VULCANO: Banda assina com a Mighty Music e libera título de álbum previsto para 2020

O VULCANO anunciou recentemente em suas redes sociais sua mais nova parceria para o lançamento e distribuição dos seus próximos dois álbuns. A banda assinou um contrato com a gravadora dinamarquesa Mighty Music (Blood Red Throne, Blitzkrieg, Artillery e outras) e divulgou o título e previsão do seu mais novo trabalho.

Eye In Hell será o 11º álbum de estúdio da lenda do Metal extremo sul-americano, e chegará ao público em CD e LP no início de 2020. A arte da capa está sendo desenvolvida pelo artista Roberto Toderico (Tygers Of Pan Tang, Pestilence, Sinister) e a masterização acontecerá Medley Studios (Artillery, Thorium, Glenn Hughes), em Copenhague. Zhema Rodero, guitarrista e fundador do VULCANO, comentou um pouco mais sobre esta parceria: “Essa é uma grande oportunidade em nossa carreira e estamos muito orgulhosos com isso. Aguarde nosso novo álbum nos próximos meses. Será um grande impulso na direção dos metalheads em todo o mundo”.

Fernando Reis, promotor internacional da Mighty Music, acrescenta: “Vulcano é uma das bandas que ainda mantém a tocha do metal extremo dos anos 80 – cru, indiscutível, honesto. É uma honra e um prazer trabalhar com esses irmãos brasileiros e ajudar a mostrar aos metalheads – da velha e da nova escola – como a música extrema autêntica soa”.

Para mais informações acesse.

Sites relacionados:
Facebook
Site oficial


AMADEUS LOUNGE REEDITA PROJETO ROCK PARA TODOS OS GOSTOS COM ELETROACORDES

All sort of rock & roll! Depois do sucesso este mês do projeto “Rock para Todos os Gostos”, uma nova edição é relançada com as bandas Semper Five, Eletroacordes e Delírios de Hamilton no Amadeus Lounge hoje, 24 de agosto, às 22h, em Porto Alegre (RS). Ingressos a R$ 12,00. O projeto, idealizado para apresentar o melhor da produção musical gaúcha, transcende desde a interpretação de músicas consagradas do gênero rock, passando pela composição local de canções próprias dentro do gênero relacionadas com o rock (blues, jazz, pop), até releituras de clássicos do rock gaúcho e nacional.

ELETROACORDES: liga na tomada! Aumente o som e redobre a atenção. A banda quer provocar seus ouvidos com o mais autêntico rock! Deixe-se envolver pelas canções do quarteto, sitiado em Porto Alegre e que atua há mais de 10 anos nos pagos gaúchos. A banda transcende pela música eclética – sem rótulos, receitas prontas ou jargões pré-fabricados – plugada nas origens do blues, jazz, pop rock psicodélico e anos 70. Respire Fundo e enjoy! Formada por Luis Tissot (guitarra), Marcelo Bacci (baixo), Rodrigo Vizzotto (vocal e violão) e Mateus Melo (bateria).

SEMPER FIVE: banda de Porto Alegre (RS) que oferece a seu público, sucessos das décadas de 70/80/90 e atualidades do rock e pop/rock internacionais e nacionais, aliado a um repertório que surpreende com uma seleção musical com muita interação e entretenimento do melhor dos clássicos do rock. Integram Antônio Normann (guitarra base), Rafael Machado (guitarra solo), Edson Nascimento (baixo), Priscila Martins (vocal) e Didio Costa (bateria).

DELÍRIOS DE HAMILTON: banda cover de Pop Rock Nacional Anos 80, que busca dar sua identidade para as músicas que executa. Sua origem, como a maior parte das bandas iniciou na garagem nos anos 90. Após uma pausa nos trabalhos, em 2012 retornam com nova formação visando resgatar o bom e velho rock nacional. Rafael Poletto (Vocal), Itack Nóbrega ( bateria), Daniel Buzato (guitarra e vocal), Lobo Nenê (baixo e vocal).


