Álbum autointitulado do Helloween conquista primeiro lugar nas paradas alemãs!

Helloween combina tudo que define a banda Helloween”, escreve o editor do site DEAF FOREVER Lothar Hausfeld. “Um aventura épica por anos”, define Peter Albers da revista BREAKOUT e Rüdiger Stehler do POWERMETAL.DE comenta: “O novo álbum do HELLOWEEN é uma aula construtiva em exceder muito altas expectativas. Combina todas as forças de uma história de uma banda e sete excelentes músicos num trabalho que é criativo, muito balanceado, épico e empolgante em todos os aspectos”. Esta conquista que está no mercado há uma semana, excede todas as expectativas e agora alcançou um sensacional e merecido primeiro lugar nas paradas alemãs de vendas!

“Para nós esta é a maior honra e nos orgulhamos muito! Muito Obrigado!” diz o guitarrista e membro fundador Michael Weikath. “Nos meus olhos, artistas não deveriam olhar primeiramente em paradas e números de venda, mas claro que estamos muito felizes em ter uma resposta destas para um álbum tão especial,” diz o vocalista Michael Kiske e seu colega vocalista Andi Deris acrescenta: “Eu viajei o Mundo com a nossa música por 30 anos – mas ter um álbum em primeiro lugar em meu próprio país é provavelmente O sonho de excelência para todos nós músicos… WOW… nós realmente alcançamos isto. União faz a força – Abóboras Unidas nós somos!”. Com o épico e autointitulado álbum, o HELLOWEEN conquistou tudo e alcançou as notas mais altas em todas as revistas especializadas como METAL HAMMER, ROCK HARD, ROCK IT e nos dois webzines METAL.DE e POWERMETAL.DE. Para a gravadora, a banda está em quase todas as matérias de capa e fez a maior maratona de entrevistas possível – não há dúvida que este álbum é o mais importante de toda a década.

“Este álbum é mais que uma obra de arte – este álbum é história do heavy metal”, comenta Markus Staiger, CEO da Nuclear Blast Tonträger Produktions- und Vertribes GmbH e continua: “Conquistar a primeira posição na Alemanha foi muito merecido e também nosso objetivo. Estou orgulhoso de nosso time, eles fizeram um ótimo trabalho, de uma cooperação de muitos frutos desde o início, os managers do Helloween como todos os freelancers e mais uma vez a banda para este fantástico álbum!”. No Brasil o álbum foi lançado pela parceria Shinigami Records/Nuclear Blast Records e pode ser adquirido aqui.

Tracklist para HELLOWEEN
01 – Out For The Glory
02 – Fear Of The Fallen
03 – Best Time
04 – Mass Pollution
05 – Angels
06 – Rise Without Chains
07 – Indestructible
08 – Robot King
09 – Cyanide
10 – Down In The Dumps
11 – Orbit
12 – Skyfall

Bonustrack no Mediabook & Vinil:
01 – Golden Times
02 – Save My Hide

Bonustrack no Earbook
01 – Golden Times
02 – Save My Hide
03 – Pumpkins United

Assista ao videoclipe para “Skyfall
Assista ao videoclipe para “Fear Of The Fallen
Assista ao lyric vídeo para “Best Time

Mas tem muito mais: Se junte ao HELLOWEEN na loteria CRACK THE RIDDLE (N.E.: QUEBRE O ENIGMA). Fãs poderão vencer ingressos e um meet & greet para cada país em que a turnês passar! Na arte do mediabook, earbook & edição de boxset do novo álbum autointitulado, HELLOWEEN incluiu um jogo chamado CRACK THE RIDDLE (Quebre o Enigma). Fãs precisam tentar achar a solução do código por todo o encarte para participar. O resultado dará dois ingressos para um show a sua escolha* incluindo um MEET AND GREET COM A BANDA! A banda fará o sorteio do sortudo ganhador para todos países em que a turnê passar pelo Mundo! Tudo o que o fã precisa fazer é entrar com a solução no site e ficar com os dedos cruzados! A competição começa hoje com o lançamento do álbum HELLOWEEN e termina dia 31 de Julho.

