Retornamos com as notícias da semana, trazendo matérias enviadas pela assessoria de imprensa de diversos artistas. Respeitando a quantidade de material enviada para nosso site, apresentamos apenas as notícias desse mês de março (ou seja, de ontem e hoje), e no próximo sábado, manteremos a ordem,comas notícias entre os dias 03 e 09 de março, e assim por diante.


Overdose: banda se apresenta no Mister Bloco 3 dia 2 de março em Belo Horizonte

A banda mineira Overdose se apresenta no festival Mister Bloco 3, dia 2 de março, em Belo Horizonte, com as bandas Bauxita e Rock Machine, Laranja Mecânica, Honky Tonk (Rolling Stones Cover), Os Leviatãs (Led Zeppelin Cover), Rock and Roll Trem (AC/DC Cover), Volume 4 (Black Sabbath Cover), Manowar Tributo, Bullet Train (Judas Priest), Dops, Frankkstein (Rammstein) e Albatroz (Megadeth).

O festival terá uma grande estrutura, tendo dois palcos (Interno e externo), barracas com bebidas e alimentação. Além disso o evento irá ajudar a Santa Casa da cidade, pedindo para todos os participantes a doação de um litro de leite. Em breve estará liberado o link com os ingressos gratuitos.

Serviços:
Dia: 02/03/2019
Local: Mister Rock BH
Endereço: Av. Tereza Cristina, 295, Belo Horizonte (MG)
Link para os ingressos

A banda Overdose anunciou o relançamento do clássico disco Circus Of Death, lançado originalmente em 1992. O Álbum é um divisor de águas na carreira dos mineiros. Marca a entrada do guitarrista Sérgio Ferreira, que formou uma dupla de guitarras formidável com Claudio David, além da mudança sonora, pois a banda abandonou as influências melódicas e progressivas de antigamente para um som totalmente Thrash Metal, com algumas pitadas de Groove, algo que a banda exploraria mais no futuro.

Circus Of Death será totalmente remasterizado, e será relançado com a capa original. Além de conter com um DVD de bônus com dois shows da tour do referido lançamento, um em Belo Horizonte e outro em Brasília. O lançamento deve ocorrer no primeiro semestre desse ano.

A banda Overdose é formada atualmente por: Pedro Amorim “Bozó” – Vocal; Cláudio David – Guitarra; Sérgio Ferreira – Guitarra; Bernardo Gosaric – Baixo; Heitor Silva – Bateria

Acompanhe o Overdose no Facebook e no site oficial.


Suco de Lúcuma e Leza se apresentam em São Paulo

Psicodelia é a palavra que define os shows das bandas Leza e Suco de Lúcuma, que se apresentam no dia 09 de março (sábado), no Estúdio Aurora, em Pinheiros. A Leza chega com sua surf music experimental repleta de psicodelia, enquanto a Suco de Lúcuma é para viajar no groove e poesia. Os shows começam às 20h, com ingressos a 20 reais.

A banda paulistana Suco de Lúcuma apresenta uma sonoridade contemporânea, permeada de intensas narrativas, texturas sonoras inusitadas e muita dinâmica, como foi antecipado no single de estreia “Ausência”, aclamado pelo público e pela crítica especializada na cena indie. O show tem uma forte combinação de psicodelia e groove, com faixas inéditas do primeiro disco da banda, ainda sem data de lançamento. O grupo conta com os músicos Carlos Bechet (voz e guitarra), Thom Bonatto (voz e guitarra), Felipe Pizzutiello (baixo) e Vicente Pizzutiello (bateria).

Após turnê na Argentina, a banda Leza se apresenta pela primeira vez no estúdio Aurora e toca as canções do disco de estreia, “Vice-Versa”, lançado em 2018. No repertório da apresentação, as canções do álbum duplo elogiado pela mídia especializada e que levou a Leza a excursionar pelos Estados Unidos e Argentina, além de cidades como Brasília e Curitiba. A banda é formada por Gustavo Athayde (guitarra e voz), Ana Zumpano (bateria e voz), Rafa Bulleto (guitarra e voz) e Erico Alencastro (baixo)

O Estúdio Aurora é localizado na Rua João Moura, nº 503, na sala 12. Para quem deseja chegar de metrô, as estações mais próximas são Clínicas (linha verde) e Oscar Freire (linha amarela). Para quem vem de ônibus, o lugar fica a duas quadras da Praça Benedito Calixto, próximo ao cruzamento das avenidas Rebouças e Henrique Schaumann. Quem deseja chegar de bicicleta, há espaço no local e ponto das bicicletas laranjas na João Moura. De carro, a dica é o estacionamento ao lado do estúdio, que funciona 24h.

