Aline Happ, do Lyria, lança versão de Memory com harpa

A vocalista do Lyria, uma das bandas mais conhecidas do metal nacional, Aline Happ acaba de lançar uma versão para “Memory”, do musical Cats. Acompanhada da harpa, a canção é uma velha conhecida da cantora, e reflete sobre a vida antes da pandemia, sentindo esperança de que um novo amanhecer (e um novo futuro) virá em breve. “Quis pegar uma música que me faz sentir confortável já que estou voltando depois de ter tido o vírus, então Memory foi uma boa escolha já que conheço há bastante tempo e cheguei a cantar em alguns recitais na minha adolescência. Podemos ligar a letra até mesmo ao momento atual, que sentimos falta da vida pré-pandemia.”, reflete Aline Happ.

Da mesma forma que a gata Grizabella, personagem principal de Cats, relembra o seu passado, a personagem que aparece no vídeo de Aline Happ, também tem esta história recheada de nostalgia. “A história do meu vídeo mostra o passado e o momento atual de uma personagem, mas com uma percepção um pouco mais positiva que combina com o que o personagem pede no fim na música.”, explica Aline, que mais uma vez cuidou da gravação, produção, roteiro e edição do vídeo para “Memory”. Com mais de 600 regravações, a canção “Memory” completará no próximo ano quatro décadas de criação. Inspirada no poema de T.S. Eliot, a música foi composta por Andrew Lloyd Webber e conta com letra de Trevor Nunn. Tida como a música de mais sucesso presente em um musical, ela já contou com releitura de Barbra Streisand, Barry Manilow e até mesmo, Simone Simons, do Epica.

A cantora também lançu uma versão inédita de “The Mandalorian”. O universo de Star Wars e as suas histórias sempre inspiram aqueles que o buscam. Na música, foi a série The Mandalorian (Disney+) que inspirou Aline Happ, vocalista do Lyria, a criar. A trilha sonora dos créditos finais ganhou contornos vocais da cantora, que combinou o canto lírico com os arranjos orquestrais da canção. O formato inovador é o primeiro a ser feito no mundo, o que demonstra a criatividade da artista. A vocalista Aline Happ explica que a ideia de vocalizar a trilha sonora de The Mandalorian surgiu enquanto assistia à série: “pensei que daria uma boa versão, mesmo sem letra. A parte instrumental é altamente cantável, então, pensei em fazer algo com a voz.”, conta.

Elemento de adoração entre os fãs do universo Star Wars, “The Mandalorian” também é uma das preferidas da cantora: “Estou gostando muito mais dessa série do que dos novos filmes do Star Wars e meus personagens favoritos com certeza são o Baby Yoda (Grogu) e o próprio Mandaloriano.”, elogia Aline Happ. A série The Mandalorian estreou em 2019 no serviço de streaming Disney+ e imediatamente arrebatou os fãs da trilogia clássica de Star Wars. Dirigido por John Favreau, a série conta a saga de um caçador de recompensas espacial, Din Djarin, um mandaloriano, raça conhecida pelos fãs graças ao Boba Fett, da trilogia original. A história acompanha o pistoleiro e seu parceiro Grogu, apelidado carinhosamente de “Baby Yoda”, que precisa retornar ao seu lugar. Assista a versão de “The Mandalorian“.

Os vídeos postados no canal de Aline Happ contam com o apoio de fãs no Patreon e no Padrim. Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, Catharsis (2014) e Immersion (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras. Assista a versão de “Memory”.

