Uganga: já disponível lyric-video de “7 Dedos (Seu Fim)”, mais um música de Servus

O quinto álbum de estúdio do Uganga, Servus, lançado em Março de 2019, é, sem dúvidas, o mais bem-sucedido trabalho do grupo mineiro até aqui! Afinal, além de ter sido financiado por dois relevantes prêmios – o Wacken Foundation e a PMIC de Uberlândia – Servus foi indicado entre os “Melhores Álbuns de 2019” por mais de 20 veículos de comunicação! “Incrível” (Collectors Room); “Servus é daqueles álbuns que merecem ser colocados em um dos pedestais dos grandes trabalhos já lançados por bandas brasileiras.” (Heavynroll); “Um trabalho de primeira linha, feito por uma das maiores bandas do Heavy Metal na atualidade.” (Galeria Musical); “Impecável” (Mondo Pop); “E se existiam dúvidas de que o Uganga é um nome diferenciado, não só no cenário nacional, mas sem paralelo no mundo em termos de identidade musical, Servus as dizimará!” (Gaveta de Bagunças). É o que dizem algumas das resenhas sobre o disco. E se não bastasse, o vocalista do Uganga, Manu “Joker” Henriques, foi eleito o 7º “Melhor Vocalista do Brasil de 2019”, na votação realizada entre os leitores da revista Roadie Crew. Infelizmente o Uganga teve que adiar uma cheíssima agenda de shows devido a pandemia de coronavírus, entretanto, todas e todos que estão em isolamento em casa poderão conferir agora o novo lyric-video para “7 Dedos (Seu Fim)”, uma das faixas de Servus, e que conta com as participações especiais de Renato BT (John No Arms) e Fábio Marreco (Totem).

Com imagens de shows da banda em mais de dez cidades de todo país, o resultado final em “7 Dedos (Seu Fim)” acabou sendo muito mais do que um simples lyric-video. “Após o lançamento do videoclipe da faixa-título “Servus”, que mobilizou uma grande equipe, para “Sete Dedos (Seu Fim)” quisemos fazer algo em casa”, conta o baixista Raphael “Ras” Franco que é quem também assina a direção e edição do vídeo. “Apesar da letra de Sete Dedos contar a história muito interessante de um cangaceiro que veio fugido do sertão nordestino e acabou sendo morto aqui na região do sul de Goiás, esse lyric-video não tem uma ligação direta com a letra. Utilizei o nosso acervo de imagens que viemos coletando ao longo dos anos na estrada. São cenas de shows e bastidores de mais de dez cidades de todo país, inclusive algumas do Nordeste, como Recife, Mossoró, Campina Grande e João Pessoa. Ficamos muito satisfeitos com o resultado.” O lyric-video de “7 Dedos (Seu Fim)” estreou 19 de Março, na seção “Premiere” do site da revista Roadie Crew. O vídeo já está disponível também no canal oficial da banda no Youtube. Para ouvir Servus nas plataformas digitais, acesse:
Spotify
Deezer
Google Play
iTunes
Amazon
Youtube

Assista também o videoclipe da faixa título no Youtube.

A versão física em digipack de Servus está à venda pela Incêndio e também pela Die Hard.

Mais Informações:
Site Oficial
Facebook
Youtube
Twitter
Instagram


Old grungy vinyl record with yellowed torn inner sleeve, free copy space, isolated on white

“Juro que essa música não é sobre Trump ou Bolsonaro”, diz Chrissie Hynde sobre novo single do The Pretenders

Membros do Hall da Fama do Rock n’ Roll e com mais de quatro décadas de estrada, a lendária banda anglo-americana The Pretenders volta punk em “Hate For Sale”, faixa que dá nome ao primeiro disco do grupo em quatro anos e que será lançado em no dia 17 de julho. O novo single está disponível em todas as plataformas de streaming de música via BMG Brasil. Ouça o single “Hate for Sale”. Apesar do nome da faixa, a banda garante que a inspiração não foi política. “Juro que essa música não é sobre Donald Trump, Boris Johnson ou Bolsonaro. Nenhuma das minhas músicas fala diretamente de política, em geral elas falam sobre ex-relacionamentos mesmo”, se diverte a guitarrista e vocalista Chrissie Hynde sobre o single.

Produzido pelo premiado Stephen Street (The Smiths, Blur, The Cranberries e responsável por clássicos do Pretenders), Hate For Sale é o décimo primeiro álbum da banda e o primeiro a ser escrito em colaboração de Hynde com o guitarrista James Walbourne. “Nós amamos punk e a faixa ‘Hate For Sale’ surgiu como um tributo para uma das bandas do gênero que mais nos inspiraram, o The Damned”, completa Hynde. Primeiro álbum com a formação ao vivo do grupo, Hate For Sale já está disponível em pré-venda. O single da faixa-título, além da já revelada “The Buzz” estão em todos os serviços de música digital. Ouça o single “Hate for Sale”.