Os sortudos serão notificados por e-mail no dia de Helloween (31 de Outubro, 2021). Todos os participantes ainda receberão 10% de desconto no próximo pedido que for feito na loja oficial do HELLOWEEN ao usar o código de desconto que aparecer na hora do pagamento.**

*Não inclui nenhum tipo de pagamento de viagem ou acomodação
** Oferta válida até 31 de Julho de 2021. Não pode ser combinado com outras ofertas ou compras feitas anteriormente.


Ouça e veja os clipes do sensível e solitário álbum duplo pandêmico do projeto mineiro Caneco Quente

Temos o novíssimo álbum do músico mineiro Pedro Hamdan, baterista da banda Moons, que já passou por vários outros projetos bacanas. O álbum foi lançado no final de JUNHO e agora ganhou clipes para 2 canções do álbum diuplo: “Pampa Dança” e “Você não Morreu”. Caneco Quente é o nome do projeto, neste link você pode baixar todas as canções deste álbum duplo, mas curto. Também é possível ter acesso ao encarte do álbum e todas as artes em alta, neste link. Também estamos disponibilizando vários video-teasers em formatos tanto pra reels/ stories tiktok e pra feed nas diversas redes socais, para usar, basta baixar nesse link.

Pedro Hamdan, baterista e artista visual mineiro, não cantava nada desde o hit “Não Fique Triste Menininha”, lançado no final dos anos 90 e perdido em alguma fita Basf por aí. Atravessou a primeira década dos anos dois mil a bordo do calado trio instrumental morde o rabo e continuou, sem dar um pio, sua jornada junto a bandas como Transmissor, Congo Congo e Moons. Caneco Quente, seu projeto solo, surgiu no longínquo ano de 2007 e é o registro das ideias de um baterista que decidiu cantar, que batuca nas teclas brancas de um teclado MIDI e que desembola cismadas semicolcheias em cantaroláveis trilhas musicais. Em seu primeiro álbum homônimo, lançado em setembro de 2019, contou com as guitarras preciosas de Gustavo Cunha (Iconili) e com a co-produção de Bruno Corrêa (que assina a mixagem e a masterização) e Leonardo Marques (responsável também pela captação de grande parte dos instrumentos em seu estúdio Ilha do Corvo).

Agora, retorna com “Falta Flauta/Flauta Falta (ouça no spotify, deezer, soundcloud, bandcamp), um disco duplo concebido, produzido e gravado por ele próprio entre os solitários meses de maio de 2020 e maio de 2021, resultado de um ano de cabeçadas no Abalo Císmico (quarto transfigurado em estúdio/ refúgio criativo). Composto por 21 canções sem refrão, arranjos em MIDI e pratos/caixa/surdo cumprindo o papel de bateria de apartamento, “Falta Flauta”/”Flauta Falta” fala (com ou sem letras) sobre memórias de tempos pré-pandêmicos, entregadores e suas motocas, tédio e, sobretudo, os mistérios insondáveis que engendram a vida e a morte de uma cachorrinha muito amada.

Um exemplo é a canção “O seu nome é Pedro ou papai?” (“Se um dia eu me perder na rua / é tão bonita a lua / eu posso me perder / qual é a nossa rua? / se eu latir pra lua / o seu nome é Pedro ou papai?”), onde ele imagina como seria se sua companheira canina Lina, que morreu na última semana de gravações do disco, se perdesse pelo bairro. O álbum vem com dois clipes criados e editados pelo próprio Pedro, com belas imagens da cadelinha Nina. “Pampa Dança” tem uma pegada indie eletrônica dançante e conta a história dos momentos de euforia dançantes da mascote da casa, veja aqui. “Você não Morreu” tem um clima introspectivo e emocionante, uma canção melancolica bem amarrada em sonoridades tocantes em um mellotron, assista aqui. Ao longo de quase uma hora, Pedro Hamdan entrega canções que passeiam pela música eletrônica Lo-Fi, com pitadas de indie e pop. É um convite para que, em meio ao absurdo dos dias em que vivemos, o ouvinte atento se perca na poesia, na graça e na melancolia das situações cotidianas.