A campanha para o lançamento do primeiro disco solo de Aline Happ, que contará com versões folk de músicas do rock, já está disponível no site oficial do Lyria. Os esforços acontecerão, simultaneamente, em português e inglês, permitindo que os fãs de todo o mundo possam ajudar na realização deste sonho. Entre as recompensas estão: agradecimento online; álbum digital; CD autografado; mini poster autografado; agradecimento nos créditos do CD; bate-papo online com Aline e outros fãs para a premiere do álbum; fotolivro autografado; caixa feita à mão pela Aline Happ; camiseta; caneca; e escolha uma música para tornar-se versão. São várias formas de apoiar o trabalho de Aline Happ e ainda, receber recompensas exclusivas desta campanha, sendo algumas acumulativas. Os valores na versão brasileira do site são diferenciados, pensados especialmente para o público. As recompensas já incluem o valor do frete e taxas. Contribua para o financiamento coletivo do álbum de Aline Happ:

Brasil 

Outros países 


PANDEMMY: Assista ao primeiro vídeo da série “Track By Track” do álbum Subversive Need

Os pernambucanos do PANDEMMY seguem firmes nos trabalhos de divulgação do atual álbum Subversive Need e acabam de lançar a série “Track By Track”, onde é comentado um pouco mais sobre suas músicas. O primeiro vídeo divulgado traz as faixas “Deforestation”, “Neohate” e “Free Mumia (A Panther In A Cage)”, que contou com a participação, não só dos músicos, mas também dos jornalistas Victor Augusto (Ever Metal) e Gustavo Queiroz (Detector de Metal), além do guitarrista Raphael Olmos (Kamala). Assista agora. Confira pelo Facebook. Fique por dentro dos próximos vídeos a serem lançados, inscreva-se no canal do PANDEMMY no YouTube e ative o sininho para receber as notificações:

Siga a banda em suas demais redes sociais:

Facebook
Instagram

Em paralelo, Subversive Need já está disponível em seu formato físico e ganhará distribuição europeia nos próximos dias, a banda assinou com os selos Headbangers Records e Big Bad Wolf Records, que cuidarão da distribuição em países como Holanda, Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Itália, Portugal, República Checa e Sérvia. Adquira agora este trabalho por apenas R$ 25,00 (+ frete) entrando em contato com o PANDEMMY pelas redes sociais supracitadas ou diretamente com seus membros.

Sites relacionados:
Facebook
Site
Sangue Frio Produções


Inimigo Eu lança novo single: “Dicotomia Viral”

A banda INIMIGO EU está divulgando “Dicotomia Viral”, lançado no dia 27 de novembro, como single e clipe no canal do youtube do selo Estrondo Records. PARA ASSISTIR.

Produção musical: Rafael Laureano.

Produção audiovisual: Coletivo Catarse.

Viver em tempos de pandemia é difícil. Mas nem a mais horripilante distopia colocaria um país nas mãos de um Chefe de Estado lunático e negacionista para enfrentar a pior pandemia em 100 anos! É o que está acontecendo no Brasil em 2020. Neste contexto, a banda Inimigo Eu lança o single “Dicotomia Viral”. Com riffs marcantes e melodia pesada, a música representa o cenário de caos vivido no país neste ano. O clima é de competição entre a retórica doentia do Presidente da República e a realidade retratada por profissionais de saúde e todos aqueles que vivem na pele as decisões governamentais que acabam determinando o seu direito ou não de lutar pela própria vida.

Com letra forte, versando sobre “um inimigo invisível pelo ar”, Dicotomia Viral lembra que todas as pessoas estão sujeitas aos malefícios da Covid-19, que age “sem respeitar fronteiras credo ou religião”, porém existem grupos mais vulneráveis e com menos (ou nenhuma) condições de proteger suas vidas. Vimos e ouvimos grandes empresários desdenhar de milhares de mortes ao lado do genocida presidente do Brasil, deixando claro que “quem mais fatura, mais se acha no direito de desfilar enquanto pisa no peão”. Em uma clara mensagem para as pessoas comuns, como nós, o refrão da música alerta que a realidade classista coloca algumas vidas em jogo… as nossas: “E o que você não entendeu / É que eles vão se resguardar / Jogar o fardo pra você / Te por em risco pra monetizar”!

“Dicotomia Viral” é o último single a ser lançado pela banda, que lançou também “Raízes”, no ano de 2020. A banda prepara um álbum full length para 2021. O recado é simples e direto: Cuide-se! Cuide de quem você ama! Os grandes empresários e o Presidente jamais cuidarão de vocês. “O mundo conta os mortos. E eles, o que vão perder?”.