JAEDER MENOSSI LANCA SERIE DE VIDEOS EM SEU CANAL

O guitarrista Jaeder Menossi da Banda Javali estará disponibilizando uma serie de videos que serao ‘’upados’’ semanalmente em seu canal no youtube. Nestes videos, Jaeder estara fazendo um playing along dos solos do novo CD da banda, Life Is a Song, alem de solos dos quais mais gosta de diversos artistas, tais como Dream Theater, Megadeth entre outros.

Jaeder conta em seu curriculum, alem do trabalho de 27 anos com a Banda Javali, com 5 CDS lancados, participacões como side-man para bandas como Busic (atual Dr. Sin) em apresentacões ao vivo e em programas de TV como o “The Noite” e o “Estudio Show Livre”. Também pode se destacar uma jam com o guitarrista norte-americano Paul Gilbert em outubro de 2018 em Sao Paulo, alem de comentários elogiosos do guitarrista Mike Orlando (Adrenaline Mob) de quem se tornou amigo.

Os primeiros episódios estão nos links abaixo, confiram.

CHILD’S FRUSTRATION

CRUEL PAST

SCARRED” (DREAM THEATER SOLO COVER)


Dona Iracema apresenta seu caatincore desafiador no plural disco Balbúrdia

O rock é contestador e transgressor de barreiras. Pode ser o que quiser – vale tudo, quando feito com responsabilidade e compromissado com verdades. Esta pluralidade consciente, sintetizado como caatincore, é o ponto de partida da banda baiana Dona Iracema, de Vitória da Conquista, que acaba de lançar o diversificado Balbúrdia. O álbum é um lançamento do selo Orangeira Music e já está disponível nas plataformas de streaming. Ouça.

A Dona Iracema é Balaio (vocal), Diegão Aprígio (vocal e contrabaixo), Anderson Gomes (vocal e guitarra) e Oscar Sampaio (vocal e bateria). Todos os quatro integrantes contribuíram para o surgimento de Balbúrdia, que nasceu em ideias individuais levadas ao coletivo e que se transformam em música. Trata-se de um álbum milimetricamente planejado, da pré-produção à quantia de faixas para compor. A produção é assinada pelo baiano André T, “um cara que acreditou no nosso trabalho. Apostou na gente”, afirma a Dona Iracema.

‘Volta Pra Casa João’ é o primeiro single – e que também ganhou videoclipe -, com participação do icônico baiano Luiz Caldas. A voz e a guitarra são características. “Luiz Caldas agregou a guitarra baiana que é a cara dele e da Bahia, trouxe tempero”, conta o baterista. É uma música que soa antiga e moderna, com a sensibilidade de colocar pessoas da comunidade LGBT+, pois este detalhe dialoga diretamente com a letra da música. Balburdia já nasce com um recorde mundial: contém a música mais curta do mundo! É “Centro do Universo”, um filosófico resumo da existência humana com a mesma força e ferocidade da rápida ‘You Suffer’, do Napalm Death.

Dona Iracema também faz músicas essencialmente roqueiras: “Não vai dar certo” possui riffs com groove a lá heavy metal, com o típico refrão impactante, para serrar os punhos e cantar junto “Eu Quero é ver mundo cair/Por riba da minha cabeça”. Tem ainda a pesadíssima “Apocalipse Iracemático”, com participação de Enzo Fernandes (ex-guitarrista da banda): um petardo! Imagine um instrumental que beira o thrash brandando “toquem seus adufes/suas violas batam caxixis/com altiva voz proclamem/bufem, soprem seus clarins”, mas capaz de abrigar um interlúdio com swingueira baiana.