OUÇA AQUI NO SEU STREAMING FAVORITO:
Falta Flauta
Flauta Falta


Jesse Beaman propõe uma reflexão e uma pausa poética e melancólica no seu novo álbum “Mira”

O compositor e multi-instrumentista americano de ascendência latina Jesse Beaman une ambient, trip hop e camadas sonoras que criam um universo próprio em seu novo álbum Mira. Como que pedindo um respiro em meio ao caos, o disco já entrega em seu nome uma busca por contemplação e pausa. Produzido por Brandon Curtis (Interpol, Secret Machines), o trabalho está disponível em todas as plataformas de música pelo selo mexicano PYL Records. Ouça Mira. Mira é o primeiro trabalho que Beaman lança assinando com seu nome e foi produzido e gravado em um período de dois anos no estúdio de Curtis em Vermont. Jesse começou sua carreira musical há mais de 10 anos, gravando e se apresentando como My Empty Phantom. Com esse nome, ele viajou extensivamente por 23 países com This Will Destroy You, White Denim, Julianna Barwick, Cocorosie e Silver Mt. Zion e impressionando com suas performances como de one-man-band.

Ao longo dos anos, Jesse Beaman desenvolveu um estilo que passa entre o rock ambient, experimental e o minimalismo. Seu som versátil o levou a compor trilhas sonoras para a National Geographic e filmes independentes. Em 2016, lançou o disco “Collection Of Memories” (PYL Records). Atualmente, ele tem se ocupado com novos empreendimentos e projetos paralelos. Beaman foi cofundador da produtora e gravadora MAX / MIN ao lado de Brandon Curtis e fundou o grupo coletivo Tepo Magico, com Sam Fogarino (Interpol), Joe Berry (M83), Steve Terebecki (White Denim), Jeremy Galindo (This Will Destroy You) e Martin Dosh (DOSH e Andrew Bird). Com lançamento do selo mexicano PYL Records, Mira está disponível em todas as plataformas de música.

Ouça “Mira

Ouça “Immerse

Ouça “Dancing with Ghosts

Crédito: Kate Meyer

Siga Jesse Beaman no instagram


HÉIA: Preparando split álbum com os norte-americanos do Sardonic Witchery, saiba mais!

A banda de Black Metal HÉIA já começa a trabalhar no material que dará continuidade ao atual Magnum Opus, lançado no início de 2021. Trata-se do split álbum, intitulado Ordeal Of The Abyss, que será lançado ao lado dos norte-americanos do Sardonic Witchery em três continentes: AMÉRICA DO SUL (em LP), AMÉRICA DO NORTE e EUROPA (em CD e fitas cassete). Este trabalho marcará o primeiro lançamento da HÉIA em solo EUROPEU e NORTE-AMERICANO, o grupo confirma que nos próximos dias estará divulgando mais informações, como data de disponibilidade, selos, tracklist e capa, que contará com a assinatura da artista brasileira Tatiana T. Bellini (Satvrnvs Noctvrna’s Art). Ouça os álbuns da HÉIA que encontram-se disponíveis em todas as plataformas de streaming aqui.

Sites relacionados:
Facebook
Youtube
Sangue Frio Produções


THE CROSS: confira podcast do vocalista para a Rádio Cidade 99.7FM

Eduardo Slayer, vocalista da THE CROSS, concedeu uma entrevista para o podcast da Rádio Cidade 99.7FM na edição de nº 24 do programa Além da Música. Em paralelo, a banda confirmou sua presença na segunda edição do Underground Extremo Festival Online, que será transmitido nos dias 30 e 31 de julho no canal do YouTube do evento. Ao todo serão 56 bandas que se apresentarão em duas noites de festival.

A THE CROSS também confirmou que o CD split com sua participação e a de mais três bandas, Funeris (Argentina), Sepultus Est (Peru) e Aura Hiemis (Chile), intitulado 4 Ways To Die!, será lançado pela gravadora chilena, Australis Records, em agosto do corrente ano. O material será lançado nas plataformas digitais e em versão física pelo valor de USD12,00, com pedidos através do e-mail.

Em paralelo, a banda participará da segunda edição do Underground Extremo Festival Online, que será transmitido nos dias 30 e 31 de julho no canal do YouTube do evento. Ao todo serão 56 bandas que se apresentarão em duas noites de festival.

Links relacionados


5 Mulheres do Rock que você deve escutar

O gênero musical inventado por uma mulher, o rock, levou muito tempo até reconhecer a importância destas na criação de boas músicas. Em pleno 2021 há quem ainda ache que mulher precisa de “carteirinha” para curtir o bom e velho rock n’roll, mas estas mulheres que selecionamos para comemorar o Dia Mundial do Rock mostram que o rock também é feminino! Durante a pandemia, essas cantoras se reinventaram e não ficaram paradas: criaram canais no YouTube por onde estreitaram a relação com os fãs. Conheça um pouco mais da carreira delas e não deixe de acompanhá-las nas redes sociais.