EKPHORA METAL / Sofrimento Final

O Projeto EKPHORA METAL lançou dia 29 de novembro seu primeiro trabalho contendo 5 faixas intitulado Sofrimento Final. EKPHORA é um projeto que conta com os músicos Gustavo Camargo (MORTAL WAYS) e Thiago Soares (ANGUERE), ambos com formação de estilos diferente! Nesse momento o projeto encontra-se disponível somente digital na pagina do bandcamp e há estudos sobre a possibilidade do lançamento físico, em breve também nas plataformas digitais de todo mundo e no canal do youtube. EKPHORA é a procissão da morte a festa que antecede o Sofrimento Final! Confira o resultado dessa união no link a seguir:

Bandcamp

Conheça nossa pagina no Facebook


BROKEN & BONED: confira novidades da banda para 2021

Apesar de 2020 ter sido um ano difícil, a Broken & Boned fez um ótimo lançamento com o lyric video de ‘Fútil’ e outras novidades. Com a finalidade de deixar o fã sempre atualizado, a banda continua o processo de composição do novo álbum, mas isso não é tudo. O grupo que comumente produz seus álbuns no Legacy Studio, em Belém/PA, está construindo outro estúdio em Marabá/PA. “Estou bem ocupado nesses últimos meses com o estúdio em obras, mas sobre a Broken, estamos marcados para fazer a captação de dezembro a Janeiro“, informa Carlos Nava. A captação do segundo álbum que se refere o guitarrista será feita no Legacy, que pertence ao baterista André Cecim. A saber, a banda frequentava o estúdio da capital paraense mesmo antes de André integrá-la, pois foi de lá que saiu o primeiro álbum.

Para promover o próximo CD ao lado de ‘Fútil’, que já faz a pré-divulgação, o quinteto pensa em lançar mais um trabalho em vídeo. “Em breve a gente lançará um videoclipe para uma entre duas músicas do próximo álbum, que estamos discutindo“, revela. A novidade em cima desta que já é uma boa notícia, é que tudo deverá sair simultâneo. “O lançamento do disco já deve sair com o clipe oficial, não é web clipe, não é lyric video, é um videoclipe convencional“, destaca. Por hora estas são as novidades da Broken & Boned que, além de Carlos e André, é completada por Diógenes Oliveira (vocal), Marcelo “Marshall” (guitarra) e Lúcio de Paula (baixo). A exemplo do clipe de ‘Fútil’, que você confere abaixo, com toda a certeza o novo material será de nível excelente. Inscreva-se no canal da Broken & Boned.

CONTATO

Site


Terceiro Mundo Bom lança clipe “Ataque Soviético”

Após apresentar sua mescla de indie rock dançante e letras bem-humoradas em um EP auto intitulado, a banda carioca Terceiro Mundo Bom dá destaque à faixa “Ataque Soviético” em um clipe. O registro une cenas do grupo em um show e em estúdio, em um resgate de tempos onde a música proporcionou encontros. Assista a “Ataque Soviético”. Ouça “Terceiro Mundo Bom”. Descrita pela banda como um “rock ultra dançante pra animar qualquer festa para pessoas desinibidas e sacanas”, e guiada por uma curtição sem limites, “Ataque Soviético” ganha um vídeo com o mesmo espírito. O clipe traz imagens de uma apresentação da Terceiro Mundo Bom em uma noite em que dividiram o palco com a Blitz, permeadas por momentos de bastidores entre ensaios, gravações e reuniões do grupo, todos marcados pela espontaneidade dos integrantes. Além deste, o EP conta com clipes para as faixas “Pérolas Irregulares” e “Terceiro Mundo Bom”. Assista a “Pérolas Irregulares”.

