Edu Falaschi: confira novo track list da segunda parte do Tributo ao artista

A MS Metal Records, gravadora do projeto A New Lease Of Life: 30th Anniversary Tribute, disponibilizou a arte da capa e o track list do segundo volume do tributo em homenagem ao renomado vocalista e compositor, Edu Falaschi. O material irá conter releituras das suas principais composições das bandas Angra, Almah, Symbols e Mitrium. O primeiro volume dessa coletânea foi lançado no Brasil no ano de 2016, nos formatos físico (Voice Music) e digital (CD-Baby), angariando ótimas críticas ao redor do mundo.

O arte gráfica dos dois volumes foi composta pelo designer brasileiro Carlos Fides (Almah, Noturnall, Kamelot, Evergrey, entre outros). O álbum será lançado no próximo dia 25/06 no formato digital e contará com muitos dos principais artistas do Metal brasileiro, além de bandas emergentes deste mesmo cenário.

Confira o track list:

1 – Lend Thy Hand My Heart – @allysson_delega
2 – The Glory Of The Sacred Truth – @firebornbr @ocristianosantana
3 – Breathe – @alirio_netto
4 – Eyes In Flames – @opus5band
5 – Lease Of Life – @leomancinimusic @bjvocal
6 – Run From The Fire – @titofalaschi
7 – Pleased To Meet You – @llrestivo
8 – Leaving The Night – @urantiaband
9 – Beyond Tomorrow – @7thsymphony
10 – Children Of Lies – @madroulette
11 – Torn – @hazyband
12 – Believer – @redquarterofficial


Baboon Ha transforma inseguranças e ansiedades da quarentena em EP em “Overlapping Days”

Os dias que se repetem parecidos e as inseguranças e incertezas que vivemos nesses dias de pandemia inspiraram a banda carioca Baboon Ha na criação do EP Overlapping Days. Após uma série de singles, o lançamento é o primeiro trabalho oficial da discografia da banda e trazem uma banda com química formada por artistas maduros que não tem medo de transformarem suas intimidades em música. O projeto está nas principais plataformas de streaming e a faixa-título ganha um clipe. Ouça Overlapping Days. Veja o clipe da faixa-título: https://youtu.be/PpwMCZt3abs

Confira o faixa-a-faixa abaixo

O lançamento marca uma visão da banda sobre o conceito do ócio criativo. Com os músicos isolados em suas casas, o EP foi concebido e finalizado a distância. Overlapping Days tem colaboração com Pedro Domicio, parceiro musical de longa data e que também contribui com guitarras e sintetizadores e gravou e mixou a faixa. A captação foi direto no computador, usando equipamentos eletrônicos e plug-ins. “A situação atual não é novidade pra ninguém, e cada um está lidando com isso da melhor forma possível. Acho que a minha forma de lidar tem sido fazer e pensar música”, revela o vocalista e guitarrista Felipe Vianna. Além dele, completam o trio Lucas Faria (baixo) e Rodrigo Naine (bateria).

Parte do repertório foi criada bem antes da pandemia, com faixas criadas por Vianna para um projeto que tinha com Domicio e Faria e que nunca ganhou lançamentos. “Esse EP representa o nascimento desse projeto, e onde tudo começou, lá em 2015/16, e agora eu acho que todos nós conseguimos enxergar o quanto essas músicas evoluíram desde que as primeiras guias foram gravadas. Se parar pra analisar tudo que a gente lançou desde fevereiro, quando o primeiro lançamento oficial da banda aconteceu, acho que é bem possível observar o quão diferente as músicas são entre si, e a quantidade de influências que a gente foi adquirindo ao longo dos anos trabalhando com música, e eu acho isso muito bom”, conta Felipe.

Novo nome do rock alternativo carioca, o power trio experimental passeia entre o indie, o lo-fi e o eletrônico em canções de caráter bem pessoal. Vianna, Faria e Naine são músicos experientes da cena independente e o projeto conta com a maturidade de estrada de outros trabalhos de todos os integrantes, ajudando nas composições e estruturação da organização da banda. Assista ao clipe “Quarantine”. Com inspirações que passam por Ariel Pink, Pavement e Yo La Tengo, Baboon Ha começou a se autoproduzir em sessões em 2016 e após anos de maturação, vai apresentar ao público o que preparavam. Desde o começo do ano eles estão lançando faixas e preparando novidades. “Overlapping Days” está disponível em todas as plataformas de música digital.