Serviço

Leza e Suco de Lúcuma

Data: 09/03/2019 (sábado)

Horário: 20h

Local: Estúdio Aurora

Endereço: Rua João Moura, nº 503 (Sala 12) – Pinheiros – São Paulo/SP

Ingressos: R$20

Classificação etária: 18 anos

Evento 


Krucipha, Legacy Kain e Order of Destruction: em mini tour pelo interior do Paraná no carnaval

Para os foliões do carnaval metálico do estado do Paraná, pode prepara suas almas e corpos, pois as bandas Krucipha, Legacy Kain e Order of Destruction/SP, estarão fazendo um mini tour por três cidades distintas, entre os dias 02, 03 e 05 de março, respectivamente nas cidades de Guarapuava/PR, Francisco Beltrão/PR e Araucária/PR.

O primeiro evento é o “VI Maquinária Rock Field 2019” que contará com 22 bandas se apresentando em um megafestival, onde as apresentações terão início as 14h00 do dia 02 e se encerraram somente no dia 03. O Krucipha e as bandas Legacy Kain e Order of Destruction, organizam uma fã com saída de Curitiba, direto para Guarapuava, com o custo de R$100,00 já incluso o ingresso para o dia 02, data onde as três bandas se apresentam. Interessados em acompanhar as bandas para o festival, acesse o link com mais informações.

No dia 03, na cidade de Francisco Beltrão/PR, ocorre o “Beltrão Metal Fest”, que além de contar com o poderoso trio, terá a banda de abertura Brutal Decadency de Death Metal. O evento terá início as 14h00 e você confere custos, local e detalhes sobre o evento neste link.

Para encerrar o carnaval mais pesado do país, o “Carna Rock” da cidade de Araucária/PR, promove no “Espaço do Mion” uma noite com as três bandas para o público local. A entrada será gratuita e os shows terão início as 14h00. Interessados em maiores detalhes sobre o evento, acesse este link.


AlkanzA: videoclipe pertencente ao ciclo “Caos Codificado” já tem data de lançamento

O AlkanzA recentemente lançou o novo disco intitulado Caos Codificado e sem dar tempo do público respirar, anunciam oficialmente o lançamento de um videoclipe de uma das faixas do disco. A empresa responsável pelo videoclipe da AlkanzA, será a Karacol Filmes, que é uma empresa focada e profissionalizada em produzir vídeos para web, institucionais, eventos, marcas, animações 2d e clipes em geral.

Sobre o ciclo do Caos Codificado o vocalista e baixista, Thiago Bonazza comenta: “Esse ciclo marca a continuação de um trabalho e também uma nova fase da banda, com novos objetivos a serem alcançados junto ao álbum Caos Codificado. É um ciclo de muito trabalho, empenho e dedicação de todos os membros da banda e isso se reflete no álbum e será visto no clipe. Sempre buscamos a evolução interna e não competição externa. Portanto, fazemos tudo com dedicação por fato de que o publico merece nosso melhor e achamos que estamos conseguindo evoluir. Mas, temos muito a aprender ainda, e ai esta a motivação. Mas não ser melhor que os outros, mas melhores que fomos ontem e piores do que queremos ser no amanhã.”

O videoclipe já tem data e horário para o lançamento, sexta-feira (08) às 19h horário de Brasília e dizem as más línguas que é apenas o começo das surpresas que o “Caos Codificado” nos reserva para este ano e por falar em surpresas, qual será a música do clipe?

Facebook
Site oficial
Soundcloud
Instagram


Attomica: álbum The Trick e músicos da banda eleitos entre os melhores de 2018 pela Roadie Crew

O importante veículo de comunicação impresso, Roadie Crew, acaba de disponibilizar em seu site, a lista oficial de melhores do ano de 2018. As escolhas foram feitas em votação aberta no site, onde o público elegeu seus melhores álbuns e artistas nacionais e internacionais.

O importante nome do Thrash Metal brasileiro, Attomica, fez jus ao seu último registro, The Trick, e aparece entre os 20 mais votados em todos os requisitos que concorreu. Além de estar entre os melhores lançamentos do ano, os músicos André Rod, Marcelo Souza e Argos Dankas, figuram nas listas de melhores vocalistas, baixistas, guitarristas e bateristas.

