Por Thiago Reis

Formada por Márcio Machado (vocal), Marcos Machado (guitarra), Magoo Wise (baixo) e Cristiano Hulk (bateria), a banda Axes Connection aparece em cena com o seu lançamento de estreia, intitulado A Glimpse of Illumination, que foi gravado em Porto Alegre e apresenta mais uma banda de qualidade para acrescentar ainda mais vida e renovação à cena metálica nacional.

O álbum se inicia com a faixa “The Meaning of Evil”, da maneira como um disco de heavy metal deve se introduzir. Energético e pesado. De certa forma um cartão de visitas para o que está por vir. Destaque para os vocais bem variados de Márcio Machado e os riffs de muito bom gosto de Marcos Machado. A partir de dois minutos e meio de música, o clima muda drasticamente e Marcos destila riffs mais cadenciados, até que Márcio coloca seus agudos para funcionar e a música volta à sua dinâmica inicial. É o tipo ideal de faixa para se abrir tanto um álbum, como um show.

“Rearrange Yourself” segue o ritmo de peso, porém com vocais ainda mais agudos de Márcio Machado, que também faz felizes variações em suas linhas vocais deixando a música ainda mais interessante. Os riffs no meio da música também levam o ouvinte a “bater cabeça”, se tornando um dos pontos altos do álbum, acrescentando também belas viradas de bateria, que inclusive foram gravadas por Lourenço Gil (Cristiano Hulk entrou quando o disco já estava pronto).

A terceira faixa, “Wisdom is the Key” mostra riffs mais “abertos”, que trazem um certo tom de alto astral à música, com Marcos abusando de harmônicos muito bem colocados ao longo da faixa. Márcio opta por vocais mais pesados na maior parte da música, o que se torna uma boa escolha a fim de mostrar a versatilidade do vocalista e também abranger o som que o álbum proporciona ao ouvinte. “Use the Reason” é agressiva e mais direta que as faixas anteriores, mostrando um lado ainda não explorado pela banda, de modo a se tornar uma música que fique mais na mente dos fãs, se candidatando a uma das preferidas no formato ao vivo.

Os riffs bem elaborados e pesados voltam à cena com “Prepare Your Soul”, os vocais ficam cada vez mais rasgados e agressivos, deixando os agudos para as primeiras faixas. Encontramos um Axes Connection bem diferente, mas não menos interessante na segunda metade do álbum. “The Gates” mostra uma bateria muito bem elaborada, riffs mais quebrados em sua introdução e vocais mantendo a linha das duas faixas anteriores. Márcio Machado se mostra um vocalista bem técnico, que explora todos os aspectos de sua voz, deixando o material de estreia da banda ainda mais interessante.

“A Glimpse of Illimination” começa com a “cozinha” em destaque. Baixo e bateria fazem um trabalho de introdução para o que está por vir. Solos de guitarra que casam perfeitamente com o clima da música e os vocais de Márcio entram em destaque, de forma agressiva e que chamam bastante à atenção. Outra música que tem bastante potencial para se tornar muito bem vinda ao vivo.

“Journey to Forever” começa de maneira bem diferente, mais amena e tranquila. Até que a bateria e a guitarra entram em cena, deixando o som ainda mais enigmático. “Journey to Forever” não se parece em nada do que foi ouvido nas sete faixas anteriores, o que é mais um ponto positivo, a fim de garantir a variabilidade do som ao longo de todo o play.

A penúltima faixa se chama “Skyline” e o clima obscuro entra em cena. Não se pode adivinhar o que está por vir. O que se ouve é de muito bom gosto, com destaque para o baixo de Magoo Wise, criando o ambiente perfeito que se pretende com a música. Levadas de bateria de muito bom gosto também dão a tônica ao som, que se caracteriza por ser uma faixa instrumental.

Marcos Machado e o irmão Vitor Machado há 20 anos. Segundo Marcos Machado, “O Axes Connection tem por objetivo principal honrar a memória do meu irmão Vitor e também de levar música de qualidade para um mundo cada vez menos preocupado com isso

A longa “The True Connection” encerra o álbum, com ótimos riffs, peso, belos harmônicos na guitarra e vocais muito bem estruturados. Rápida, visceral e que realmente mostra a cara da “Axes Connection”: heavy metal pesado e cortante como um machado. Após os quatro minutos de música, “The True Connection” ganha conotações de certa forma progressivas, deixando o som ainda mais interessante. O peso volta para encerrar o álbum como ele começou.
A Glimpse of Illumination se mostra um álbum honesto, agressivo e para acrescentar às qualidades do álbum, uma capa de muito bom gosto. Axes Connection está no rumo certo e tenhamos mais bons lançamentos ao longo dos próximos anos, mostrando que a renovação do heavy metal nacional está sendo feita e temos que ter atenção com lançamentos como esse.

Track list

  1. The Meaning of Evil
  2. Rearrange Yourself
  3. Wisdom is the Key
  4. Use the Reason
  5. Prepare Your Soul
  6. The Gates
  7. A Glimpse of Illimination
  8. Journey to Forever
  9. Skyline
  10. The True Connection

Deixar comentário

Seu email NÃO será publicado.