Assista ao vídeo de “Sidewalk Reflection

Veja o clipe “Nevermind

Assista ao vídeo de “Brooklyn

Ficha Técnica: Felipe Vianna – Guitarra/Voz; Lucas Faria – Baixo/Sintetizadores/Beats; Pedro Domicio – Guitarra/Sintetizadores/Beats/Mixagem

Faixa-a-faixa, por Felipe Vianna:

1) QUARANTINE: Eu comecei a compor essa música em meados de 2015-16, bem na época que a ideia pra esse projeto surgiu, e após diversas versões e mixagens diferentes, finalmente ela foi lançada. O lançamento dela foi um pouco antecipado devido à pandemia que vivemos, e me pareceu importante lançar ela no começo da quarentena e fazer aquele clipe colaborativo com nossos amigos. O resultado agradou bastante a todos que participaram, e fiquei feliz em ouvir de alguns que o vídeo marcou um momento importante na vida deles pra sempre, e que essa lembrança do tempo caótico que estamos vivendo foi perpetuada com a participação deles.

2) PORCELAIN: Essa é uma música que nasceu com o Lucas Faria, que é uma máquina de produzir músicas usando seu iPad. Ele tem uma influência muito forte de música eletrônica e ambiente, como Aphex Twin e Boards of Canada, e acho que isso se traduz nos timbres que ele produziu para a base da música. Logo na primeira sessão a gente já criou a melodia de piano que guia a voz, e eu fiz a letra do refrão. No fim, ela soa pra mim como uma mistura de influências, e eu consigo escutar traços de artistas como Nine Inch Nails e Portishead nessa música.

3) PANIC SHOW: Essa é uma música que foi trazida para a Baboon Ha pelo Pedro Domicio. Ele criou a base e os arranjos de guitarra e aos poucos a gente foi evoluindo as partes e fechando a música como ela é hoje. Assim como “Porcelain”, ela é uma música com pegada mais eletrônica e dançante, que puxa a banda pra outro lado que a gente curte muito. Como o Domicio tem uma influência forte de Gorillaz, eu sinto nessa música uma vibe mais britânica.

4) OVERLAPPING DAYS: A faixa-título do EP principalmente porque ela é a música que fiz durante a quarentena. A música surgiu num fim de semana desses em que não há nada pra fazer e eu quis embarcar na ideia de gravar uma música de forma remota, enviando as partes para cada integrante da banda gravar o seu arranjo em casa, completamente livre para criar. Embora a harmonia da música tenha um lado melancólico, eu acho que a letra tem uma mensagem positiva e fala da esperança de que nós seremos melhores do que éramos antes disso tudo acontecer.

5) BORDERLINE RIDICULE: Outra música que surgiu há alguns anos e estava pronta esperando o momento de ser lançada para o público, “Borderline Ridicule” contempla o lado mais indie da banda, e as influências mais fortes que temos tido nos últimos tempos e que sempre mencionamos que são Pavement, Yo La Tengo e Ariel Pink. A letra fala um pouco das contradições que observo na vida cotidiana da classe média do Rio de Janeiro e da vontade de querer sair que muitas pessoas sentem, mas acho mais legal deixar aberta a interpretações também.

Siga Baboon Ha:

Facebook

Twitter

Instagram


Matanza Inc: Marco Donida é o entrevistado no Instagram do Autoral Brasil Kiss FM

No último dia 17 de junho, foi realizada a live “Autoral Brasil Convida”, onde o músico e fundador do Matanza Inc, Marco Donida, foi entrevistado por Madame Mim, no instagram oficial do programa que é produzido pela Kiss FM. O bate-papo teve como tema abordar toda a trajetória do guitarrista, que é considerado um dos mais importantes do movimento Rock/Metal do Brasil e, falar sobre o atual momento vivido no mundo e o que se esperar do futuro para o Matanza Inc. Para acompanhar a live, acesse e siga o Instagram do Autoral Brasil Kiss FM pelo link .

