Accept anuncia turnê européia

ACCEPT tem hasteado a bandeira do metal clássico por décadas e com seu último álbum, Too Mean To Die, eles provaram mais uma vez que são os maiores nas paradas de sucesso internacionais onde marcam presença entre as 10 melhores colocações em todo o mundo. Agora, depois de uma longa ausência devido à pandemia do coronavírus, eles têm o orgulho de anunciar que finalmente retornarão aos palcos europeus em 2022 junto com sua energia de sobra e força irreprimível. Eles tocarão o novo álbum Too Mean To Die e os clássicos do ACCEPT. Assista ao trailer para a turnê aqui.

Por décadas, ACCEPT representa o metal puro, melodias fortes e momentos inesquecíveis ao vivo. Seus três guitarristas excepcionais, sem sombra de dúvida, agitarão massas de fãs e ajudará com que o público esqueça do vírus. Porque, de acordo com Wolf Hoffmann: “Somos muito malvados para morrer! Ervas daninhas não morrem! ACCEPT não vai deixar que isso as derrube!” Philip Shouse acrescenta: “A melhor coisa que vai acontecer para nós é ir ao aeroporto, pegar um avião, voar até você e fazer um grande e fantástico show”. As palavras dizem tudo, porque ‘The Best Is Yet To Come’ não é apenas uma música excelente do novo álbum, mas também resume a situação atual – as coisas só poderão melhorar.

ACCEPT terá o suporte na Europa da banda PHIL CAMPBELL E AND THE BASTARD SONS, que de forma inesquecível levou locais de todo o mundo ao ponto de ebulição com MOTÖRHEAD e que também representa o puro Rock N Roll, porque mesmo sem Lemmy (RIP), Phil tem os controles definidos para 12 ou 13! Os veteranos do thrash metal FLOTSAM & JETSAM, dos EUA, experts em demolição sonora, completam a lineup e mal podem esperar para iniciar os trabalhos.

Too Mean To Die – Tour 2022

10.12.2021 JAP – Tokyo Club Citta
11.12.2021 JAP – Tokyo Club Citta
15.01.2022 D – Oberhausen Turbinenhalle
16.01.2022 B – Brussels La Madeleine
18.01.2022 D – Frankfurt Batschkapp
19.01.2022 F – Paris Bataclan
21.01.2022 E – Pamplona Burlada
22.01.2022 E – Madrid La Riviera
23.01.2022 E – Barcelona Razzmatazz 1
25.01.2022 F – Ramonville Bikini
26.01.2022 F – Villeurbanne Transbordeur
28.01.2022 CH – Zürich Komplex
29.01.2022 AT – Telfs Rathaussaal
30.01.2022 HU – Budapest Barba Negra
01.02.2022 CZ – Zlin Hala Euronics
02.02.2022 PL – Warsaw Progresia
04.02.2022 EST – Tallinn Helitehas*
05.02.2022 SF – Helsinki House Of Culture*
06.02.2022 SF – Tampere Pakkahuone*
08.02.2022 SWE – Stockholm Fryshuset*
09.02.2022 NOR – Oslo Rockefeller*
11.02.2022 SWE – Gothenburg Tradgarn*
12.02.2022 DK – Copenhagen Vega*
13.02.2022 D – Bremen Aladin
15.02.2022 D – Berlin Huxley´s
17.02.2022 D – Ulm Ratiopharm Arena
18.02.2022 D – München Tonhalle
19.02.2022 D – Filderstadt FILharmonie
20.02.2022 D – Geiselwind Eventzentrum
22.02.2022 D – Leipzig Haus Auensee
23.02.2022 D – Saarbrücken Garage
25.02.2022 RUS – Moscow Glavclub*
26.02.2022 RUS – St. Petersburg Cosmonaut*
28.02.2022 UKR – Kiev Stereoplaza*

* sem Phil Campbell

A banda também iniciou a a pré-venda de seus novos vinis de Too Mean To Die que brilham no escuro. Pré-venda para garantir sua cópia aqui. Too Mean To Die também está disponível em vários outros formatos, aqui. A banda lançou o álbum Too Mean To Die no Brasil pela parceria Nuclear Blast/Shinigami Records e você pode adquirir sua cópia aqui.

