Prïnceps une electro e rock no lançamento do EP “Trinity” com o DJ italiano EKL

Prïnceps é uma dupla de rock eletrônico baseada em Londres composta por Renz Byrne (cantor) e Marko Press ( baixista e produtor). Descrito como uma fusão de The Prodigy, Chemical Brothers, Bring Me The Horizon e The Used, as influências de Prïnceps variam amplamente, cobrindo uma ampla gama de gêneros, tendo como o único tema comum o amor pela música. O duo promove seu mais recente lançamento o EP Trinity, que conta com a colaboração do DJ italiano EKL. Ouça. Os músicos trabalharam juntos durante anos, formando Prïnceps quando sua banda anterior se separou em 2018. Seu nome foi inspirado por seu amor mútuo a Roma Antiga (cidade natal do Press) e do videogame ‘Roma: Guerra Total’. Com sua mistura contrastante de alta energia, música eletrônica niilista e letras dark, talvez Prïnceps seja a banda perfeita para esta nova era com paisagens em constantes mudanças.

Extraordinariamente prolífico e diverso, Prïnceps explorou a política em seus single ‘MEGA’, no dubstep ‘Nostalgia’, dance com ‘Skeleton’, drum ‘n’ bass ‘Already Forgotten You’ e misturou electro e rock em seu recente single ‘Oh So Fun!’, lançado em agosto de 2020. A faixa principal do EP Trinity é ‘Show Me What The Hell You’re Supposed To Be’, é talvez a trilha autêntica até o momento. “Escrevemos essas canções há algum tempo, mas sempre tivemos aquela sensação que não era o momento certo para lançar ainda. Durante o lockdown, enquanto escrevíamos ‘Nostalgia’ e ‘Oh So Fun’, passamos por algumas das nossas antigas demos e foi assim que tudo começou …. Começamos a refazer o arranjo de cada música, em seus som, nas letras … mas ainda assim, havia algo ausente nele. Aleatoriamente, um dia, durante uma ligação com DJ EKL, descobrimos que ele não estava tendo o melhor momento de sua vida devido ao lockdown, como muitos de nós, eu acho, então simplesmente dissemos “Ei, cara, temos algo que tornará o seu tempo melhor! “Quer produzir música doentia conosco?” E aqui vamos nós; depois de algumas semanas, o EP estava pronto. Esta é outra prova de como a música conecta as pessoas, como é uma expressão de amor que pode tornar as coisas melhores! E da mesma forma fizemos o vídeo de “Show Me What The Hell You’re Supposed To Be”, neste caso graças a Vibes Art.” – Prïnceps. Confira Prïnceps x Dj EKL.


Linkin Park como você nunca viu antes: confira versão de Aline Happ

Uma das bandas de rock mais importantes, o Linkin Park, ganha uma versão inédita na voz de Aline Happ. A cantora e produtora musical, mostra a sua habilidade musical e a sua extensão vocal na versão a capella de “Numb”, um dos clássicos do grupo americano. Dividida em diversos naipes de voz emulados por Happ, a canção ganha uma nova profundidade, com a cantora indo do contralto ao soprano. A versão está disponível no canal do YouTube de Aline Happ. “Essa música é bastante forte, e Linkin Park é uma das minhas bandas favoritas, então quis prestar uma homenagem.”, comenta Aline Happ. Lançada em 2003, no disco Meteora, a faixa “Numb”, revela a angústia do vocalista, Chester Bennington. A música chegou ao topo da Billboard Alternative Songs e lá ficou por volta de 12 semanas e chegou a atingir o número 11 na Billboard Hot 100, a mais concorrida. A canção também conta com um remix chamado “Numb/Encore”, uma colaboração com o rapper Jay-Z, e ganhou o Grammy na categoria de Melhor Colaboração de Rap.

Ao mesmo tempo, a música mais pesada dos Cranberries, “Zombie”, ganha uma versão heavy metal na voz de Aline Happ, acompanhada do guitarrista Rod Wolf. A parceria nascida no Lyria agora traz peso à canção mais conhecida da banda irlandesa. A versão de “Zombie” faz parte de uma série de releituras que Happ realiza em seu canal no YouTube, o qual já conta com versões de Linkin Park, Iron Maiden, e até mesmo, The Mandalorian. Algumas das canções também estão disponíveis nas principais plataformas de streaming e download. A versão está disponível no canal do YouTube de Aline Happ. A música foi inspirada em um atentado terrorista que aconteceu em 1993, na Inglaterra, onde duas crianças foram mortas pelo IRA (Exército Republicano Irlandês). Considerada uma canção de guerra pelos irlandeses, Zombie fala sobre as dores dos pais ao perder seus filhos em uma onda violenta entre as tropas britânicas e os nacionalistas irlandeses, que durou entre as décadas de 70 e 80. A música é a mais popular dos The Cranberries, se tornando a primeira música de uma banda irlandesa a superar um bilhão de visualizações no YouTube.