The Trick ficou com a sexta posição entre os 20 melhore álbuns eleitos pelo leitor da revista. André Rod e seu talento nato, figurou em duas listas, o músico foi eleito o oitavo melhor vocalista de 2018 e oitavo melhor baixista em uma lista com os 20 nomes mais votados. O exímio guitarrista Marcelo Souza, ocupa o décimo segundo lugar da lista de 20 melhores, e o baterista Argos Dankas, ocupa a décima primeira posição

O álbum The Trick está disponível para aquisição física através das redes sociais do Attomica e também disponível para audição completa nas principais plataformas de Streaming. Acesse abaixo e confira pelo Spotify:

Atual Formação: André Rod – Vocal/Baixo; Marcelo Souza – Guitarra; Argos Danckas – Bateria;

Mais informações:

Facebook 

YouTube 

Instagram 

Twitter

Roadie Metal Press



The Adicts chega a São Paulo após o Carnaval

Popular no punk rock desde a década de 1970, a banda inglesa The Adicts desembarca dia 8 de março em São Paulo – show único no Brasil! – para promover sua conhecida e requisitada festa, em evento agendado no Carioca Club. Os Excluídos, punk rock nacional, vai fazer o show de abertura. A realização é da Gig Music. The Adicts é aquela banda de visual droog, em alusão à forma como se vestiam os colegas do carismático sociopata Alex (Malcolm McDowell) no filme Laranja Mecânica.

Assim como a estética, a sonoridade do grupo inglês causou diversos impactos na indústria fonográfica ao longo das décadas, seja pelo vigor do puro e simples punk rock dos primórdios, experimentalismos nos 80 e, dali em diante, pela manutenção de uma carreira estabelecida e prestigiada por meio de um som animado e visceral, daqueles de fazer a plateia cantar junto ao longo de uma apresentação.

A última passagem do The Adicts pelo país aconteceu em 2016, nos últimos instantes da extensa turnê mundial do disco All The Young Droogs, de 2012. À época, o Carioca Club em São Paulo ficou lotado para uma apresentação vibrante desta lenda inglesa do punk rock, que agora em 2019 retorna com 11º disco na bagagem, And It Was So!(2017), lançado inclusive em versão nacional e que mantém viva a maneira ímpar de se fazer música com melodias, às vezes com velocidade, muito deboche e sempre com força de cativar o ouvinte – ou a plateia – a cantar junto.

O The Adicts tem à frente o carismático vocalista Keith Monkey Warren, um exímio showman que atravessou décadas de serviço ao punk rock com um exemplar vigor e profissionalismo. Suas performances sempre garantem entretenimento aos shows da banda, também com muita serpentina, confete e glitter. Não à toa Monkey e os demais integrantes mantiveram o The Adicts entre os grandes nomes do punk e constantemente exaltados como compositores de mão cheia.

Mesmo com um disco novo para apresentar, o The Adicts fará a festa com muitos hits de todas as décadas, como “Viva la Revolution”, “Bad Boy”, “Falling in Love Again”, “Chinese Takeaway”, “Johnny Was A Soldier”, “Easy Way Out”, “Numbers”, “Songs Of Praise”, “Steamroller” e muitas outras músicas.

THE ADICTS EM SÃO PAULO
Evento 
Data: 8 de março de 2019
Horário: 19 horas (abertura da casa)
Local: Carioca Club
Endereço: rua Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros
Censura: 16 anos
Ingresso:
(MEIA/PROMO)
PISTA: R$ 120 (2º Lote)
MEZANINO: R$ 150 (1º Lote) / R$ 180 (2º Lote)
(Levar carteirinha estudante ou 1 quilo de alimento)

PONTOS DE VENDA
Bilheteria Carioca Club (sem taxa para pagamento em dinheiro)
Venda Online



THE BOMBERS REVISITA CANÇÕES DE 2007 EM EP ACHADOS & PERDIDOS

Em 2007 a banda santista The Bombers lançava o segundo álbum, intitulado Democracia Chinesa. Com nove faixas, o disco saiu pelo selo Zona Punk e dividiu opiniões. “Alguns nos acusaram de termos virado ‘Pop’ e de estarmos apelando para fazer sucesso, e uma outra parcela abraçou o repertório e se identificou com a postura da banda e com as letras, no entanto até hoje eu tinha vergonha de mostrar essas músicas, por serem tão pessoais e meio ingênuas”, conta o vocalista Matheus Krempel, que diz ter “feito as pazes” com o disco, fundamental para a carreira da banda, doze anos depois. E para comemorar essa trégua com o passado, a banda lançou nesta sexta-feira (22), pela gravadora Hearts Bleed Blue (HBB), o EP digital Achados & Perdidos, que traz uma seleção das cinco melhores músicas do Democracia Chinesa remasterizadas. “Acredito que essas músicas mereciam uma nova chance”, diz Matheus.