Mais sobre Too Mean To Die:
The Undertaker‘ OFFICIAL VIDEO
Too Mean To Die‘ OFFICIAL LYRIC VIDEO
Zombie Apocalypse‘ OFFICIAL VISUALIZER

Lineup ACCEPT: Wolf Hoffmann – guitarra; Mark Tornillo – vocais; Uwe Lulis – guitarra; Philip Shouse – guitarra; Martin Motnik – baixo; Christopher Williams – bateria

ACCEPT Online
Site oficial
Facebook
Nuclear Blast

Ainda relacionado ao Accept, no dia 2 de abril, o single chamado “Where The Angels Fly” foi lançado e há semanas há um boato borbulhando por aí: quando o vídeo da música foi ao ar, uma enorme tempestade se formou nas redes sociais. DIRKSCHNEIDER & THE OLD GANG já alcançaram mais de dois milhões de cliques no YouTube! O nome praticamente explica o que está por trás do projeto musical: a lenda do rock Udo Dirkschneider reuniu seu grupo de músicos mais próximos em meados de 2020 e fundou um novo projeto espetacular. Já estão disponíveis as primeiras informações concretas sobre o projeto Dirkschneider & The Old Gang – além de Udo, seu filho Sven, os ex-membros do Accept, o baixista Peter Baltes e o guitarrista Stefan Kaufmann e da cantora Manuela Bibert também decidiram embarcar nesta nova iniciativa. A extensão desta formação e seus planos futuros só serão anunciados nas próximas semanas.

Apenas isto: qualquer pessoa que anteriormente acreditou que já sabia de todos os planos desta ousada iniciativa está enganada. Dirkschneider & The Old Gang começou com um vídeo sensacional, mas é apenas um piscar de olhos nesta nova dimensão imensa que está pra surgir. Portanto, fique de olhos e ouvidos atentos: A partir de agora algo emocionante está para acontecer! UDO é uma das lendas do Metal, e retorna à América Latina em 2022 com sua turnê especial de lançamento do álbum, Steelfactory. O show, que aconteceria este ano, foi remarcado devido à pandemia do novo coronavírus (COVID-19) e ganhou duas novas datas. Além dos shows marcados anteriormente em quatro cidades no Brasil: São Paulo, Fortaleza, Recife e Salvador, a tour passará também nas cidades de Rio Branco e Belém. Será um momento único e o setlist vai reunir, além das músicas do novo disco, os maiores sucessos da trajetória do vocalista.

Para começar essa noite especial, a banda brasileira de power metal Trend Kill Ghosts foi a escolhida para realizar a turnê no Brasil ao lado do U.D.O. Trend Kill Ghosts realizará o show de abertura em todas as cidades e irá aquecer o público com sua apresentação energética, antes do U.D.O. subir ao palco. Sobre a emoção de realizar esta turnê ao lado de um grande nome do Metal, o vocalista Diogo Nunes espera que até lá todos já estejam imunizados contra o coronavírus (COVID-19) e prontos para voltar aos shows, para que assim, possa levar sua música Brasil a fora. “Difícil não dizer que é uma honra e alegria imensa sobre algo assim! Nosso primeiro álbum, Kill Your Ghosts, foi tão bem aceito que trouxe oportunidades incríveis para a nossa carreira em pouco tempo. No fim do ano de 2019 tivemos a felicidade de encerrarmos a primeira parte de divulgação do disco tocando com o ACCEPT e WASP em nossa cidade natal, e agora vamos poder apresentar as músicas do novo disco que será lançado em breve, além dos hits do álbum Kill Your Ghosts em uma tour pelo Brasil com o U.D.O., confesso que as vezes é um pouco difícil de acreditar, pois como fã o meu sonho era poder assistir aos shows dessas bandas algum dia, e hoje tenho, junto aos meus parceiros de banda, a honra de poder excursionar com meus ídolos”. Este é mais um evento Dark Dimensions. Ingressos já à venda pelo site do Clube do Ingresso e pontos autorizados.

Formado em 2018, o Trend Kill Ghosts reúne quatro amigos: Diogo Nunes (vocal), Rogério Oliveira (guitarra), Leandro Tristane (bateria), e Fábio Carito (baixo), – este último que estreou recentemente substituindo Danilo Perez que teve que deixar o grupo para seguir novos caminhos. A banda aposta no power metal/metal melódico levando uma mensagem através da música para inspirar pessoas a matarem seus fantasmas e irem atrás de seus objetivos. A banda tem como referências diversas vertentes do power metal, com nomes como Gamma Ray, Helloween, Avantasia, Edguy, Savatage e Stratovarius. O álbum de estreia, Kill your Ghosts, que foi lançado em julho de 2019 em todas as plataformas digitais, recebeu ótimas críticas da mídia especializada e traz participações especiais de Ralf Scheepers (Primal Fear, ex-Gamma Ray e Tyran’ Pace) em “Ghost’s Revolution”, Raphael Dantas (SoulSpell, Ego Abscence) e Lúcia Ricardo (ex-EvenDusk) em “Promise”.

