Santana: Uma Trinca de Ouros Para a Eternidade

Por Eudes Baima “No começo e no fim é o grito  – o grito de amor e vida, de desespero e morte,  de paixão e música – isto é Santana” (Ben Fong Torres, 1998) Santana cravou, ao longo de sua carreira, um número relevante de clássicos. Na verdade, até Moonflower, de 1976, a discografia de … Continue lendo Santana: Uma Trinca de Ouros Para a Eternidade