Segundo o vocalista, 2007 foi uma época de excessos para os integrantes da banda e o EP reflete isso. “Eu interpreto o título da seguinte maneira: Grandes Achados criados por (na época) Grandes Perdidos. Em 2007 éramos bem jovens, arrogantes e folgados. O Democracia foi composto e gravado em uma época muito sombria da minha vida. Se por um lado fizemos grandes shows, dividimos palco com as melhores bandas nacionais na época e com bandas internacionais incríveis como o US Bombs, Casualties, Satanic Surfers e Boom Boom Kid, por outro lado me mudei de Santos para São Paulo, perdi meu pai e me perdi em mim mesmo. Fico muito feliz em hoje olhar para trás e ver o que passamos para estar aqui. Muita coisa mudou”. O lançamento de Achados & Perdidos marca também o reencontro de três quartos da formação do The Bombers na época do Democracia Chinesa. Além de Matheus e do guitarrista Gustavo Trivela, que permaneciam na banda, o baterista Estefan Ferreira, fora desde 2008, volta a fazer parte do grupo. A nova formação conta também com Raul Signorini no baixo. De 2007, apenas Amauri Meireles não faz parte do The Bombers atualmente.

Depois de dois discos com a maior parte das músicas compostas em inglês – All About Love (2014) e Embracing The Sun (2017), o vocalista revela que o lançamento de Achados & Perdidos significa também um retorno mais evidente das letras em português. “Certamente esse EP é meio que uma preparação de território para o nosso próximo passo, onde o português deve ganhar muito mais espaço dentro das nossas composições”.

Saiba mais sobre as músicas no faixa-a-faixa escrito pelo vocalista Matheus Krempel:

Semana Sem Você: Título autoexplicativo. Música sobre saudades, amor à distância e esse tipo de coisa. Foi a primeira música da banda a ser executada com frequência em uma rádio FM. Me lembro até hoje da alegria de estar ouvido a rádio na hora do almoço e, de repente, após tocarem “Dani California” do Red Hot Chilli Peppers, começaram a tocar essa música. Eu quase desmaiei na hora.

Não Sei Nada: Presente até hoje nos nossos shows. Sempre foi uma música que contagiava a todos pelo refrão fácil e batida acelerada. Foi o primeiro clipe que eu me arrisquei a fazer.

Ônibus Azul: Uma musiquinha boba de amor e uma das favoritas do público na época. Até hoje tem gente que pede ela em shows.

24 Horas: Primeira música totalmente criada pelo Trivela e com letra minha. Além de baixista, já na época ele assumiu a guitarra e fez o solo dessa faixa.

Jogadas ao Vento: Primeira música que eu e o Trivela escrevemos juntos. Escrevemos ela na porta de uma balada. Nossos amigos entraram e nós ficamos na porta tocando violão e tentando compor. Quando começamos a ter as ideias para a letra, não tínhamos papel e nem caneta. Achamos um lápis de olho e uma tampa de Pizza e escrevemos a letra. No final da noite, os amigos saíram e perguntaram o porquê de não termos entrado, aí a gente respondeu que ficou compondo uma música. Acredito que é um belo exemplo de como as coisas funcionam entre nós dois e de como, sem termos a menor noção, demos início a uma parceria que já dura mais de 15 anos.

Ouça Achados & Perdidos


Natalha lança cover do grupo 1 Kilo

A cantora mineira Natalha Rezende acaba de lançar mais um trabalho. Dessa vez ela se voltou para o rap do grupo 1 Kilo. A canção escolhida foi a famosa “Deixe Me Ir”. O vídeo foi gravado em uma mansão na cidade da artista, Lagoa Santa, região metropolitana de Belo Horizonte.

Há alguns meses a cantora vem chamando atenção nas redes sociais e já acumula milhares de seguidores no instagram. A música foi gravada em Belo Horizonte, no estúdio Casa Radar, sob direção musical do produtor Silas Lopes. A artista mantém em segredo os próximos passos de sua carreira, mas promete boas novidades aos fãs em breve.


French post-black metal project NNRA to release new album INCARNE on April 26th

In the studio, NNRA is the brainchild of Louis Lambert (DDENT). On stage, he surrounds himself with various musicians and video projections created and performed live by Sébastien Mathieu. NNRA provide an intense, immersive experience that fuses post-metal, black metal and indus. The outfit previously shared the stage with Amenra (watch full set here), Furia, Au-Dessus and performed at Rock In Bourlon festival (watch full set here).

New album NNRA INCARNE illustrates an old Arab tale about incarnation. In the old days, there was no color, gardens were grey and nightingales were silent. Yet one day, a nightingale fell in love of a rose, and loved it so much that he wanted to embody it. He squeezed it so tightly to his chest, that the rose threw a thorn into his heart. His red blood spread and gave color to the roses, and thereafter to the world, while his piercing cries of pain gave nightingales the ability to sing.