Trend Kill Ghosts lançou recentemente o videoclipe de “Dethrone Tyranny”, um tributo a renomada banda de power metal Gamma Ray. A versão traz uma música rápida e pesada com refrão marcante, uma espécie de amostra do que esta por vir em no próximo álbum da banda. Trend Kill Ghosts está em estúdio gravando o novo disco, e postando nas redes sociais a série ‘Studio Report’, onde mostra a gravação de cada instrumento com comentários dos integrantes. Acompanhe cada episódio AQUI.

Gênero: Power Metal

Produtor: Rogério Oliveira

Fotografia: Santa Sampa

Formação: Diogo Nunes (vocal); Rogério Oliveira (guitarra); Fábio Carito (baixo); Leandro Tristane (bateria)

Para mais sobre TREND KILL GHOSTS visite os canais oficiais FACEBOOK, INSTAGRAM e YOUTUBE.

Por fim, no dia 21 de maio de 2021, Herman Frank, guitarrista icônico de bandas como ACCEPT e VICTORY, lançará seu quinto álbum solo, intitulado Two For A Lie, através da gravadora AFM Records. Frank é parte integrante da cena metal alemã desde o início dos anos 80. Começando com ACCEPT até o VICTORY, seu projeto solo, idealizado e lançado em 2009, o músico provou ser a receita certa para um heavy metal muito bem feito. Com seus aclamados discos solo Loyal To None, Right In The Guts, The Devils Ride Out e Fight The Fear, Frank e seus aliados em música estão causando tempestades de entusiasmo na imprensa e nos fãs.

Sem dúvida, seu novo álbum Two For A Lie será exatamente como imaginam. Fiel ao lema “Não altere uma equipe vencedora”, Herman Frank mais uma vez confiou na colaboração do vocalista do MASTERPLAN, Rick Altzi, do baixista do JADED HEART, Michael “Mülli” Müller e dos recém-contratados pelo guitarrista Mike Pesin e o baterista Kevin Kott – todos á bordo. Como nos álbuns anteriores, Two For A Lie impressiona através da guitarra característica de Frank, em que riffs afiados se encontram com solos empolgantes, vocais brilhantes de Alchi e a incrível cozinha baixo/bateria que entregam a música no ritmo perfeito. Após o recente primeiro single com a incrível faixa “Eye Of The Storm”, Frank acaba de lançar um novo lyric video para a segunda música do álbum entitulada “Venom”. Riffs pesados ​​como o inferno marcam uma viagem cativante e épica, que provavelmente se tornará um hino atemporal do metal! Cante junto e assista ao novo clipe de “Venom” aqui.

Two For A Lie foi produzido pelo próprio Herman Frank, co-produzido por Arne Neurand, gravado e mixado no Horus Sound Studios em Hannover (Guano Apes, LDC, Revolverheld, Emil Bulls, Subway To Sally) e masterizado por Robin Schmidt (Placebo, Callejon, Beatsteaks e muitos mais). Kai Swillus do “Gestaltungskommando Buntmetall”, que já trabalhou com bandas como Saxon, Motörhead ou Annihilator, criou o design da capa e arte.

Tracklist do álbum:
01. Teutonic Order
02. Venom
03. Hate
04. Eye Of The Storm
05. Liar
06. Hail The New Kings
07. Just A Second To Lose
08. Danger
09. Stand Up And Fight
10. Open Your Mind

Two For A Lie será lançado no dia 21 de maio de 2021 pela AFM Records e estará disponível nas versões CD Digipak, bem como nas edições em LP Gatefold altamente limitadas e colecionáveis! Faça a pré-venda da sua cópia AQUI!

Mais informações:
Site oficial
Facebook


Helloween lança novo single e clipe para “Skyfall”

O HELLOWEEN lançou o primeiro single “Skyfall” junto com um videoclipe incrível! Escrito por Kai Hansen, “Skyfall” é uma viagem tempestuosa de mais de 7 minutos no universo HELLOWEEN (e além!). A faixa épica descreve uma aterrissagem alienígena na terra e uma perseguição dramática enquanto Michael Kiske, Andi Deris e Kai Hansen duelam de uma forma deslumbrante e criam uma aventura vocal de larga escala. Produzido por Martin Häusler, é o videoclipe mais elaborado da história da banda, exibido em animação 3-D e com visual cinematográfico, este vídeo é uma verdadeira experiência incrível. Assista ao vídeo aqui.

O primeiro single “Skyfall” estará disponível em CD, digitalmente e em duas versões diferentes em vinil.