Formação: Vital Cavalcante – Vocal; Marco Donida – Guitarra; Dony Escobar – Baixo; Jonas Cáffaro – Bateria

Mais Informações:

Facebook

Instagram

YouTube


BROKEN & BONED: confira vídeos lançados pela banda

São oito anos de atividade e, durante este tempo, a BROKEN & BONED tem contribuído maciçamente para uma cena brasileira mais versátil e pesada. Partindo de Marabá (PA) e da capital Belém, o grupo desponta do groove e metal extremo, a fim de que, todos possam contemplar suas técnicas e criações, executando as muitas possibilidades que a arte agrega à música. Carlos Nava (guitarra e vocal), Marcelo “Marshall” (guitarra), Lúcio de Paula (baixo) e André Cecim (bateria) estão ligados à música também por outros projetos como produção de eventos, gerenciamento de estúdio e, principalmente, produção do próprio material como o álbum ao vivo Live at California Pub (2016) e o full length Hypocrisy Hymns (2018) que, aliás, foi relacionado entre os melhores do ano entre os principais veículos de imprensa especializada.

A Broken & Boned também se dedica à edição de vídeos, pois em seu canal do YouTube existe até uma série chamada Playtr00oughs, onde os músicos publicam versões playthrough do CD, ou seja, para a banda a didática instrumental também é diversão, entretenimento e informação. Na plataforma você assistirá vídeos assim com os guitarristas e com o baixista. Entre os vídeos promocionais os singles de ‘A Fable’ e ‘False Divinity’ se destacam como lyric vídeos e, entre os trabalhos ao vivo, há a música ‘Puz of a Sick World’ e ‘Psicopata’ que sairá no próximo álbum, porém, já liberada neste formato, assim como outras pancadas. Acesse o canal da banda e confira tudo.

Confira o lyric video de ‘A Fable’ (Brauna Music Productions), que divulgou o álbum Hypocrisy Hymns.

Confira o primeiro vídeo playthrough da série Playt00oughs, ‘Rage’.

Confira o vídeo ao vivo de ‘Puz of a Sick World’, registrado no festival “Garagem Aberta”, em 2019.

LINKS RELACIONADOS

Facebook

Instagram

Spotify


Seu Juvenal: ouça os novos singles, “Hino Nacional” e “Bloco da Vergonha”

Brincando com Ódio é o título do novo álbum de estúdio da banda mineira Seu Juvenal que será lançado no dia 17 de Julho. Brincando com Ódio será sucessor do super elogiado Rock Errado de 2015 e reunirá oito músicas inéditas: “Chamem As Crianças Pra Brincar”, “Depois do Ódio”, “Fogo na Própria Carne”, “Em Seu Sorriso cabe o Carnaval”, “Bloco da Vergonha”, “Hino Nacional”, “Igrejas”, “Montanhas”, além de “O Pior Cego” como bônus exclusiva da versão física. Todas as faixas foram gravadas no estúdio Sonastério em Nova Lima/MG, um dos maiores estúdios em qualidade sonora e área construída do Brasil, por onde já passaram artistas renomados como Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Skank, Seu Jorge, Criolo, Iza, Gal Costa, entre muitos outros.

Brincando com Ódio foi financiado com recursos do Funcult, edital de fomento à produção artística e cultural do Fundo Municipal de Cultura de Ouro Preto/MG, do qual o Seu Juvenal foi vencedor. Para o guitarrista Edson Zacca, Brincando com Ódio pretende consolidar uma busca sonora que vem desde a primeira demo-tape do Seu Juvenal. “Optamos por gravar ao vivo em estúdio pois desde nosso primeiro álbum a intenção era produzir um disco que chegasse mais próximo possível da forma como o Seu Juvenal soa ao vivo. E uma grande referência para esse novo trabalho será nossa primeira demo tape lançada em 1997, Cyberjecas no Sertão da Farinha Podre, cujas bases foram gravadas ao vivo em estúdio e que nos soa muito bem até hoje, passados 20 anos. Escolhemos também o Sonastério por ser um estúdio grande, plural em termos de tecnologia analógica, nos possibilitando uma gama de opções. Vamos atrás de uma sonoridade crua, punk, madura e verdadeira, que não se esconde atrás de plug-ins ou afinadores. Brincando com Ódio será um disco que mostrará uma banda real.”