Oitão critica corrupção e politicagem em clipe de “Instinto Sujo”

O momento em que vivemos é crucial para mostrar quem está preocupado com a nação e com o povo, mas vai também escancarar a ganância e o individualismo de outros. Por mero acaso, a questionável conduta de algumas autoridades neste momento crítico é ponto chave do enredo do videoclipe de ‘Instinto Sujo’, o recém-lançado single do retorno do Oitão, via Canil Records. Assista aqui. O audiovisual, conduzido pela Caixão Produtora, intercala a banda tocando e cenas com Dé Calos, que interpreta um político em seu escritório, entre planos sórdidos e maldosos para enriquecer a custas do dinheiro público e ilicitudes. A proposta do clipe é mostrar a indignação de um cidadão comum perante a sujeira da política e tudo de ruim que os meandros da politicagem podem trazer: privilégios, contratos obscuros, miséria e roubalheira.

Crítica à política mal intencionada é uma constante na carreira de Oitão. ‘Instinto Sujo’ segue a linha de músicas como ‘Horário Político’ e ‘Podridão Engravatada’, presentes em discos anteriores de banda que, hoje, além de Henrique Fogaça nos vocais, conta Marcus D’Angelo (bateria) e Caio D’Angelo (baixo), ambos do Claustrofobia, e Ciero (DaTribo) na guitarra. O videoclipe de “Instinto Sujo” é pontual e necessário à realidade brasileira em meio às incertezas, é o momento das autoridades mostrarem que se importam com o povo brasileiro. Em situações de exceção como a atual, é a hora de nossos governantes tomarem atitudes que façam de fato a diferença, que é garantir subsídios à população mais pobre. “Instinto Sujo” está disponível no Spotify e outras plataformas de streaming.


Coronavirus: Lyria disponibiliza show na íntegra para os fãs

Um dos grandes nomes do metal nacional, o Lyria lançou em seu canal oficial no YouTube o show completo de Halloween, realizado ano passado, via streaming para fãs de todo o mundo. Em vista da crise do Coronavirus, lançar conteúdos como esse são o incentivo que a banda brasileira oferece para os amantes do metal e da boa música para continuar em casa, e preservar a saúde dos mais frágeis. “Como não pudemos realizar o show online ainda, devido à situação atual, fizemos um chat ao vivo com a banda toda respondendo perguntas dos fãs e liberamos o show online de Halloween para que as pessoas tenham um gostinho da música ao vivo e possam se divertir um pouco enquanto estão em casa.”, comenta Aline Happ, vocalista do Lyria.

Gravado em novembro de 2019, o show traz no setlist músicas conhecidas do público, como “The Rain”, “Jester” e “Last Forever”, que acaba de ganhar clipe e já ultrapassa as 95 mil visualizações em menos de 20 dias de lançamento. Como também as faixas “Follow the Music”, “Get What You Want” e “Best of Me”. O Lyria é uma banda brasileira de metal sinfônico alternativo, formada por Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria), além de Aline. Desde 2012 na estrada, eles se tornaram conhecidos no Brasil e no mundo, principalmente na Europa e nos Estados Unidos, a partir do lançamento de Catharsis, disco de estreia em 2014. Atualmente eles seguem em turnê com o disco Immersion (2018), que já passou por diversas cidades do Brasil. Assista ao show de Halloween do Lyria.



Tuatha de Danann: Keith Fay do Cruachan participará do novo álbum

Os duendes do Tuatha de Danann que estão iniciando a pré-produção do quinto álbum completo In Nomine Éireann, com canções tipicamente irlandesas, anunciam a participação especialíssima de Keith Fay, líder da banda Cruachan, um dos maiores nomes do folk metal da Europa. O músico irlandês, em vídeo, ressaltou que ficou reticente há muitos anos quando ouviu dizer que havia uma banda no Brasil chamada Tuatha de Danann que fazia música irlandesa, mas quando a conheceu viu o quanto seu trabalho tinha qualidade e acabou criando uma forte amizade com Bruno Maia com o passar dos anos. Ele ressalta que é uma honra e privilégio fazer parte deste álbum e que está ansioso pra tudo acontecer. Confira o vídeo no Facebook do Tuatha de Danann. Pensando no fã, a banda mineira lançou uma campanha de pré-venda do disco que inclui vantagens como a aquisição do CD, poketshow exclusivo, interatividade com o grupo etc. Para aderir e saber mais acesse.

