Por Ronaldo Rodrigues

O Siena Root já tem uma enorme reputação no meio roqueiro dos últimos 20 anos. Sua discografia é muito consistente e cheia de grandes momentos. Contudo, é motivo de dupla felicidade se deparar com seu novo lançamento – além de alimentar os fãs e apreciadores com um novo material, a banda o faz com maestria.

Em 2017 a banda havia lançado A Dream of Lasting Peace, um trabalho de grande qualidade e bastante orientado para o hard rock/blues rock. O grupo tem 100% de orientação para o rock setentista desde seu primeiro álbum, mas em The Secret of Our Time, disco lançado no último 20 de março, seu ecletismo atingiu um patamar inédito. Outra novidade é a formação “híbrida” do grupo, que agora contabiliza algo em torno de 9 (!) integrantes. Ainda que as informações oficiais do grupo em seu site e redes sociais não deixem essa informação clara, a impressão que fica é que existe um “núcleo duro” de músicos e alguns agregados, como uma boa família musical. Uma das principais é a efetivação de Zubaida Solid como vocalista principal e em especial saber que ela divide vocais com a carismática Lisa Lystam. Lisa Lystam é a front-woman do grupo de blues rock Heavy Feather, do qual também faz parte o guitarrista Matte Gustavsson, membro do Siena Root já há vários anos. Tudo isso traz um aroma maravilhoso a este novo álbum.

Vamos a parte musical – em The Secret of Our Time o ouvinte poderá apreciar muitas variantes do rock desenvolvido nos anos 70: hard rock, space-rock, progressivo, folk elétrico, blues-rock e afins. A abertura do álbum, com “Final Stand”, remete ao clima de Warriors on the Edge of Time, do Hawkwind, com uma levada pulsante, sons espaciais e linhas vocais de arrepiar! “Siren Song” tem uma levada pesada de órgão e “Organic Intelligence” (a faixa de trabalho, com um bacana clipe que pode ser visto aqui) traz as duas talentosas vocalistas duelando e soltando faísca. Mender, a faixa seguinte, é uma bela balada cheia de surpresas, assim como “In Your Head”, na qual toda a qualidade instrumental do grupo fica a mostra. Outros destaques ficam ainda como a beleza folk da viajante “Daughter of the Mountains” e a progressiva “Have no Fear”, candidata a faixa mais cativante e explosiva do álbum todo.

Para quem acha que o rock está em baixa, eis aí um bom álbum para quem quiser rever conceitos. Acho difícil esse álbum não aparecer na lista de melhores discos do ano na praia do classic rock/progressivo. O álbum foi lançado em CD, LP e streaming e as aquisições podem ser feitas diretamente no site da banda. Por conta da pandemia do Covid-19 a tour de promoção do álbum foi adiada indefinidamente.

Tracklist

  1. Final Stand
  2. Siren Song
  3. Organic Intelligence
  4. Mender
  5. In Your Head
  6. When a Fool Wears the Crown
  7. Daughter of the Mountains
  8. Have no Fears
  9. Imaginary Borders

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.