Dois singles de Brincando com Ódio já estão disponíveis: um videoclipe de “Hino Nacional” e “Bloco da Vergonha” como Lyric Video. “Hino Nacional é um HC mineiro, tradicional, pancada de poucos segundos sobre um tema bastante atual. Escolhemos ela para ser o primeiro single e videoclipe pois resume bem a proposta do disco: foi toda gravada ao vivo em estúdio, sem nenhum overdub. Já Bloco da Vergonha é uma música visceral. A letra tem características do psicodelismo e aborda a ilusão do mundo digital, esse lugar onde as pessoas são todas felizes e bonitas, reduto de perfis falsos que visam espalhar a mentira e o ódio”, comentou Zacca.

Para ouvir, clique “Hino Nacional”.

Para ouvir, clique “Bloco da Vergonha”.

Além do guitarrista Edson Zacca, o Seu Juvenal também é formado pelo baixista Fabiano Minimim, o vocalista Bruno Bastos e o baterista Renato Zaca.

Mais Informações:
Site oficial
Facebook
Twitter
Soundcloud
Youtube


ANGUERE: Banda Confirma Lançamento para Final do Mês.

A banda ANGUERE está preparando algumas novidades para seus fãs e é oficialmente confirmada a preparação de novo trabalho audiovisual para o final do mês Após lançamento do EP, CASTIGO registro contendo 04 faixas lançado em Fevereiro desse ano, se encontra em reta final de preparação para novo vídeo oficial em cima de uma das faixas. O primeiro detalhe apresentado pela banda deste material, que devido à pandemia corrente que se referem ao covid-19, as filmagens foram feitas em casa (Home Estudio). O vídeo será disponibilizado no final do mês de Junho exclusivamente no canal de YouTube da banda. Após esse lançamento, a banda ANGUERE vai revelar outro lançamento e data oficial que o mesmo estará disponível para o público. Fique ligado nas redes sociais da banda e se inscreva no canal oficial de YouTube, ativando o sininho, para que você seja o primeiro a ser informado do lançamento.

Acompanhe-nos nas redes sociais:

SITE

Facebook

Youtube

Twitter

Bandcamp

Instagram


Em novo clipe, Lori une eurodance e hip hop com vibe 90’s

A cantora e compositora ítalo-brasileira, Lori, lança o single e clipe “Introestelar”, com participação do rapper soul.za. A canção marca uma nova fase musical da artista, que antecipa a vibe do disco de estreia, sucessor do EP Vênus em Virgem (2019). Repleto de synths e referências ao eurodance da década de 90, o single inaugura uma fase mais independente de Lori, que se dedica à criatividade como artista. “Introestelar é sobre um universo particular, que é descoberto e que abre espaço para uma outra pessoa habitar neste planeta coração, que tornou-se símbolo deste novo período na minha música. Deixo de estar só no meu próprio mundo, no meu próprio coração. E abro nele espaço para que a magia, a luz e o amor se expandam.”, deseja Lori.

O single e o clipe foram feitos integralmente à distância nos últimos meses. Essa relação fez com que a identidade sonora e visual de Lori fosse aprofundada. Em “Introestelar”, ganham destaque a house music e o eurodance. A vibe noventista do clipe é um reflexo das referências musicais e estéticas de Lori, que ganharam a tela por meio da produção visual e edição de Rafa Souza (Lavanderia). “Conheci o Rafa em 2018, quando atuei no clipe Placebo, da Vagale, que ele dirigiu. Daí conheci o Lavanderia, fiquei apaixonada pelos vídeos e pelo trabalho dele. E agora em Introestelar decidi que era a hora de convidar ele pra fazer a parte audiovisual, porque sabia que ele era a pessoa pra dar vida à isso.”, elogia Lori.