Será no Festival de Inverno Bahia 2019, dia 24 de agosto, em Vitória da Conquista, que a Dona Iracema terá a primeira oportunidade de tocar as músicas de Balbúrdia. “É um evento de grande relevância, com público gigantesco. Será maravilhoso. Vamos experimentar esse formato novo de show, devemos tocá-lo na íntegra. Estamos preparando algo bem interessante, puxando bastante a participação do público”, comenta o baterista Oscar. O show oficial de lançamento do disco, no entanto, já está devidamente agendado: será dia 6 de setembro em São Paulo, no Feeling (Vila Madalena), na mesma festa que celebra o início das atividades da Orangeira Music como selo. Isso tudo à noite, mas antes, à tarde, a banda se apresenta ao vivo no Showlivre.com.


Eve Desire anuncia novo disco e show com Noturnall

A Eve Desire, destaque no power metal sinfônico brasileiro, acaba de anunciar o disco de estreia Prelude to Singularity, que será lançado em setembro. Como se não bastasse de novidades, a banda foi convidada para abrir o mega show que unirá na mesma noite Noturnall, Mike Portnoy (Dream Theater), e Edu Falaschi (Almah e Angra), em Criciúma, no dia 17 de novembro. Mais informações serão liberadas em breve, nas redes sociais da Eve Desire. O disco de estreia, Prelude to Singularity, será lançado em formato físico e em todas as principais plataformas de streaming. O trabalho contará com oito faixas, com produção de Thiago Bianchi (Shaman e Noturnall), e lançamento via Fusão Records. A Eve Desire é formada por Arya Medeiros Cappia (voz), Wagner Cappia (teclado), Vini Ramadoni (baixo) e Lauro Nightrealm (guitarra).

Gestado por meses, Prelude to Singularity, conta a história de um homem preso na Quinta Dimensão, acompanhado apenas da Morte. Como em uma história de Neil Gaiman, a figura da Morte é representada por uma mulher sábia, que fala com ele sobre o tempo, o espaço, e a vida terrena efêmera. Cada faixa é um pedaço do diálogo, contendo reflexões da conversa entre o homem, representando a humanidade, e a Morte. Física Quântica é um dos temas centrais em Prelude to Singularity. A questão do Tempo, sob a percepção humana, a interação com ele, e qual é a visão da Ciência sobre este aspecto temporal. “Somos todos amantes da Ciência, da Física e da Matemática. Juntar Música e Ciência tinha tudo a ver com a gente”, define Arya Medeiros Cappia, vocalista da Eve Desire.

Após interferências pessoais que postergaram o lançamento do disco de estreia, a Eve Desire amadureceu musicalmente, tornando-se mais forte: “Este álbum significar mais um passo, mais um degrau alcançado. Foi feito com muita verdade. Uma erudição que nos fez emergir no disco”, relata Arya.

Acompanhe as novidades da Eve Desire:

Site Oficial

Facebook

Instagram

YouTube


Torture Squad abre enquete para fãs escolherem faixa de “Asylum of Shadows” para coletânea inédita sobre a trajetória da banda

No ano de 1999, o Torture Squad apresentava ao mundo seu segundo disco de estúdio. Asylum of Shadows proporcionou a banda brasileira, a primeira turnê internacional, onde esteve se apresentando em algumas cidades da Alemanha. Considerado um divisor de águas na carreira do Torture Squad, Asylum of Shadows, se apresentava mais maduro, pesado e agressivo, além de receber uma produção superior ao seu antecessor Shivering (1995).

Para celebrar os quase 30 anos de carreira e momento único na belíssima trajetória construída até aqui pelo Torture Squad, está sendo elaborada uma coletânea com faixas de toda a discografia da banda. Essa compilação irá se chamar “Torture Years” e será lançada apenas em formato digital. Para contemplar seus fãs, o Torture Squad em parceria com o Selo digital Roadie Metal, organizam uma enquete semanal, onde os fãs da banda irão votar e escolher qual música de cada álbum deve estar presente nessa coletânea mais que merecida que será lançada em celebração a história de uma das bandas mais importantes do Metal brasileiro.