Single 1: Vinil, CD, digital:
‘Skyfall’ (edição única) + ‘Skyfall’ (mixagem exclusiva de vocais alternativos). Ambos são versões únicas e exclusivas e não estarão no álbum. Cerca de 20 minutos de tempo de música.

Single 2: apenas vinil
‘Skyfall’ (edição única) + ‘Indestructible’ (faixa exclusiva do álbum). Esta é uma versão estritamente limitada do novo single com uma faixa exclusiva do álbum.

O single foi lançado no Brasil pela parceria Shinigami Records/Nuclear Blast aqui

>>POR FAVOR MANTENHAM-SE UNIDOS!<<

Este foi o desejo ardente de milhares de fãs chamando Andi Deris, Michael Kiske, Michael Weikath, Kai Hansen, Markus Grosskopf, Sascha Gerstner e Dani Löble durante a PUMPKINS UNITED WORLD TOUR – e seu sonho se tornou realidade! Com o próximo álbum, simplesmente intitulado HELLOWEEN, a banda abre um novo capítulo após 35 anos de uma carreira gloriosa. O futuro de uma das bandas alemãs de metal mais influentes de agora em diante contará com três vocalistas. Originalmente planejado apenas para apresentações ao vivo, foi o nascimento de uma aliança única de metal de sete peças.

Assim, o HELLOWEEN dá início à pré-venda do álbum autointitulado HELLOWEEN, que está agendado para ser lançado no dia 18 de junho pela Nuclear Blast Tonträger Produktions- und Vertriebs GmbH. O álbum estará disponível como 2CD – Digibook, 1CD – Jewelcase, 3LP – Vinil Holográfico em Três Capas, 2LP – Vinil em Gatefold (imagem em vinil + div. Cores), 2LP / 2CD – Earbook Edition, 2LP / 2CD – Deluxe Boxset ( vinil preto e vinil splatter), fita-cassete, digital

Pré-venda aqui
Pré-salve aqui

TRACKLIST „HELLOWEEN“
01 – Out For The Glory
02 – Fear Of The Fallen
03 – Best Time
04 – Mass Pollution
05 – Angels
06 – Rise Without Chains
07 – Indestructible
08 – Robot King
09 – Cyanide
10 – Down In The Dumps
11 – Orbit
12 – Skyfall

Faixas Bônus do Mediabook & Vinil:
01 – Golden Times
02 – Save My Hide

Faixas Bônus do Earbook
01 – Golden Times
02 – Save My Hide
03 – Pumpkins United


Mick Fleetwood se une a David Gilmour em versão da clássica “Albatross”

Em 2020, o lendário Mick Fleetwood reuniu um time de estrelas em Londres para homenagear a vida e a obra de Peter Green. O registro dessa noite, que ganhou um novo sentido com o falecimento de Peter, se tornará um disco. Mick Fleetwood & Friends Celebrate The Music Of Peter Green and The Early Years Of Fleetwood Mac será lançado em este mês e ganha um novo single em “Albatross”, clássico do Fleetwood Mac dessa época, com participação especial de David Gilmour. A faixa está disponível em todas as plataformas de streaming de música. Ouça “Albatross“. Confira o vídeo.

“Há mais de três anos, quando o ímpeto dessa ideia começou, meu primo Kells sugeriu entrar em contato com David porque está claro que Peter foi uma influência em seu estilo e tom. Tenho a lembrança do David Gilmour ter vindo ver o Fleetwood Mac com o Peter em Nova York no clube Scene, que era um pequeno local onde Hendrix e as pessoas apareciam para tocar a noite toda. Quando entrei em contato e perguntei se ele tocaria uma ou duas músicas no tributo, recebi de volta a carta mais inacreditável, na qual ele dizia que não tinha certeza se poderia fazer justiça às músicas e que tinha tanta reverência por elas que não sabia ao certo se era corajoso o suficiente para tentar”, relembra Mick. “Dois anos depois, quando tudo estava acontecendo e eu estendi a mão novamente para perguntar: ‘David, você está se sentindo corajoso o suficiente?’ Desta vez, ele disse que adoraria, então eu o deixei escolher qualquer música que ele gostasse. Ele era, e é, a personificação do ‘menos é mais’ estético que impulsionou a composição e execução de Peter, e ele me tirou o fôlego tocando ‘Albatross’”, completa.