Conhecida mundialmente por seu trabalho como líder, vocalista e compositora do Lyria, Aline Happ é hoje uma das vozes mais famosas do metal brasileiro. Em seu projeto solo, a artista promove releituras Gothic/Folk/Celtic de canções do rock e do metal mundial que estão disponíveis em seu canal no YouTube. Graças ao apoio dos fãs, a cantora arrecadou mais de 200% da meta do financiamento coletivo para o seu disco solo de estreia, que será lançado ainda neste ano. Os vídeos postados no canal de Aline Happ contam com o apoio de fãs no Patreon e no Padrim. Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, Catharsis (2014) e Immersion (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras, além de transmitir shows online com venda de ingressos para o mundo todo.

Assista “Numb”

Assista “Zombie

Adquira o álbum em pré-venda

Acompanhe Aline Happ

Facebook

Instagram

YouTube

Spotify


Garbage lança “No Gods No Masters”, seu sétimo álbum de estúdio

Um dos principais nomes do rock alternativo dos últimos 30 anos, o Garbage lança seu primeiro trabalho de inéditas em cinco anos, No Gods No Masters. O álbum é incisivo e politizado e casa com as bandeiras que a banda levanta nos palcos e fora deles desde o início de sua carreira. Esse é um lançamento da BMG disponível em todas as plataformas de streaming. Ouça No Gods No Masters. O título No Gods No Masters vem de uma expressão anarquista, ligada à libertação pessoal de viver “sem deuses ou mestres” que chegou aos EUA no início do século passado e se tornou uma das bases para o movimento feminista americano. O disco passa por críticas ao materialismo, ao individualismo, racismo e sexismo, além de se inspirar nas convulsões sociais e lutas políticas por direitos humanos na América Latina. “Esse é o nosso sétimo disco e esse número e seus múltiplos significados afetaram o DNA do conteúdo do trabalho. As sete virtudes, as sete dores da religião, os sete pecados capitais. Foi nosso modo de tentar achar algum sentido nessa loucura que é o mundo e esse caos sem limites que nos metemos”, reflete a vocalista Shirley Manson.

Assista ao clipe de “The Men Who Rule The World

Assista ao clipe de “No Gods No Masters

Assista ao clipe de “Wolves

Além dela, o Garbage conta as guitarras e baixos de Duke Erikson, as guitarras e teclados de Steve Marker e as baterias e produção musical de Butch Vig. Desde sua fundação, em 1993, o grupo acumula 25 milhões de discos vendidos em todo mundo e verdadeiros hinos geracionais como “Only Happy When It Rains”, “Push It” e “I Think I’m Paranoid”. O lançamento marca uma nova página na sua história e foi produzido pela banda com o colaborador de longa data Billy Bush. O disco chega às plataformas de música em uma edição dupla reunindo uma série de singles e compactos que o Garbage tem lançado nos últimos anos. Entre os destaques estão a versão para “Starman”, de David Bowie, e “Because the Night”, de Patti Smith (com a banda Screaming Females).

Após lançar seu novo álbum No Gods No Masters, o Garbage continua a apresentar novidades. “The Creeps” é uma faixa incisiva e politizada – como o álbum – e casa com as bandeiras que a banda levanta nos palcos e fora deles desde o início de sua carreira. Este é um lançamento da gravadora BMG. O vídeo é obra do artista chileno Javi MiAmor, responsável também pelas leituras visuais de “The Men Who Rule The World” e “Wolves”. Assista ao clipe de “Creeps”.