O vídeo retoma a sonoridade do quarteto ao mesmo tempo que encerra o ciclo do EP, já que a banda atualmente trabalha em novas faixas que serão gravadas após o fim da atual pandemia. “Estávamos com a pré do segundo EP praticamente pronta já pensando em gravar quando aconteceu essa mudança no mundo. Mas estamos terminando os últimos detalhes pra começar a gravar um single inédito!”, adianta o guitarrista Marcos Almir. Além dele, a banda conta com Diogo Brandão, Robson Riva e Guga Leão. O EP de estreia da Terceiro Mundo Bom mostra a versatilidade do conjunto, que destila referências para além do rock e MPB, como o rap e o trip hop. As faixas vão desde relacionamentos voláteis até amores que surgem no meio de um protesto, oferecendo um olhar novo sobre o Brasil atual. O clipe de “Ataque Soviético” já está disponível no canal de YouTube da banda, e o EP, nos principais serviços de streaming através do selo Sagitta Records.

Ficha técnica

Produzido por Lucas Vasconcellos e Terceiro Mundo Bom

Gravado por Elton Bozza no Pavão Preto Estúdio

Bateria e Baixo gravado no Melhor do Mundo Estúdios

Mixado por Márcio Gama

Guitarras slide – Lucas Vasconcellos

Teclados – Donatinho

Arranjo de metais – Vitor Tosta

Gravação de Metais por Vitor Tosta e Pedro Paulo no Estúdio Gafanhoto

Masterizado por Sun Room Audio NY/EUA

Show gravado na cidade de Paracambi (RJ). Imagens da participação do Donatinho por Renan Duran e imagens adicionais de celular da rotina da banda antes da pandemia por Diogo Brandão, Bárbara Reis e Vinicius Tamer.

Direção de Fotografia: Bruno Rocha

Câmeras – Renan Mendonça e Daniel Nobre

Montagem : Felipe Monteiro

Finalização – Felipe Monteiro

Produção: Diogo Brandão

Direção: Diogo Brandão

Letra

Te conheci

Numa festa animada

Você meio alterada

Aquela coisa toda

Reconheci

Minha vizinha

Que delícia

Estava cheia de malícia

Com mais 3, depois 6, depois disse que era a minha vez

Furei

A fila anda pra cozinha

E lá também perdi a linha

Peguei 6, 16, depois disso eu já nem sei

Montanha Russa

Roleta Russa

Nem que a vaca tussa

Num ménage a trois

Quem vai querer parar?!

Uuuuuu

Te encontrei

Num canto escuro da garagem

Tentando entrar na personagem

E aquele papel que você me prometeu?

Reencontrei

A professora do primário

Acompanhada de um otário

Peguei saindo do armário

Com a mãe de um amigo meu

Pulei

Numa jacuzzi de champanhe

Peguei você, me acompanhe

Sim, talvez, outra vez, esquece o corno do teu ex

Festa privê

Só no bufê (festinha de artista)

Não sei o que

Quem vai saber? (e respingou na pista)

E ao meu ver

E sem querer (a papauêra toda)

Bebi saquê

Pra te esquecer.. (Se eu me lembrasse eu saberia se foi boa)


Satanjinhos: cover de música tema do Power Rangers é oficialmente lançada nas plataformas digitais

Recentemente o Satanjinhos lançou em vídeo uma bem humorada versão para a música tema do seriado Power Rangers. Com a boa aceitação da versão, a banda agora resolveu disponibilizar a mesma nas plataformas de streaming, para dar aos fãs mais uma opção de audição. Confira! Para saber das novidades do Satanjinhos, acompanhe as redes sociais da banda.

Em tempo, o festival Satanfest, comandado pelo Satanjinhos vai de vento em poupa. O evento segue trazendo novidades e a banda embarcou nessa. Sendo assim, o Satanjinhos vai lançar um novo single durante o Satanfest. Inédito, “Pedra de amolar chifre” é uma das novidades que o grupo preparou para o festival imperdível. Em seu último lançamento, a banda fez uma versão bem humorada para a música tema do seriado Power Rangers. Com o objetivo de unir o cenário cultural, o Satanfest irá acontecer em 3 dias, 19,20 e 26 de dezembro. Saiba mais pelo link.