A noite e o álbum são uma celebração à obra de um artista que influenciou gerações junto de um resgate de uma fase do Fleetwood Mac que muitos não conhecem, focada no blues. “O show foi uma homenagem ao blues, onde todos nós começamos, e é importante reconhecer o profundo impacto que Peter e essa primeira fase do Fleetwood Mac tiveram no mundo da música. Ele foi meu maior mentor e foi uma alegria homenagear seu incrível talento. Tive a honra de compartilhar o palco com alguns dos muitos artistas que Peter inspirou durante os anos e que compartilham meu grande respeito por ele”, relembra Mick Fleetwood. Confira o trailer do projeto.

Passaram pelo evento nomes que fazem parte da história do rock como Neil Finn (Fleetwood Mac), Noel Gallagher, Steven Tyler (Aerosmith), Billy Gibbons (ZZ Top), John Mayall, Christine McVie (Fleetwood Mac), Jeremy Spencer (Fleetwood Mac), Zak Starkey (The Who), Pete Townshend (The Who), Kirk Hammett (Metallica) e Bill Wyman (Rolling Stones). O produtor Glyn Johns (The Beatles, The Who, The Rolling Stones, Led Zeppelin e Eric Clapton) foi o responsável pela gravação. Mick Fleetwood & Friends Celebrate The Music Of Peter Green and The Early Years Of Fleetwood Mac é um lançamento da BMG previsto para o dia 30 de abril de 2021. “Albatross” está disponível para streaming nas principais plataformas.

Confira mais informações


Guttroll lança “Rules”, single traz a mais pura raiz do metal oitentista

A banda de Thrash/Death Metal Guttroll acaba de lançar o single intitulado “Rules” nas principais plataformas de streaming. A faixa faz parte do disco Invalid Leaders, recém gravado pela banda e com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2021. A banda lançou em conjunto com o single no canal de youtube o lyric video de “Rules”. Assista. Este single é o primeiro trabalho da banda contando com nova formação com Alex Melo na bateria, Tulio Lobo no baixo e Rafael Ojeriza no vocal e guitarra. O power trio vem com inovações sonoras principalmente no formato de gravação, efetuado de forma totalmente analógica, o que traz um punch totalmente natural as músicas já que a banda realizou as gravações tocando, sem recursos digitais. A produção do material foi realizada inteiramente pelo Guttroll. Gravação, mixagem e masterização por Lisciel Franco no estúdio Forestlab.

“Rules” trás a tona talvez o assunto mais importante dentro de nossa sociedade, pois como o nome já diz Regras, um grito de revolta contra todo um sistema que manipula e tira do indivíduo sua maneira de ser e pensar o transformado apenas em um parafuso de uma engrenagem maior. A música também denuncia as formas como esse sistema funciona, ideia presente no trecho que diz “create problems to sell sollution, spread crumbs as retribution” ,ou seja, “criam problemas para vender a solução e espalham migalhas como retribuição”. A letra de “Rules” soa quase como um hino filosófico à liberdade com frases impactantes como a citada acima, e outras que fazem com que realmente pensemos se estamos vivendo ou não da melhor forma, além de trazer à luz assuntos atualmente marginalizados.

O single é com certeza uma mostra à que a Guttroll veio, dando a cara para bater, uma banda que traz a mais pura raiz do metal oitentista, com um som tirado na unha, na garra e na vontade. Música com passagens drásticas e inovadoras, onde mudanças de tom acontecem além de viradas bruscas e secas. Impressionante como é nítido a forma que a bateria vem crescendo junto à música, ganhando corpo e velocidade ao mesmo tempo. O baixo aparece preenchendo firmemente todas as passagens da música, somando de uma forma colocada no lugar certo e de forma correta. O solo de guitarra faz com que os amantes do thrash oitentista façam uma viagem de época. Tudo isso combinado com um gutural agressivo e com uma interpretação única. Enfim, “Rules” é um convite aos amantes do metal a conhecerem a Guttroll.


NOCTURNAL HOLLOW apresenta seu novo álbum Triumphantly Evil

NOCTURNAL HOLLOW é um grupo de Death Metal que surgiu na Venezuela em 2010. Montados e liderados por JR Escalante, até hoje continuam escrevendo conteúdos brutais que os posicionam como claras referências no metal latino-americano. Formada por músicos com longa trajetória tanto em bandas locais quanto em projetos internacionais, sua música relembra a época áurea do gênero oferecendo uma proposta direta e crua aos fãs. Eles são apoiados por grandes gravadoras que imprimiram, distribuíram e promoveram suas músicas em todo o mundo. Por sua vez, importantes revistas e blogs têm descrito a música de Nocturnal Hollow como “consistente e competitiva para o mercado mundial de Metal Extremo”.

