração. O primeiro videoclipe do álbum, da faixa “Barren Black”, será lançado em Maio.

Mais Informações:
Facebook
Instagram
Youtube

Plataformas de Música:
Spotify
Deezer
iTunes


Broken & Boned: vocalista Rômulo Portela se desliga da banda

Depois de cinco anos como vocalista da Broken & Boned, Rômulo Portela se despede da banda, deixando para a história do metal brasileiro ótimos trabalhos em singles, vídeos e o arrebatador álbum Hypocrisy Hymns. “Somos gratos ao Rômulo pela contribuição na história da banda e desejamos sucesso em suas futuras empreitadas”, agradeceu André Cecim, baterista. Rômulo sai da Broken & Boned durante a produção do segundo álbum Lies Inside Delusion, que será lançado em 2020. Amistosamente o músico agradece às pessoas que o acompanharam na Broken & Boned. “Quero agradecer a todos os fãs e a quem me acompanhou neste período com a banda, em breve estarei de volta com algum outro projeto e desejo sorte aos outros. É ‘nois’”.

LINKS RELACIONADOS

Facebook

Instagram

Youtube

Spotify


Greyhawk – Keepers of the Flame

GREYHAWK’s quest for Heavy Metal glory began in 2018, when five Metal warriors (featuring alumni from bands like Skelator, Aggression, Prelude to a Pistol, Archmage, Prophets of Addiction) from around the continent met on the shores of the pacific northwest and set out to bring their musical vision to life. Equal parts traditional Metal, power metal and shred, GREYHAWK blends the best parts of these styles together to create high energy, dynamic heavy metal music that fans of Dio, Yngwie Malmsteen, Racer X, Manowar, Visigoth and Judas Priest will rejoice in. Having released their debut EP Ride Out in October 2018 to acclaim from both critics and fans alike.

GREYHAWK has now partnered with Fighter Records for the release of their first full length album Keepers of the Flame. The album builds on the classic Metal formula GREYHAWK laid down on Ride Out, but with more high octane shredding, epic dynamic songwriting, driving rhythms and powerhouse operatic vocals. Now that their first full length album is complete, GREYHAWK now set out to bring their brand of classic Heavy Metal and incendiary live show to the unsuspecting Metal masses…

Line-up: Taylor – vocals; Darin Wall – bass; Jesse Berlin – guitars; Alika Madis – guitars; Nate Butler – drums

Release date: Tuesday, June 16th 2020

1. Greyhawk – Gates of Time

2. Greyhawk – Frozen Star

3. Greyhawk – Drop the Hammer

4. Greyhawk – Halls of Insanity

5. Greyhawk – The Rising Sign

6. Greyhawk – R.X.R.O

7. Greyhawk – Don’t Wait For the Wizard

8. Greyhawk – Black Peak

9. Greyhawk – Masters of the Sky

10. Greyhawk – Ophidian Throne

11. Greyhawk – Keepers of the Flame

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.