Por fim, os mineiros do Santanjinhos foram confirmados na segunda edição do Caio Indica Fest, que irá ocorrer entre os dias 18 e 20 de dezembro. A pandemia sem fim trouxe uma série de festivais que apoiam o metal nacional independente. Entre eles, está o Caio Indica Fest, que em sua 2ª edição traz entre os dias 18 e 20 de dezembro uma seleção de bandas de destaque na cena brasileira. Com mais de 70 grupos selecionados destacamos entre eles, o Lyria (RJ), que toca no dia 19, a partir das 20h; E também a Hamen (SC) e a Neverwinter (PR), que se apresentam no dia 20, também a partir das 20h. Cada uma delas com sua frontwoman, mas com técnicas vocais bem diferentes.

No dia 19 (sábado) o Lyria, um dos grandes nomes do metal nacional, apresenta as canções do disco Immersion (2018) e Catharsis (2014). A banda é formada por Aline Happ (voz), Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria). Criada em 2012 a banda tornou-se conhecida no Brasil e em países da Europa, América do Norte e América Latina já no disco de estreia. Atualmente a banda segue lançando materiais extras e inéditos em seu canal oficial no YouTube, além de participar de festivais online durante a quarentena. Assista “Let Me Be Me”, do Lyria.

Já no dia 20 (domingo) é a vez da Hamen, na estrada desde 2013 e formada pelos músicos Monica Possel (voz), Cadu Puccini (guitarra), Gabriel Pedroso (bateria) e Matheus Maia (baixo). O som da Hamen recebe influências de ícones da cena mundial, como After Forever, Epica, Nightwish e Within Temptation, equilibrando o peso das guitarras e o vocal lírico. No repertório do show, canções do debut, Unreflected Mirror (2018), elogiado pela crítica. Assista “The Silence of the Soul”, da Hamen.

Quem também se apresenta no dia 20 é a Neverwinter, fundada pelo multi-instrumentista e compositor Higor Hoenig. Com fortes influências do metal sinfônico, metal melódico e power metal na melodia, as letras criadas por Fernanda Zys (voz) são inspiradas na literatura do século XIX. Para as composições, a soprano busca influência do Joy Division, The Cure e HIM. No setlist, a canção “Decay”, presente no álbum de estreia, Air Castle, lançado em 2019. Assista “Opium”, da Neverwinter.

Serviço

Caio Indica Fest II

Data: 18, 19 e 20 de dezembro (sexta, sábado e domingo)

Horário: 19h (sexta) – 20h (sábado e domingo)

Entrada Gratuita

Classificação etária: Livre

Evento

Satanjinhos: The Mônio – Vocal; Deeh Abo – Guitarra; Koi Zaruin – Guitarra; Pep Reto – Baixo; Seth Pele – Bateria

Mais informações:

Facebook

Instagram

YouTube


AVENTHUR: confira o guitar cover de John Petrucci

A AVENTHUR disponibilizou no seu canal oficial do YouTube o cover da faixa “Glasgow Kiss” do guitarrista norte-americano John Petrucci. Em paralelo, a banda confirmou que o seu terceiro single autoral, “Close To The Sun”, já foi lançado nas plataformas digitais através da CD-Baby.

Instagram


Mais Cerveja Que Juízo: Uhul aposta em rock divertido em novo álbum

A equação é simples. Cerveja e rock, resultam em diversão. Essa é a principal mensagem da banda Uhul com o disco Mais Cerveja Que Juízo. A obra trata-se de um compilado dos 13 anos de trajetória do grupo catarinense e inclui 22 faixas mixadas e masterizadas por Gabriel Zander. O setlist conta com músicas como “Cara Cheia e Barriga Vazia”, “Quando Casar Sara”, “Fritz e Frida”, “A Festa Continua”, “Bolhas de Cerveja”, entre outras. Assim, as sessões de gravação ocorreram entre as cidades de Blumenau e Joinville, respectivamente entre os estúdios Phoenix e AGT. Escute o álbum Mais Cerveja Que Juízo via Spotify, Deezer ou Apple Music. O vocalista e guitarrista Thomson Schuelter aponta que o título do álbum frisa a importância da confraternização entre amigos. “É o que melhor representa a nossa história. Fazer um som, beber cerveja e aproveitar os momentos divertidos. A nossa música sintetiza isso misturando punk rock e música alemã”.

