The Calling inicia venda de ingressos para o Meet & Greet especial

A nova turnê brasileira do Alex Band e The Calling está chegando e, além de novas músicas e nova formação, um Meet & Greet está confirmado para tornar esta passagem ainda mais especial. É a oportunidade para conhecer o Alex de perto, tirar algumas fotos e autografar alguns itens, além de ter direito a diversas regalias. Os shows acontecem em dezembro no Rio de Janeiro (12/12), Belo Horizonte (13/12) e São Paulo (15/12), com produção da Gig Music e Hangar 110.

Os tickets para o Meet & Greet VIP já estão à venda em pelo Clube do Ingresso. O ingresso para o show não está incluso na compra do ingresso para o Meet & Greet. No ato da compra, a produção ressalta que é imprescindível que forneça um endereço de e-mail para receber a confirmação e os termos de condições da aquisição deste ticket. Os passes VIP Meet e Greet não são reembolsáveis. Os passes, de caráter individual (isto é, não podem ser repassados a outra pessoa se não o titular da compra) dão direito à um cartaz oficial da turnê, uma sessão de fotos e autógrafos com a banda, acesso ao local do evento antes da abertura oficial das portas, que também te dá a vantagem de poder logo comprar o merch sem filas.

Existem algumas regras do Meet & Greet: é necessário entrar no local do evento com duas horas de antecedência da abertura das portas ou no exato momento especificado no e-mail que receber (não é necessário pegar fila comum, basta se dirigir à bilheteria e comprovar que tem acesso ao M&G). Para isso, apareça com a confirmação do seu passe Meet & Greet impresso ou apresente a versão digital pelo celular, junto a um documento com foto e o ingresso para o show.

Após a apresentação das devidas credenciais na bilheteria da casa de show da cidade escolhida, você será levado para dentro com o outro pequeno grupo de portadores de passe Meet & Greet” e aguardará numa área designada à chegada da banda. A produção ressalta, ainda, que todo portador do Meet and Greet terá tempo suficiente com Alex Band e o The Calling para ter sua foto tirada e itens assinados. O ideal é trazer, no máximo, cinco itens pessoas para serem assinados. Um fotógrafo profissional poderá participar da sessão de fotos, mas o ideal é que cada participante vá munido com um equipamento ou celular com câmera.

Ao adquirir o Meet and Greet, você autoriza que sua foto seja tirada e transmitida em mídias sociais ou sites da banda ou do Alex Band. Você também concorda que pode, sem saber, ser capturado acidentalmente na (s) foto (s) de outro fã e, portanto, faça com que sua imagem seja colocada online sem o seu conhecimento. Ao entrar na experiência Meet and Greet como um todo, você também automaticamente consentindo que possa ser gravado em vídeo para “cenas da turnê nos bastidores”, que pode ser compartilhado ou vendido on-line ou/e acabar com parte de algum futuro Live DVD ou outro produto desse tipo.

SERVIÇOS

12 de Dezembro – Rio de Janeiro – Circo Voador
Realização: Showtime, Gig Music e Hangar 110

13 de Dezembro – Belo Horizonte – Mister Rock
Realização: Showtime, Gig Music e Hangar 110

15 de Dezembro – São Paulo – Carioca Club
Realização: Showtime, Gig Music e Hangar 110


Tuatha de Danann e mais cinco bandas exaltam o folk no novo Odin’s Krieger Fest

Para celebrar a música folk e medieval produzida por bandas nacionais, que cada vez mais se destacam inclusive no cenário internacional devido à criatividade e complexidade no uso de instrumentos típicos, mais uma edição do Odin’s Krieger Fest acontece neste fim de semana – em São Paulo, dia 30/11 (Carioca Club), e em Curitiba, dia 1/12 (John Bull) – com seis bandas em evidência, seja pelos anos de estrada, pelos recentes trabalhos ou por ser um nome que promete para 2020. A clássica banda mineira de folk metal, Tuatha de Danann, é a principal atração de ambos os dias. Em São Paulo também tem O Bardo e o Banjo, Oaklore e Eldhrimnir. Em Curitiba, Tandra e Notórios Bardos completam o lineup.

Como parte da turnê do elogiado novo disco, The Tribes of Witching Souls, o Tuatha de Dannan faz neste Odin’s Krieger Fest apenas o terceiro – e último – show do ano na capital paulista. Para o fundador e frontman da banda, Bruno Maia, este álbum é um dos mais importantes da carreira, com músicas potentes e que mostram a versatilidade das composições dos mineiros.

O Tuatha de Danann é nome recorrente no OKF, sempre atraindo seus fãs quando aparece no lineup. “É sempre muito legal fazer parte desta festa, é um dos eventos mais relevantes deste segmento folk/medieval. Merece ser prestigiado porque valoriza as bandas nacionais e sempre traz bandas interessantes que estão em alta no exterior”, comenta Bruno. Junto ao Tuatha, O Bardo e o Banjo fará um show especial em São Paulo, uma das mais bem-sucedidas e requisitadas bandas do gênero no país. Completam o evento o quarteto paulista Oaklore, com sua impressionante música folk/medieval/renascentista técnica e transcendental, e a Eldhrimnir e seu folk alcoólico, com elementos de música pesada.

No dia seguinte, o Odin’s Krieger chega a Curitiba. Com a banda mineira se apresentam a local Tandra, que executa um folk metal, com influências de Eluveitie, Ensiferum e Moonsorrow, além do Notórios Bardos, de Ponta Grossa (Paraná), e seu irish punk. Exclusivamente em São Paulo, o camarote é open bar com cerveja, refrigerante, água e o néctar dos deuses nórdicos, o hidromel. Também somente válido na capital paulista, quem comprar ingresso do 1º lote ganha o copo OKF, e quem comprar o camarote 1º lote – em SP – ganha camiseta exclusiva e copo OKF (camiseta exclusiva não será vendida no evento, será outra estampa).

A realização é da OKF Produções.

SERVIÇOS

Odin’s Krieger Fest 2019 – Part II em São Paulo
Evento
Data: 30/11
Shows: Tuatha de Danann, O Bardo e o Banjo, Oaklore, Eldhrimnir
Horário: 14h
Preços: Pista 1º lote – $50
Venda online
Camarote open Bar – $140
Local: Carioca Club
Classificação etária: 16 anos

Odin’s Krieger Fest 2019 – Part II em Curitiba
Evento
Data: 01/12
Shows: Tuatha de Danann, Tandra, Notórios Bardos
Horário: 15h
Preços: Pista 1º lote – $50
Venda online
Local: John Bull
Classificação etária: 16 anos


Crashdïet retorna ao Brasil com turnê do grandioso álbum Rust

Em quase 20 anos de carreira, o Crashdïet saiu da Suécia e ganhou o mundo com seu hard rock/sleeze melodioso e com doses exatas de peso. O punch característico e altamente contagiante é a constante desta banda que tem uma sólida base de fãs no Brasil, com nova oportunidade de conferir a turnê do elogiado novo disco, Rust, além de ouvir novamente os muitos clássicos de discos anteriores. A turnê acontece em março de 2020 com shows em São Paulo (27/3), Curitiba (28/3) e Rio de Janeiro (29/3). A produção é da Onstage Agência.

A banda convidada da turnê é a nacional Bastardz, que retorná aos palcos após um período inativo. Trata-se de uma banda clássica do glam rock nacional, formada em 2000 e com diversos pontos altos na carreira: teve clipes rodados na MTV Brasil e, em 2006, foi banda de apoio para o show dos vocalistas Steve Summers (Pretty Boy Floyd) e Stevie Rachelle (TUFF). O Bastardz é mesmo a banda mais propícia para este novo giro dos suecos pelo Brasil: o clipe da música “Let it Fuckin’ Roll”, de 2015, tem a aparição do baixista da Crashdïet, Peter London.

O Crashdïet também é constantemente apontado como a principal banda do revival hard rock/sleeze na Europa. Ao longo da carreira, revigora a aura oitentista do hard rock com produções modernas, solos apoteóticos e passagens que ora flertam com o heavy metal, ora com o AOR, mas sempre com melodias e vocalizações típicas da fase de ouro do estilo.

Com Rust, o quinto disco que chegou ao mercado fonográfico em setembro deste ano pela major Frontiers, a banda segue com o novo vocalista Gabriel Keyes, posto anteriormente ocupado pelo membro fundador Dave Lepard (2000-2006, que morreu), H. Olliver Twisted (2007-2008) e Simon Cruz (2009-2015). Martin Sweet (guitarra), Peter London (baixo) e Eric Young (bateria) completam o Crashdïet. Esta será a terceira vez da Crashdïet no Brasil. Na estreia em solo nacional, a banda sueca fez parte do já lendário festival SWU ao lado de nomes como Rage Against The Machine e Linkin Park, que aconteceu em 2010 em Paulínia, no interior de São Paulo. Quatro anos depois, em 2014, excursionou ao lado do nada menos conceituado guitarrista norte-americano Richie Kotzen (ex-Poison e Mr. Big).

SERVIÇO

Crashdïet em São Paulo
Evento no facebook
Data: 27 de março de 2020
Local: Manifesto Bar (rua Iguatemi, 36 – Itaim Bibi – São Paulo)
Classificação etária: 18 anos
Ingresso: R$ 90, Pista no 1º lote promocional e de estudante; R$ 150, Camarote, no 1º lote promocional e de estudante

Crashdïet em Curitiba
Evento no facebook
Data: 28 de março de 2020
Local: Jokers (rua São Francisco, 164 – Centro – Curitiba)
Classificação etária: 18 anos
Ingresso: R$ 80, Pista no 1º lote promocional e de estudante:

Crashdïet no Rio de Janeiro
Evento no facebook
Data: 29 de março de 2020
Local: Espaço Kubrick (avenida Mem de Sá, 66 – Lapa – Rio de Janeiro)
Classificação etária: 18 anos
Ingresso: R$ 90, Pista no 1º lote promocional e de estudante


Storm Ahead, primeiro disco da AlphaJorge, está em todas as plataformas digitais

Grandioso, magistral, irretocável (insira qualquer superlativo aqui). “Storm Ahead”, álbum de estreia da AlphaJorge, de Florianópolis, que foi disponibilizado nas principais plataformas de streaming no dia 9 de novembro, é antes de mais nada, uma afirmação. O resultado obtido nos nove meses – fevereiro a outubro – de trabalho no estúdio Calamar Sounds, sob a batuta do produtor Júlio Miotto (La Leuca, Muñoz, Disaster Cities, entre outros), impressiona quem nunca ouviu falar na banda. O material surpreende ainda mais em se tratar de um grupo que teve início em 2015 e passou por algumas transformações até chegar ao rock progressivo imponente de Storm Ahead, um clássico instantâneo.

As sete músicas que constituem o álbum, incluindo duas faixas com mais de 12 minutos, com exceção da voz rasgada e cheia de emoção do vocalista, guitarrista e tecladista Arthur Rodrigues, em quase nada lembram o EP Island House, lançado em 2017. A transição do blues e hard rock na linhagem das jam bands para um som mais complexo é reflexo da tão sonhada busca pela identidade própria que todas bandas correm atrás, mas poucas, de fato, chegam no objetivo. E o processo de maturação da proposta artística da AlphaJorge, que incluiu mudanças na formação, se reverteu em um disco redentor, melancólico e de raro apuro técnico.

Rodrigues, acompanhado por Nicholas Medeiros na guitarra, Thiago Darós no baixo e na flauta e Diego Rapoport na bateria, contou com convidados de peso para conferir o refinamento necessário às composições. Participaram das sessões Marcio Bicaco (vibrafone em “Raven”), Paulo Zanetti (saxofone em “Hidden Garden) e José Victor Corato (piano em “Halfway to the Light [Reprise]). O produtor Júlio Miotto, além de ter sido o responsável pela captação, mixagem e masterização, também contribuiu com vocais de apoio na faixa-título. A participação do produtor foi decisiva para o produto final.

“Conseguimos experimentar bastante na parte das vozes: todas as músicas têm backing vocal e em três delas construímos os arranjos no estúdio. Abusamos de efeitos, na faixa “Storm Ahead” a introdução é ao contrário, por exemplo. O Júlio também nos forçou em termos de timbres, de execução e nos deu algumas ideias. Foi interessante ver alguém que está de fora dizendo o que precisávamos melhorar. Muitas vezes fiz um solo que não gostei, ele bancou e deu certo. Isso fez muita diferença”, afirma Arthur Rodrigues.

Apesar de toda a experimentação em estúdio, o grupo teve o cuidado de criar uma obra capaz de ser reproduzida nos palcos, que fosse fiel ao que a AlphaJorge apresenta ao vivo. “E ao mesmo tempo, esse acréscimo na complexidade das músicas fez com que tivéssemos que trabalhar bem mais em conjunto com o produtor. Trabalhamos bastante tempo na concepção das músicas, ensaiando, tínhamos uma noção do que era ao vivo e como conseguiríamos reproduzir em estúdio. Tentamos fazer algo coeso, interessante, mas que conseguíssemos tocar”, completa o vocalista.

Ouça “Storm Ahead

Spotify

Siga a AlphaJorge

Facebook
Instagram


SuperSonic Brewer: revela data de lançamento do novo álbum In Blackness

 

Após apresentar três singles que estarão presentes em seu terceiro disco de estúdio, a banda SuperSonic Brewer, confirma a data oficial de lançamento do aguardado In Blackness. O álbum já foi devidamente entregue as plataformas digitais e está confirmado para ser liberado no Spotify, Deezer, ITunes, Apple Music, Tidal, Google Play, Napster e várias outras, dia 16 de dezembro de 2019. O registro conta com 10 faixas inéditas. O material será lançado pelo selo digital da Roadie Metal, que com esse registro, chega a incrível marca de 225 álbuns distribuídos digitalmente.

Os singles, “Into The Black” e “Lust For Blood A.D.”, podem ser conferidas em todas as plataformas de Streaming. As duas foram as primeiras que a banda disponibilizou previamente ao lançamento de In Blackness.

Confira aqui e aqui

Formação: Vinicius Durli: Vocal/Baixo; Rodrigo Fiorini: Guitarra; Jovani Fracasso: Guitarra; Felipe Carlesso: Guitarra; Evandro da Silva: Bateria

Mais informações:

Facebook

Instagram

Roadie Metal Press


HÉIA: Em Santa Catarina em março de 2020, banda abre sua agenda para mais apresentações na região

Ainda em reta final de 2019, os goianos da HÉIA já começam a pensar no ano que se inicia e suas primeiras apresentações já começam a ser confirmadas. No mês de março, a banda estará em Pomerode/SC, onde acontece a sexta edição do, já conhecido, ‘Deathkult Warfest’, que contará com outros grandes nomes do Metal mundial como Master (EUA), Death Strike (EUA), Verthebral (Paraguai), Kulto Maldito (Bolívia), Offal, Totemtabu e muito mais.

Evento no Facebook

Visando aproveitar esta passagem pela região Sul do país, a HÉIA já busca por produtores de São Paulo, Paraná, Santa Catarina ou Rio Grande do Sul interessados em levá-los para suas respectivas cidades. Para mais informações escreva para o e-mail ou diretamente no WhatsApp/Telegram pelo número (46) 98838-7204 – Sangue Frio Produções – e solicite mais informações. Em outras notícias, o primeiro álbum ao vivo da horda, intitulado Maldición de la Serpiente – Live in Cochabamba, já está integrando as principais plataformas de streaming e download do mundo, para ouvir acesse os links disponibilizados abaixo:

Spotify
Deezer
Claro música
Amazon Music
Tidal
Napster
Google Play

Adquira Maldición de la Serpiente – Live in Cochabamba no formato físico por apenas R$ 20,00 (+ frete) pelo e-mail ou no Facebook.

Sites relacionados:
Facebook
Youtube
Sangue Frio Produções


Surfista e músico, Heitor Vallim lança EP sobre o mar

A mudança não foi de uma hora para a outra, mas veio aos poucos, com muita segurança. Heitor Vallim começou sua carreira em 2016, influenciado pelo folk estadunidense e a MPB, e hoje, a sua sonoridade conversa com o soft e o indie rock. Com três faixas, é no EP L.O.S.T que Heitor parece se encontrar, usando a arte para ser livre, ser ele mesmo. “O novo EP mostra uma sonoridade completamente diferente dos outros trabalhos. Uma nova maneira de compor também foi adotada, onde experiências pessoais foram deixadas mais de lados e as letras se tornaram mais amplas”, revela Heitor Vallim.

Músico e surfista, Heitor Vallim inspirou-se no mar para as canções de “L.O.S.T”. Sem perder a sua assinatura musical, sobre o seu novo trabalho ele conta que “é sobre essa sensação de estar andando com a maré, sem ter muito controle e constantemente se sentir perdido. Mesmo estando, muitas vezes, em casa”. Entre as influências do EP, artistas como Bon Iver, Ben Howard, John Frusciante, Big Red Machine. Como também muita música pop da Lady Gaga e trilhas sonoras de filmes dos anos 80.

Em “Going Home”, que abre o EP, a temática é mais densa, emulando o sentimento de estar perdido; A faixa “Me Encontrar”, traz um refrão escrito há dois anos, e a letra preferida de Heitor Vallim; Já em “Lost in Home”, o instrumental foi gravado sem nenhuma letra, que foi escrita na hora, de forma genuína: “tinha acabado de voltar de uma sessão se surf incrível e de reecontrar uma pessoa que eu nunca devia ter me separado”, relembra Heitor. Desde 2016 na estrada, Heitor Vallim é um músico santista que une influências do folk estadunidense e a MPB. Na sua discografia, o EP Naissance (2016), o álbum Calvário (2018) e o EP instrumental Insomnia (2019). O EP L.O.S.T marca a partida do cantor e compositor para outro país, enquanto inaugura uma nova fase na carreira, com uma sonoridade voltada para o pop.

Em L.O.S.T, todas as composições são de Heitor Vallim, que também produziu e gravou o disco, no Red Studio, e no home studio do artista. A mixagem e masterização ficou por conta de Rafael Souza (Lavanderia Estúdio). Participaram do EP os músicos Heittor Jabbur (bateria), Raphael Lapetina (baixo), Gustavo Chinarelli (violino), Rafael Souza (beats e programações) e Heitor Vallim (guitarra, sintetizador, teclados e voz).

Ouça o EP L.O.S.T


Okill: veja entrevista para o Violent Noise Blog

A banda Okill concedeu entrevista para o Violent Noise Blog no estúdio 2112. O programa é apresentado por Pierre Cortes, com produção de Marco Fallador. No bate papo o grupo falou do seu último lançamento, o disco Reloaded, além de tocar a música “The Pain Remains Insane”, única inédita neste lançamento, que é composto por releituras de sons antigos, de quando se chamavam Machinna. Na ocasião, além da entrevista, O Okill estava captando imagens para o vídeo de “The Pain Remains Insane”, ainda sem data para lançamento.

Veja aqui a entrevista e a apresentação do Okill

Acompanhe a banda Okill em:

Facebook

Site oficial


AXECUTER: Banda divulga ‘live video’ gravado em Manaus/AM, assista!

Em sua recente passagem pelo norte do país com a “Surrounded by Decay Tour 2019”, o AXECUTER divulgou em seu canal do YouTube um ‘live video’ para a faixa “Rise And Fall”, onde é possível conferir um pouco da energia do show executado em Manaus/AM no dia 11/08/2019, assista.

Em outras notícias, o AXECUTER já se prepara para mais duas apresentações em solo catarinense, o trio viajará até Balneário Camboriu/SC, onde acontece o ‘Midnight Movers’, neste sábado (30/11/2019), que contará também com Frade Negro, confira o cartaz.

Link do evento no Facebook para mais informações

Na semana seguinte, 07/12/2019, a banda pega a estrada novamente, desta vez até Jaraguá do Sul/SC, para se apresentar no ‘Ózamarelo Rock Festival’ e dividir palco com as bandas Decadência, Atlantis, Volkmort, Oculto e Crazy Boys, confira.

Link do evento no Facebook para mais informações

Sites relacionados:
Facebook
Bandcamp
Sangue Frio Produções


VULCANO: Assista agora ao ‘live video’ da música inédita “Evil Empire”

Em meio a sua sexta turnê europeia, intitulada “Europe Stormed Tour”, o VULCANO recebeu uma grata surpresa de um dos principais veículos de comunicação relacionados a Metal do Brasil: o Heavy Metal Online. Trata-se do ‘live video’ para a inédita “Evil Empire”, gravada durante a apresentação dos santistas no ‘Festival Samamba Rock 2019’, que aconteceu no último dia 26/10/2019 em Brasília/DF. A faixa integrará o novo álbum, Eye In Hell, previsto para início de 2020 pelo selo dinamarquês Mighty Music, assista agora.

Confira diretamente pela página do Heavy Metal Online no Facebook

Todas as informações sobre o vindouro “Eye In Hell” podem ser adquiridas aqui.

Sites relacionados:
Facebook
Site oficial
Sangue Frio Produções

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.