Tracklist:

1. “The Men Who Rule the World”

2. “The Creeps”

3. “Uncomfortably Me”

4. “Wolves”

5. “Waiting for God”

6. “Godhead”

7. “Anonymous XXX”

8. “A Woman Destroyed”

9. “Flipping the Bird”

10. “No Gods No Masters”

11. “This City Will Kill You”

12. “No Horses”

13. “Starman”

14. “Girls Talk” (feat. Brody Dalle)

15. “Because the Night” (feat. Screaming Females)

16. “On Fire”

17. “The Chemicals” (feat. Brian Aubert)

18. “Destroying Angels” (feat. John Doe and Exene Cervenka)

19. “Time Will Destroy Everything”


Os argentinos BORDE anunciam o lançamento de seu álbum de estreia Mundos Paralelos

Uma das revelações do Metal argentino, o BORDE, anunciou o lançamento do primeiro disco da banda, que se chamará Mundos Paralelos. Após o que foi o lançamento do EP de estreia Despertar (2020), o grupo ataca impiedosamente com o lançamento de seu álbum completo. É composto por 9 músicas e será lançado em todas as plataformas digitais em 2 de julho de 2021. A criação desse conteúdo musical origina-se da necessidade de os músicos encontrarem novas formas de expressar uma reflexão sobre a perspectiva da banda sobre os diversos temas que afligem o mundo moderno. O foco está no custo de fazer parte de uma sociedade onde a ansiedade e a luta para encontrar o próprio caminho são o padrão principal. Tudo isso, passando por diversas situações como desgosto, manipulação, alcoolismo, consumo e violência, em decorrência de conflitos sociais e problemas pessoais.

Francisco Ukmar (guitarrista), expressou a esse respeito: “Nossas expectativas para este lançamento são muito altas. Para começar, esperamos poder expressar não só todo o poder da nossa música nessas 9 canções, mas também poder transmitir para as pessoas tudo o que foram esses 18 meses de composição, gravação, mixagem e masterização. Esperamos que este álbum seja tão bem recebido quanto Despertar foi em novembro do ano passado, no qual pudemos ver uma prévia de 4 das 9 músicas que virão. Todo o trabalho realizado foi muito meticuloso. Quando se tratava de compor e trazer as músicas para a sala, ouvindo-as, sua análise era incrivelmente detalhada. Enfim, este primeiro LP foi feito com muito trabalho e paixão, qualidade que une a banda desde o dia 0 e continua se destacando”.

Despertar foi lançado em 27 de novembro de 2020. Desde o momento de seu lançamento, Argentina, América Latina e o mundo ecoaram o lançamento desta banda que apresenta algo diferente com seu som. Muitos meios de comunicação especializados começaram a nos descrever como “a promessa do metal argentino”, uma afirmação com a qual não poderíamos estar mais de acordo. O baixista Alfredo Gelberg também deu o seu ponto de vista: “Estou feliz por chegar a este ponto depois de tantos bastões na roda que tínhamos. Saber que a pandemia atingiu duramente a todos, para nós que gostamos de música não nos foi estranho e a verdade é que chegar a este ponto onde podemos mostrar algo que nos deixa muito orgulhosos não é pouca coisa. São nove músicas que foram compostas com muito coração e na hora das gravações todos os integrantes da banda deram o nosso melhor para dar o nosso melhor. O apoio que nosso EP Despertar teve foi gigantesco. Isso nos deu um tremendo empurrão para poder terminar as gravações, fazer a edição e trazer isso em tempos em que não é fácil ter os meios necessários para gravar um álbum. Mundos Paralelos chega para dar nosso primeiro grande passo como banda para o mundo todo e eu pessoalmente sinto que é uma ótima carta de apresentação. “

TRACKLIST – MUNDOS PARALELOS
Revelo
Maleficio
Quimera
Calma
El Costo de Ser
El Canto de la Sirena
Guía
Pacto
Utópica
BORDE É: Fabián Meaurio – Vocais; Alfredo Gelberg – Baixo; Luciano Martínez – Bateria; Francisco Ukmar – Guitarra


THE CROSS: banda divulga unboxing da coletânea Brazil Doom Metal

A THE CROSS divulgou vídeos de unboxing da coletânea Brazilian Doom Metal, que foi lançada pelo selo Pagan Tales Records no dia 29 de março. O material contou com a participação da banda e mais 10 grandes nomes do Doom Metal nacional. O produto foi disponibilizado em 300 cópias digipack acompanhado de uma revista. Em paralelo, o grupo confirmou a finalização das gravações de guitarras do seu vindouro álbum, Act II: Walls of the Forgotten, no estúdio Louis Den Studio. O full-length será lançado no segundo semestre do corrente ano pela Eternal Hatred Records e conterá 6 faixas com as participações internacionais de Albert Bell (Sacro Sanctus, Forsaken) Leo Stivala (Forsaken) e Achraf Loudiy (Aeternam).