Floor Jansen

Ficou conhecida mundialmente por ser a vocalista do Nightwish, e ter levado a banda a se tornar a maior da Europa. Mas antes de se tornar a principal voz da banda finlandesa, Floor Jansen se aventurou pelas bandas After Forever e Revamp, chegando também a ser uma das juradas do programa holandês Best Zangers, com performances elogiadíssimas! Durante a pandemia, Floor Jansen criou um canal no YouTube onde faz versões, analisa shows antigos, responde perguntas dos fãs e mostra que é sim, muito acessível.

Fabienne Erni

Os fãs do Eluveitie a conhecem por sua presença à frente dos vocais, onde está desde 2017. Mas a artista também divide seu talento com a banda Illumishade, que lançou álbum de estreia em 2020, e durante a pandemia foi mais uma que se arriscou e investiu na produção de conteúdo para o canal no YouTube. Lá, acompanhada por seu teclado, Fabienne Erni realiza versões de John Lennon, Foo Fighters, entre outros.

Aline Happ

Aline Happ, conhecida por seu trabalho como frontwoman do Lyria, é compositora, letrista e produtora. Durante a pandemia, ela atendeu ao pedido dos fãs por mais conteúdo e criou o próprio canal, mantido graças aos fãs por meio do apoio via Patreon e Padrim (Brasil). Há cerca de um ano ela faz quase que semanalmente novas versões, realizando lives de lançamento nas redes sociais, e atendendo pedidos dos fãs para gravações especiais, como foi a versão inédita da música-tema do “Mandalorian” (série) e a versão a capella de Linkin Park.

Cristina Scabbia

Há quem tenha ido para o YouTube e também aquelas que decidiram dar um giro de 360º e direcionar seus esforços durante a pandemia para o Twitch. A vocalista da banda italiana Lacuna Coil, Cristina Scabbia, montou um canal no Twitch e por lá conversa com os fãs enquanto joga. E achou que é só isso? Ela também criou uma loja em que compartilha itens com suas artes personalizadas.

Vicky Psarakis

A frente dos vocais do Arch Enemy, a cantora Vicky Psarakis retornou durante a pandemia com o seu canal no YouTube https://youtu.be/EKjl4uYZkfkonde publica covers de músicas que vão desde a trilha sonora de “A Pequena Sereia” até canções do Dark Tranquility, Gojira e Queen. Dedicada a inovar, ela também costuma fazer cosplay de personagens em algumas canções, como Chapéuzinho Vermelho, Sally (O Estranho Mundo de Jack) e Ghostbusters.

E você, conhece mais uma artista do rock que inovou durante essa pandemia? Nos conte nos comentários!


MUTUM marca seu tão esperado retorno com seu novo videoclipe oficial “Centipede”

O MUTUM, grupo mexicano de Symphonic Metal, acaba de lançar o tão aguardado novo videoclipe, pertencente à música “Centipede”. Este novo conteúdo audiovisual foi produzido pela banda e Andrés Luna Ruiz (Diretor), com a colaboração de Fernando Gallegos (Diretor de Fotografia), Rodrigo Vaccari (Camera Assistant), Noe Vallejo (Foreman) e Edgar Reyna (Calavera Post). Após uma pausa importante, os músicos decidiram voltar à cena com tudo, primeiro com o single que dá nome à música e depois com o vídeo oficial da mesma.

Sobre este novo lançamento, os músicos expressaram: Roy Cantú, guitarrista solo, deu seu ponto de vista sobre o novo material: “O que vai acontecer? Eles vão gostar ou não? Valeu a pena todo o esforço? São perguntas que estão ecoando na minha cabeça neste momento e estou animada por já saber as respostas. Uma das coisas que é fundamental para nós é fazer tudo com a melhor qualidade possível, por isso buscamos sempre trabalhar com as pessoas certas e na hora certa. Estamos muito satisfeitos e felizes com o resultado do nosso novo vídeo. “Centipede” significa muito para mim, tentei captar a evolução musical e orquestral do momento que vivia e acho que consegui. Sabemos que a meta está longe, que ainda temos um longo caminho a percorrer, mas continuamos firmes no caminho ”.