Dentro do revival musical das décadas de 80 e 90, expostas na capa do single e na música, há também a vontade de remeter à uma época que não se viveu. Em “Introestelar”, Lori fala de forma poética de um planeta e um universo que não existem, mas que falam à sua imaginação. É a hora de sair do lugar seguro e conhecer novos planetas, explorar o desconhecido. A partir desta ideia surge o feat com o rapper soul.za, de Campinas (SP). “O soul.za é um amigo e artista que admiro há algum tempo! Introestelar era a música que eu mais queria desenvolver esse ano, quando mandei pra ele no começo da quarentena ele curtiu muito e quis trabalhar nela. Quando ouvi a parte dele pela primeira vez fiquei chocada, e tem estado no repeat (risos). Ele conseguiu entregar uma visão ampliada do que eu queria dizer. ‘O mundo sempre espera algo novo da gente.’”, define Lori. O single Introestelar conta com produção e participação especial do rapper soul.za. As guitarras são de Lucas Carrasco, enquanto a produção visual e edição do clipe é de Rafa Souza.

Assista “Introestelar”.

Ouça “Introestelar”.


VULCANO: Clássico “Live” é destaque no ‘Discografia Comentada’, assista!

Um dos trabalhos ao vivo mais aclamados do Metal Extremo mundial, o Live do VULCANO, finalmente chegou no quadro ‘Discografia Comentada’, do canal United By Metal. Neste episódio, Zhema Rodero fala da dificuldade de adentrar na rota de shows da capital paulista, citando este um dos principais motivos que o fez lançar este trabalho, além de outras inúmeras curiosidades que cercam este, que com certeza, é um dos trabalhos mais marcantes da banda, assista. Para conferir todos os vídeos, que serão lançados semanalmente, inscreva-se no canal do United By Metal, ative o sininho para receber as notificações, e se possível seja membro, apoie o Metal underground nacional.

Confira também o mais novo trabalho audiovisual do VULCANO em seu novo canal oficial, intitulado The Awakening of an Ancient and Wicked Soul – A Trilogy Music Video, que traz o EP completo – lançado em 2014 – em vídeo, uma vez que se faz necessário para o melhor entendimento do conteúdo deste material. Inscreva-se no novo canal da banda e ative o sininho para receber as notificações.

Sites relacionados:
Facebook
Site oficial
Sangue Frio Produções


Satanjinhos: música que está causando polêmica tem data de lançamento digital confirmada pela banda

Com inteligência e altas dosagens de humor, a banda mineira Satanjinhos, vem recebendo elogios de quem compreende a arte do grupo e sua crítica ao atual governo brasileiro. Sem se posicionar em momento algum, a favor de qualquer candidato ou político em exercício, a banda que criou a música, “Apenas Mais Um Besteirol Americano”, também recebe duras críticas por pessoas extremistas que não enxergam a arte, mas sim, seu político de estimação sendo criticado na composição da banda. Sempre a frente de seu tempo, a Satanjinhos se preocupa única e exclusivamente, com a intenção de criar obras musicais, onde o humor dita as regras de toda uma problemática social. A música, “Apenas Mais Um Besteirol Americano, que inicialmente foi lançado em vídeo no canal de YouTube da banda (Confira abaixo), será disponibilizada em todas as plataformas digitais, segunda-feira, 22 de junho. O lançamento digital será um oferecimento do selo Roadie Metal, que irá disponibilizar a música no Spotify, Deezer, Apple Music, Tidal, Music Amazon, Google Play, Napster e várias outras plataformas.

Formação: The Mônio – Vocal; Deeh Abo – Guitarra; Koi Zaruin – Guitarra; Pep Reto – Baixo; Seth Pele – Bateria

Links:

Facebook

Instagram

Youtube


HÉIA: Encontre o single “The Dark Infinity” nas principais plataformas de streaming!
o divulgaçã

Visando aumentar ainda mais a divulgação do vindouro álbum Magnum Opus, a banda goiana de Black Metal HÉIA acaba de lançar o primeiro single extraído do mesmo. Trata-se de “The Dark Infinity”, que já está disponível nas principais plataformas de streaming e download do mundo, podendo ser encontrada na lista de links disponibilizada abaixo, confira:

Spotify
Deezer
iTunes
Claro música
Amazon Music
Tidal
Napster
YouTube
Yandex Music

Em outras notícias, a HÉIA é destaque na nova edição do programa “Litoral Underground News Rock TV”, onde a banda falou um pouco mais sobre sua trajetória, influências líricas, discografia e muito mais, assista. A entrevista se inicia exatamente aos 30min e 34seg.

Sites relacionados:
Facebook
Youtube
Sangue Frio Produções

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.