Por Micael Machado

Com carreira iniciada no início da década de 1980, o grupo paulista Inocentes é, desde sempre, um dos principais nomes do movimento punk brasileiro. Formado atualmente por Clemente Nascimento (voz e guitarra), Ronaldo Passos (guitarra), Anselmo Monstro (baixo) e Luis “Nonô” Singnoretti (bateria), o quarteto lançou especialmente para o Record Store Day deste ano (ocorrido a 13 de abril) o EP Cidade Solidão, através da gravadora Hearts Bleed Blue (HBB), com seu formato físico inicialmente apenas em vinil de sete polegadas (com quatro músicas em pouco mais de treze minutos, sendo três inéditas e uma regravação), apresentando uma canção extra na versão disponível nas principais plataformas digitais.

Dentre as inéditas, a abertura com “Donos das Ruas” apresenta um punk rock rápido e “pegado”, que parece ter saído diretamente de alguma demo esquecida dos primeiros anos da banda, característica, aliás, bastante relevante ao longo da audição do EP, excetuando-se, claro, a produção (a cargo de Wagner Bernardes), que é extremamente melhor e mais cuidadosa do que as daquela época. Clemente chegou a declarar a respeito da bolachinha que ela “olha para o passado como inspiração para seguir em frente”, sendo “uma atualização do que seria feito no começo da carreira, com a mesma energia e criatividade, trazendo elementos novos sem se distanciar das raízes”.

Os Inocentes: Clemente Nascimento, Anselmo Monstro, Ronaldo Passos e Luis Singnoretti

“Fortalece”, a segunda faixa, mantém a aura oitentista, apesar de ser um pouco mais lenta que a anterior. Já a composição mais cadenciada do registro (e, para mim, seu maior destaque) é a faixa título, que fecha a versão em vinil, e que já me ganhou no coro de “ô-ô-ô” do início, totalmente oitentista em seu espírito e execução (estivesse ela presente no EP de estreia do grupo, ou mesmo no seu primeiro álbum, não destoaria em nada do repertório, a não ser pelos solos de guitarra que apresenta, bem mais técnicos do que aqueles que o grupo executava na época).

O track list do vinil é completado com uma nova versão para “Escombros”, presente originalmente no álbum Ruas, de 1996. Segundo Clemente, a escolha se deu por ser uma canção que a banda e o público gostam muito, “só que, na época em que ‘Escombros’ foi gravada, em 1996, a banda não tinha a rodagem que tem hoje. Agora conseguimos registrá-la da maneira que queríamos, e o resultado ficou ótimo, a música ganhou vida novamente”. Sem muitas mudanças no arranjo, a nova versão ganhou uma produção que a faz soar melhor que a original, tendo os vocais mais destaque nesta nova faixa, e o refrão ganho a adição de backing vocals que tornaram esta regravação mais atraente que sua antecessora. Já a faixa extra disponível inicialmente apenas nas plataformas digitais (mas depois lançada também em uma versão em CD) é uma cover para “Terceira Guerra”, do Fogo Cruzado (presente originalmente na lendária coletânea Sub, de 1983), o que ajuda a consolidar a aura oitentista do EP, sendo, logicamente, muito melhor gravada que a versão original, mas mantendo a urgência e o espírito punk rock desta.

Contracapa da versão em vinil de Cidade Solidão

Cidade Solidão pode ser apenas um lançamento “menor” na longa carreira dos Inocentes, mas tem credenciais para ser mais um item marcante na prateleira dos fãs da banda e dos apreciadores de um punk rock na linha old school do estilo. Se este for o seu caso, prepare o pogo, e aqueça os vocais para acompanhar os coros das músicas do quarteto. A diversão, com certeza, será garantida.

Track List:
1. Donos das Ruas
2. Fortalece
3. Escombros
4.Cidade Solidão
5.Terceira Guerra (Fogo Cruzado)

*Bônus das versões digitais e em CD

2 comentários

  1. António Marcos

    Parabéns pela resenha. Gostei muito do CD e remete aos bons tempos do rock brazuca 80, sem saudosismo, apenas o bom e velho punk Rock. A Plebe tá para lançar um novo CD. Mais uma boa notícia.

    Responder
    • Micael

      Valeu, António! Estou também no aguardo deste CD, torcendo para manter a qualidade dos últimos lançamentos da banda!

      Responder

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.