Myrthala Bray, a vocalista, compartilhou seus sentimentos sobre a tão esperada apresentação do novo vídeo: “Às vezes parece que tudo vai contra você, por isso sinto que o resultado que alcançamos em“ Centipede ”representa seguir em frente apesar das adversidades e do fato de voltar ao que sempre te fez feliz. “

Sobre MUTUM

MUTUM (palavra latina que significa mútuo), é uma banda de metal sinfônico originária da cidade de Monterrey, México. Oficialmente ativos desde 2002, eles ainda estão em andamento com grandes projetos. Interpretando num primeiro momento as principais características do Metal Melódico com “Regreso al Paraíso” (2002) e “Sua Nostalgia” (2004), duas demos lançadas pela Asenath Records que fazem parte desta primeira fase do grupo. Em 2006, lançaram o álbum Redemption pela mesma gravadora e aí os primeiros matizes do que viria a ser um estilo sinfônico começaram a ser vistos, incluindo cordas e refrões líricos em suas canções.

Esse estilo se consolida com o álbum Premonitions of War (2013), mixado por Gordon Grothedde (After Forever), onde a magnitude de uma instrumentação orquestral se funde com a força que distingue o metal, resultando no gênero tocado até hoje. . O sucesso deste segundo álbum os levou a conseguir um contrato com o selo The End of The Light (Canadá), com distribuição internacional, além de um terceiro lugar no “Wacken Open Air Metal Battle” de 2015. Além disso, eles foram distinguidos como melhor banda do mês de outubro daquele ano por Unleash the furies (Grã-Bretanha), além de várias indicações nacionais para “Reinas del Metal”, como Melhor Banda Latino-Americana do Ano, Revelação Rainha da América Latina e Melhor Vídeo do Ano por “The Memories: Gloria Victis”, que também ganhou o “Melhor Vídeo do Ano” no “Kalani Awards for Mexican Metal 2014” e entrou na lista do “Top 5 melhores vídeos de mim, melhores vídeos de metal em Mexico “para” Heavy Hits “da Telehit.

Seu single mais recente “Centipede”, mixado e masterizado por Linus Corneliusson no Fascination Street Studios na Suécia, foi lançado ao público em 29 de março de 2021. O grupo planeja lançar mais dois singles junto com ele, mixados pelo holandês Joost Van. den Broek (Ayreon, VUUR, Guardião Cego, Depois de Sempre).

Centipede” – Single

MUTUM é: Myrthala Bray – Vocais / arte; Roy Cantú – Guitarra Solo; Diego Martínez – Baixo; Hiram de León – Teclados; Juan de Dios Martínez – Batería; Carlos Salazar – Guitarra ritmica


Sad Theory revela capa e anuncia data de lançamento de álbum

O grupo Sad Theory revelou mais detalhes sobre seu próximo trabalho de estúdio, o sétimo da carreira, Léxico Reflexivo Umbral. O álbum será lançado em 13 de agosto, sexta-feira, nas diversas plataformas de streaming e também em formato físico, em uma edição especial em digipack com slipcase, contendo um pôster exclusivo. A pré-venda do CD e dos novos itens de merchandising inicia em breve. A temática lírica de Léxico Reflexivo Umbral teve como inspiração inicial a renomada série da Netflix, Black Mirror. O grupo define a parte escrita do trabalho: “Aprofundamo-nos nas desastrosas consequências da busca da imortalidade e do status divino. O entendimento das entranhas do espaço-tempo que constantemente adquirimos expandiu nossa capacidade médica, de locomoção, de comunicação, de observação e de inúmeras outras. Mas também expandiu nossa capacidade para o ardil e para a vileza. Nunca estivemos tão próximos da distopia já tão previamente anunciada na arte humana”.

E este conceito se aplica a capa minimalista para o disco: “E esse é o espírito arte da capa de “Léxico Reflexivo Umbral”, que revelamos hoje. Nossa busca por longevidade e robustez varreu nossas nuances e nos transformou em monstros. Agradecemos imensamente a Carlos Kolb pela arte”. Antes do lançamento do disco, o grupo promete um novo lyric video, para a faixa “Ministrando a Pena”. O mais recente single divulgado foi “Canis Metallicus”, ouça.

