Por Daniel Benedetti

Thin Lizzy é o álbum de estreia da banda irlandesa de mesmo nome, lançado pela Decca Records em 30 de abril de 1971.

O Thin Lizzy é uma banda de hard rock formada em Dublin, Irlanda, em 1969.

Dois dos membros fundadores do Thin Lizzy, o baixista e vocalista Phil Lynott e o baterista Brian Downey, conheceram-se na escola em Dublin no início dos anos 1960. Lynott, nascido em 20 de agosto de 1949, em West Bromwich, Inglaterra, era filho de mãe irlandesa, Philomena, e pai guianense, Cecil Parris, sendo criado em Dublin a partir dos três anos de idade.

Downey, nasceu em 27 de janeiro de 1951, é um nativo de Dublin.

Phil Lynott (vocais e baixo), Brian Downey (bateria) e Eric Bell (guitarra)

Lynott ingressou em uma banda local, The Black Eagles, como vocalista em 1963, e Downey foi recrutado como baterista em 1965. Em 1967, o vocalista foi convidado a se juntar ao Skid Row pelo baixista Brush Shiels, grupo que trouxera o adolescente, guitarrista de Belfast, Gary Moore, para a banda no início de 1968. Após uma aparição decepcionante na televisão, em junho de 1969, Shiels demitiu Lynott, apesar de permanecerem em boas relações, pois, posteriormente, ensinou o cantor a também tocar baixo. Lynott então formou o Orphanage com Downey na bateria, depois que a banda anterior de Downey, Sugar Shack, havia se separado.

O guitarrista Eric Bell, nascido em Belfast em 3 de setembro de 1947, iniciou sua carreira tocando em bandas locais como The Deltones, Shades of Blue e The Bluebeats, e a última encarnação do Them com Van Morrison, entre setembro e outubro de 1966.

Bell mais tarde se mudou para Dublin e juntou-se a uma banda irlandesa chamada The Dreams, mas saiu em 1969 com o objetivo de formar uma banda de rock. Um conhecido de Bell, Eric Wrixon, organista de Belfast, também ex-membro do Them, também havia se mudado para Dublin e ingressado no circuito de shows, mas tinha planos semelhantes de seguir na direção do rock. Em dezembro de 1969, Bell e Wrixon se encontraram por acaso em um pub de Dublin e descobriram que eles compartilhavam idéias semelhantes de formar uma banda, e decidiram visitar o Countdown Club, onde viram Lynott e Downey se apresentando com o Orphanage.

Phil Lynott

Lynott não estava tocando baixo no momento, mas Bell ficou particularmente impressionado com Downey, e apresentou-se a eles durante um intervalo. Quando Bell perguntou se eles considerariam formar uma banda, Downey estava inicialmente cético, mas os dois estavam cientes da reputação musical do guitarrista.

Eles chegaram a um acordo naquela noite, porém, com a condição de Lynott tocar baixo e cantar, e que a banda tocasse algumas das composições dele.

Bell disse mais tarde: “Dali em diante, éramos uma banda”. Wrixon também foi incluído como organista no grupo ainda sem nome, tornando a formação inicial um quarteto. Na semana seguinte, Lynott visitou Bell em seu apartamento e tocou gravações de algumas de suas próprias músicas. Bell ficou impressionado: “Eles eram tão bons. Eu soube imediatamente que poderia colocar meu estilo de guitarra neles”.

A banda começou a atrair a atenção da imprensa musical irlandesa quase que imediatamente, quando começou a ensaiar em janeiro de 1970. Em 1º de janeiro, a revista New Spotlight anunciou que Bell e Wrixon deveriam fazer parte de uma nova banda. No início de fevereiro, a mesma imprensa começou a questionar o atraso em qualquer anúncio público do “supergrupo Bell-Lynott”. O nome Thin Lizzy foi anunciado à imprensa em 18 de fevereiro. O nome veio de um personagem robô do quadrinho britânico The Dandy, chamado Tin Lizzie, que eles ajustaram a Thin Lizzy como uma referência divertida ao sotaque local de Dublin, no qual “thin” seria pronunciado como “t’in”.

Em alguns de seus primeiros shows, a banda foi erroneamente promovida como “Tin Lizzy” ou “Tin Lizzie”.