It is a poem about love, the creation of life, when one loves something so much that one wants to embody it physically; in latin, in carne means ‘in the flesh’. No life, no color or music without devouring passion. Sebastien Mathieu (video/artwork) and Louis Lambert (music) were fascinated by this concept and decided to pay tribute to this poem, and more widely work on the concept of incarnation, illustrating it with this album, and the video that will be screened on stage.

The album is a single piece, divided into movements that follow the rhythm of the poem, and the nightingale’s story. To perform NNRA INCARNE live, the band will be composed of seven musicians, and the video will be projected on three screens: on stage and among the musicians (who will be this time in the video). The first album will still be played behind a screen of tulle.

NNRA INCARNE was entirely written and performed by Louis Lambert, recorded by Chris Fielding at Skyhammer Studio (UK) and mastered by James Plotkin. Additional drums are performed by Marc Le Saux. Artwork was designed by Michael Sallit.

NNRA New album Incarne Out April 26th on vinyl and digital

TRACK LISTING:

SIDE A

NNRA INCARNE 1st movement : 00 – 2’36
NNRA INCARNE 2nd movement: 2’36 – 9’51
NNRA INCARNE 3rd movement: 9’51 – 17’24
NNRA INCARNE movement 4A : 17’24 – 19’52

SIDE B

NNRA INCARNE movement 4B : 19’52 – 27’28
NNRA INCARNE 5th movement : 27’28 – 33’16
NNRA INCARNE 6th movement: 33’16 – 40’43


ASOMVEL New album World Shaker Out May 3rd on Heavy Psych Sounds

ASOMVEL released their well-respected debut LP, Kamikaze, in 2009. Barely a year later, the band was shaken to its core when front-man, Jay-Jay Winter, was killed in a road accident in 2010. Although a devastating tragedy, co-founding guitarist, Lenny, knew that the band had to continue in tribute to the determined spirit of their founder. Since releasing their 2013 album, Knuckle Duster, with Bad Omen Records to much critical acclaim, and recruiting Jay-Jay’s nephew, Ralph, the band has spent the last couple of years playing around the world; including a tour of Brazil, dates in Japan, Slovenia, Germany, Spain, France, Ireland – these dates included many respected festivals such as Hammerfest, Party San Open Air, Siege of Limerick, and MetalDays.

May 3rd 2019 will see the band release their third album titled World Shaker, followed by a heavy touring cycle all over the globe. Says vocalist & bassist Ralph: “We’ll be releasing World Shaker in May, through Heavy Psych Sounds. We’ve got 11 tracks ready to go; the best you’ve heard in a son-of-a-bitch long time!” Just recently, the band also released another smashing video for the track ‘True Believer’, with more than a million views on the band’s socials. Watch it HERE!

World Shaker will be available in the following formats:
– 50 Test Press vinyl
– 500 white vinyl
– 250 transparent background / splatter black-red-brown-yellow vinyl
– 250 gold vinyl
– Black vinyl
– CD and digital

1. World Shaker
2. True Believer
3. Payback’s a Bitch
4. Runnin’ the Gauntlet
5. Reap the Whirlwind
6. The Law is the Law
7. Steamroller
8. Every Dog has its Day
9. Railroaded
10. Smokescreen
11. The Nightmare Ain’t Over

World Shaker is dedicated to founding ASOMVEL member, Jay-Jay Winter. Carrying with it Jay’s attitude, grit, and determination this album is the first to feature the new line-up; Finnish drummer, Jani Pasanen, and Jay-Jay’s nephew, Ralph Robinson. Produced by James ‘Atko’ Atkinson, the album was recorded in September 2018 at The Stationhouse, and comes with a blistering master by Jaime Gomez Arellano at Orgone Studios. Sticking to the rock ‘n’ roll tradition, World Shaker is eleven heavy metal songs to live your life by, this is the album Moses would have brought down from Mount Sinai.

ASOMVEL European shows:
25.04.19 ES – Valladolid /Porta Caeli
26.04.19 ES – Logrono / Sala Stereo
27.04.19 ES – Vitoria / Hel Dorado
28.04.19 ES – Bilbao / Nave 9
03.05.19 IRE – Belfast / Voodoo
04.05.19 IRE – Dublin / On The Rox
05.05.19 IRE – Limerick / The Kasbah

ASOMVEL IS Ralph Robinson – Bass/Vocals; Lenny Robinson – Guitar;Jani Pasanen – Drums

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.