Entrevista Exclusiva – Mário Pastore

12 de Janeiro, 2017 | por Thiago Reis
Entrevistas
3

Por Thiago Reis

Mario Pastore tem uma incrível história no metal nacional. Desde bandas como Acid Storm à sua carreira solo, Mario mantém o alto nível em todos os lançamentos. Recentemente lançou o álbum Nowhere com a banda Heaviest, obtendo grandes respostas do público e da crítica. Além disso, o primeiro álbum solo, The Price for the Human Sins em formato digipack foi relançado, contendo uma faixa bônus. Apresentamos nessa entrevista um pouco da carreira de Pastore e aos que não conhecem o artista, eis uma grande chance. Com vocês, Mario Pastore.


1) Olá Pastore, obrigado pela disponibilidade em realizar a entrevista. Vamos começar bem do início. Quando você começou a cantar e a perceber que tinha talento? Você sempre escutou rock and roll ou tem a influência de outros estilos?

Comecei a cantar com 5 anos e meu pai fez um microfone de papelão e eu imitava Elvis Presley e o tenor Mario Lanza, eu sempre ouvi estilos que tivessem ótimos cantores,mas fui para o lado do rock já na adolescência.Eu que agradeço a entrevista brother.

2) Dentre os vocalistas do metal, quais são as suas maiores influências?

Os vocalistas que me espelhei em metal são Bruce Dickinson, Geoff Tate, Dio, Halford, Eric Adams, David Coverdale e Glenn Hughes, já no meio dos anos 80 Michael Kiske.

3) Você é um personagem histórico no metal nacional, com diversos álbuns e participações gravadas. Uma em particular foi extremamente bem recebida pelo público e mídia, o álbum William Shakespeare Hamlet. Pode nos dizer como foi o convite para estar nesse álbum que continha outras grandes participações especiais?

Eu recebi o convite do Fausto e do André da Die Hard para gravar as vinhetas e acabei gravando participação na música “Last Words” do Thuata de Dannan e na música “To Be” o refrão.

4) Falando sobre uma fase mais atual de sua carreira, recentemente você alavancou seu nome com dois álbuns com a banda Pastore, que fizeram com que muitas pessoas que não conheciam seu trabalho, passassem a tomar conhecimento do mesmo. Por que você não continuou com este projeto?

Eu tive problemas na formação e as coisas não estavam sendo da forma que eu planejei, a coisa foi para o lado pessoal e em 2013 parei com a banda,recentemente fiz as pazes com o Fabio e com o Gazal e desejo muito sucesso a eles.Eu estou gravando o terceiro CD do Pastore com vários músicos e esta sendo produzido pelo Marcio Eidt (Heaviest),será um grande álbum tenho certeza!!

5) Recentemente o primeiro álbum, The Price for the Human Sins foi relançado no Brasil em formato digipack e com música bônus. Como está sendo a receptividade do público em relação a este relançamento?

Está sendo muito bem recebido esse relançamento e o público esta gostando muito já que haviam sempre pedidos desse CD!!

6) O segundo álbum, The End of Our Flames também fez muito sucesso à época de seu lançamento. Existe a possibilidade de relançá-lo em formato digipack e contendo algum bônus?

Não, o The End provavelmente não será relançado por razões que prefiro não comentar,é um álbum muito bom mas tenho péssimas recordações dessa fase!!Deixe para a história rs.

7) Você já afirmou diversas vezes que existiu a possibilidade da banda Pastore realizar uma turnê pelo Japão, à época do lançamento do álbum “The End of Our Flames”. O álbum ia muito bem por lá, inclusive com reportagem na conceituada revista BURN!!! O que aconteceu para que a tour não fosse realizada?

O Japão me mandou um email dizendo que estavam organizando uma tour e um dia depois veio o Terremoto e Tsunami e depois começaram as brigas dentro da banda fazendo com que isso não se realizasse.


8) Falando agora de mudanças, sua mais nova banda a Heaviest lançou o álbum Nowhere
, que também manteve o alto nível e consequentemente um bom retorno do público. Qual é o seu sentimento em relação a este álbum e seus novos companheiros de banda (Renato Dias, Guto Mantesso, Marcio Eidt e Felipe Perini)?

Sim eu sempre digo que a Heaviest foi um presente de Deus,adoro o CD e somos uma equipe e uma família como eu sempre achei que deveria ser,estou muito feliz na banda!!

9) Vocês lançaram os vídeos das músicas “Nowhere” e “Decisions” em 2015 e há duas semanas lançaram o lyric vídeo da música “Betrayed”. Pretendem lançar mais algum vídeo para divulgar o álbum de estréia da banda?

Sim fizemos os dois clipes e o lyric video,por enquanto não faremos mais vídeos,somente quando sair o próximo CD.

10) A receptividade em relação à banda Heaviest está tão positiva que vocês já fizeram diversos shows em São Paulo e uma turnê pela Argentina. Conte-nos como foi tocar para um público estrangeiro e também sobre a receptividade do público argentino.

Sim fizemos muitos shows e estamos conquistando vários fãs e os shows na Argentina rolaram graças a grandes e amados amigos, Ruben Ramos, a Criss e a Soledad e foram 2 shows em Resistencia e Corrientes,vendemos muitos CDs e camisetas, foi muito legal.

11) Existem mais planos para realizar shows em outras regiões do Brasil?

Queremos tocar no país todo, mas dependemos dos produtores de show nos acionarem.

12) Quais são os próximos planos da banda Heaviest já para o ano de 2017?

Um novo cd, novos clipes e shows!!!

13) Pastore, muito obrigado pela oportunidade de entrevistá-lo. Mande um recado para os leitores da Consultoria do Rock.

Novamente eu que agradeço vocês e a galera apóiem o metal nacional porque tem grandes artistas e honrem pai e mãe sempre!!



3 Comentarios

  1. Ulisses Macedo disse:

    Legal a entrevista, Thiago. Eu gosto dos dois CDs solos do Mario e não fiquei sabendo que rolou treta interna. Não curti muito o primeiro disco do Heaviest, mas que bom que ele está feliz na nova banda.

  2. Fernando Bueno disse:

    Também não sabia dessa treta aí.
    O Mario deu uma sumida do facebook. Ele postava sempre alguma coisa que gerava polêmica.
    Gosto dos dois discos solos e conheço pouco as coisas que eles fez com outras bandas.

  3. Thiago Reis disse:

    Valeu galera! Que bom que curtiram!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *