Por Thiago Reis

Lançado em 2017, fruto da parceria com a Island Music o artista Fellps Rocker lançou o disco Tudo Que Havia De Bom Em Mim Se Foi. Com influências do rock praticado na década de 1950 e 1960 e do bom e velho blues, destacaremos nas próximas linhas as músicas do referido trabalho. O álbum produzido por Reinaldo de Menezes apresenta as 11 faixas a seguir contando com Fellps Rocker nos vocais e guitarra base, Felipe Barbosa na outra guitarra base, Reinaldo de Menezes na guitarra solo e em algumas bases, além do baixo e Marco Antônio Viana na bateria.

Abrindo o álbum temos “Rock ‘n’ Roll” que como o próprio nome diz já mostra o rock bem calcado no blues, com compassos simples porém de fácil assimilação, além da voz bem presente e com grande destaque à frente dos instrumentos, além do uso de alguns efeitos. As linhas vocais e a letra também seguem a simplicidade do instrumental, sendo essa provavelmente a intenção de Fellps Rocker, deixando bem claras as suas influências musicais. “Agora que eu me vejo sem você” segue a mesma proposta da faixa anterior, entretanto é um pouco mais dinâmica e cativante. Talvez pudesse ser a faixa de abertura do disco, pois apresenta as características do som do conjunto, mas sem parecer maçante.

“Cupido” tem a mesma estrutura das faixas anteriores, mas o que se destaca negativamente é a repetição nas linhas vocais. Talvez essa possa ser considerada um filler dentro do trabalho. Os bons momentos voltam com “Quebrando minha própria prisão”, com um instrumental diferente dos anteriores e uma letra mais bem elaborada. O rock direto e reto volta com “Desde quando você se foi”, podendo ser considerada um destaque dentro das cinco primeiras faixas e que pode funcionar muito bem ao vivo. O dinamismo volta com “Fui comprar cigarros”, entretanto mais uma vez as linhas vocais são bem enjoativas tornando a audição pouco agradável.

“Velha visita” segue o mesmo roteiro da faixa anterior, ou seja, não tivemos muitos bons momentos por aqui. “Prefiro ficar para bolor” possui linhas de guitarra que se destacam e que entregam bons momentos, mas que não empolgam. “Tudo que havia de bom em mim” é uma das melhores músicas do disco, com um ritmo contagiante, apresentando até boas linhas de baixo. Um bom refrão faria a música se tornar ainda mais interessante. “Pela mesma porta” volta com o blues e alguns efeitos interessantes nas guitarras, tornando a audição bem interessante. Mais uma boa música que poderia estar no começo do disco. O álbum se encerra com “Minhas lágrimas secam esta noite” encerra o álbum sem trazer muitas novidades em relação ao que foi apresentado anteriormente.

De forma geral, Tudo Que Havia De Bom Em Mim Se Foi apresenta muitas irregularidades, com músicas que funcionam bem e outras nem tanto. Uma sugestão para próximos trabalhos seria a diminuição na quantidade de músicas e um trabalho maior em cima das linhas vocais e dos refrões.

Track list

1. Rock ‘n’ Roll

2. Agora que eu me Vejo sem Você

3. Cupido

4. Quebrando minha Própria Prisão

5. Desde Quando você se Foi

6. Eu fui Comprar Cigarro

7. Velha Visita

8. Prefiro Ficar para Bolor

9. Tudo que Havia de Bom em Mim se Foi

10. Pela mesma Porta

11. Minhas Lágrimas Secam esta Noite

4 comentários

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.