Atualmente, eles estão promovendo seu sétimo álbum de estúdio, Triumphantly Evil, um disco que se destaca por sua agressividade e densidade. Tudo é levado ainda mais longe ao extremo. Categoria músicos para uma banda que possui uma vasta trajetória na música pesada, a ponto de a mídia considerar o Nocturnal Hollow uma das bandas mais importantes do gênero Death Metal sueco na América Latina. “Baphomet Crown

Sobre o álbum novo

Triumphantly Evil foi lançado em 21 de fevereiro de 2021. Este sétimo LP em sua discografia é apresentado como um mais rápido e agressivo. Esses são os elementos que a banda procurou captar neste trabalho discográfico. JR Escalante, líder do grupo, comentou o seguinte em relação a este álbum: “Procuramos sempre experimentar colocando-nos a um nível acima das nossas capacidades. O tipo de som é o mesmo, sempre fiel às raízes do Death Metal sueco. No entanto, procuramos agregar certos elementos dos nossos gostos musicais para que o resultado deste álbum fosse diferente. “

TRACKLIST – Triumphantly Evil

1. Shining Blaze of Hell
2. Baphomet Crown
3. Bound to the Gore
4. Down to Void
5. Consumed By The Storm
6. In Rapture of Pain
7. Through the Haze of Dead
8. Voices Comes from the Night
9. King of Wrath
10. Remembrance of Murder
11. Necrophiliac (SLAYER cover)

NOCTURNAL HOLLOW É: JR Escalante: Guitarra, Baixo & Vocais; George Knive: Bateria


Thiago Quilles lançou um novo single: “Se Conhecer”

Thiago Quilles começou sua trajetória na música no ano de 1998, tocando e cantandoem barzinhos, festas e aniversários, ao mesmo tempo que já tocava, seguiu escrevendo suas próprias canções, e aprimorando esse talento de compor cada dia mais!!! De lá para cá suas experiências com bandas de COVERS como OS NORMAIS, MICROPHONIA, JHOLL BROU todas no estilo pop/rock, ajudaram a enriquecer a sua carreira. Já abriu shows importantes na cidade natal MONTE ALTO SP, como LOBÃO, VELHAS VIRGENS, SOCIEDADE URBANA, SR X e muitas outras.

Decidiu seguir sua carreira solo no ano de 2014, tocou em programas importantes como o ESTÚDIO SHOW LIVRE e o NOTICIDADE NO SBT. Já lançou alguns EPS, o primeiro intitulado THIAGO QUILES e o segundo AINDA É TEMPO e o CAMINHANDO SE FAZ O CAMINHO. Esse primeiro trimestre sairá o novo single “Se conhecer” que tem uma pegada Charlie Brow JR.

Contatos e redes sociais
Facebook
Instagram
Youtube


Dream Wild anuncia o lançamento do álbum Omen To Battle

O Dream Wild é, definitivamente, uma banda cult. Formada em 1995 na cidade de Votorantim, região metropolitana de Sorocaba, o grupo sempre foi muito querido pelos headbangers, tanto da velha como da nova escola. Os shows da banda sempre foram caracterizados pela quantidade e diversidade do público. Fãs de todos os estilos do metal sempre se uniam em frente ao palco para levantar seus punhos cerrados e curtir o heavy metal tradicional do Dream Wild. E foram tantos shows nesses 25 anos! Savatage, Angra, Salário Mínimo, Dark Avenger, Wizards, Circa (com membros do Yes), André Matos, Torture Squad, Hellish War, Portrait, foram algumas entre tantas outras bandas que o Dream Wild já dividiu o palco.

E por sempre priorizar os palcos, o Dream Wild frequentou pouco os estúdios, embora sem prejuízo ao processo criativo, que sempre se manteve ativo. Os setlists dos shows do Dream Wild raramente incluíam covers e a banda até coleciona músicas que são consideradas clássicas: “Metal Warriors”, “Breaking Heads”, “Time Of Confusion”, são algumas delas. Então eis que, depois de 25 anos e do lançamentos de algumas demos, EPs e singles, o Dream Wild anuncia aquele que será considerado seu primeiro álbum, Omen To Battle. Ele está sendo gravado no Estúdio 8 em Tatuí/SP com o produtor Iago Pedroso e vai reunir nove faixas: “Omen To Battle”, “Battlefield”, “Pass Over On Opressor”, “Revelations”, “Headbangers”, “Reality Overdose”, “Heroes Of Life”, “Walls Of Eternity” e “Receptors”.