Youtube


Estreia do projeto exclusivo She, Stress, Astafix e o Brave com a participação especial de Steve Grimmett do Grim Reaper na edição de Junho do “Roadie Crew – Online Festival”

A revista Roadie Crew, em parceria com a produtora Som do Darma, apresentou na sexta-feira, dia 11 de junho, a décima-quinta edição do “Roadie Crew – Online Festival”. O evento online, realizado mensalmente, deu continuidade à sua missão de celebrar e promover o trabalho das bandas brasileiras e fortalecer a cena do heavy metal nacional, sempre com transmissão “Streaming-Live” exclusiva pelo canal oficial da Roadie Crew no Youtube. Até aqui, mais de 200 bandas já passaram pelo festival e centenas de outros grupos aguardam para se apresentarem em futuras edições. O “Roadie Crew – Online Festival” tornou-se a principal referência na fruição da cena brasileira de heavy metal que é, quantitativa e qualitativamente, uma das mais relevantes do mundo.

Além dos vídeos das bandas participantes, que continuam sendo inéditos e exclusivos, a décima-quinta edição, referente ao mês de Junho, apresentou mais um projeto exclusivo, a She. A ideia da She é promover e estimular a produção criativa feminina na cena de heavy metal do Brasil, e a sua estreia contou com um line-up pra lá de especial formada pela baixista Fernanda Lira (Crypta), a guitarrista Débora Losna (Losna), a baterista Isabela Moraes (Kamala) e a vocalista Cacau Pinheiro (Made Of Stone). O quarteto fez uma versão bem pesada de “Cherry Bomb”, clássico das The Runaways. A produção musical e audiovisual fica por conta de Alex Voorhees e a produção cultural é de Susi dos Santos. As outras bandas participantes desta edição são Stress, Brave featuring Steve Grimmett (Grim Reaper), Astafix, Dream Wild, Scum Noise, Metauro, No One Spoke, Castellica, Vomit Bag Squad, Eternal Knight, All For One, Versteckt, Psychosane, Black Priest e Malved.

Serviço:
“Roadie Crew – Online Festival” – 15ª Edição
Data: 11 de Junho de 2021
Horário: 19h30
Local: Canal da Roadie Crew no Youtube 
Bandas: She (Projeto Exclusivo), Stress, Brave featuring Steve Grimmett (Grim Reaper), Astafix, Dream Wild, Scum Noise, Metauro, No One Spoke, Castellica, Vomit Bag Squad, Eternal Knight, All For One, Versteckt, Psychosane, Black Priest e Malved.
Mais Informações:
Instagram – She 


ZANZAR lança a bootleg Mó Fita… com o clipe de “Ziriguidum”

Zanzar é uma banda de rock/MPB que diversifica narrativas dentro da música gaúcha, criando sua identidade na mistura com o samba e com ritmos da América Latina. Suas apresentações se configuram como um baile tropical, com influências que vão de Os Mutantes e Tim Maia até Metá Metá e Nirvana. A ZANZAR é uma banda de Rock/MPB, que diversifica narrativas da música independente feita no sul do Brasil, criando sua identidade na mistura com samba, sintetizadores e ritmos da América Latina.

Ouça no Spotify
Ouça nas demais plataformas

Para comemorar o lançamento de Mó Fita…, o baixista da banda e artista visual Guilherme Leon, criou o videoclipe da música “Ziriguidum”, com colagens e edições de imagens captadas de clipes e vídeos ao vivo da banda.

Confira aqui o clipe de “ZIRIGUIDUM

Além disso todas as faixas tem vídeos e estão no youtube da banda.


ANGUERE – Truculência Lançamento Oficial

“EU NÃO CONSIGO RESPIRAR!” Palavras de SUPLICAS eternizadas pela violência policial! “TAVA NO TRAMPO, TO VOLTANDO PRA CASA!” Explicações dadas para não tomar esculacho da polícia, não ser morto ou forjado por algum crime! Nesse contexto que ANGUERE Thrash HardCore anuncia a faixa “TRUCULÊNCIA” disponibilizado na Segunda Feira dia 14 Junho de 2021 as 10hrs da manhã na pagina oficial da banda o BANDCAMP e em breve nas plataformas digitais!