Tuatha de Danann é: Bruno Maia: vocais, flautas, guitarras, mandolim & banjo; Giovani Gomes: baixo e vocais adicionais; Edgard Brito: teclados;

Links relacionados

Site oficial

Youtube

Instagram


Gabriel Vendramini surpreende em seu novo single “Lie”

Ao iniciar os trabalhos de divulgação do terceiro disco, a ser lançado em maio deste ano, Gabriel Vendramini sai dos arranjos óbvios de rock n’roll e experimenta em “Lie”, seu novo single. Dessa experimentação surgiram canções que reúnem camadas de vozes, guitarras ainda mais sujas e sintetizadores. A canção conta com participação da cantora, musicista e compositora, Marisa Brito, que já tinha participado do disco anterior do músico. “Abandonei preocupação de fazer rock’n’roll com fórmula e deixei minhas ideias fluírem sem métricas, como se fossem uma jam. Em “Lie” explorei a mudança de andamento e exagerei propositalmente nas camadas de vozes. A Marisa se doou completamente à faixa e foi fundamental para o resultado. Esta canção tem a pretensão de soar como uma bagunça organizada.”, explica Gabriel Vendramini.

Com guitarras chorosas e um “quê” de Heavy Metal Clássico, o single “Lie” coroa a trajetória que começou em 2016, com o disco de estreia Brick by Brick, continuou a crescer com o álbum Lighthouse (2018), que chamou a atenção da mídia especializada para o trabalho do multi instrumentista paulista. De lá pra cá, Gabriel Vendramini buscou amadurecer a sua música, com novas influências musicais, longe da zona de conforto. “É impossível relevar o fato de como os sintetizadores estão de volta na música no geral. Sempre gostei muito das atmosferas criadas por eles. Eu tinha alguns rascunhos de arranjos em casa que mereciam ser finalizados e, enquanto ia trabalhando neles, fui acrescentando as teclas.”, comenta Gabriel.

Influenciado pela simplicidade do punk rock do Misfits, Ramones e dos Dead Kennedys, Gabriel Vendramini prega o Rock’n’Roll simples e direto. Suas composições contam histórias de personagens do cotidiano, causando fácil identificação em quem escuta. Além dos discos já mencionados, o músico também conta com os EPs There’s More (2017) e Ao Vivo no Estúdio Aurora (2018). A ficha técnica do single conta com Gabriel Vendramini (vozes, baixo, guitarras, teclados, mixagem e masterização), Marisa Brito (vozes adicionais) e Roger Matos (arte da capa).

Ouça “Lie” nas plataformas de streaming

Spotify

Deezer

Siga Gabriel Vendramini

Site Oficial

Facebook

Instagram

YouTube


BLACK BELL TONE “EM QUARENTENA”

A Black Bell Tone, assim como todos artistas e bandas do Brasil teve shows cancelados e sua agenda de gravações afetada pelo COVID-19. Para se manterem ativos e produzindo material para as redes sociais, decidiram fazer algumas versões acústicas usando apenas o que cada um tem em casa e gravando direto nos smartphones. Na última terça-feira, 24/03/2020 foi lançado “Navegando e Cantando”, primeiro vídeo da série “Em Quarentena” que terá uma música por semana no IGTV e também no Youtube da banda.

Links:
IGTV
Youtube

“Navegando e Cantando” é parte do álbum Engenho Que Fabrica Opinião lançado em Setembro de 2019 e foi escolhida para abrir essa série pois traz uma mensagem importante de perseverança e de como devemos nos manter focados nos nossos objetivos, mesmo que eles sejam simples como não sair de casa.

“…Então como será
Se o incerto vem justo com o ar
E as raízes de origem
São conselhos que ecoam em planícies distantes
Medo e coragem seguindo adiante

Pra sempre e além
não deixando a culpa ancorar
E não cabe a ninguém
apontar a proa ao mar
Solidão em suas mãos
Um orgulho que nunca falhou
Mas é o seu dever estar lá
Navegando e cantando
até o barco aportar
ou ser o último a espera
se ele um dia afundar…”

LINKS

Engenho Que Fabrica Opinião – Álbum Completo
Para Download
Youtube
Spotify
Apple Music
Deezer
Soundcloud