O link para você votar na sua música favorita de Asylum of Shadows já está disponível e as votações irão até dia 25 de agosto. Para votar é só solicitar participar do grupo Roadie Metal e pronto, escolha qual música tem que estar na coletânea Torture Years.

Tracks:

01 – Convulsion

02 – Shades of Evil

03 – Asylum of Shadows

04 – Murder of A God

05 – Agonies in Your Brain

06 – Mad Illusions

07 – The Hangman’s Call

08 – Come To Torture (Instrumental)

09 – Finally the Disgrace Reigns

Formação: May “Undead” Puertas – vocal; Rene Simionato – guitarra; Castor – baixo; Amilcar Christófaro – bateria

Mais informações:

Site Oficial 

Facebook

YouTube

Roadie Metal Press


HÉIA: ‘Cidade Rock’ acontece hoje em Goiânia/GO

A banda de Black Metal HÉIA já se prepara para mais uma grande celebração visando divulgar o relançamento de Magia Negra. O trio estará hoje (24/08) no Cidade Rock, grande evento da cidade de Goiânia/GO organizado pelo conhecido selo brasileiro Monstro Discos, que acontecerá no Centro Cultural Martim Cererê. A HÉIA divulgou recentemente os selos que participarão do lançamento de Maldición de la Serpiente – Live in Cochabamba, ganhando ampla distribuição nacional, veja:

Link do evento no Facebook para mais informações

SERVIÇO:
Show: Cidade Rock
Local: Centro Cultural Martim Cererê
Endereço: Rua 94 A Q 18, s/n lt 1 – Goiânia/GO
Data: 24/08/2019
Horário: 19 horas
Ingressos: ENTRADA FRANCA!
Realização: Monstro Discos e Asturia Cerveja

Sites relacionados:
Facebook
Youtube


Projeto Trator lança videoclipe e embarca para turnê na Europa

O duo Projeto Trator vai à Europa entre agosto e setembro para uma longa série de shows e lança o videoclipe da música “Absurdos”, a última faixa do EP Na Órbita do Medo, lançado pela Abraxas em 2018. Confira aqui. A música é um crust/d-beat para bater cabeça. É um som que faz um contraponto com o resto do EP que segue a linha sludge/doom. O clipe foi 100% gravado e produzido pela banda – Paulo Ueno (guitarra/vocal) e Thiago Padilha (bateria) – no estúdio Casa de Bomba em São Paulo. As projeções animadas no clipe são artes do pintor H R Giger. “Por ser uma música curta. A gente procurou fazer um vídeo simples e direto que exalta a projeção, iluminação e edição”, destaca o duo.

A nova turnê europeia começa dia 22 de agosto e segue até 23 de setembro. Serão 23 shows. A turnê passará por 9 países (Alemanha, Eslováquia, Austria, República Tcheca, Bélgica, Holanda, Polônia e Hungria) onde tocam em casas de shows, squats e alguns festivais de médio e pequeno porte. Dois terços dos shows serão dividindo o palco com a parceira de longa data, a banda Umbilichaos. “Com essa turnê estamos dando um passo a diante em busca de novas experiências musicais. Vamos ter a oportunidade de tocar para os mais diversos públicos e vamos deixar a semente plantada para voltar sempre”.


Lindesberg’s hard blues trio STEW successfully surf the pioneering era of rock’n’roll

Markus Åsland’s hot and groovy vocals will lead your way to this promising debut album, which brilliantly explores the blues rock spectrum. Taking its cue from soul, psych, acid rock, and pretty much all the good vibes coming from that an unforgettable era that brought about what we now call cosmic rock. Rory Gallagher and Stevie Ray Vaughan may come to mind when listening to People, yet this is no surprise: STEW have brought back a maestria in modern blues that is utterly soulful and filled with irresistible hooks.