Além de Thomson, o grupo é formado por Rodrigo (guitarra), Harger (baixo), André (bateria), Gilla (gaita) e Guima (saxofone). A Uhul está em atividade desde meados de 2007 e já dividiu o palco com nomes como Raimundos, Matanza, Velhas Virgens, Tequila Baby e Wander Wildner.


Na última edição de 2020, “Roadie Crew – Online Festival” reuniu bandas clássicas e novas promessas do metal brasileiro

A revista Roadie Crew, em parceria com a produtora Som do Darma, apresentou na sexta-feira, dia 11 de Dezembro, às 19h30, a nona edição do “Roadie Crew – Online Festival”. O evento online, realizado mensalmente, deu continuidade à sua missão de celebrar e promover o trabalho das bandas brasileiras e fortalecer a cena do heavy metal nacional, sempre com transmissão “Streaming-Live” exclusiva pelo canal oficial da Roadie Crew no Youtube. Até aqui, quase 150 bandas passaram pelo festival, e centenas de outros grupos aguardam para se apresentarem em futuras edições. Isso tem tornado evidente que o Brasil tem, atualmente, quantitativa e qualitativamente, uma das melhores cenas de heavy metal do mundo, com muitas bandas clássicas e também novas promessas.

Essa nona edição, referente ao mês de Dezembro, trouze 16 bandas, todas apresentando conteúdo exclusivo e inédito. Os vídeos, um por banda, continuam sendo produzidos pelos músicos em suas casas, entretanto, com as medidas de flexibilização e reabertura gradual da economia, algumas bandas passaram a registrar seus vídeos ao vivo em estúdio. As bandas desta edição foram: Korzus, Overdose, Chakal, Avalon, Flageladör, Terra Prima, Clawn, Losna, Rage In My Eyes, Zênite, Crystal Lake, Brightstorm, Behavior, Dinnamarque, Evil Politicians e Mother Trouble. A apresentação é de Eliton Tomasi e Susi dos Santos da Som do Darma.

Os músicos de algumas das bandas participantes estiveram online interagindo com o público durante a transmissão pelo Youtube.

Serviço:
“Roadie Crew – Online Festival” – 9ª Edição
Data: 11 de Dezembro de 2020
Horário: 19h30
Local: Canal da Roadie Crew no Youtube – www.youtube.com/roadiecrewmagtv
Bandas: Korzus, Overdose, Chakal, Avalon, Flageladör, Terra Prima, Clawn, Losna, Rage In My Eyes, Zênite, Crystal Lake, Brightstorm, Behavior, Dinnamarque, Evil Politicians e Mother Trouble.
Apresentação: Eliton Tomasi e Susi dos Santos
Horários No Exterior (Time Zone): December 11th – 05:30 pm – Lima, Quito, Bogotá, Monterrey Time| December 11th – 06:30 pm – Santiago, La Paz, Asuncion, Havana, New York Time | December 11th – 07:30 pm – Buenos Aires, Montevideo Time | December 11th – 11:30 pm – London Time | December 12th – 12:30 am – CET and Johannesburg Time | December 12th – 01:30 am – Moscow Time | December 12th – 02:30 am – Dubai Time | December 12th – 05:00 am – New Delhi Time | December 12th – 06:30 am – Hong Kong Time | December 12th – 7:30 am – Tokyo Time | December 12th – 8:30 am – Sidney Time

Mais Informações:
Site da Roadie Crew
Som do Darma
Evento Facebook

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.