Redes Sociais
Youtube
Facebook
Instagram
Twitter
Spotify
Site Oficial


Folk rock: Old Dog lança novo clipe

A banda gaúcha Old Dog mostra que criatividade é a sua marca registrada. Em seu novo clipe, “Pé na Estrada”, o grupo une as temáticas sulistas e circenses, em uma história misteriosa. Dirigido por Douglas de Lima e Pedro H. Coppini, o vídeo foi todo captado com lentes analógicas dos anos 80 e 90. E além disso, antecipando o clima do EP Despertar, o clipe apresenta, pela primeira vez em um registro oficial, o banjo, um dos principais instrumentos que caracterizam a musicalidade da Old Dog. Formado por João Schons (guitarra), Rodrigo Accorsi (vocal), Jordalan Muniz (baixo), Jean Novello (harmônica, banjo e vocal) e Marcelo Cassol (bateria), o quinteto traz como influências musicais Johnny Cash, Lynyrd Skynyrd, Elvis Presley, Chuck Berry, Rolling Stones, The Beatles, Blackberry Smoke, dentre outros. Gravado em Passo Fundo (RS), o clipe é o sexto lançado pela Old Dog, e representa a maturidade da banda em relação à sua identidade, especialmente visual e sonora.

“O grande desafio deste videoclipe foi elaborar um roteiro que conversasse com a letra e com o clima da música, de uma maneira que fosse possível transformar em vídeo a atual fase da banda. Para isso, buscamos remodelar elementos que já haviam sido utilizados em produções anteriores, bem como trazer ideias e soluções que ainda não haviam sido exploradas”, afirma João Schons. É no Festival Pé na Estrada que acontece a história do clipe. Na noite anterior, um cowboy atordoado escreve a letra de “Pé na Estrada”, que fala sobre liberdade. O destino faz com que o vaqueiro encontre na estrada um músico que pedia carona para chegar ao festival. É no fim dessa viagem que a letra composta na noite anterior, muda de dono e transforma vidas. O tom de bom humor surge com o Palhaço Cirrose, que expulsa o músico em um primeiro momento, para logo após, aplaudi-lo.

O clipe “Pé na Estrada” é protagonizado pelo cowboy, interpretado por Andrey Pinheiro, e pelo Palhaço Cirrose, que ganha vida com o comediante Glauco Jetelina. A edição do clipe ficou por conta de Douglas de Lima, que também trabalhou na Montagem e Color Grading. O roteiro é de Pedro H. Coppini, enquanto Filipe Goulart foi Assistente de Câmera. O vídeo contou com produção da Old Dog, com Leonardo Chaves como Assistente de Produção. Apoiaram a produção: Espaço Calafat, Off Vision, Autoclub de Veículos Antigos de Passo Fundo, Chopp Soberano, Cavalheiros Quartiere, Bortoncelo Turismo e Sítio Girassol. Assista “Pé na Estrada


Confira o single ” Velho Ditado”, que acaba de estrear no YouTube

Com linhas mais voltadas ao Rock and Roll, e nítida inflluência de Rolling Stones e Fusion Anis 70, a música, O Velho Ditado do Jukebox From Hell, acaba de ser oficialmente liberada para audição na íntegra no canal oficial da banda no YouTube. A faixa é uma das presentes no disco, Eu, Deus e o Rock and Roll, que é aclamado por boa parte dos fãs da banda e apreciadores do estilo, como uma pedra filosofal e fundamental para o gênero dentro do país.

A Jukebox From Hell que recentemente finalizou o processo de pré-produção de seu terceiro disco, “A Saga do Terceiro Irmão”, está disponibilizando as músicas de seu segundo disco, assim como o primeiro já devidamente liberado, para que os fãs possam ter no YouTube, uma ferramenta a mais para conferir e acompanhar a obra da banda. Escute “O Velho Ditado“.

Formação atual: Pê Ribeiro – Baixo; Rodrigo Beckman – Guitarra; Oscar Jayme – Bateria; Hector Grecco – Guitarra; Patrik Alves – Vocal

Mais informações:

Facebook

Instagram


Leftover Bullets release the cover and track list of their new album Tell mama we ‘re doing ok

The group announce an official release date on April 27th under the seal of Soldout music records. The cover is for the second time signed by artist ViktoЯia with a 100% handmade Daza (the heroine of the LB cover art) and the digital editing of the album by Nikos Kitsos. As the band states, these are 9 songs loaded with hard rock emotion that emerged after an intense odyssey period that lasted from the beginning of the compositions until the end of the recordings.

The album will be released in digital and physical form right from the beginning – CD & LP (vinyl will include the album on CD) *

In the near future all the contributors of “Tell mama we’re doing ok” will be announced as well as pre-order information for the album.

* Arrival of vinyl will be delayed due to worldwide conditions

1. Wasted Silence
2. Confused
3. Free Speech For Sale
4. Trailless Smile
5. Sleazy Vibration
6. Nancy
7. Really Not There
8. It’s Alright
9. Till Next Time

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.