Essa faixa trás nova sonoridade, com participações e muita revolta! Uma grande parceira desse álbum é com RICARDO SANTOS baixista que venho para dar um peso maior nessa faixa! Trabalho de capitação do estúdio GRAMMA RECORDS do nosso amigo ENZO PETRUCCI que vem nos acompanhado desde 2019 com nosso álbum “CASTIGO” e também na capitação do nosso novo álbum programado para final de 2021! A parte de Masterização e Mixagem foi feita pela equipe do Refúgio Cultural e Estúdio Katharsis , a arte visual fico por conta do CAIO BAKARGI!


DARKSIDE: é lançado o videoclipe para o novo single ‘Relíquia Ritual’

No ano em que a Darkside faz trinta anos de existência, a banda cearense lança no YouTube um videoclipe para a canção ‘Relíquia Ritual’. Antes de mais nada, o título se refere ao quinto álbum de estúdio do grupo que sairá no segundo semestre. Em segundo lugar, a música entra para a história do quinteto como primeira composição em português. Além disso, o tema da letra é um dos mais existencialistas de sua carreira por abordar a questão ambiental, uma ferida aberta no Brasil. Confira o videoclipe de ‘Relíquia Ritual’. A banda vem de uma série de lançamentos matadores, a começar pelo álbum Eclipsed Soul (2004) ainda com uma sonoridade mais voltada ao power metal. A partir de Prayers in Doomsday (2012), investe em uma pegada mais solta, riffs mais velozes e com um ligeiro flerte ao thrash metal. Tais combinações evoluíram para algo mais visceral em The Apocalypse Bell Part II – Legacy of Shadows (2015), com uma Darkside totalmente brutal e agressiva. Do mesmo modo, Gates of Time… and Fragments of Madness (2018) garantiu a nova essência com versões arrasa-quarteirões das duas primeiras demos.

Para Relíquia Ritual, fora a faixa do videoclipe a Darkside gravou mais seis músicas, sendo duas inéditas e as demais extraídas dos dois últimos álbuns. Conforme publicação em redes sociais, essas versões são registros de lives da banda com tratamento específico. Portanto, talvez possamos esperar um álbum com um clima mais orgânico, ou seja, mais fiel à agressividade de palco. Enquanto o headbanger não contempla este novo trabalho na íntegra, o videoclipe de ‘Relíquia Ritual’ confirma a boa fase do grupo. De maneira idêntica, também traduz um pouco a preocupação da arte em relação à terra açoitada pelo homem.

Direção: Romário Dias

Produção: JL Produções/RD Filmes

RELÍQUIA RITUAL

Música: Tales Araújo / Letra: Tales Araújo, Marcelo Falcão

DARKSIDE: Marcelo Falcão: Vocal; Tales Araújo: Guitarra; Jefferson Nascimento: Guitarra, vocal; Kaio Castelo: Baixo; Bosco Lacerda: Bateria

“Projeto fomentado com recursos da lei 14.017/2020 -Lei Aldir Blanc -por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza/CE”

PARA SABER MAIS, BEM COMO ENTRAR EM CONTATO, ACESSE


Versus Mare e Thiago TS misturam rock, grunge e rap em novo single

“Nada cai do céu. Por isso, é preciso lutar para conquistar os sonhos e os objetivos”. Essa é a principal mensagem do novo single da Versus Mare: Não Espere (Don’t Sleep). A música tem participação especial do rapper Thiago TS e é um lançamento dos selos Elevarte Music e 1100 Discos. Escute “Não Espere (Don’t Sleep)” via Spotify ou Deezer. A letra aborda a importância da resiliência enquanto a melodia mistura nuances de rock, grunge e hip hop. A faixa foi gravada no Studio 1100, em Diadema, São Paulo. Na ocasião, a banda contou com o suporte do produtor Vinícius Sousa, sendo ele também responsável pela mixagem da faixa. A masterização, por outro lado, ficou a cargo de Ítalo Nonato.

O baterista da Versus Mare, Romulo Oliveira, explica que a canção trata-se na verdade de uma nova versão para um trabalho antigo da Versus Mare. “A música original se chama ‘Don’t Sleep on Highway’. No entanto, com os novos versos, inseridos pelo Thiago TS, decidimos batizá-la como ‘Não Espere (Don’t Sleep)’. Isso reforça a ideia de não esperar a melhor hora para correr atrás dos sonhos” Além de Romulo, a Versus Mare também conta com os músicos Agnaldo Nascimento (voz e guitarra), Adonis Guerra (voz e guitarra) e Thiago Ramos (baixo e voz) na formação. Anteriormente, o grupo lançou os álbuns Cordilheira (2019), No Meio do Caminho (2017) e Enfrenta (2015).

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.