Informações:
Instagram
Facebook

Plataformas digitais:
Spotify
Apple Music

Deezer
Bandcamp


El Escama revela manual de instruções da alma em disco de estreia

Nascido em São Paulo, El Escama compõe e toca desde jovem. Sempre imerso em pesquisas musicais, coleção de discos e tendo trabalhado por anos em um estúdio de gravação em Londrina, Paraná, sentiu o desejo de dar vida a um projeto autoral. Para isso, o artista retornou a São Paulo, onde começou a dar forma ao seu primeiro disco, com uma regra auto imposta: convidar apenas amigos para a ficha técnica. Dentre eles, Carlos Maltz, baterista do Engenheiros do Hawaii, contribuindo em Error e Amores Inúteis, e as Cluster Sisters, que foram destaque na primeira edição do reality show Superstar, na Rede Globo, colorindo os vocais de “Vale Um Segredo”. Ouça aqui.

Produzido por Julio Anizelli, no Plugue Estúdio, em Londrina, o álbum homônimo chega às plataformas digitais no próximo dia 05 e reúne 10 faixas, todas compostas por el escama, exceto Error, composta em conjunto com Ian, e Razão, que também ganhou composição conjunta ao lado de Paulo Argollo. O disco foi feito com cautela, no tempo do autor, “A ideia era gravar uma música por vez, então quando rolava um feriado prolongado, eu viajava pra lá (Londrina) e gravava uma música. Sempre uma por vez. Sem pressa. Pra aproveitar”. O cantor soube curtir cada etapa do processo de construção da obra, “Antes de cada viagem, outro pequeno prazer: a elaboração da minha própria ficha técnica. Ou seja, pensar em como as músicas deveriam soar e convocar os músicos ideais para transformar isso em realidade.”

Para El Escama, o álbum é uma celebração à vida. O compositor escreve músicas desde criança e havia uma certa cobrança interna em registrá-las de uma forma mais caprichada. “O disco me soa como um alívio nesse sentido. Mesmo com os times diferentes tocando em cada música, percebo uma unidade ali. Talvez pelo fato do meu violão permear todos os momentos ou, simplesmente, por todas as músicas serem filhotes de um mesmo autor”, brinca. As canções são um punhado de observações sobre peculiaridades e manias humanas numa pegada folk-indie-pop-rock. Muitas faixas são sobre a passagem do tempo e o amadurecimento. Nem sempre com uma visão otimista, o sarcasmo é uma linguagem frequentemente utilizada, mas no fim há leveza mesmo nos temas mais pesados. Por fim, o álbum é uma espécie de manual de instruções da alma de el escama.

FICHA TÉCNICA EL ESCAMA

Produção, gravação, mixagem e masterização: Julio Anizelli no Plugue Estúdio em Londrina-PR.
Composição: el escama, Ian e Paulo Argollo.
Projeto gráfico: el escama
Pintura capa: Paulo Argollo
Fotos: Ricardo Marchetti
Make: Ana Maria Almeida Prado

Acompanhe El Escama:

Spotify

YouTube

Instagram


Delittus lança terceiro single de “Especial de 15 anos”

Desde Dezembro de 2020 a banda gaúcha de rock Delittus vem lançando algumas novidades em comemoração a marca de 15 anos de carreira. No dia 09 de julho, foi liberado em todas as principais plataformas digitais o terceiro single deste trabalho, “Passou”. A música além da participação especial nos violinos de Luciano Reis também conta com o cantor e guitarrista Bridy dividindo os vocais com Matt Chelios e Burn Eildel. Em agosto a Delittus fará uma live para anunciar o lançamento de seu DVD de estúdio que contará com 10 versões de sucessos de sua carreira com diversas outras participações especiais, entre elas já está confirmada a presença de Rodrigo Koala da Hateen.

Para ouvir:
Plataformas 
Youtube 

Créditos de “Passou”
Produção Musical: @fellrios e @bridyonline
Mixagem e Masterização por @holidayprodutora (Bridy)
Captação por @holidayprodutora @estudiok30 e @estudiosuminsky
Violões por @mattchelios e @burneidel
Baixos por @johny_siilva e @vinitupeti
Baterias por @fellrios
Vozes por @mattchelios @burneidel e @bridyonline
Violinos por @olucianoreis
Composição @mattchelios @burneidel @fellrios
Um lançamento @holidayprodutora e @onerpmbr

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.