O primeiro show do Thin Lizzy foi em uma escola em Cloghran, perto do Aeroporto de Dublin, em 1970, embora as fontes variem na data de 16, 19 e 20 de fevereiro. Em julho de 1970, a banda lançou um single, “The Farmer”/”I Need You”, pela EMI, com o lado B composta por John D’ardis, dono do Trend Studios, onde o single foi gravado. O single vendeu apenas 283 cópias e agora é um item de colecionador.

Wrixon deixou a banda antes do lançamento do single, significando que havia uma parcela maior de receita para os três membros restantes. Ele se mudou para Europa continental antes de retornar a Belfast, juntando-se à sua antiga banda, o Them. No final do ano, o Thin Lizzy assinou contrato com a Decca Records e viajou para Londres, em janeiro de 1971, para gravar seu álbum de estreia, Thin Lizzy.

O disco foi gravado entre os dias 4 e 9 de janeiro de 1971, no Decca Studios, em Londres, com a produção de Scott English.

Eric Bell

O álbum é aberto com a enigmática “The Friendly Ranger at Clontarf Castle”, uma faixa com os ótimos vocais de Phil Lynott e uma interessante melodia embalada pela bateria. “Honesty Is No Excuse” é conduzida pelo violão de Lynott e encontra espaço para solos de guitarra inspirados de Eric Bell. A tocante “Diddy Levine” é a música mais longa do trabalho, com mais de 7 minutos, de um Hard Blues Rock de primeiríssima linha.

“Ray-Gun” é um Blues infernal, no melhor sentido, com as guitarras de Bell afiadíssimas em um ritmo desconcertante. Na sequência, surge “Look What the Wind Blew In”, a qual se configura um rockão mais básico, mas interessante. “Eire” tem uma atuação inspirada de Eric Bell nos solos de guitarra e antecede a furiosa “Return of the Farmer’s Son”.

“Clifton Grange Hotel” traz uma prévia da enigmática e típica sonoridade do Thin Lizzy, ou seja, extremamente melódica e, ao mesmo tempo, agressiva. Predominantemente acústica, “Saga of the Ageing Orphan” abraça o folk em uma composição mais intimista, mas não menos sensível. Para finalizar o disco, “Remembering” é outro Hard/Blues bem competente.

O álbum vendeu moderadamente bem, mas não chegou às paradas de sucesso nem no Reino Unido, apesar da divulgação e do apoio dos influentes Djs, John Peel e Kid Jensen. A crítica tem o disco em boa conta. Eduardo Rivadavia, do AllMusic, descreveu o álbum como “surpreendentemente suave” e apontou que várias músicas parecem “confusas e inacabadas”. No entanto, ele afirma que “Look What the Wind Blew In” como uma “dica do que está por vir”.

O jornalista canadense Martin Popoff apreciou o sabor experimental do álbum “extraindo principalmente de influências bluesy não metálicas” e achou as composições “surpreendentemente bem escritas, muito irlandesas, muito sentidas”. Thin Lizzy claramente ainda não demonstra o grupo que criaria obras incríveis e memoráveis como Jailbreak (1976), mas já dá amostras do talento de Phil Lynnott como compositor e da capacidade da banda em criar melodias harmoniosas e comoventes.

Por volta de março de 1971, a banda mudou-se permanentemente para Londres, antes do lançamento do mal sucedido EP, New Day, em agosto. Apesar das vendas fracas, a Decca concordou em financiar o segundo álbum da banda, Shades of a Blue Orphanage, lançado em Março 1972.

Formação:

Philip Lynott – Vocal, Baixo, Guitarra-base, Violão

Eric Bell – Guitarra, Guitarra de doze cordas

Brian Downey – Bateria, Percussão

Músicos adicionais:

Ivor Raymonde – Mellotron em 02

Faixas:

  1. The Friendly Ranger at Clontarf Castle
  2. Honesty Is No Excuse
  3. Diddy Levine
  4. Ray-Gun
  5. Look What the Wind Blew In
  6. Eire
  7. Return of the Farmer’s Son
  8. Clifton Grange Hotel
  9. Saga of the Ageing Orphan
  10. Remembering

1 comentário

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.