Segundo o vocalista Marcio Rodrigues, as gravações de Omen To Battle tiveram início quando a situação da pandemia estava mais controlada, mas agora com a segunda onda houve a necessidade de paralização. “Esperamos retomar as gravações assim que possível, pois a ideia é lançar o álbum ainda em 2021”, esclarece o músico que acrescenta: “Omen To Battle, através do conceito do título e de cada faixa do álbum, vai falar sobre batalhas, sejam elas entre si, objetivas, subjetivas, ou as batalhas do dia a dia, como a que enfrentamos nesse momento”. Além de Marcio Rodrigues, o Dream Wild é formado pelos membros originais da banda, os guitarrista Ilde Carvalho e Marcos Santos, e também o baterista Daniel Mestre e o novo integrante, o baixista Rafael “Thunder”.

Mais Informações:
Facebook
Instagram
EP Metal Warriors no Youtube


Aline Happ lança versão rock sinfônica de Because of You, da Kelly Clarkson

Uma das canções mais populares da primeira década dos anos 2000, “Because of You”, da Kelly Clarkson, ganha uma versão que une rock e vocal lírico, por Aline Happ. A cantora renova o hit pop com a inclusão de instrumentos de maior peso melódico, tais como harpa híbrida, violino e flauta. A canção faz parte de uma série de releituras que Happ realiza em seu canal no YouTube, o qual já conta com versões de Rihanna, Linkin Park, Iron Maiden, e até mesmo, The Mandalorian. Algumas das canções também estão disponíveis nas principais plataformas de streaming e download.

“Esta é uma canção profunda que fala sobre alguém que te puxa para baixo, fazendo você se sentir inseguro e abandonado. Mas também traz a mensagem de esperança, dizendo que apesar de todos os sentimentos ruins, você não vai ser igual a essa pessoa”, define Aline Happ sobre a letra de “Because of You”. Lançada originalmente em 2005 por Kelly Clarkson em seu segundo disco, Breakaway (2004), a canção chegou a ser a mais tocada no Brasil e ficou entre as 10 primeiras nos EUA, Alemanha, Austrália, Áustria, Canadá, Hungria, Irlanda e Reino Unido. A primeira versão da letra foi escrita por Clarkson quando esta tinha 16 anos, durante o divórcio dos pais, e fala sobre a dor emocional de um relacionamento tóxico. No clipe para a música, a cantora estadunidense mostra que mesmo com a dor que sente, não irá repetir os mesmos abusos emocionais com sua família.

Conhecida mundialmente por seu trabalho como líder, vocalista e compositora do Lyria, Aline Happ é hoje uma das vozes mais famosas do metal brasileiro. Em seu projeto solo, a artista promove releituras Gothic/Folk/Celtic de canções do rock e do metal mundial que estão disponíveis em seu canal no YouTube. Graças ao apoio dos fãs, a cantora arrecadou mais de 200% da meta do financiamento coletivo para o seu disco solo de estreia, que será lançado ainda neste ano. Os vídeos postados no canal de Aline Happ contam com o apoio de fãs no Patreon e no Padrim. Conhecidos mundialmente, o Lyria é uma banda carioca fundada em 2012 por Aline Happ. De lá pra cá, o grupo lançou dois discos com apoio de crowdfunding, Catharsis (2014) e Immersion (2018) e tocou em diversas cidades brasileiras como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, entre outras, além de transmitir shows online com venda de ingressos para o mundo todo.

Kelly Clarkson – Because Of You (Symphonic Rock Cover by Aline Happ)

Acompanhe Aline Happ

Facebook

Instagram

YouTube

Spotify


Monday Riders: banda apresenta seu mais novo integrante

Recentemente o Monday Riders passou por duas mudanças de formação, sendo a primeira delas, a entrada do guitarrista Marco Fragola, e a saída de forma amigável do também guitarrista Marcos de Sensi. Já a segunda foi a inclusão de um segundo guitarrista na banda, com a entrada de Fredy Sansaloni. O músico então aproveitou a oportunidade para se apresentar aos fãs da banda. Confira o que ele tem a falar: “Minha jornada no universo musical começou lá em 2008 quando eu tinha 16 anos, com as aulas de guitarra. Minhas maiores influências vêm do Heavy Metal, Power Metal e Thrash Metal. Em 2011 fui chamado para ser o guitarrista da banda de Thrash Metal Disaffection, foi um grande momento para minha carreira, pois tive oportunidade de viajar para tocar em vários estados do País, conhecer mais da cena do metal brasileiro, trilhamos este caminho juntos até 2016 quando decidimos encerrar as atividades. Após praticamente 5 anos parado com a música, em 2020 aquela vontade de tocar reascendeu, voltei a tocar com a banda tributo a Accept chamada Metal Shark. Eis então que em 2021, veio novas surpresas e projetos, reativando meu canal do Youtube com covers e entradas em concursos de guitarra. Já em meados de fevereiro recebi o convite da Monday Riders para ser um dos guitarristas da banda. Ao receber o convite fiquei muito entusiasmado com essa nova etapa que estou iniciando, é uma honra participar de uma banda goiana com músicas tão autênticas. O que mais estou gostando nesse momento tão difícil para uma banda na pandemia, é o compromisso em querer continuar produzindo, divulgando esse belo trabalho. Todos tem uma energia muito legal e positiva, fora o acolhimento, carinho e respeito vindo de todos. Muito obrigado!”