The Obelisk praises on STEW’s “Endless Floods”: “These cats seem to have a pretty solid grasp on a classic sound and how to make it work in a modern context.” The band adds: “Just like the first EP the whole album is recorded live except from vocals and solos. The recording of the album was finished in nine days at Studio Oktober, Karlskoga with engineer Jonas Ljungkvist. We wanted the album to be a classic rock sounding album like the ones from the 70’s that we love.”

STEW is a Swedish power trio consisting of Markus Åsland (Bass/Vocals), Nicklas Jansson (Guitar), and Nicklas Dahlgren (Drums). With a strong passion for late 60’s and 70’s rock, these like-minded gentlemen met in early 2017, and quickly started jamming, writing songs and even sharing the stage together. This perfect symbiosis had to be put to wax, ”Hot” was recorded during a live session and released on the 1st of June 2018.  UK’s Classic Rock Magazine picked the first track ”Might Be Keeping You” and included it to their ’Best of the Year 2018’ cover CD, which was the beginning of some great feedback from international press. Time for the trio to return to the studio and find a label to release their sophomore album… which they did, for the stunning People will see the day on October 11th via US mighty powerhouse Ripple Music!

STEW are: Markus Åsland – Bass & Vocals; Nicklas Jansson – Guitar; Nicklas Dahlgren – Drums

STEW Debut album People Out October 11th on Ripple Music

TRACK LISTING :
1. Intro
2. Right On Time
3. People
4. Newborn
5. Endless Journey
6. Play The Fool
7. Godless
8. Afraid Of Getting Nowhere
9. Sweet And True
10. Fruits
11. Morning Again


San Francisco heavy mongers LOWCASTER share all details about their sophomore album Flames Arise

Behold, as LOWCASTER takes you on an intrepid ride through the heavy metal ages. Wild and flamboyant, Flames Arise embraces an infinite love for old school heavy and crying guitars. Go deeper into the album, and you’ll get instantly hooked on its perfect blend of spine-shivering ballads and epic anthems. In between hulkean blows, ghostly guest vocals from BRUME’s Susie McMullan brilliantly add to the overall feeling of infinity and greatness of Flames Arise. The Bay Area foursome proves to be worthy of the greatest metal acts, crafting a picturesque brand of heavy that is thrilling, legendary and fiercely rock’n’roll all at once!

Like an ancient, old-growth redwood, alone in a field of industrial decimation, LOWCASTER is one of the few heavy acts left standing in San Francisco’s deforested metal scene. Formed in 2015, their branches reach out in all directions, from thrash to post-metal, from doom to psyche. Their massive, raw sound is nourished by the deepest dirt-encrusted roots of Bay Area underground music. By the end of 2016, the band had played relentlessly throughout the Bay Area and self-released their first full length album, The Vapor Sea.

Two years of tragedy and loss transformed the fertile ground beneath their feet to a morass of toxic sludge. Beset by death, the Bay Area quartet battled through cavernous tombs flooded by despair, and have now emerged from the Vapor Sea to take flight on torched wings. Serious writing and recording transformed the wasteland of these two years into LOWCASTER’s second full length, Flames Arise. Sonically, they are now reaching beyond the redwood canopy. The sophomore release is as much a dirge as it is a battle cry. Yet, high above the crest the band’s sights aim skyward, arms outstretched toward vistas mystical, melodic, and undeniably metal.The album was recorded at Sharkbite Studio in Oakland (USA), mixed by Jason Bridges and mastered by James Plotkin. Album artwork was designed by Nicole Momaney at Spirited Animals.

LOWCASTER New album Flames Arise Out October 25th on Ripple Music

TRACK LISTING:
1.Prologue
2.Flames Bemoan the Tide
3. Passage
4. Pilian
5. Extramuros
6. Shore Up the Ashes
7. Dust

LOWCASTER are: Jason Bridges – Guitar & Vocals; Marc Brandi – Guitar & Vocals; Dean LaVoie – Drums; Dave Silva – Bass

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.