O Monday Riders lançou no ano passado o álbum Fire, Blood and Gasoline, que foi apontado como um dos destaques de 2020 por vários veículos de comunicação especializados. O álbum se encontra disponível nas principais plataformas de streaming, podendo ser ouvido no link. Para saber das novidades do Monday Riders, siga a banda em suas redes sociais.

Monday Riders: Vocal: Jairo Resenrods; Guitarra: Marco Fragola; Guitarra: Fredy Sansaloni; Baixo: Wagner Felix; Bateria: Paulo Meneses

Mais informações:

Facebook

YouTube

Instagram

Roadie Metal Press


Caverjets pede impeachment do boçal e do general

Contra tudo e todos no que diz respeito ao descaso do governo federal ante à pandemia da covid-19 e a eficácia do mecanismo constitucional do impeachment, o Caverjets tem a resposta no novo single ‘Genocidas’: derrubar os dois figurões boçais da presidência. Ouça ‘Genocidas’ aqui. Com rock n’ roll cru e verve do punk rock, a banda carioca entrega mais uma música de teor político e humor, o quinto single do disco de estreia, O Manifesto Caverjetico.

Genocidas’ é repleta de frases irônicas e de críticas escancaradas contra um Brasil desgovernado e isolado de todo o mundo por mazelas políticas, principalmente do Palácio do Planalto. Xandão do Rock, o vocalista e baixista, comenta sobre a ‘Genocidas’. “A música é uma crítica a tudo que está ocorrendo no Brasil e à própria eficácia do mecanismo constitucional do impeachment, pois, ocorrendo esse, vamos trocar um genocida por outro. Bolsonaro, o genocida boçal, pelo Mourão, o genocida general”.

Se a letra é inspirada, segundo Xandão, na “história da humanidade”, a sonoridade de ‘Genocidas’ tem arranjos inspirados em Ratos de Porão, Surra, Brujeria e nos clássicos Black Flag e Sex Pistols. “Tentamos nos prender nos fundamentos do punk rock em termos de arranjo por ser uma música de protesto contra o regime fascista que estamos vivendo”, destaca o vocalista. Aliás, a postura política da Caverjets é bastante clara: esquerda libertaria, antiproibicionista e contra o conservadorismo da teocracia que está se instalando na nação. “O que expressamos através de nossas músicas é que todos têm direito à liberdade, e o papel do Estado é de garantir e não restringir, como acontece na nossa nação corrompida”, completa Xandão.

“Prato do Dia” é o nome do single anterior, lançado em janeiro deste ano e carregada de acidez para falar do desagradável período das eleições de 2018 e as terríveis consequências daquela polarização político-social. É um fiel e triste retrato do que Xandão chamada de ‘bizarrice política’. A repercussão de ‘Prato do Dia’ superou as expectativas da banda. Assista aqui.

Caverjets nas redes

Instagram

Facebook

Youtube

3 comentários

  1. Igor Maxwel

    Eu sinceramente não gostei desse novo disco do Accept “Too Mean to Die” quando o ouvi pela primeira vez. Nunca imaginei que uma das minhas bandas de metal preferidas erraria a mão sem Peter Baltes e com mais um guitarrista na formação. Por mim, não vai ter turnê mundial para divulgar esse tão fraco (para não dizer que é ruim ou horrível) álbum que eles lançaram neste começo de 2021. Acho que já passou da hora da trupe do Sr. Hoffmann se retirar de cena mesmo, a não ser que tragam o Baltes de volta para o próximo disco, caso ocorra…

    Responder
    • Mairon

      Legal ver seu comentário aqui Igor. Dificilmente temos comentários nas nossas notícias. E qual sua opinião sobre o novo material que o Helloween vem lançando?

      Responder
      • Igor Maxwel

        Pra ser sincero eu até agora não ouvi nenhum disco do Helloween. Vou começar com os dois Keepers… Valeu, patrão!

Deixar comentário para Igor Maxwel Cancelar resposta

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.